Home Exército Brasileiro Brigada do Exército no AP terá 3 mil homens e será inaugurada...

Brigada do Exército no AP terá 3 mil homens e será inaugurada em janeiro de 2018

6472
66
Brigada vai ser inaugurada em janeiro (Foto: Jorge Abreu/G1)

Publicação no Diário Oficial confirma a data de previsão do 34º Batalhão de Infantaria e Selva

Jorge Abreu, G1 AP, Macapá

Macapá (AP)
– Foi publicado no Diário Oficial da União a inauguração da “Brigada Foz do Amazonas” para o dia 26 de janeiro de 2018, que funcionará na área do Comando de Fronteira do Exército no Amapá. O complexo operacional e administrativo vai abrigar até 3 mil militares.

De acordo com o comandante do 34º Batalhão de Infantaria e Selva (BIS), Robson Mattos, a inauguração traz um alto escalão para a guarnição que, atualmente, é comandada por um coronel e passará ser liderada por oficial general.

Para o militar, o novo complexo vai resultar em geração de novos empregos e em um reforço no trabalho realizado na fronteira do Brasil. Além do Amapá, a brigada vai abranger o 2° e 24º BIS, dos estados do Pará e Maranhão, respectivamente.

“A vinda da brigada representa um escalão acima do batalhão, que vai trazer um ganho de segurança, já que enquadra três batalhões. A capacidade de colocar homens na fronteira será muito maior, além da contratação por alistamento com a geração de novos empregos”, destacou.

As obras iniciaram em setembro de 2014 e estão nos preparativos finais. A construção foi orçada em aproximadamente R$ 18 milhões. A Foz do Amazonas vai reunir o corpo da guarda, pavilhão e companhia de comando, além de blocos de alojamento.

“Os atrasos nas obras aconteceram em função dos contratos com as empresas e adiamento de entrega. Também, obviamente, em função da situação orçamentária que o país viveu ao longo desse ano, com algumas restrições que impuseram esse atraso no cronograma”, completou Mattos.

A brigada também vai oportunizar o crescimento no número de jovens que serão convocados para o Exército. Anualmente, a unidade amapaense contabiliza mais de 8 mil alistamentos. Desses, 200 são selecionados.

O Exército Brasileiro pretende aumentar de 830 para 3 mil o efetivo de militares atuando no Amapá. O crescimento será necessário por ocasião da construção da brigada militar no estado, em que eles ficarão alojados como soldados, técnicos e oficiais.

FONTE: G1 / COLABOROU: Manuel Flávio

66 COMMENTS

  1. O Estado de Roraima é que está muito necessitado de reforço na segurança. Milhares de venefavelados estão entrando ilegalmente no Brasil, através da fronteira com a Venefavela. O governo federal até agora não tomou nenhuma atitude para combater isso. Roraima está sofrendo com uma alta na criminalidade por causa dessa imigração ilegal. Prostituição, tráfego de drogas, furtos, assaltos e até homicídios. Por mim, a fronteira com a venefavela já teria sido totalmente fechada e militarizada. Aquela gente foi quem colocou os bolivarianos no poder, eles que fiquem lá e resolvam seus problemas. Eles que se viverem. Nós aqui já temos os nossos problemas e são muitos. Cada um com seus problemas. Mas como o Brasil é casa da mãe joana, entra quem quer e faz o que bem entender. Nenhum país sério no mundo, larga suas fronteiras abertas e desguarnecidas ou permite que qualquer indivíduo adentre em seu território por qualquer motivo. Mas aqui o governo pensa primeiro no bem estar de estrangeiros miseráveis do que no seu próprio povo. A maldita da nova lei de imigração explicita isso!

  2. Excelente notícia! Para melhoria da presença do EB em toda região norte, seria fundamental a ampliação das unidades aeromoveis e a criação de pelo menos três unidade de aviação de asa fixa de transporte.

    CM

  3. Silva, e a nova lei da imigração com viés de esquerda ferrou mais ainda. E falta um Regimento de Cavalaria em Boa Vista. O exército venezuelano chega em Manaus em 3 dias.

