Home Exército Brasileiro É falso áudio de WhatsApp em que comandante do Exército anuncia intervenção...

É falso áudio de WhatsApp em que comandante do Exército anuncia intervenção militar

3152
84
O comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Boas (Foto – Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Por Bernardo Moura – Agência Aos Fatos

É falso o áudio que circula no Whatsapp atribuído ao comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, e que fala em uma intervenção militar a partir desta quinta-feira (31) para “destituir o presidente junto com o Congresso Nacional e o Judiciário”. O conteúdo foi denunciado como enganoso por leitores de Aos Fatos nesta quarta-feira (30). O Exército nega a veracidade do áudio, que ainda contém uma série de indícios de falsidade. Confira abaixo, em detalhes, o que verificamos.

Dia 31, a partir das 8 horas da manhã, nós iremos intervir. Nós iremos destituir o presidente junto com o Congresso Nacional e o Judiciário.

Ao iniciar a mensagem de voz de dois minutos, ouvimos uma voz masculina, em tom pausado e quase informal, se apresentar como o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas. Ele diz que, por conta da greve dos caminhoneiros, esteve reunido “a semana inteira” com os comandantes da Marinha, o almirante de esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, e da Aeronáutica, o tenente-brigadeiro do ar Nivaldo Luiz Rossato. Nesse momento, há o primeiro indício claro da falsidade do áudio: o narrador erra o sobrenome do chefe da Aeronáutica, chamando-o de “Possato”.

Em seguida, o suposto comandante do Exército afirma que, apesar da Constituição dar poderes ao Presidente da República sobre as Forças Armadas, o atual ocupante do Palácio do Planalto “se instituiu através de um golpe, e não do povo”. Por isso, “atendendo a um clamor popular”, pede aos brasileiros manifestações em defesa da intervenção militar com a promessa de tomar o poder exatamente às 8 horas da manhã desta quinta-feira (31). Pede, também, “paciência” à população, “pois não sabemos ao certo quanto tempo esse governo interino vai durar”. A mensagem adverte, porém, que “não faremos golpe e, sim, convocaremos novas eleições”.

O Exército Brasileiro nega que a voz no áudio seja a de seu comandante. Para Aos Fatos, o Centro de Comunicação Social da Força afirmou nesta quarta que a mensagem de áudio não expressa o pensamento do comandante Villas-Bôas e nem da instituição. “É importante destacar que o Exército Brasileiro é uma instituição de Estado, cuja atuação é baseada na legalidade e fundamentada em valores democráticos e nos princípios constitucionais”, ressalta a nota da instituição.

Ainda assim, Aos Fatos fez comparações entre a voz do áudio e a do comandante do Exército – disponível em vídeos na página da instituição no YouTube – e pôde atestar que são mesmo diferentes. A distinção mais evidente está na pronúncia de palavras com a letra ‘r’. Villas Bôas também guarda um pouco do sotaque gaúcho – ele é natural de Cruz Alta (RS) -, o que não aparece no áudio compartilhado.

Por fim, em entrevista ao jornal Estado de S.Paulo em 10 de dezembro de 2016, o general Villas Bôas já havia rechaçado a possibilidade de uma intervenção militar no país, ideia classificada por ele como de “tresloucados” e “malucos”.

Na última semana, a eclosão da greve dos caminhoneiros fez crescer, nas redes sociais, a circulação de conteúdos enganosos em favor de uma intervenção militar no Brasil. No último fim de semana, Aos Fatos desmentiu notícia falsa sobre uma pesquisa que teria constatado 94% de aprovação à intervenção militar. Tal levantamento nunca existiu.

Em abril, antes da paralisação no transporte de carga, boato desmentido dentro da iniciativa de verificação de notícias falsas no Facebook dava conta de que militares estariam vigiando as atividades do Senado. Na verdade, eram estagiários de um curso da Escola Superior de Guerra.

