Home Conflitos em andamento Maioria dos recrutas do Estado Islâmico é ignorante sobre o Islã, aponta...

Maioria dos recrutas do Estado Islâmico é ignorante sobre o Islã, aponta pesquisa

2551
25

ISIS

A maioria dos recrutas do Estado Islâmico sabe pouco sobre o Islã ou dificilmente se preocupa com a religião, mostra uma investigação da AP. Outro estudo constatou que os poucos com mais conhecimento religioso entre as fileiras do grupo terrorista não se apressam em se tornar mártires.

Cerca de 70% dos recrutas tem apenas conhecimento “básico” do Islã – uma das três opções possíveis em um formulário de recrutamento do Estado Islâmico (ISIS/ISIL), de acordo com um estudo realizado pela Associated Press. A agência pesquisou milhares de documentos que vazaram e foram recolhidos pelo site sírio Zaman al-Wasl, e realizou inúmeras entrevistas com ex-combatentes do ISIS.

A pesquisa descobriu que cerca de 24% dos recrutas do ISIS podia se gabar de conhecimento “intermediário” do Islã e apenas cerca de 5% consideravam-se alunos “avançados”. Apenas cinco recrutas alegaram ter memorizado o Alcorão.

“A religião é uma reflexão tardia” disse à AP Patrick Skinner, um ex-oficial da CIA e diretor de projetos especiais da consultoria de segurança do Grupo Soufan. De acordo com Skinner, muito poucas pessoas juntam-se à causa por adesão religiosa. A maioria dos recrutas é de pessoas que precisam de “um sentimento de pertencimento, um sentimento de notoriedade, uma sensação de excitação.”

FONTE: RT

25 COMMENTS

  1. Soldados sao so os “idiotas utueis”, o EI conquista eles dando oportunidade de poder, por isso que é importante pra esses terroristas paises intaveis é como um oasis pra eles. Uma boa comparacao é a o Nazismo e a ao comunismo muito dos seus cidadaos pouco sabiam das politicas dos seus governos eram so somente os idiotas uteis que o sustentavao !

  2. ..o que leva a consideração de que a religião por si só nao é causa do terrorismo, embora tenha relação com o mesmo.

  3. Que engraçado. A maioria dos brasileiros que se dizem socialistas e tem como heróis Che Guevara e Fidel Castro também nunca leram Marx (ou pelo menos livros de história) além de não saberem patavina da vida desses dois. É vestir uma camisa sem saber direito o que esta fazendo. Tudo trouxas modinha. Não passam de ignorantes úteis.

  4. foi bem resumido pelo TTTT que os soldados, irregulares ou não, são idiotas úteis. guerras coloniais ou para combater a influência comunista, ou para destruir armas de destruição em massa também parecem motivos que poucos soldados concordariam em combater, se pudessem escolher. Talvez o foco então, no caso dos irregulares, é substituir as causas das críticas pela estabilidade política e social necessária. Ou ainda combater a ideia tao sensual de que as guerras resolvam algo.

  5. Observações interessantes:

    1- Fica comprovado, portanto, que a questão central pode não ser religiosa. O papel da religião é marginal.

    2- Sobre soldados saberem por que estão lutando. NORMALMENTE não sabem. Em qualquer exército. Há pesquisas muito boas sobre os exércitos dos EUA e Inglaterra durante a segunda guerra mundial. Como eles tiveram que disseminar instrução sobre a democracia, noções de direitos, etc. Para que eles pudessem compreender o motivo pelo qual lutavam contra o nazismo.

    Lembrar que o Exército Inglês e Americano cresceram muito em números, pela incorporação em massa de conscritos vindos da vida civil. Esses passaram a ser maioria absoluta mesmo entre os oficiais.

    Consequências observadas segundo os estudos: soldados ingleses fizeram muitas greves e protestos por direitos e condições básicas ao longo da guerra. Relaxamento da severidade disciplinar. Sólidas legislações de amparo aos ex combatentes no pós guerra, entre outros.

    Fontes para quem quiser dar uma lida:
    Field, Geoffrey. Civilians in Uniform: Class and politics in the British Armed Forces, 1939 – 1945. International Labor and Working-Class History, n80, fall 2011

    The American Soldier – Combat and its Aftermath

  6. Acho que alguns mudam os fatos ou os colocam de uma forma que não pareça o que realmente é. A pessoa não saber sobre o Islã não quer dizer que não vá fazer nada pela aquela religião ou lutar por ela, a falta de conhecimento é ate mesmo a causa do que o TTT falou sobre os “idiotas uteis”

  7. Quem comanda o movimento não sabe sobre religião?
    Sabe, sabe sim.
    Os recrutas não sabem?
    Não, sabem não.
    Conclusão dos colegas foristas:
    O movimento não é religioso.
    O problema não é religioso.