  4. O Brasil é um dos grandes “exportadores” de imigrantes do mundo, além de ter sido formado por vários imigrantes. Duvido que alguns dos comentaristas aqui não seja descendente de imigrantes.
    Acho um baita contrassenso criticar a imigração, ainda mais de pessoas desesperadas que, não necessariamente, contribuíram para que o país dela esteja um caos. Vocês imaginam a desgraça que está o país para uma pessoa optar imigrar para o Brasil, né?
    Obviamente que deve ter algum controle, principalmente por causa do terrorismo islâmico, mas isso de achar que vai controlar as fronteiras e barrar a imigração (assim como o tráfico de drogas e de armas) é um sonho ingênuo. Nem os EUA conseguem controlar suas fronteiras e vocês acham que o Brasil irá conseguir?

  5. Rafael Oliveira 18 de dezembro de 2017 at 8:45
    A imigração no passado não é a mesma que vivemos hoje. Vale notar que muitos imigrantes iriam trabalhar como mão de obra na agricultura outros que tinham condições compravam um pedaço de terra. Muito poucos tinham mais condições de montar o próprio negócio no comércio. Hoje importamos miséria, tendo 1/4 da população do nosso próprio país cerca 52 milhões de brasileiros vivendo abaixo da linha de pobreza (dados do IBGE para 2016). Pouquíssimos são preparados ou profissionais com formação, coisa que estamos na realidade, exportando e muito, infelizmente. Na atual situação não há ganho nenhum para o Brasil do jeito que as coisas estão.
    Sou favorável ao controle de imigrantes. Temos nossos 52 milhões para cuidar.

  6. Voltando ao tema da reportagem, é importante o acréscimo do efetivo do E.B. na região. Seria de bom grado também a otimização do material bélico, visto que, até o presente momento, o mesmo deixa a desejar, em comparação com os armamentos das forças armadas dos paises vizinhos.

  7. A imigração de forma legalizada e racional é uma coisa, a imigração por interesse político é outra coisa, a imigração ilegal já é uma coisa totalmente diferente!

  8. “O Estado de Roraima é que está muito necessitado de reforço na segurança. Milhares de venefavelados estão entrando ilegalmente no Brasil, através da fronteira com a Venefavela. O governo federal até agora não tomou nenhuma atitude para combater isso. Roraima está sofrendo com uma alta na criminalidade por causa dessa imigração ilegal. Prostituição, tráfego de drogas, furtos, assaltos e até homicídios. Por mim, a fronteira com a venefavela já teria sido totalmente fechada e militarizada. Aquela gente foi quem colocou os bolivarianos no poder, eles que fiquem lá e resolvam seus problemas. Eles que se viverem. Nós aqui já temos os nossos problemas e são muitos. Cada um com seus problemas”.

    Exatamente Silva ! Temos problemas demais e não precisamos adotar o problema dos outros…

    Que vão pedir asilo aos países da ALBA,Bolívia,Nicarágua e Equador.
    O povo de Roraima,especialmente os de Pacaraima é que tem que segurar a batata quente,o Brasil já recebeu até 40 mil venezuelanos,são 400 imigrantes por dia…

    E esse pilantra desse Temer ao invés de freiar o carnaval,criou estruturas para receber mais venefavelanos em Roraima,deve estar pensando que aqui é a Alemanha!

  9. “Silva, e a nova lei da imigração com viés de esquerda ferrou mais ainda. E falta um Regimento de Cavalaria em Boa Vista. O exército venezuelano chega em Manaus em 3 dias.”

    Por estrada é apenas uma via de acesso, alvo fácil para bombardeios de artilharia/ aviação e emboscadas.
    Por rio é bem mais complicado, a velocidade de deslocamento é mil vezes menor, os venezuelanos não conhecem os rios brasileiros e novamente, alvo fácil para bombardeios de artilharia/ aviação e emboscadas.
    Além do que em ambas as situações toda a força militar em deslocamento para Manaus iria se afunilar em vias de acesso, sejam estradas ou rios, já que as duas são cercadas por florestas densas. E isso tudo se eles conseguirem conquistar e manter a superioridade aérea e logistica brasileira, o que eu acho meio difícil.
    sds

  10. Venezuela invadindo Brasil já uma loucura. Ficando com o que invadiu então, nem no sonho mais delirante…
    Não tem a menor chance de êxito.