FONTE: aosfatos.org

84 COMMENTS

  1. Tem que ser muito “caipira” pra acreditar nisso, e olha que eu sou do interior onde capivaras andam junto das pessoas nas ruas normalmente

      • rcampos 31 de Maio de 2018 at 18:12

        São de Rio preto- interior de Sp, parece que ser padrão todo interior ter capivaras rsrsrsrs

        • Gente, sou do RJ e de vez em quando, vou para Juiz de Fora com a família só para relaxar no Parque da Lajinha! Fazemos um piquenique sem ninguém nos perturbar, sem funk tocando alto no seu lado e com muitas famílias se divertindo e respeitando o espaço do outro, adoro!! Sim por que todo mundo acha que carioca só gosta de praia e dessa infelicidade de Funk!

          E as capivaras do parque andam por entre as pessoas mesmos!! kkkkkkk

  2. Quando eu escutei no zap ” O almirante de esquadra da marinha….., o Brigadeiro do ar da aeronáutica”, parei de ouvir! st4

  3. Caros colegas. Eu gosto da pergunta-chave do Detetive Poirot “cui bono” (quem se beneficia?). Eu tenho minha lista de suspeitos. Os fatos que surgirão nas próximas semanas ou meses ajudarão a descartas alguns e reforçar minhas suspeitas sobre outros. Mas tá fácil.

    • Também tenho essas dúvidas, se eu fosse de direita acreditaria que isso se trata de contra-informaçao vinda da esquerda para denegrir a imagem da direita, simplesmente pelo fato disso ser o auge da desinformação.
      Mas como sou de esquerda penso que isso tem como origem grupos que acreditam que uma tomada de poder dos militares lhes trariam benefícios econômicos, talvez até pessoas poderosas no meio, e se for imaginar mais longe da para pensar até na CIA tentando criar uma “primavera brasileira” (a gente sabe que eles são completamente capazes de fazer isso) .
      Em tempos de comportamento de manada toda essa desinformação é extremamente perigosa, imagine que o áudio em questão fosse feito de maneira mais profissional, quantos militares cairiam? Um militar que deseja haver intervenção ao escutar um áudio desses vai estar muito mais propenso a acreditar do que um que é contrário ou neutro que é justamente a quem esse áudio quer atingir.
      Que tipo de problemas uma pessoa normal cega pelas notícias falsas poderia causar?,Não muitos, e militar? Provavelmente problemas maiores devido ao poder que possuem.
      Se um oficial importante cair na fake news um praça irá contrariá-lo ? Esse é o maior o problema das fake news destinada aos militares, sabem que são engessados com hierarquia e de fácil propagação do efeito manada.

      Outro problema é a questão de que todos querem estar no lado vencedor, um militar que desobedeça as ordens de seu comando sabe que haverá punições (provável prisão e demissão), isso contribui para o nervosismo e que ele tome decisões violentas contra seus próprios colegas que não o apoiarem, já que quem se opor provavelmente lutará contra ele.
      Isso leva novamente ao efeito mandada: a qual lado devo me juntar? Todos querem estar do lado que vence, naturalmente haverá a bipolarização mas os dois lados (intervetores/status quo) não conseguiram a maioria, em um conflito essa maioria será a dos indecisos que obviamente querem estar do lado vencedor, o lado que demonstrar ser o mais forte será o qual atrairá os indecisos que daram a maioria e o poder.

      É uma questão que sempre estará aberta: Quem se beneficia?

      Para saber mais recomendo ler

      http://www.bbc.com/portuguese/amp/brasil-42243930

      • “Literatura do MEC”, realmente esse MÉQUI desgraçado fica obrigando e doutrinando os estudantes brasileiros a conhecer as origens e evolução da língua da qual falamos.
        De Luís de Camões até Clarisse Lispector pura doutrinação esquerdista.

        Nunca confie no MÉQUI !!!
        O Bravox sabe qual o melhor rumo para a educação brasileira.

        • Coloca um general no ministério e mata o analfabetismo .
          Brincadeiras a parte o certo é mudar a educação de base no brasil que é muito fraca (veja o nivel dos alunos formados nos ultimos anos).
          Fora que sou a favor de educação superior privada, governo fornece bolsa para pessoa que escolhe onde vai estudar. (na mesma cidade onde mora exemplo)
          (custa caro mudar de cidade pagando aluguel para estudar em outras cidades)

          • Caro Bravox. Eu defendo a educação superior de qualidade. Os melhores cursos de graduação e pós-graduação estão em universidades públicas (no Japão também é assim). Por que você acha que teríamos um ensino melhor se fosse privado? Por que.nenhuma instituição privada tem uma pós graduação de excelência?

