Home Asas Rotativas Queda de Mi-28 na Síria mata pilotos russos

Queda de Mi-28 na Síria mata pilotos russos

4081
5

Mi-28 Havoc

Dois pilotos russos morreram num acidente de helicóptero sobre o território rebelde na Síria. Um porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia disse que o helicóptero de ataque Mi-28N caiu na província de Homs nas primeiras horas da manhã de terça.

“Os corpos dos pilotos mortos foram removidos durante as operações de busca e salvamento e estão atualmente na Base de Hmeymim”, acrescentou.

“De acordo com um relatório do local do acidente, o helicóptero não foi derrubado.”

Informações locais dão conta de que os destroços estão localizados em território controlado pelos rebeldes fora da cidade de Homs, onde ataques aéreos russos têm sido relatados recentemente.

Grupos oposicionistas como o Jabhat al-Nusra (ligada a rede al-Qaeda) e o Ahrar al-Sham são conhecidos por serem ativos na área.

Com a morte dos pilotos o número de militares russos mortos na Síria desde que a intervenção no país começou em setembro subiu para, pelo menos, oito.

Um oficial das forças especiais morreu durante as batalhas pela retomada de Palmyra no mês passado e o Kremlin tinha reconhecido anteriormente cinco mortes, incluindo o piloto de um avião de combate abatido pela Turquia e um fuzileiro naval morto por rebeldes durante a missão para resgatá-lo.

Dois outros foram mortos em ataques de morteiro e bombardeio, enquanto um soldado de 19 anos de idade morreu em circunstâncias controversas em sua base aérea em Latakia.

FONTE: Independent (tradução e adaptação do blog das Forças Terrestres a partir do original me inglês)

5 COMMENTS

  1. Estas aeronaves provavelmente não estavam com o sistema President-S.
    Mesmo estando, ficaria dificil sobreviver a um Manpad. Seja russo ou de qualquer outra procedência, um helicóptero é muito vulnerável a um sistema como estes.
    Agora, seria irônico ter sido abatido por um Igla.

  2. “[…]enquanto um soldado de 19 anos de idade morreu em circunstâncias controversas em sua base aérea em Latakia”..Interessante a quantidade de baixas em situações que nao ficam claras. Entre a FEB, se nao me engano, houve uma significativa quantidade de baixas por acidentes, mas tb houve desacatos, brigas e crimes comuns. Não tem jeito, é juntar muitas pessoas, armadas, sob grande tensao e tudo pode acontecer!

  3. Nas fileiras da feb ocorreram alguns assassinatos entre os militares brasileiros. Mas acredito que ocorra em qualquer exército. Muitas baixas em jipes e caminhões também, realmente.

    Um detalhe curioso foi a justiça militar na feb condenar dois militares a morte por estupro e homicídio de uma italiana. A pena consta em documentos do Eb mas segundo testemunhos nunca foi aplicada.

  4. So é comum onde não se respeita hilanmesmo.
    Espero que o condenado tenha ficado por lá mesmo.

    Mas voltando ao assunto, o número de baixas é bem baixo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here