Home Política Garcia pede auxílio de Obama na crise hondurenha

Garcia pede auxílio de Obama na crise hondurenha

66
85

O assessor especial da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, sugeriu hoje (9) que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, aproveite o fato de ter recebido o Prêmio Nobel da Paz para pressionar as autoridades de Honduras a buscar uma solução para o fim da crise política no país. Segundo ele, apenas os Estados Unidos teriam força para pressionar o governo de Roberto Michelletti.

“Queremos que a pressão aumente, sobretudo, a pressão do governo norte-americano. Vamos aproveitar agora o Prêmio Nobel da Paz que o presidente Obama tão merecidamente recebeu para que ele exerça essa pressão”, disse Garcia.

De acordo com Garcia, não houve frustração das negociações conduzidas pela Organização dos Estados Americanos (OEA), mas intransigência por parte de integrantes do atual governo de Honduras em buscar uma solução para o impasse.

“Eu acho que a OEA não fracassou nas suas tentativas por deficiência dela. A OEA fracassou pela intransigência do governo. Evidentemente que, quando dizemos que a posição dos Estados Unidos é uma posição importante, isso está chamando a atenção pelo fato de que os Estados Unidos têm relações econômicas muito fortes”, disse ele.

“O governo golpista contratou lobbies nos Estados Unidos para pressionar os setores mais conservadores da política americana para tentar manter o status quo lá. Como esses setores foram setores derrotados na eleição passada nos Estados Unidos, nós esperamos que isso se resolva.”

Garcia reiterou que o governo brasileiro manterá a autorização de hospedagem ao presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya. Desde o último dia 21, Zelaya e alguns de seus correligionários estão alojados na embaixada do Brasil em Tegucigalpa, capital hondurenha.

Para o assessor especial, havia uma “pressão” do governo de Honduras para realizar eleições mantendo a vigência do estado de sítio. Ele disse que se as eleições ocorressem neste período não seriam reconhecidas como legítimas e democráticas pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Não iríamos reconhecer eleições. Nós e grande parte da comunidade internacional não iríamos reconhecer eleições sem o restabelecimento do governo constitucional. Mais ainda com um governo em estado de sítio. Não tem eleições que possam realizar-se durante um estado de sítio.”

Ele disse, ainda, que todos puderam “constatar que a posição do governo golpista ainda é muito renitente. Acho que eles estão criando uma situação muito difícil porque, evidentemente, se a estratégia deles é de empurrar com a barriga até as eleições. Vamos ter claro que eleições com estado de sítio não têm nenhuma possibilidade de se realizar”. Marco Aurélio falou sobre a crise política de Honduras depois de participar de almoço oferecido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao presidente da África do Sul, Jacob Zuma.

FONTE: Agência Brasil

85 COMMENTS

  1. Esses bolivarianos são uma canalha infernal mesmo… Além de tudo são inescrupulosos e contraditórios. Quer dizer que agora o “Grande Satã” tem que ajudar a resolver o rolo que a caterva chavista criou?

    Ainda bem que o Hussein não é um governante tão bobo quanto o Cháves está acostumado a lidar (Lulla, etc) e não entrou na deles. Ele já disse: “Antes nos criticavam por intervir; agora nos criticam por não intervir?” Ou seja: mandou os bolivarianos irem catar coquinhos…

    E é isso aí: de pouquinho em pouquinho a opinião pública mundial vai se convencendo de que o que aconteceu em Honduras foi, na pior das hipóteses, um contragolpe contra um proto-ditador a serviço do Cháves. E isso vai fazendo os bolivarianos ficarem desesperados. As eleições estão marcadas, mês que vem acaba a palhaçada toda e os bolivarianos vão morrer com o mico Zelaya na mão.

