Home Blindados Eurosatory 2018: Wiesel AWC com esteiras de material composto

Eurosatory 2018: Wiesel AWC com esteiras de material composto

1507
12

A Soucy Defense do Canadá está exibindo na feira Eurosatory deste ano seu sistema Composite Rubber Track (CRT) no Pavilhão 5A canadense no veículo blindado de transporte de armas blindado (AWC – Armoured Weapons Carrier) WIESEL do Exército Alemão, em parceria com a FFG Flensburg.

O WIESEL foi originalmente desenvolvido para o Exército Alemão atender a um requisito para um veículo blindado leve transportável pelo ar para uso por tropas aeromóveis. Dado o seu pequeno tamanho e agilidade, o WIESEL tem a exigência de uma solução de blindagem leve que forneça altos níveis de proteção balística, sem impedir a manobrabilidade.

O CRT da Soucy Defense consiste em uma estrutura de elástico de revestimento contínuo, reforçada com uma variedade de materiais compostos e cordão de aço, pesando até 50% mais leve que a esteira de aço comparável. Isso permite que veículos como o WIESEL atendam aos requisitos de menor peso e maiores níveis de manobrabilidade.

Nos últimos 28 anos, a Soucy desenvolveu e fabricou sistemas CRT para atender às necessidades dos clientes em mais de 10 países em todo o mundo, variando entre categorias de peso de 6 a 45 toneladas.

“Nosso Sistema CRT oferece vantagens adicionais: até 70% de redução de vibração (proporcionando mais conforto à tripulação e prolongando a vida útil da eletrônica embarcada); redução de ruído de até 13dB (melhorando a comunicação da tripulação, a consciência situacional e a furtividade do campo de batalha dos veículos).

Os testes de comparação realizados pela Unidade de Testes Blindados e Desenvolvimento (ATDU) do UK MOD mostraram uma economia de combustível de 30% ”, afirma a empresa. “Nossas equipes de Desenvolvimento de Negócios de Defesa (BD) estarão presentes na EUROSATORY no Pavilhão Canadense – Hall 5A – Estande C648 para discutir os benefícios e vantagens da tecnologia CRT. Venha conhecer nossa equipe e descubra mais sobre os resultados após os testes da ATDU.”

 

12
Deixe um comentário

avatar
8 Comment threads
4 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
RafaelAgneloBuenoBardiniRL Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Gabriel
Visitante
Gabriel

Uma pergunta , uma viatura dessas seria interessante para o EB fazer uma operação relâmpago em defesa das nossas fronteiras ou mesmo para compormos uma força expedicionária?

Bardini
Visitante
Bardini

O que esse veículo faria pelo EB que um 4×4 blindado não faria, agregando ainda por cima, mais capacidades e possibilidades de emprego?

Gabriel
Visitante
Gabriel

Geralmente veículo sob lagartas tem mais mobilidade e isso na fronteira norte pode ser um diferencial…talvez os alemães tenham pensado nisso né?! Amadores como nós eles não são!

Bardini
Visitante
Bardini

Cara, eu te dou um exemplo que tem peso bastante parecido, é blindado, é 4×4, tem tripulação de 2+1 sendo que é anfíbio, com custo x benefício interessante e testado em combate:
comment image
.
Se o VBL entrega tudo e mais um pouco, pq um Wiesel seria interessante para o EB?
.
Wiesel já deu o que tinha que dar…
Se tem uma coisa que nós realmente precisamos, é de um projeto de um 4×4 blindado.

Juvenal Santos
Visitante
Juvenal Santos

Parece saído da WWII, não levo fé nesse veículo, parece que pode ser destruído até com armas leves.

Bardini
Visitante
Bardini

“O WIESEL foi originalmente desenvolvido para o Exército Alemão atender a um requisito para um veículo blindado leve transportável pelo ar para uso por tropas aeromóveis. Dado o seu pequeno tamanho e agilidade, o WIESEL tem a exigência de uma solução de blindagem leve que forneça altos níveis de proteção balística, sem impedir a manobrabilidade.”

RL
Visitante
RL

Se parece com o Antigo ENGESA Ogum.
Más uma versão melhorada, óbvio.

RL
Visitante
RL

Esta ai matéria do próprio FORTE para leitura, vale a pena a comparação entre os dois projetos.

http://www.forte.jor.br/2009/09/22/o-blindado-engesa-ee-t4-ogum/

Bueno
Visitante
Bueno

iria fazer uma pergunta em outro post sobre o material das esteiras, vendo o vídeo do Lynx , a esteira também parece de material composto.., em 1,04min do vídeo.

Tecnologia dos materiais compostos so evoluindo, em breve esteiras sendo produzida em impressoras 3d

https://www.youtube.com/watch?v=-zS2k_rZxqM

Gabriel
Visitante
Gabriel

Depois de alguma pesquisa , cheguei a conclusão que este conceito é bem interessante mas o ideal é que fosse uma viatura de reconhecimento remotamente controlada…mas um fato é certo, as vantagens em matéria de mobilidade de uma viatura sob lagartas não são nada desprezíveis.

Agnelo
Visitante
Agnelo

O conceito, como já evidenciado, é para tropas aeroterrestres.
Para outras tropas, acredito q seja caro, pra cumprir o q as outras OM Bld/Mec já cumprem.

Rafael
Visitante
Rafael

To sabendo que para tropas aeromóveis ele me parece bem util… Mas alguem sabe se os alemães já conseguiram lançar esse veiculo por paraquedas? e o sistema de combate remoto, funciona?