Home Blindados Eurosatory 2018: BAE Systems lança o iFighting® para veículos de combate

Eurosatory 2018: BAE Systems lança o iFighting® para veículos de combate

901
4
BAE Systems lança CV90 MkIV com iFighting®
BAE Systems lança CV90 MkIV com iFighting®

A BAE Systems apresenta uma nova solução para enfrentar o desafio da consciência situacional do campo de batalha na feira de defesa Eurosatory 2018 em Paris nesta semana

Chamada iFighting®, a tecnologia é projetada para otimizar o desempenho de veículos e tripulação, aproveitando dados para permitir uma tomada de decisão mais rápida em combate.

A BAE Systems exibirá a versão mais recente do CV90, conhecido como MkIV, integrado ao iFighting®. O MkIV, o CV90 de quinta geração, apresenta avanços em velocidade, mobilidade e eletrônica, e está sendo oferecido à República Tcheca para substituir sua frota envelhecida de veículos de combate de infantaria.

Baseado na tecnologia integrada pela BAE Systems, o conceito iFighting® combina dados de diferentes sistemas dentro do veículo para filtrar e priorizar as informações mais críticas. Isso permite que a tripulação tome decisões mais rápidas e mais eficazes para melhorar o desempenho geral no campo de batalha.

“À medida que lançamos novas tecnologias, sabemos que adicionar monitores e painéis para veículos de combate poderia distrair as tripulações em um ambiente de combate já complexo. A chave era encontrar uma maneira de ajudar a melhorar a consciência situacional e a eficiência do combate sem aumentar o número de tripulantes e a carga de trabalho cognitiva, e acreditamos que fizemos isso com o iFighting® “, disse Tommy Gustafsson-Rask, vice-presidente e gerente geral de negócios Hägglunds da BAE Systems, que projetou e construiu o novo CV90 MkIV. “O iFighting® não é um produto ou um sistema. É o núcleo da integração do sistema para o futuro veículo blindado”.

O CV90 MkIV também terá a Arquitetura Eletrônica de quarta geração compatível com a Arquitetura de Veículos Genéricos (NGVA) padrão da OTAN, que permite que as tripulações gerenciem grandes quantidades de dados de transmissão ao vivo e seja interoperável dentro da Aliança da OTAN. Essa mudança permitirá a introdução de suporte autônomo à tripulação, algoritmos de aprendizado de máquina – incluindo recursos de inteligência artificial – e realidade aumentada com o suporte de dados de mapas 3D para permitir futura adoção e crescimento.

“Com a eletrônica avançada, o iFighting® cria um sistema mais eficaz em combate, reduzindo a quantidade de informações que o soldado precisa processar”, disse Mikael Segerman, diretor da BAE Systems Hägglunds para a República Tcheca. “Isso resulta em maior consciência situacional para auxiliar a tomada de decisões no complexo campo de batalha. O iFighting® ajuda a melhorar o desempenho de uma tripulação inexperiente, além de ampliar a experiência de uma tripulação experiente”.

A BAE Systems fez parcerias com várias empresas checas para oferecer o CV90 MkIV ao Exército Theco. O MkIV foi revelado no início deste ano como a última versão do CV90, comprovado em combate, que está em serviço em numerosas nações europeias.

4 COMMENTS

  1. A Internet das coisas é um caminho sem volta e a capacitação do soldado moderno é inevitável.
    Penso que as forças armadas deveriam ampliar um pouco o limite de idade para o ingresso em suas fileiras com o objetivo de trazer para seus quadros profissionais especializados em mais quantidade.

    • Há 3 possibilidades, embora não chegue ainda na ponta da linha combatente.
      1) Oficial Técnico Temporário. Em informática.
      2) Sargento Técnico Temporário. Mecânico de Viaturas.
      3) Cabo Especialista Técnico. Motorista de Viaturas de Engenharia.

      Existem varias especialidades.
      Esses são exemplos desses 3 caminhos.
      Sds

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here