    Corretíssimo o governo do Exmo. Sr. Presidente da República de Honduras, Roberto Micheletti, em brincar com os palhaços como gato gordo brinca com um ratinho: bate aqui, assopra ali, cerca aqui, mantém vivo, até o bote final, que serão as eleições que acabarão de uma vez por todas com o plano chavista de controle de Honduras, e darão o “dobre de morte” na pretensa Revolução Bolivariana nas américas. 🙂

    Aliás, já escrevi aqui no Blog: a hora em que o governo legalista de Honduras levantar o cerco ao prédio que um dia foi a embaixada brasileira em Tegucigalpa a pele do golpista Zelaya vai passar a valer menos de um centavo. Esse cara já é defunto: a pistolagem castro-venezuelana só está esperando a hora certa para torná-lo um mártir, pois ele não tem utilidade alguma, além de saber de mais para continuar caminhando entre os vivos.

    Sds.

  2. “Marco Aurélio Garcia, sugeriu hoje (9) que o presidente dos Estados Unidos”
    Ué!!! Isso não é função do Min Celso Amorim??? Desde quando esse cidadão é tão chegado assim do Obama, prá sugerir alguma coisa??? Isso é “conversa mole prá boi dormir”, simplesmente por não saber como tirar o Brasil dessa encrenca, meteram o Brasil numa “sinuca de bico”. Fizeram a besteira, de intervir na política interna dos outros, e depois querem ajuda dos yankees, e se os americanos disserem NÃO, como é que fica? Se é que essa informação é verídica mesmo, vão dizer que a culpa desse rolo é dos americanos?
    Ele devia, é pedir ajuda pro seu amiguinho Chaves.
    Resumindo: o nosso Governo não sabe resolver essa situação.

  3. Esse MAG é uma vergonha para este país! Só no Brasil mesmo para ter gente assim dando “pitaco” em política internacional.
    Celso Amorim + MAG = Política Externa Desastrosa.
    Abraços.

  4. Chaves,MAG e cumpradres ajudam a criar o caos em Honduras acreditando que conseguiriam reconduzir Zelaya ao poder. Como não conseguiram ,agora, acham que compete ao Obama reconduzir o fantoche dos bolivarianos à Presidencia de Honduras. Daqui a pouco MAG vai dizer que a culpa pelo golpe foi dos Americanos.

  5. Brasil se enfiou num mato sem cachorro, e tá tomando canseira.
    Vamos ficar com cara de bobos, além de demonstrar o nossa maneira desastrosa de se fazer política externa, estamos nos metendo num problema hondurenho…
    para mim, o governo provisório hondurenho tem mais credibilidade e respeito que o trio lula-amorim-mag, sem falar nos ditadorzinhos de quinta…

  6. SE TIVESSE UM PORTA AVIOES E 3 FRAGATAS BRASILEIROS NA COSTA DELES RAPIDINHO IRIAM RESOLVER ISO..COMO SEMPRE OS AMERICANOS FAZEM..PRESSAO..

  7. Não entendi mais nada…os integrantes do Foro de São Paulo querem democracia, mas já avisam que não irão reconhecer a eleição hondurenha? Eleições não são o mote da democracia? Certamente esqueci que o favorito não dever ser bolivariano… Vão pro inferno comunistas…já não chega os milhões que mataram no mundo com sua estúpida ideologia? Planejaram um banho de sangue em Honduras, mas como a população, pelo menos a grande a maioria dela, não tá nem aí para Mel Zelaya, agora querem a ajuda do Império. Só rindo, da mesma forma que tenho que rir desse Nobel da Paz para Obama…

  8. Qual a definição de democracia em um país?
    Um presidente que derespeita a constituição, o judiciário e o legislativo pode ser considerado como democrático?
    Chavez foi eleito pelo povo, mas a venezuela pode ser considerada uma democracia? Onde não há separação dos poderes?
    Golpismo? Quem é o golpista?

  9. Lucas, talvez a diferença principal entre as situações é que o MEL insistiu na tentativa de golpe, digo referendo popular, a revelia do judiciário e do legislativo…

  10. Se meteram onde não deviam !!!
    Agora estão pedindo pinico !!!!
    Era melhor ter ficado calado e assitindo de camarote.