  4. De qualquer maneira a greve já deu oq tinha de dar…. o povo deu o seu recado e, convenhamos, conseguiu assombrar os politicos

    esperemos agora que os índices de corrupção no Brasil fiquem a níveis normais… pq corrupção existe em tudo que é lugar e nunca vai acabar … pensar o contrario é utopia

    mas aqui os níveis estavam inaceitáveis

    agora é voltar a vida ao normal

    • Que “greve” meu caro Rafa? Nunca houve greve alguma de caminhoneiros, sempre foi locaute ou seja, a paralisação da empresa pelo empregador. Você já viu greve de empregados ter como uma das reivindicações manutenção de desoneração de folha de pagamento? Viu algum piquete nas portas das transportadoras?

      A verdade é que o locaute foi bem sucedido e os empresários conseguiram o que queriam ou seja, subsídio para o diesel e a desoneração da folha de pagamento. E os incautos, de esquerda e de direita, que apoiaram a greve vão pagar a conta.

      • “A verdade é que o locaute foi bem sucedido”

        é verdade…
        teve lock out mesmo… muito empresario aproveitador que queria maximizar os lucros de maneira abusiva

        mas tbm teve muito trabalhador que aderiu

      • HMS TIRELESS

        Antes de você emitir sua opinião, compra um caminhão e tenta viver de fretes…locaute está na sua cabeça e desse governo corrupto e hediondo.

        Maioria caminhoneiros vendem almoço pra comprar janta, somente poucas categorias como cegonheiros que realmente ganham muito.

        • Rodrigo
          O Tireless tem razão tbm

          Houve lock out sim… na verdade houve um misto…
          Mas é inegavel que empregadores pressionaram pela maximização do lucro

          • Aonde houve Locaute? qual empresa? Cita os nomes ai amigão

            Maioria das empresas trabalham com os chamados agregados, que na pratica são autonomos

            Falar da boca pra fora, qualquer um faz

          • Rodrigo
            As transportadoras levaram bilhões em isenções
            Inclusive as da JBS

            Eu não digo que foi paralisação apenas de empregadores….mas eles estavam tbm fazendo pressão no governo..

          • Engraçado, que uma das maiores greves do país, e até agora temos 1 empresario preso por locaute, e não tem o nome e nem empresa do cidadão em lugar algum.

            Muito estranho não?

            Agora você falar que não houve greve??? paciência meu caro.

            Reivindicações:

            * Eixo Erguido Isento
            caminhão vazio com eixo erguido, porque são obrigados a pagar por algo que não está usando?

            *Diesel
            Caminhão sai de Natal pra SP capital, são 6 mil KM, valor 16 mil de frete, 13 mil diesel, 1 050 pedágio, sobra 1950 pra ratear em alimentação, borracheiro, seguro(isso se tiver), manutenção, parcela de caminhão (isso se for financiado), pneu (1 pneu 2 mil reais) dependendo são 18, 20 ou 22 pneus….

            E as contas do cara em casa?

            Ai te pergunto, você trabalharia assim?

  5. As Forças Armadas não querem saber de Intervenção Militar.
    Tem muita gente que quer.
    Mas eles não têm interesse nenhum e, baseados na nossa constituição medíocre, não julgam necessário intervir.

    Concordo com nossos generais, brigadeiros e almirantes.

    O povo brasileiro que elegeu e irá eleger esses políticos safados que destroem o país. Que aguentem as consequências.

    Se a situação se tornar insustentável e o caos se instalar, daí eles vão se meter no meio da confusão.

    Até lá, quem pariu Matheus que embale.