  11. Eu parto do pressuposto que quem está vindo pra cá é contra o Maduro, e quem, é contra a esquerda bolivariana ou deve ser gente boa ou ao menos merece o benefício da dúvida. Aliás, uma jogada esperta seria fazer como os EUA fizeram e abrir as portas para quem tenha capacidade de se mudar e investir aqui ou tenha algo a acrescer intelectualmente.
    A defesa contra eles se quisessem invadir é relativamente fácil, pois o terreno nos ajuda e não seriam necessários meios blindados para barra-los. Aliás, o meio blindado é mais eficaz sendo usado ofensivamente e a premissa de que o terreno é ruim lá valeria igualmente para eles se defenderem de nós. As forças armadas venezuelanas são um grande embuste. Um avanço até Manaus seria impraticável até para uma grande potência. Operar a centenas de quilômetros da base de partida é algo muito, muito complicado e difícil.
    Aliás, que a situação da Venezuela sirva de alerta para os incautos que ainda sonham e repor no poder os bolivarianos ou seus asseclas, como o condenado. Isso aí é o resultado quando a mentira exaure. Aqui não deu tempo só.
    Quanto à novel GU, muito bem vinda. Seria de bom alvitre termos ali ainda um batalhão de aviação ou uma Cia Ref do 4 BAVEX. Roraima, MT e AP devem ser prioridades para retirada de GU de grandes centos urbanos.

  12. colombelli 18 de dezembro de 2017 at 15:19:
    “Aliás, uma jogada esperta seria fazer como os EUA fizeram e abrir as portas para quem tenha capacidade de se mudar e investir aqui ou tenha algo a acrescer intelectualmente.”
    .
    Colombelli, você foi certeiro. A título de curiosidade, algumas das empresas morte-americanas fundadas por imigrantes: YAHOO, Tesla (SpaceX), AT&T, Google, Intel, Pfizer, Ebay, Oracle, Capital One, etc. Sem contar as inúmeras start-ups que brotam como grama lá e em poucos anos valem bilhões.
    .
    Não sei sua opinião, mas para mim o ‘venerado’ Estatuto do Estrangeiro já havia nascido arcaico e totalmente dissociado da realidade mundial à época e atual. Esta lei conseguia tanto não impedir a imigração ilegal, quanto constranger imigrantes com formação superior em áreas carentes no país. Lembro de uma pesquisa que indicava que o Brasil era um dos países com a menor proporção de estrangeiros entre sues habitantes, só ‘perdíamos’ para proto-estados e a reclusa Coréia do Norte!
    .
    Quem acha que centenas de estrangeiros serão os responsáveis pelas mazelas nacionais, não conhece o brasileiro.

  13. Se tratando de fronteiras, que lâmpada que nada! As 4 maiores invenções da humanidade foram:
    1. A porta;
    2. O muro;
    3. O arame farpado;
    Já na informática e nos blogs, a tecla DEL

  14. Detalhe, o arame farpado foi um imigrante vivendo nos EUA. Nada tenho contra virem venezuelanos pra cá, sobretudo, como disse, se são os inimigos de maduro. Inimigos desta gente do FS so podem ser gente boa e trabalhadora, se não tinham ficado lá jogando confete. O que tem que ter é uma triagem e que coloque em linha de contas os nossos interesses. Aliás, me parece muito mais caracterizado o status de refugiados políticos desta gente do que do famigerado Batisti, amigo do Lula e do Tarso e condenado por crime comum em um processo com todas as garantais por uma justiça bem mais isenta que a nossa. Lula ao deixar de expulsar ele uma vez presenta acordo de extradição e depois de autorização do STF cometeu crime de responsabilidade. Por que o PGR não fez nada na época?