    Abs.

  11. Lucas Calabrio em 10 out, 2009 às 17:57:

    Lucas, em 1985 Luis Inácio da Silva ainda dizia que a revolução comunista seria implantada no Brasil com uso de armas, pelas classes trabalhadoras. E muitos dos políticos que hoje rondam o poder (ex: Delfim Netto, hoje do PMDB, base aliada do governo PeTralha) apoiavam a volta do regime militar em desfavor de Sarney, em virtude de Tancredo não ter tomado posse. Ou então simplesmente entregar o poder ao segundo colocado na eleição, um tal de Paulo Salim Maluf.

    Enfim, acho eu que 1985 você foi buscar muuuuuito longe. O mundo deu muitas voltas de lá para cá.

    Sds.

  12. Esse Marcos Aurélio TOP Top Garcia faz-me rir…
    Defender um presidente que estava para dar um golpe ao estilo do Chavito, financiado por este, e pelos cartéis do narco-tráfico é a maior roubada e que meteram o Brasil.
    A “caca” dos militares hondurenhos foi ter colocado o Zelaya para fora do país praticamente de cuecas. O que tinha que ter sido feito era o que a suprema corte ordenou: destituição e aguardar a tramitação dos 18 processos a que Zelaya está sendo indiciado pelo ministério público hondurenho. Aí virou um contra-golpe! tudo bem ao estilo republiqueta de bananas.
    O MAG! Deixa de ser pau-mandado do bolivariano do Chávez, cáspite!
    Deixa as eleições acontecerem em Honduras, para terminar de uma vez por todas com esta rusga de interesse criminosos para que tudo volte à normalidade.
    Vamos cair fora desta encrenca que não é nossa!

  13. Esse governo golpista já foi longe demais, é chegado a hora de tomar uma decisão mais firme contra esses criminosos, quem sofre com isso é a população que fica a mercê das vontades desses criminosos, e que sobre mais quando existem pressões comerciais. Parabéns ao Lula lélé que teve algum coragem em assumir esse risco e abrigar o Zelaya na embaixada. Agora é engraçado ver as viúvas da ditadura choramingando por aqui.

  14. O golpe militar de Honduras é inaceitável (nenhuma nação que se intitule “democrática” pode aceitar isso). Não importa se Zelaya é o Capeta, a Cuca ou a Mula Sem-cabeça, foi democraticamente eleito e tem o direito de completar seu mandato. Se fez algo de errado então que seja indiciado, julgado e tenha amplo direito de defesa, coisa bem básica numa democracia e que claramente não ocorreu.

    Outra coisa, essa história de sucessão legal em Honduras é um absurdo. Primeiro Zelaya foi capturado e sequestrado para a Costa Rica (no dia 28 de junho) e só depois foi “julgado” e emitido mandato de prisão (noite do dia 29 de junho). Como ele foi punido primeiro e condenado depois, isso mostra claramente que houve apenas uma tentativa de legitimar o golpe, provavelmente devido à pronta pressão internacional.

    Com relação ao presidente Obama, tá na hora dele justificar esse Nobel.

  15. Falem o que quiser: Zelaya é golpista e traidor de sua própria pátria. Ninguém o quer por lá, nem seu próprio partido. E bolivariano bom é bolivariano morto.

    Sds.

  16. O pessoal por aqui manja bem de Defesa … Mas é impressionante o baixo nível dos comentários qdo o assunto é política. É chute e xingo pra todo lado, mas nenhuma análise, nenhum argumento com começo, meio e fim.

    Essa tipo de argumento raso feito pires (de que não houve golpe) já foi desmontado nesse tópico
    http://www.forte.jor.br/?p=5157
    cujos comentários mostram claramente o nível de manipulação que algum dos comentaristas está permeavel por causa de suas posições políticas particulares.