    • Imagina só uma intervenção militar agora: a mídia, liderada pela Globo, ia adorar. O pessoal das esquerdas que estão meio sem assunto ia adorar. Os militares, com certeza, teriam que tomar várias medidas impopulares, incluindo aí algumas prisões para garantir a lei e a ordem e a população, capitaneada pela mídia e pelas esquerdas, ia acaber se virando contra. A comunidade internacional ia rasgar as calcinhas e, sem apoio em nenhum lugar, provavelmente esse hipotético governo militar ia poder fazer muito pouco para resolver os problemas, se é que conseguiriam e iam se queimar totalmente com a população e abrir o caminho de novo para os zumbis do passado que a gente conhece bem. Ou seja, os militares não têm nada a ganhar e tudo a perder. Querem democracia, então conquistem ela pela voto e se virem. Povo fez merda, agora conserta. Estamos lascados e não há nenhuma perspectiva no horizonte. Embora eu já tenha meu candidato a Presidente, não tenho muitas ilusões.

    • “O povo brasileiro que elegeu e irá eleger esses políticos safados que destroem o país. Que aguentem as consequências.”

      Bom, você deve morar no exterior.

      Porque, se morar no Brasil e for funcionário público, talvez ache que as consequências não respingarão em você – nem o $eu estará garantido. Mais roubalheira, menos dinheiro para o funcionalismo (atrasos, falta de reajustes, etc.).

      Se for da iniciativa privada, mais tributação, menos prosperidade para a nação, mais pobreza para todos, mais lucro para banqueiros, prejuízos para quem trabalha e começará a faltar dinheiro para o governo (e para os funcionários públicos).

      Pense nisso…

      Eleições fraudadas na maquininha (a reeleição da presidAnta é uma prova disso) e uma lei eleitoral feita para beneficiar os mesmos oligarcas de sempre não são culpa direta do povo.

  6. É incrível a quantidade que surgiu de aproveitadores que se intitularam de “líder do movimento dos caminhoneiros autônomos” e que passaram a controlar os revoltadinhos via WhatsApp. Esse tipo de gente deveria apodrecer na cadeia.
    .
    Teve até advogado militante e candidato a Deputado Federal se metendo em comando dessa quadrilha criminosa.
    .
    Tudo por uma vaguinha de Deputado Federal.
    https://www.noticiasvaledoitajai.com.br/novo/perfil-do-twitter-de-advogado-que-aparece-em-videos-com-lideres-de-caminhoneiros-grevista-aponta-que-o-jurista-era-militante-do-pt/

  7. Eu vi algo do tipo e adequando um pouco a idea, quando leio sobre intervenção militar no Brasil eu lembro da época que eu servi o EB, não vale a pena.

  8. Tem que ser muito ignaro para achar que uma intervenção militar iria salvar o Brasil. O Brasil já não tem lá essas credibilidades toda, vide a recusa da nossa entrada na OCDE, imagine um golpe militar derrubando o governo em pleno 2018, pronto o que restava de confiança no nosso país iria para às cucuias. No dia seguinte haveria fuga em massa de capitais, sanções econômicas, tecnológicas e militares, e aí meus caros, o Brasil iria virar a Venezuela de vez. Graças aos caminheiros corporativistas tomei um prejuízo de 15 mil reais investidos em uma plantação de manga, boa parte das frutas se estragaram pois não havia mais espaço nas câmaras frias e nem quem transportasse.

    Esse pessoal que pede intervenção militar são os mesmo que gritam Bolsonaro 2018 por aí, acham o regime militar uma maravilha e Olavo de Carvalho um gênio. Agora vão pagar o baixo preço do diesel com alta na gasolina anunciada ontem (30/05).

    • Pessoal da intervenção é outro veja aquele canal do DOM, muita gente se aproveitando disso para ganhar visibilidade (ego) por parte da população com menos informação .

      (Agora falando em caso de intervenção quem não gostaria de ver a classe politica,STF entre outros que saquearam o brasil na cadeia?)

      • Eu gostaria muito de ver os larápios do erário na cadeia, mas jamais defenderia isso passando por cima das leis e das convenções. Ruptura do estado democrático de direito e violência em nome das circunstâncias se chama fascismo.

        • Nossas leis praticamente impedem que larápios sejam investigados e parem na cadeia. É isso que é tão sacrossanto assim?

