Home Artilharia Saab: nova munição para morteiros, THOR, foi lançada na DSEI

Saab: nova munição para morteiros, THOR, foi lançada na DSEI

1391
4

A Saab, empresa de defesa e segurança, lançou sua nova munição para morteiros 120mm, THOR, na feira DSEI 2017, que aconteceu em Londres, Reino Unido, entre os dias 12 e 15 de setembro.

A nova granada THOR 120mm foi desenvolvida com design único, combinando diversos formatos, materiais e área de fragmentação para obter o efeito desejado no alvo. A munição foi desenvolvida pela Saab Bofors Dynamics Switzerland (SBDS), uma subsidiária da Saab e integrante da área de negócios Dynamics, e foi apresentada ao mercado pela primeira vez na DSEI 2017.

“Estamos muito felizes com o lançamento deste novo produto. Nossa granada de morteiro MAPAM® revolucionou a maneira de as unidades de infantaria combaterem com apoio de fogo de morteiro e, agora, com o novo THOR 120mm, estamos cruzando novas fronteiras”, declarou Stephan Kocher, chefe da Saab Bofors Dynamics Switzerland.

Granadas explosivas tradicionais de morteiros, equipadas com espoleta de proximidade, dispersam fragmentos em quase todas as direções. Isso diminui o efeito no alvo, já que mais de 50% dos fragmentos são lançados para cima. O THOR oferece um resultado duas vezes melhor, ou acima disso, se comparado a uma granada comum de 120mm, ao mesmo tempo em que reduz a perda de fragmentos em até 20%, tornando-o a opção perfeita para combates de curta distância em relação à artilharia pesada de 155mm.

A granada do tipo Munição Insensível (Insensitive Munition-IM) do THOR garante segurança adicional às guarnições das peças de morteiro. O THOR oferece ainda zonas de segurança controlada para a proteção de tropas amigas e prevenção de danos colaterais a civis.

“A fragmentação do THOR possibilita prever zonas de segurança, tornando-o mais preciso.  A nova munição oferece uma chance muito maior de neutralizar ou destruir o alvo, algo que geralmente exigiria um apoio de fogo mais pesado”, garantiu Christopher Leitner, chefe da área de Marketing e Vendas na Saab Bofors Dynamics Switzerland.

Principais características do THOR:

  • Letalidade cerca de 2,5x maior do que a munição padrão de 120mm.
  • Alcance útil de aproximadamente 8,5 km.
  • Zonas de segurança controlada para a proteção de tropas amigas e prevenção de danos colaterais a civis.
  • Segurança otimizada para sistemas de morteiros, devido à classificação IM.
  • Corpo central cilíndrico projetado para causar maior letalidade.
  • Formato e quantidade de fragmentos adaptáveis.
  • As esferas podem ser otimizadas conforme a distância e letalidade.
  • Otimizado para neutralizar ou destruir diversas ameaças no campo de batalhas, inclusive alvos protegidos.

Especificações técnicas do THOR:

  • Calibre: 120mm
  • Peso aprox.: 15 kg
  • Comprimento aprox.: 770mm
  • Alcance útil. aprox.: 8,5 km
  • Número de fragmentos, dependendo da configuração: Máx. 4.250 balins de metal, Máx. 4.250 fragmentos
  • Explosivo IM: 3,4 kg PBXN-110
  • Explosivo opcional: 1 kg

A SBDS é líder em design, desenvolvimento e produção de munições para morteiros, ogivas, aplicações menos letais e outros produtos energéticos. A companhia é especializada na gestão geral do ciclo de vida de munições e oferece atendimento a diversos tipos de munição, voltadas principalmente para produtos de maior calibre. A SBDS é subsidiária da Saab na área de negócios Dynamics e fica localizada em Thun, Suíça, onde mantém uma planta de desenvolvimento e produção de última geração, que inclui instalações avançadas de teste e simulação.

DIVULGAÇÃO: MSLGROUP/Publicis Consultants

4 COMMENTS

  1. Nada de novo , nos anos 80 ja usavamos uma granada de fabricação USA MTR 107 mm equivalente ou até superior a essa da Saab.

  2. Joshua 28 de setembro de 2017 at 15:08

    Como assim? São mais de 30 anos de tecnologia e você acredita que não há nada de novo?
    Bom, não conheço nada deste assunto, mas só o calibre já é diferente, não é? E o alcance serão semelhantes? E a questão da fragmentação da granada, que oferece “um resultado duas vezes melhor”?
    Parece-me que há algumas melhorias bem relevantes.

    Forte abraço

  3. EParro, antes os BIB usavam o morteiro 4,2″ ou 107 mm nas CIA DE CMDO E APOIO, depois passaram a usar o 120 mm. A matéria diz que as granadas tradicionais de morteiros as de espoleta que explodem ao contato no solo elas dispersam fragmentos para todas as direções, mas é isso mesmo a finalidade da granada de morteiro que é fragmentar para todos os lados ou direções poies o morteiro é uma arma de tiro curvo sobre tropas. Nos anos 80 ja existiam granadas Americanas de morteiros diferenciadas onde dependendo da situação o pelotão escolheria o tipo de granada a ser usada e até com dispositivo inserido nelas chamadas de temporizador onde o atirador poderia optar que a granada detonaria um segundo antes de tocar ao solo e com isso os estilhaços ou fragmentos da granada teriam um efeito mais devastador ao inimigo . Mas o morteiro 120 mm é melhor , não atoa que o EB optou por ele. Essa granada da Saab pode sim ter alguma melhoria que as mais antigas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here