    Particulares pq eqto muitos ficam aí destilando bilis e preconceito pra todo lado, muita gente apóia a posição brasileira
    http://cbn.globoradio.globo.com/colunas/roseann-kennedy/2009/09/30/BRASIL-PRECISA-IMPULSIONAR-DIALOGO-PARA-TENTAR-RESOLVER-CRISE-EM-HONDURAS.htm.

    No mais, está claro que os golpistas hondurenhos querem mais é manter o status quo do país: um grupo de, no máximo, 15 famílias domina TODO O PAÍS e não quer NENHUMA mudança que signifique perder um anel sequer. Ou seja, foi deposto pq queria mudar a matriz injusta de uma páis:
    http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u631402.shtml

    Nem vou ficar aqui tentando lembrar vcs que a OEA há anos condena a justiça hondura por seu total desrespeito à normas legais, sua corrupção e suas ligação com a Mara Salvatrucha hondurenha.

    Mas uma coisa eu faço questão de lembrar a vcs: que interpretação de texto é muito importante: não se está pedindo ajuda aos EUA, meus caros. Está se pedindo que partes de seu staff diplomático, herança dos anos Bush, seja contido em seu apoio aos golpistas.

    O resto é choro das crias de Reinaldo Azevedo e Olavo de Carvalho …

  17. So uma resposta para o Felipe Cps em pesquisa feita em Honduras 70% isso mesmo 70% da população quer a volta de Zelaya ( então pesquisa antes de dar uma opinião preconceituosa) e como foi dito em um comentario no Blog não importa que ele seja o Capeta ele foi eleito e deve cumprir o mandato, e outra coisa critica a atitude do Lula e do governo brasileiro so aqui no brasil mesmo pois no exterior ( olha um jornalzinhos la de fora que vai te ajudar a pensarr) a atitude do brasil e vista como um marco da defesa da democracia e contra os golpizinhos de estado que eram padrão aqui na nossa grande america latina, alias a maior parte dos golpes coincidentemente apoiados por partidos de DIREIA isso mesmo embora a esquerda seja o “capeta” o uso de armas so foi pela direita mesmo, salve a democracia, liberdade e direito de cada povo escolher o que e melhor para si e não do que uma elite reacionaria quer.

  18. Viuva da ditadura? Faz-me rir. As únicas viúvas da ditadura que existem são os grupos de esquerda até hoje usam o, sem ironías, terrivel periodo ditatorial para justificarem seus atos. Virem a página, vejam que o mundo não é mais divido entre dois lados. O Brasil foi ridículo no caso de Honduras, quero ver quando os EUA reconhecerem o futuro governo hodurenhos e os novos “líderes” latinos ficarem chupando dedo. Por que vocês não apoiam o fim da ditadura cubana também? Ou ela é o exemplo a ser seguido?

  19. Os amigos só não esqueçam que Zelaya veio de um partido direitista, é bilionário, provavelmente as custas de seu povo pobre. Pelo menos é que sempre disse a esquerda…Agora ficamos brigando para defendê-lo. Ao assumir o poder, passou para o outro lado, com o apoio de Chavez, e inspirado ppor este, começou a sonhar com reeleição. Na realidade, tenho pena do pobre povo hondurenho. Foi vítima de um estelionato eleitoral por parte de Zelaya. E agora tem o apoio de Lula, MAG e Ratito Amorim.

  20. Prezado Felipe Cps
    A notícia pode ser antiga, mas o princípio do Micheletti. Na época, se ele foi punido como deveria, a história seria outra.
    Princípio é principio.
    Abraço

  21. Prezado Felipe Cps
    A notícia pode ser antiga, mas o princípio do Micheletti não mudou. Na época, se ele foi punido como deveria, a história seria outra.
    Princípio é principio.
    Abraço

  22. Há Há Há…quem diria,hein! Um legítimo esquerdopata pedindo a intervenção americana num pobre país centro-americano para derrubar um governo legítimo e apoiado pelo próprio povo hondurenho. MAG é um verdadeiro “democrata”(?) O sem-vergonhismo e a covardia dos petralhas não tem limites.