          Não, fascismo não rompe com nenhum Estado de Direito; o fascismo impõe o Estado de Direito que quiser – só que o Estado de Direito fascista deixa bastante espaço para a discricionariedade da autoridade quase até o ponto da arbitrariedade. O nazi-fascismo é tão legalista quanto qualquer democracia, só que o substrato das leis é de natureza altamente tirânica. Qualquer “democracia” chega lá aos poucos com tanta legislação.

          “Estado Democrático de Direito” é eufemismo para socialismo jurídico – uma espécie de fascismo disfarçado. Esse é o dogma tão defendido?

          Mesmo as revoluções inglesa, francesa, russa, chinesa, cubana, etc romperam ordens sociais e políticas legítimas para imporem muito daquilo que tantos “democratas” defendem. Nossa república foi o efeito dum golpe de Estado e duma ditadura militar no final do século XIX. E aí? Golpe é golpe?

    • Meu caro, sou eleitor do Bolsonaro e não apoio de forma alguma intervenção militar. Isso é coisa de gente louca e burra.
      Inclusive, caso você não saiba, os intervencionistas ODEIAM o Bolsonaro.

  9. Uma intervenção militar seria o suicídio econômico do Brasil, as grandes nações junto a ONU, iriam criar várias sanções ao nosso país, seria um desastre total!! Acredito que o alto comando das FA, incluindo a reserva sabem disso, por isso nem passa pela cabeça deles.

    Em 1964 era outra época, a mídia estava do lado dos generais, a maioria do povo estava junto, parte da classe política tbm queria, sem contar os países ocidentais como os EUA que apoiaram, devido a guerra fria. Ou o brasileiro aprende a votar, para mudar isso de forma democrática, ou vamos penar por muito tempo.

    Temos que votar em candidatos compromissados em CORTAR PRIVILÉGIOS dos 3 poderes, diminuir gradativamente os IMPOSTOS, e fazer as REFORMAS necessárias para liberar nossa economia. Político que dá subsídio é um ENGANADOR !!

  10. Sinceramente, acho que já passou da hora de ter um controle maior sobre esse aplicativo, pode ser muito útil e ajudar demais em várias situações, mas infelizmente o povo usa muito mais para o mal do que para o bem, sem contar que deixa muitas pessoas alienadas.

    Acredito eu, se fosse contabilizar a proporção de uso correto e incorreto ficaria na casa dos 15% para uso correto e 85% para uso incorreto.

    • Caro Alex. Fosse assim, seria necessário banir as armas de fogo (até sou favorável a isso). Acabar com a tv aberta (e muitos canais da tv paga), restringir a internet e fechar as bancas de jornal.

      • Também sou a favor da proibição dos carros, que matam milhares de pessoas e aleijam tantas outras.

        Isso mesmo, acabe com a TV aberta, restrinja a internet, feche as bancas de jornal.

        Bem-vindo a Cuba!

        País sem carros (só carroças dos anos soviéticos), sem internet, sem TV, sem barcos (construção naval é monopólio estatal), sem jornais, sem bancas, sem nada, governado por uma narco-oligarquia tirânica.

      • Away, nem um nem outro, só acho que certas coisas precisam ser utilizadas com responsabilidade e maturidade.

        Tudo podemos mas nem tudo nos convém.

        Não precisa ficar estressadinho… rsrsrs, é apenas minha opinião pessoal.

        Camargo, quando digo utilizar da forma correta, todos sabemos que rola muita coisa errada nesses aplicativos, inclusive casos de pornografia infantil, casos de pessoas que tem sua intimidade vazada, sem contar que favorece muito diversos tipos de crime etc, esses seriam exemplos de uso incorreto.

        Precisa ter ferramentas para encontrar a fonte inicial de cada postagem.

        • Olá Alex. Acho que você colocou as coisas de modo apropriado. O seu exemplo de pornografia infantil é muito bom. O que deve ser investigado e punido é o crime não o uso da ferramental (o crime é atropelar o pedestre, não dirigir o carro).

        • Até porque, nos termos da CF, a manifestação é livre, mas não de forma anônima. Sim, a pessoa deve ter direito de dizer/escrever o que quiser, mas deve fazer isso de forma identificável.

  11. “banir arma de fogo” ??? kkkkkkkkkkk
    Nem militar tem arma de fogo nesse país, só bandido mesmo, e você ainda quer banir?