  15. Olá Colombelli!
    .
    Vários países oferecem oportunidades a imigrantes. Alguns conhecidos meus foram para o Canadá, que aceita imigrantes com formação superior em diversas áreas.
    .
    A idéia de se facilitar a imigração para pessoas, que possam contribuir investindo no país, esbarra na nossa enorme burocracia e carga tributária.
    .
    A coisa que mais me irrita neste país é que até medidas simples, que poderiam resolver ou auxiliar em muitos de nossos problemas, jamais são tomadas.

  16. Porque a propria forças armadas não construirão a base,seguro que saíria mais barato e a tempo,seguro que foi para roubar uma vez mais do povo .

  17. Imigrantes podem sim causar problemas,vejam a situacao da europa nesse momento,estive em paris mes passado e nao podiamos sair no centro a noite pois o numero de assaltos praticados por imigrantes era gigantesco. A suecia e a alemanha por exemplo estao sofrento com enormes casos de abusos sexuais,com a suecia tendo um numero maior de muljeres estupradas em um ano do que todos os casos registrados na soma de diversos paises da europa. Ao liberar a entrada de imigrantes(concidindo com a crise do euro),os politicos europeus foram os causadores de sua propria decadencia. Que sirva de exemplo ao Brasil em relaçao a nossa politica imigracional

  18. Como já temos as fronteiras com Colômbia, Peru e Bolívia ( os maiores produtores de cocaína) já bem patrulhadas e nada entra mais aqui, podemos gastar dinheiro com mais oficiais e estrutura do EB em locais sem precisar. E depois tem gente que não sabe porque o Brasil é Brasil.

  19. EB não é polícia de fronteira ou de coisa alguma. Mas sem dúvida ha unidades em grandes centos urbanos, como a 9 brigada que estão sobrando ali.

  20. Uma das maiores bases de SOF americanas ficava por ali… a Legião tem um Regimento por ali… Holanda treina normalmente suas SOF por ali… Tem ONGs estrangeiras apoiando índios e “cientistas” a roubarem o q tem por ali… movimentos ditos sociais treinam e armam grupos, com apoio da supostamente ex-FARC por ali…
    Só de início…
    Deve ser por isso…

  21. Eu não tenho nada contra a imigração, desde que ela seja feita de forma seletiva, controlada e que vá de encontro aos interesses econômicos do país. O que está havendo em Roraima é um crime contra o Brasil, pois uma horda sem controle e indiscriminada de imigrantes estão literalmente, invadindo o país e a maioria absoluta são de miseráveis que estão sobrecarregando os serviços públicos do Estado de Roraima e os brasileiros que lá vivem, tendo que suportar tudo isso. Um absurdo! Só dou graças a Deus por pelo menos não serem muçulmanos.

    Roraima necessita urgentemente de uma brigada do Exército Brasileiro e de reforço das aeronaves da FAB no patrulhamento da fronteira!

  22. Os venezuelanos que estão vindo para o Brasil estão fugindo de uma das maiores calamidades, pelo menos do continente. Acredito que ninguém saia da sua casa por que está sem fazer nada ainda mais pra outro país, cultura, idioma. Devemos minimamente acolhe-los. Mas concordo plenamente que deveríamos privilegiar a estadia de pessoas com mais conhecimento, principalmente, para ajudar a desenvolver os estados do Norte. Com relação a matéria acredito ser importante o aumento da presença do Exército no Norte, mesmo o Amapá sendo um dos menos necessitados de presença das forças.

  23. Rafael Oliveira 18 de dezembro de 2017 at 8:45

    Meus bisavós paternos eram libaneses, os maternos italianos. Imagina o que seria do sul e do sudeste sem poloneses, alemães, italianos ou do norte e nordeste sem portugueses, africanos e espanhóis….

  24. Luciano 18 de dezembro de 2017 at 23:26
    A situação dos imigrantes italianos, alemães e outros era bem diferente, e além de tudo chegaram aqui em sua maioria de forma legal. Não jogue todos os imigrantes numa sacola de “o que seria do Brasil sem eles” como se tudo fossem flores. Imigração ilegal é péssima para o país.

    O correto não é simplesmente bloquear a entrada dos venezuelanos, mas sim o governo tentar, na medida do possível, controlar a entrada dos mesmos para que isso não seja prejudicial para o Brasil. Só não me venham com essa conversa furada de “o que seria de nós sem os imigrantes” como se a imigração de venezuelanos fosse idêntica à de europeus décadas atrás, pois não é.