  23. athalyba em 11 out, 2009 às 11:17:

    Parceiro, não é preconceito não, é CONCEITO mesmo. Comunista bom é comunista defunto. Ou a América Latina acaba com essa praga, ou essa praga acaba com a América Latina.

    _____________

    Lucas Calabrio em 11 out, 2009 às 18:44:

    “ou vale pra todos ou não”

    Então tá: vamos aproveitar o “vale para todos” e já que “tudo são precedentes” (palavras do “filósofo” Nelson Joibim), vamos abrir processo contra o Sr. Luis Inácio da Silva, pois o que ele “pregava” em 1985 àquela época já era, e continua sendo CRIME!

    ____________

    Pedro em 11 out, 2009 às 12:47:

    DADOS??? KD A TAL PESQUISA??? EM QUE CONDIÇÕES FOI FEITA??? POR QUEM??? QUAL ORGANIZAÇÃO ISENTA (não vale pesquisa encomendada pelo Cháves, nem as “ONGs” OEA ou ONU tá?)???

    Xa de bobagem rapá…

    Sds.

  24. Prezado claudio alfonso, explique para mim o “status” legal do Zelaya na embaixada brasileira e a situação legal da nossa embaixada junto a comunidade internacional?
    Política internacional não é politica de sindicato brasileiro que depende do governo para sobreviver.
    Zelaya e Chaves usam a embaixada brasileira para manter a instabilidade pol´tica em Honduras.
    Acredito que os EUA já estão fazendo o seu papel. Vai haver eleições em Honduras e o eleito tomará posse, o povo hondurenho ficará satisfeito e nós ficaremos com o Zelaya e teremos que sustentar ele e seus cumpadres.

  25. Resposta ao Felipe Cps, deixa eu ver não vale pesquisa feita pela ONU, OEA então vale pesquisa feita por quem?? pelos GOLPISTAS de honduras não fala bobagem, foi um golpe não importa que o cara seja um mala mas foi eleito e deve ter o direito de cumprir seu mandato e o Brasil tomou uma atidude que deve tomar sempre que a democracia estiver em risco e isso vale não por que seja golpe de direita se for o caso de um golpe de esquerda ( venezuela etc) deve agir tambem criticando e exigindo o retorno da democracia. Pelos teus comentarios deve ser um recalcado de direita que não aceita que governos com tendencias de esquerda democratica estão conseguindo levar o Brasil ao primeiro mundo, e em relação a teu comentario em relação a comunista bom é comunista defunto discordo acredito que todos tem o direito de expressar suas opiniões e defender suas ideias e não serem mortos por elas, mas logico não espero que entenda isso ja que pessoas como tu levaram o brasil para o buraco e atraso do golpe de 64 ( e so pra constar não que te importe mas não sou nem socialista ou comunista mas consigo analisar a realidade sem preconceitos ideologicos e ver que um governo não dominado por elites reacionarias e que pense na maioria do povo é melhor) . Saudações

  26. Falando nisso,e o prazo de 10 dias dado pelo governo de facto de Roberto Micheletti,para o Brasil decidir o que fazer com Zelaya e a sua Embaixada em Honduras? ARREGARAM???…

  27. Pedro em 12 out, 2009 às 12:04:

    “todos tem o direito de expressar suas opiniões e defender suas ideias”

    Não, meu caro, comunismo não é uma “idéia”, é um câncer social, ainda pior do que o nazismo: matou mais gente do que aquele e tornou as vidas daqueles aos quais não matou num inferno na terra. Aliás, comunismo e nazismo tem tudo a ver, na prática são a mesma coisa e se baseiam no mesmo pressuposto: o comando do povo exercido através do sangue, por uma super-elite acima de todas as leis.