    Que tal banir faca também? Depois pau, pedra, mão…

    • Olá Away. Citei as armas de fogo como exemplo de um dispositivo que tem sido amplamente empregado de forma incorreta ou criminosa. Como sou contrário ao seu uso, não tenho nenhuma nem permito que alguém entre em minha casa com uma. O fato de meu vizinho ter uma arma não muda minha decisão. O mesmo para cigarro. Sou contra e não permito que fumem em minha casa (o fato da pessoa fumar na casa dela não significa que pode fumar em minha casa). Talvez o mesmo poderia ser aplicado à maconha e ao aborto. Quem é contra não use ou pratique, mas isso não significa decidir pelo que o vizinho faz. Tudo isso para dizer que concordo com você sobre quão complexa é essa questão de proibir ou não. Sempre lembro que a lei seca nos EUA resultou em mais crimes e violência.

      • A violência nas grandes cidades americanas era comum desde o século XIX, quando começaram a entrar grupos mafiosos (de sobrenomes italianos, chineses, alemães, polacos e russo-ucranianos) nos EUA praticando crimes comuns (extorsões, roubos, assassinatos, contrabando, falsificação, exploração de jogo ou de prostituição, etc). Diminuiu com o endurecimento das leis e do fortalecimento das forças policiais.

        Dizer que a proibição de bebidas gerou mais violência é lenda para promover descriminalização de drogas.

        Hoje, as máfias mais espertas e rentáveis são discretas e raramente usam violência. Passaram de crimes de rua para crimes empresariais e políticos mais sofisticados. Só para ter uma idéia, os violentos cartéis de drogas são fichinha perto deles – e não ousam mexer com eles.

  12. “Nem militar tem arma de fogo nesse país”

    Aquela mãe PM que matou um assaltante na semana do dia das mães deve ter matado o bandido de raiva então.

  13. Os últimos dias no Grupo do Whatsapp do clube de tiro foram deprimentes.
    Pessoas supostamente instruídas compartilhando toda a sorte de áudios e textos pró-intervenção militar que demonstravam ignorância extrema sobre fatos atuais e pretéritos.
    Esse áudio foi compartilhado, no mínimo, umas dez vezes (sim, além de serem alienados, não costumam ver o que já foi postado ou não se contém e postam repetidas vezes as mesmas bobagens).
    Se num grupo onde há pessoas com uma renda melhorzinha (ter arma e praticar tiro é caro para caramba) o nível intelectual de muitas pessoas já é baixíssimo, nas classes mais pobres, com pouco tempo e dinheiro para investir em educação, deve ser ainda pior.
    Por isso que não dá para esperar muito das eleições. Qualquer populista leva essa massa ignara no bico.

    • Olá Rafael. Seu comentário reforça minha aversão às armas de fogo e minha certeza em proibir que as pessoal tragam armas e cigarros para minha casa.

      • Também detesto cigarros e qualquer similar desses, uma mal gigante para a sociedade que só sobrevive por que algumas pessoas ganham muito dinheiro com isso.

      • Olá Camargoer!
        Também sou adepto do “my home, my castle”.
        De qualquer forma, acabei não dizendo. No grupo tem cerca de 250 pessoas, e era uma dúzia que ficava publicando pedido de intervenção militar. E um grupo menor, eu incluso, defendia o contrário e até sacaneava eles com aqueles memes: “se está no whatsapp então deve ser verdade” rsrs.
        Também não acho que há relação entre possuir arma de fogo e querer intervenção militar. Fosse assim, os EUA teria sido fundados como Estados Unidos Militares da América. Lá e em outros países europeus as pessoas gostam de armas e de democracia. Aqui no Brasil que tem uns desmiolados que, ou não viveram a época, ou sofrem de síndrome de Estocolmo e pedem intervenção militar.
        Na minha casa, podem vir pessoas armadas, sem problemas. Mas quem pede intervenção militar,socialismo ou lula livre não entra rsrs.
        .
        Alex, a indústria do cigarro sobrevive porque muitas pessoas gostam de fumar. Igual as drogas ilícitas.