  25. O que eu nao entendo e o motivo de um cidadão que so fala espanhol deixar todos os paises da America do sul de lado e partir pro único que fala outro idioma(tem também as guianas e o Suriname mas sao pequenos demais). É até plausível no caso daqueles que moram mais perto da fronteira brasileira, porem no caso daqueles mais distantes eu vejo como uma atitude mal pensada se arriscar pra entra em um pais nao desenvolvido sem um tostão no bolso, com alta taxa de desemprego e sem dominar o idioma. E uma situação complicada, porem o governo tem que checar quem ta entrando ou pelo menos fazer um esforço pra isso, caso contrario vira bagunca e no final tanto o povo que ta vindo como o povo de Roraima irao colher os frutos dessa bagunca.

  26. Luciano,
    Sou descendente de portugueses e italianos que vieram com uma mão na frente e outra atrás e foram para as fazendas de café do interior de SP. Ao que me consta, eram praticamente “semi-escravos” no início, mas naquela época isso era meio normal e eles, após algum tempo de trabalho duro, foram mais para o interior ou para o PR e conseguiram suas próprias terras.
    Daglian,
    Quanto a ser ilegal ou legal, boa parte dos venezuelanos entram, apresentam documentos e pedem asilo, o que torna sua presença legal (ao menos até que seja indeferido). Não cabe essa generalização de que são praticamente todos ilegais. Você pode achá-los indesejáveis, mas não ilegais. Uma das poucas diferenças é que a imigração dos séculos XIX e XX era incentivada, pois havia necessidade de mão de obra barata e um projeto de governo para “clarear o brasileiro”.
    .
    E se os venezuelanos resolverem ficar em Roraima e trabalhar, pode ser uma boa para ver se o estado cresce economicamente e para de depender da União (rectius: dos estados menos pobres) enviar recursos e sustentar os privilégios da casta de políticos e servidores públicos e distribuir as migalhas para os mais pobres.

  27. Concordo com maioria, são imigrantes legais.
    bienvenidos a Brasil!!!

    Eu sou a favor da entrada de alguns russos, aqueles que estão levando bomba lá na Ucrania.

  28. “estive em paris mes passado e nao podiamos sair no centro a noite pois o numero de assaltos praticados por imigrantes era gigantesco. A suecia e a alemanha por exemplo estao sofrento com enormes casos de abusos sexuais”.

    No RJ, SP e outras cidades brasileiras não se pode sair no centro à noite porque o número de assaltos é gigantesco. As mulheres aqui sofrem uma quantidade enorme abusos sexuais, proporcionalmente muito maior que na Suécia (até em trens e metro).
    E tenho certeza que não são imigrantes que fazem isso.

  29. Estudem a história para não repeti-la, e vejam como o Acre virou brasileiro ou a Sérvia perdeu o Kosovo, depois voltem aqui e continuem afirmando que não há problema nenhum em receber uma horda de venezuelanos em Roraima.

  30. Daniel Ferreira, são dados oficiais da Suécia e eles tem sim uma taxa de estupro maior que a do Brasil. Você tem a típica mente esquerdista que substitui a realidade por outra versão que satisfaça seu viés ideológico.

  31. Bakunin, claro que com os muçulmanos a taxa de estupro na Suécia aumentos.
    Mas não é só isso que explica os números altíssimos.
    Lá, se um homem beija a força uma mulher ou dá uma encoxada, já pode ser denunciado por estupro.
    No Brasil, o meliante pode gozar na cara da mulher no transporte público que não é.
    Aí fica difícil comparar.

  32. “Alex 20 de dezembro de 2017 at 8:19”

    Ah, é? E os milhares de imigrantes venezuelanos estão saindo de lá e vindo para o Brasil por qual motivo? Pelo que se vê, a grande maioria desses venezuelanos que estão entrando no Brasil são pessoas muito pobres e carentes de tudo. Pergunta para eles se a porcaria de um número, como o IDH, faz a menor diferença!! Talvez todos esses imigrantes, que estão “invadindo” Roraima, estão sendo trazidos de la pela Globo e pela Veja……Chávez e Maduro conseguiram destruir a Venezuela!!