    Os dois regimes quase levaram o mundo à catástrofe no séc. XX. Felizmente foram em boa ora obliterados pela democracia liberal, o segundo se mantendo apenas à custa de ditaduras ridículas e poucos patéticos seguidores ao redor do globo, mas especialmente purulentos (e perigosos) na américa latina, pois contam com a boa vontade, a “pena” e o beneplácito das esquerdas populista e social-democrata.

    O comunismo não pode ter o direito de se expressar. Tem de ser extirpado da face da Terra, como o nazismo o foi, antes que extirpe a espécie humana. Aliás, boa parte do mundo considera expressões e símbolos comunistas um crime, da mesma forma que o nazismo é considerado no Brasil. Só um país de gente leviana e que nunca passou por uma guerra ou convulsão social grave pode permitir isso.

    Mas não espero que os tolos ingênuos e/ou teleguiados entendam isso, de maneira que faça como quiser.

    Sds.

  28. Ah, e só pra constar: em 1964 eu não era nascido não ok? Mas acho que se fosse marcharia junto com o povo e todo o resto da sociedade (é meu caro, ou vc não sabia que todo o país se uniu pra expulsar o Jango do poder?), para preservar o Brasil de cair na rede comunista e se tornar em um “Cubão”

    Sds.

  29. Alguns não nasceram em 64 (eu nasci bem antes que isto) e por isto não sabem aquilatar suas palavras. Não foi o povo que se uniu para expulsar Jango mas uma parcela da elite empresarial e politica. Tanto é verdade, um dos seus expoentes, o grupo folha, emprestava seus carros para que as forças policiais transportassem presos para os porões do DOI-CODI, para serem interrogados, torturados, onde as custas das torturas, vc expelia seus excrementos involuntariamente.
    O interessante é que muitos falam de Cuba como um Cubão, esquecem o que era Cuba no tempo do Fulgencio Batista.
    Esquecem que Cuba, mesmo sofrendo embargo americano, é o 4o. país latino-americano melhor colocado no ranking do IDH da ONU, ficando atrás apenas de Chile, Argentina e Uruguai, e que desde as primeiras décadas do século XX sempre tiveram indicadores sociais e econômicos bem melhores do que os dos demais países latino-americanos.
    Enquanto isso, os países vizinhos à Cuba (que é a 51a. colocada) se encontram nas seguintes posições depois da chamada luta para erradicar toda ou qualquer pretensão a aventura nos moldes cubanos:
    90a. – República Dominicana
    100a. – Jamaica
    106a. – El Salvador
    112a. – Honduras
    122a – Guatemala
    Diversas perguntas ficam sem respontas Honduras… já se sabe hoje que o avião que levava o presidente deposto e preso, fez escala na base aérea dos Estados Unidos em Soto Cano, também conhecida como Palmerola. Antes do recente golpe militar o presidente Manuel Zelaya declarou que transformaria a base em aeroporto civil, uma mudança à qual o ex-embaixador Negropontese opunha. O secretário assistente de Estado John Negroponte, ex-embaixador dos Estados Unidos em Honduras, disse que Honduras não poderia transformar Palmerola em um aeroporto civil “de um dia para o outro”. Em Tegucigalpa, Negroponte se encontrou com Zelaya para discutir Palmerola. Falando mais tarde a uma rádio hondurenha o diplomata americano disse que antes de Zelaya embarcar em seus planos em Palmerola o aeroporto tinha que receber certificação internacional para novos vôos. De acordo com a agência EFE Negroponte também usou sua visita a Tegucigalpa para se encontrar com o presidente do Parlamento hondurenho e futuro líder golpista Roberto Micheletti.Além disso, para escandalo dos chamados neocons americanos, Zelaya pretendia tocar o projeto com financiamento venezuelano.
    O aeroporto (base de Soto Cano) foi construído na metade dos anos 80 ao custo de 30 milhões de dólares e foi usado pelos Estados Unidos para abastecer os contras durante a guerra indireta dos Estados Unidos contra os sandinistas da Nicarágua assim como para conduzir operações de contrainsurgência em El Salvador. No ápice da guerra dos contra os Estados Unidos tinham mais de 5 mil soldados estacionados em Palmerola. Conhecida como “o porta-aviões que não afunda” dos contras, a base tinha Boinas Verdes e agentes da CIA que assessoravam os rebeldes da Nicarágua.
    O interessante é que somente setores da imprensa e da direita no Brasil apoia este golpe.
    A OEA, ONU, União Europeia… todos, condenaram o golpe em Honduras.
    Será que todos estão errados?

