Tags:

Editor da Revista Forças de Defesa

11 Responses to “11ª BIL – Dia do Exército em Campinas” Subscribe

  1. Autobahnpolizei 19 de abril de 2010 at 20:46 #

    Não sei qual a política do blog a respeito de comentários “off-topic” mas achei que essa carta do presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Congresso ao MPOG deveras pertinente e relevante. Peço aos adminsitadores que não o pubiquem caso julguem o mais adequado a fazer.

    “Senhor Presidente,

    Requeiro, nos termos do art. 50, § 2º, da Constituição Federal, combinado com os arts. 215, I, a, 216 e 217 do Regimento Interno do Senado Federal, as seguintes informações junto ao senhor Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo Silva:

    1. De que forma os cortes que serão impostos pela sua pasta interferem no Orçamento de projetos estratégicos para o país no âmbito do Comando da Marinha. Especificamente:

    a) Programa de construção do submarino nuclear e montagem de um reator a água leve, de pequeno porte, em Aramar, São Paulo;

    b) Licitação em curso para a aquisição de três navios-patrulha de 1.850 toneladas (com mais duas opções em aberto);

    c) Compromissos já firmados com fornecedores para o projeto de helicópteros antisubmarinos Sikorsky SH-60 Seahawk;

    d) Lançamento de licitação para a aquisição de três escoltas de 6.500 toneladas;

    e) Continuação do ProAntar.

    2. Simultaneamente, peço que detalhe o impacto das restrições orçamentárias nos seguintes programas do Comando do Exército e da Aeronáutica:

    e) Desenvolvimento e fabricação de um veículo blindado sobre rodas;

    f) Aquisição de mísseis antiaéreos leves;

    g) Fabricação de helicópteros de transporte médio em Itajubá;

    h) Programa F-X2 para aquisição de uma aeronave avançada de combate supersônica;

    g) Desenvolvimento do avião de transporte médio KC-390;

    h) Continuação do desenvolvimento do Veículo Lançador de Satélites pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), centro de pesquisas do Comando-Geral de Tecnologia Aeroespacial (CTA).

    JUSTIFICAÇÃO

    Na área de Segurança e Defesa Nacional a política de restrição orçamentária deve seguir critérios cuidadosos, que não interfiram com os interesses maiores do País. Alguns desses programas, como o da aquisição dos navios-patrulha de 1.850 toneladas, são indispensáveis para a proteção das reservas petrolíferas do Pré-Sal. Em outros, como o da compra dos helicópteros SH-60, já houve desembolsos importantes que serão perdidos caso haja descontinuidade no processo. Por último, alguns dos projetos, como o KC-390, da Embraer, permitem ampla geração de empregos por meio de exportação a países interessados. São informações necessárias para que possamos avaliar o impacto dos cortes na progressão da Estratégia Nacional de Defesa, que chegou para exame do Senado depois de aprovada pela Câmara dos Deputados. Por sua relevância política e econômica, solicito que este requerimento seja aprovado.

    Sala da Comissão, 25 de março de 2010

    Senador EDUARDO AZEREDO”

    Obs: Será que haverá resposta?

  2. Vader 19 de abril de 2010 at 23:17 #

    Baita saudade. Parabéns à Brigada Anhanguera. Parabéns ao Batalhão Henrique Dias. Parabéns ao Exército Brasileiro.

    Valeu pela matéria Poggio.

    Sds.

  3. J. \"Jacahead\" da Silva 20 de abril de 2010 at 14:19 #

    Pô BIL é Batalha de Infantaria Leve

    No caso a Brigada é Bda Inf Leve ou Bda Inf L.

    Essa é a nossa Brigada já que o nosso bom é velho 2º BC transformou-se em 2º BIL….só volta virar Aeromovel ou entao continuar assim até a chegada dos MRAP Maxxxpro que vão sobrar do Iraque, já que a unidade esta se especializando em operacoes urbanas e de controle da ordem.

  4. J. Jacahead da Silva 20 de abril de 2010 at 14:26 #

    Brigada é Bda nao BIL que é Batalhão

  5. Tito 20 de abril de 2010 at 21:29 #

    Tem um cara do blog que deve ficar todo orgulhoso de ver esse vídeo, não é Vader? :)

  6. Rodrigo Cesarini 20 de abril de 2010 at 21:57 #

    Servi no 28º quando ainda era infantaria blindada.

  7. Vader 21 de abril de 2010 at 20:45 #

    Rodrigo: o antigo BIBão? Formei-me lá no NPOR 28 BIB.

  8. Torama 21 de abril de 2010 at 23:30 #

    Eu tb servi lá na época do 28º BIB – 3ªCia “Treme-Terra”
    Bons tempos, hehe!

  9. Torama 21 de abril de 2010 at 23:31 #

    A propósito, sou da turma de 97!

  10. Vader 22 de abril de 2010 at 8:43 #

    Torama: Comandante do Batalhão TC Modesto?

  11. Rodrigo Cesarini 22 de abril de 2010 at 11:16 #

    Vader disse:
    21 de abril de 2010 às 20:45

    Rodrigo: o antigo BIBão? Formei-me lá no NPOR 28 BIB.

    Sim, ainda era Bibão, servi em 1994 na 2ª Cia de Fzo(era pé de poeira :-) )

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Parlamento alemão votará sobre fim de acordo nuclear com Brasil

Partido Verde diz que pacto bilateral, em vigor desde 1975, não condiz com a atual política para o setor na […]

1º Esquadrão de Cavalaria Paraquedista – Travessia da Serra dos Órgãos

No dia 8 de outubro, os alunos do Curso de Formação de Cabos de 2014, do 1º Esquadrão de Cavalaria […]

6º Regimento de Cavalaria Blindado – Transposição de Curso d’Água

Alegrete (RS) – No dia 6 de outubro, no contexto da Capacitação Técnica e Tática do Efetivo Profissional (CTTEP), foi […]

Fortaleza de Santa Cruz foi a principal estrutura defensiva da Baía de Guanabara

Rio de Janeiro – Com arquitetura imponente, a Fortaleza de Santa Cruz foi a principal estrutura defensiva da Baía de […]

Operação Amazônia 2014: Assalto Aeromóvel

Boa Vista – No dia 17 de outubro, militares do Exército com apoio da Força Aérea Brasileira realizaram um assalto […]

Exército aprova a modernização do Pantera

O Exército Brasileiro aprovou a continuidade do programa de modernização, pela Helibras, dos 34 helicópteros modelo AS 365 K – […]