  33. Flanker,
    O IDH de um país demora para subir e para cair, pois algumas variáveis são mais estáveis, como educação e até mesmo saúde. A renda é que flutua mais rapidamente. O IDH da Venezuela é uma porcaria, mas consegue ser menos pior do que o Brasil.
    De acordo com o artigo apresentado pelo Rinaldo, 18% dos venezuelanos que entraram em Roraima possuem, ao menos, graduação. Números bem melhores que da população brasileira.

  34. Só lembrando que o IDH é calculado a partir de dados fornecidos pelos governos. Só lembrando que pelos dados do governo Cuba tem a melhor saúde do mundo (risos eternos). Falsificação de dados oficiais é especialidade dos comunistas.

  35. Flanker 20 de dezembro de 2017 at 8:45

    Sua opinião politica histérica não muda “a porcaria do IDH”. ( um estudo seriissimo e respeitabilissimo feito pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) da ONU.)

    E continuo sem defender Maduro, só atentando para os fatos.

    TukhAV 20 de dezembro de 2017 at 9:58
    “Só lembrando que o IDH é calculado a partir de dados fornecidos pelos governos. Falsificação de dados oficiais é especialidade dos comunistas.”

    Se assim o fosse, a Coreia do Norte não seria a antepenúltimano rankling de IDH. Não depende apenas de informações dos governos.

  36. Flanker 20 de dezembro de 2017 at 8:45

    “Chávez e Maduro conseguiram destruir a Venezuela!!”

    Até a revista Exame te desmente. O que vc conhece e repete da Venezuela como um papagaio é só o que aprendeu no Globo, na Veja e no Facebook. E continuo sem fazer defesa de ninguém, só colocando os fatos.

    (E eu não queria morar lá não, deve ser uma droga)

    https://exame.abril.com.br/economia/os-principais-numeros-da-venezuela-antes-e-depois-de-chavez/

  37. Alex, de uma olhada no preço do barril de petróleo no mesmo período que vc coloca, 1999 a 2012. Saiu de 13,17 dólares em março/1999 para incríveis 117,79 dólares em março/2012. A exportação do petróleo corresponde a 1/3 do PIB Venezuelano. Claro que com todo esse ganho que se teve nesse período o crescimento do país foi enorme. Mas pq a reportagem fala somente até o ano de 2012? A reportagem que vc colocou, é de 06 de março de 2013, portanto com 05 anos de defasagem com a realidade atual. Ai pergunto, será q vc não conseguiu ver isso? Pq será q vc coloca como “papagaio que aprende na Veja” mas quem aprende com a Exame, e coloca uma reportagem de 05 anos atrás é o q?

  38. Quem acha que a Venezuela está melhor que aqui sugestão: troca de lugar com um de lá. Tem um monte querendo fugir de lá. Deve ser a falta de papel higiênico, pra começar.

  39. Alex, na boa, vê se cresce! Com suas adjetivações, demonstra o teu nível de capacidade para um debate. Adjetivar aos outros de papagaio e histérico não colabora em nada….
    O que eu quis dizer, e talvez vc não tenha entendido, é que no momento, com essa condução político-econômica da Venezuela, não adianta nada ter um IDH elevado. As pessoas estão vivendo pessimamente….como outro colega falou, 18% dos venezuelanos que emigraram para cá possuem, ao menos, graduação. Com certeza, esses engrossaram os índices de IDH deles, mas tiveram que sair de lá por não possuirem condições dignas de viver no seu país.
    Sabe que eu não tenho rede social nenhuma? Redes como essas são tudo, menos “sociais”, pois são povoadas, em sua maioria, por pessoas como você, que não toleram o contrário às suas ideias e já saem adjetivando, pejorativamente os outros.

  40. Alex 20 de dezembro de 2017 at 10:07

    Esse teu Argumentum ad hominem, só funciona com mentes fracas e despreparadas. Aqui não vai rolar meu caro. Aqui não é o G1 e muito menos aqueles grupos estudantis da UNE ou de diretórios acadêmicos de universidade federal, compostos 100% de desmiolados doutrinados.