    Ilógico.
    O problema é religioso sim.
    Se fossem todos homens religiosos cultos e versados no Islã provavelmente não estariam se matando.
    Não me levem a mal, mas nem todos os homens são capazes servir de massa de manobra.
    Há que se ter um certo nível de idiotice não natural a todos os homens para servir de massas de manobra para as elites de um movimento.
    Acaso todos os revolucionários americanos eram letrados nos filósofos liberais pelos quais lutavam contra os ingleses?
    Os soldados do exército vermelho todos leram Marx ao promover a revolução de 1917?

  8. a raiz do problema continua sendo religiosa, nada muda, o que a materia mostrou e o que ja sabiamos, os soldados sabem o basico da religiao e estao la pq na Europa eram pobres, as vezes fracassados, e queriam um motivo para viver a luta pelo Califado deu um motivo para suas vidas, ganharam poder, amigos e mulheres

  9. Madmax 19 de agosto de 2016 at 15:52
    .
    Se me permite uma pequena correção… “certo nível de idiotice” não é natural ?
    Eu acho que é, infelizmente. E idiotas se reproduzem.
    .
    Soube de uma experiência havida no Exército, de recrutas com nível superior. Em pouco tempo estavam questionando as ordens superiores.
    É de se pensar qual o nível adequado de inteligência – ou idiotice – que recrutas devem ter pra obedecer sem questionamento e ao mesmo tempo de poderem aprender novas tecnologias.
    .
    Sun Tzu declarou que soldados idiotas não temem a morte. Estava certo.

  10. Delfim (2), ser sábio não tem relação com a capacidade de aprender algo técnico.
    Quando disse idiota, não me referia a deficiência mental, retardo no desenvolvimento do intelecto.
    Falava de idiotas no sentido de pouco sábios, sem cultura. Aliás, salvo engano, o mesmo sentido usado no Sun Tzu.
    Ex.:
    Há pessoas sábias que não sabem nadar. Há idiotas que vão para olimpíadas.

  11. Madmax, eu sempre acho que inteligência e discernimento é que são não-naturais e nos separam de outros animais, porque recebemos uma carga de educação formal e moral que nos faz evoluir e sermos diferentes.
    Nisso eu pacificamente divirjo de vc e de Rosseau, pra mim não existe “bom selvagem”. Fazer o Bem exige esforço, o Mal é só deixar rolar.
    E sim, eu sei que vc não se referia a “idiotice” como deficiência mental. Tal uso do termo já caiu em desuso há tempos, por ser ofensivo. Tal termo reservo aos bípedes irracionais, se vc me entende.
    Eu vejo tal nível de “idiotice” no meu trabalho, em aborrescentes se tornando soldados do tráfico mesmo sabendo que nesse ramo ninguém morre de velho. Ou a seguidores do esquerdismo que mesmo com todo noticiário despejando a corrupção daqui ou a miséria que a Venezuela se tornou, insistem em tal filosofia.
    Que Deus nos livre de uma linha radical do Islã se tornar mais uma opção pra essa gente aqui no Brasil.

  12. Recordando o John Keegan e puxando até pra psicanálise, lembremos que o homem é um animal cultural, que usa o seu intelecto (que difere de “racionalidade”, na aplicação iluminista do termo) pra satisfazer as suas pulsões e sentimentos mais “animalescos”. Às vezes (pra não dizer, “quase sempre”) as ações humanas não precisam ser “racionais”, elas se bastam a elas mesmas.

  13. Agora que tá chegando a hora mais perigosa aqui no Rio, a Olimpíada tá acabando e o aparato relaxa, daí aparece um terrorista caminhoneiro…
    Até dias depois da Paralimpíada, manter alerta total.

  14. Dizer que gente do EI é ignorante é uma redundância.
    Quanto mais gente for pra lá, melhor. Ficam todos na área do alvo.

  15. Amigo Lucas!
    Reuters tem nada a ver com nateria (inclusive quando vejo Reuters como a fonte nem gasto meu tempo..).O link apresentado é da TV russa – RT (antiga Rússia Today).E o estudo foi feito pela AP – bigstory.ap.org/article/9f94ff7f1e294118956b049a51548b33/islamic-state-gets-know-nothing-recruits-and-rejoices (colocar http:// antes de link).
    Um abraço!

  16. TERMINATOR 19 de agosto de 2016 at 10:06

    “Que engraçado. A maioria dos brasileiros que se dizem socialistas e tem como heróis Che Guevara e Fidel Castro também nunca leram Marx (ou pelo menos livros de história) além de não saberem patavina da vida desses dois. É vestir uma camisa sem saber direito o que esta fazendo. Tudo trouxas modinha. Não passam de ignorantes úteis.”

    Pois é, TERMINATOR. Isso é tão ridículo como o deputado federal e ativista LGBT Jean Wyllis se fotografar como Cosplay de Che Guevara, reconhecido maníaco terrorista, assassino e homofóbico.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here