  14. A Tailândia o povo pediu e os militares assumiram e não te o caos na economia, e eles compram arrmas víde Gripen.
    Acho que nem uma intervenção militar conserta mais o Brasil, só se for uma alienígena.
    Nossa Constituição, leis,judiciario,legislativo e políticos não valem nada e não será com o voto que mudaremos isso,pois acham que pertencem a uma casta intocável e superior, o que temos é arenque de democracia.

  15. Foi difícil utilizar o WhatsApp durante essa semana, muitos textões e vídeos sendo compartilhados em massa em grupos onde antes era só bom dia e boa noite, várias diferentes listas de reivindicações creditadas aos caminhoneiros (absurdo uma greve geral sem uma linha de pensamento), convocações para manifestações em apoio, notas de repúdio para a população em geral argumentando que a “luta” dos caminhoneiros foi em vão e o pior, vídeo de militares quebrando com a hierarquia e xingando a pessoa do presidente (não que eu goste dele, muito pelo contrário, mas militar não deve agir assim).
    Essa greve foi perfeita para acabar com o pouco de fé que eu tinha para com as eleições e o progresso do nosso país.

  16. O 0-1 iria divulgar uma informação como esta via WhatsApp… só sendo muito b3st4 para acreditar e pior, ser muito idi0t@ para disseminar.

    • Mas, falando sério… todo controle sobre a expressão de pensamento, ainda que tenha consequências políticas é um erro. As pessoas com o tempo tornam-se mais críticas para identificar verdades e mentiras, e isto é muito bom. Embora não sejamos muito cultos, brasileiros, com liberdade de expressão com o tempo nos tornamos mais espertos. Qual quer controle sobre o fluxo de informações é um erro. O que se pode é penalizar os crimes. Mas um controle posterior.

  17. Whatsapp?

    Uma pena, virou bagunça!! Só serve pra se divertir, marcar encontro com a galera e fazer ligações gratuitas!! Não acredito em 100% dos áudios e mensagens que enviam, desde de correntes de oração à áudios anônimos que ninguém sabe de quem é e compartilham.

    Antes eu até tinha trabalho de checar as msg no site boato.org, agora nem isso faço mais, deleto na mesma hora!

    Goebbels deve estar p. da vida lá no inferno! “A se eu tivesse isso na minha época!”

  18. Goebbels é provavelmente o maior especialista em comunicação social que esse mundo já viu, simplesmente lendário, foi a mais poderosa arma que Hitler possuiu, todo o conhecimento compreendido por ele funciona até hoje…

    Ele pode estar morto mas o conhecimento dele está em plena vida, Roger Stone o arquiteto do marketing do Trump (embora ele negue), segue muito do Goebbels, porém adaptado ao século 21.

    • Engraçado como os adeptos de um ideal são capazes de negar o próprio ideal e dizer que “isto jamais irá acontecer” quando já está acontecendo.

  19. Povo falando em estado democratico de direito kkkkk. Democracia onde pobre estuda em lixo de escola fundamental,e rico paga particular top

    depois o pobre paga faculdade lixo ( quando consegue) e rico estuda em faculdade publica top?

    • Isso não tem nada a ver com Democracia, que diz respeito a escolha dos governantes.
      .
      De qualquer forma, eu estudei em escola pública lixo e em universidade pública top. Vai da inteligência e do esforço de cada um. Hoje é ainda mais fácil com cotas e pontos extras. Mas se a pessoa é meio lerdinha ou não é esforçada, mesmo que estude em escola top não entrará em universidade top.

    • Tenente-Major deve ser entre Major e Tenente-Coronel……kkkkkkkkkkk

      Teve um outro que se apresentava como general fulano de tal (não lembro agora o nome) e se dizia comandante do Exército(!)….pelo jeito, o sujeito não sabia nem o nome do comandante verdadeiro do EB. Falava ainda que fariam a intervenção militar por causa da “juração” à bandeira……

  20. Só um retardado mesmo acreditar que a vós é mesmo do comandante do exército.
    O exército brasileiro hoje em dia ta muito enfraquecido para uma intervenção. São todos compactuados com a atual politica brasileira. Só querem ficar de boa nos quartéis esperando a hora do rancho.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here