  41. Senhores, senhores
    A Venezuela é um lugar tão bom, q tem gente pra caramba de montão vezes dois vazando de lá, então nem precisa discutir. Só não vê quem não quer.
    Sds

  42. Dou Graças a Deus pelas Forças Armadas que temos. Possuem seus defeitos? Sim. Afinal onde há presença do homem há defeitos. Não somos perfeitos. Mas nossas Forças Armadas não se venderam como fizeram as FFAA da Venezuela. Um bando de vendidos em sua maioria e traidores. Formaram junto com o aparelho bolivariano uma casta dentro do país.
    .
    Um militar ativo e dez na reserva ocupam 11 dos 32 ministérios, incluindo Defesa, Agricultura e Alimentação. Vejam bem! AGRICULTURA (desmontaram a agro-industria do país em favor de uma reforma agrária nos moldes que a esquerda brasileira quer aqui), e ALIMENTAÇÃO. É preciso dizer mais? Digo.
    .
    As Forças Armadas, que prometeram “lealdade incondicional” a Maduro, controlam a produção e distribuição de alimentos básicos – em grave escassez -, bem como uma empresa de petróleo, uma estação de televisão, um banco, uma montadora de veículos e uma construtora.
    .
    De acordo com o major-general Clíver Alcalá, que ajudou a restituir Chávez durante um breve golpe em 2002, as Forças Armadas Bolivarianas têm 1.000 generais, quando precisa de apenas 200 e ainda há 800 a espera da promoção para o generalato. Um país com 165.000 soldados e 25.000 na reserva, bem como milhares de membros de uma milícia civil.
    .
    Resumindo. A Venezuela está bem longe de resolver os seus problemas e a situação só tende a piorar.

  43. Voltando ao assunto do Blog o EB conta com um efetivo de aproximadamente 30 mil militares na região norte e o efetivo tende a aumentar muito mais nos próximos anos. Implantar OMs não é só a construção de quartéis. Há toda uma infraestrutura a ser considerada principalmente PNRs, saúde e edução para a família militar. Nâo é nada fácil e os custos, bem. Não é preciso nem dizer. Enfim.

  44. Gonçalo, se nunca foste militar te parabenizo pela lucidez do teu apontamento e pela precisão. As pessoas falam em orçamento e não sabem o que tem por trás. Uma OM é transferências, PNR, transporte, infra estrutura. Custa.
    Inclusive foi bom ter me lembrado de algo: os pelotões de fronteira que Jobim prometeu e ficaram no papel. Ministro de Lula era de de se esperar o que?

    Agnelo, acho que deveríamos lançar uma campanha pelas redes sociais. Pessoal que apoia Maduro nas esteira da “presidente” Gleisy (vergonha do Paraná), façamos um cadastro e ai a gente troca com profissionais gabaritados da Venezuela. A galera que acha bom o regime do Maduro, que o lula é o salvador, e que aplaude e poia vai pra lá ( faz algo real e concreto e pensa numa alternativa pro papel higiênico) e o pessoal contra o Maduro ( maduro quase podre) vaza pra cá, ordeiros, trabalhadores e pais de familia que muitos tem lá. Fica perfeito. Depois fazemos uma campanha pra Cuba também. Vai o Caetano, Chico, Vagner Moura, Gilberto Gil, Marcelo Cerrado, Dira Paes, Natália Dill, Sophie Charlote, Paulo Betti, Fábio Assunção, Marieta Severo. Letícia Sabatella etc… (temos a lista toda e bem atualizada e completa, e o S2 também). Quem apoia vai e quem é contra vem.

  45. Seria ótimo!!!
    Pode ir pra China também, onde se trabalha de segunda a segunda, não há Previdência (idoso trabalha ou é sustentado) e nem Face, pra postar foto em NY com camisa do Chê…

  46. colombelli 21 de dezembro de 2017 at 2:22
    Fui militar sim. Hoje R2 de infantaria com muito orgulho. Sempre leio os seus posts e aprendo muito sobre. É como vc disse em um post: uma vez militar, sempre militar. Grande abraço e continue nos brindando com excelentes ensinamentos baseados em sua experiência.

    Abraços.

  47. colombelli 21 de dezembro de 2017 at 2:22
    “Inclusive foi bom ter me lembrado de algo: os pelotões de fronteira que Jobim prometeu e ficaram no papel. Ministro de Lula era de de se esperar o que?”

    => Pois é. No início, lendo algumas entrevistas de Jobim e acompanhando as suas primeiras participações na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional no senado federal (CRE) e Câmara dos Deputados (CREDEN), eu achava que seria um bom Min.da Defesa. No fim das contas envergou uma farda que NÃO TINHA O DIREITO DE USAR, se tornou um fanfarrão e vislumbrou como tantos outros as possibilidades de se dar bem no exercício do cargo. Um embuste.

  48. Desde o Gen HELENO, a intenção é mais mobilidade do q tropa na Amazônia, pois a logística é dificílima, como vcs imaginam.
    Muitos veem filme do Vietnã e acham q é igual, mas a nossa Selva é um tanto quanto maior…
    A ideia dos PEF do Jobim, q, se não me engano, foi endossada por outros também, ficava caríssima.
    Não é um pelotão normal. Tem mais oficiais e sargentos e a infraestrutura é gigante, com pista de pouso, geradores, frigorífico, meios Com melhores etc
    Nem todos os locais têm fácil acesso de barco, como os comunas acham aqui embaixo, quando falam mal da transamazonica, por exemplo.

  49. Em termos de criação de brigadas na região, só falta a criação de uma no Acre, aliás, prevista pelo EB.
    Com a criação de uma Bda lá (nem precisa criar batalhões e de Inf. de Selva), as unidades de apoio que seriam criadas para ela vai ajudar bastante no desempenho daqueles batalhões e pelotões de fronteira que estão lá.

    E falta criar um regimento de Cavalaria Mecanizada em Roraima. Não só pelo fato de ser um estado com 40% de campos gerais favorável a ação de unidades mecanizadas e blindadas, mas pela própria característica de unidades de cavalaria são ideais para a vigilância e atuação na vanguarda, como são as fronteiras (exceto selva, claro).

  50. Aproveitando o tema, no PLOA para 2018, reserva verba para a criação de um Batalhão de Selva em Ji-paraná (RO).
    Outra justificativa para o desmembramento da 17º Bda de Inf. de Selva, criando uma no Acre.

  51. Participei da Operação Mamoré, em Guajará Mirim, em 1998. Exercício da 17a Bda Inf Sl, então comandada pelo General Pinto Silva. Primeiro exercício do EB utilizando a ¨doutrina da resistência¨.
    Participação do 4° BAVEX, então comandado pelo saudoso Cel Pavanello. O 2°/3° GAV fez o figurativo do inimigo. Num exercício de fuga e evasão, gerenciado pelo 1° BtlFE, um dos Tenentes do Esquadrão quase foi atacado por uma onça.

  52. Se na Venezuela o IDH é tão bom, porque ninguém migra para lá?
    Como mencionaram em comentários anteriores, o Canadá aceita imigrantes com nível superior, nós aceitamos favelados sem um tostão no bolso.
    Tente entrar na Europa sem euros suficientes. Te colocam retido em uma sala de espera e te mandam de volta no primeiro vôo!

  53. “Rinaldo Nery”. Os Venezuelanos não chegarão em Manaus em três dias… morrem antes de fome. Para mim a Venezuela possui as forças armadas tão bem estruturadas como as Forças Iraquianas antes da invasão da Coalizão… são como um Tigre… de papel (e bem mixuruca).

  54. uma pergunta, por que a sede da brigada e em Macapá em Belém tem 1 btl de inf de selva, 1 cia de P.E., 1 deposito regional de subsistência, uma comissão regional de obras, 01 parque regional de manutenção uma estrutura bem maior, vão desativar essa estrutura para levar para terra postiça de um senador de origem maranhense? e lembrando que a sede da 8ª DIV fica em belem.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here