  30. Em nome da democracia e pela democracia, mataram tambem milhões. Em nome da democracia, muitos paises tiveram suas riquezas roubadas e espoliadas. Pela democracia, o pais panteão da liberdade, apoiou dezenas de ditadores.
    Se falam dos regime e ditadores comunistas como assassinos, tambem é fato que a direita matou matou e torturou milhares. Argentina, Uruguai, Chile (só para falar de visinhos) são exemplos de barbarie que não fica nada a dever de regimes nazistas e comunistas. Hoje, graças a Deus, estão revisando este periodo negro na sua historia e o mais importante, prendendo e processando notorios personagens de direita.

  31. Caros colegas… alguns estão discutindo comunismo, nazismo etc…
    Pra resumir, não existem inocentes nem no comunismo nem no capitalismo, tudo dependerá de quem nos representa no poder a não tornar seus interesses particulares acima dos coletivos (nação).
    O comunismo foi uma praga realmente, ceifou direitos e liberdades além de colocar nações inteiras atrás da dita cortina de ferro, pra quem combateu os nazistas acabaram caindo numa pior ao ficarem sob judice do Comunismo.
    O tal capitalismo fez a mesma coisa porém de modo diferente, os EUA não criaram uma cortina de ferro, ao contrário, preferiram comprar uma porrada de “Generóides” pela AL para fazer o serviço sujo, dando golpes de estado, torturando estudantes, sumindo com gente que realmente pensava e preservando a pelegagem que apoiava o regime .. e infelizmente, não deu cabo de quem realmente deveriam (os terroristas armados da época – alguns fazem parte da esfera política dominante de hoje)! Os nossos militares (comandandes da época) nada fizerem nem pelas próprias FAs pois até o 13º para os militares quem criou foi o Sarney (ele mesmo … Sir Saney)..
    Portanto, vamos virar a página e pararmos de achar que Cuba ou EUA são melhores pra nós, parar de nos fazer de coitadinhos, o Brasil para se estabelecer tem que ser forte, se impor, ter SERIEDADE na política externa e interna e parar de fazer de conta que é o papai-noel da AL.
    Um país que não consegue se impor nem dominar seu próprio quintal é porque tem alguma coisa errada.
    Abraços.

  32. RdoCosta em 12 out, 2009 às 17:47:

    Caraca cidadão, do jeito que você falou bem de Cuba quase que eu sai pra vender minhas coisas e mudar para lá. Que coisa, deve ser o paraíso. Que IDH elevado neh? Nossa…

    Nesse caso, não dá pra entender porque tantos cubanos querem sair de lá neh? Meu, o lugar é um paraíso! O Santo dos Santos em termos de desenvolvimento!!! Já sei: cubano é burro! Só pode! Mas como pode ser burro, se o IDH é elevado? Ah, essa eu não entendi, alguma coisa não fechou…

    Honestamente, acho que então o tal IDH da ONU não leva em conta coisas bem prazerosas como: ficar em filas o dia todo pra comprar papel-higiênico, sabão em pó, comida. Não leva em conta os barracos, as casas caindo aos pedaços, os carros dos anos 50 que tornam o ar em Habana La Vieja irrespirável. Os cortiços onde moram 10 famílias amontoadas. As montanhas de desempregados e subempregados. As prostitutas fazendo fila nas ruas pra tomar dinheiro dos “gringos”. Os taxistas que ganham mais que médicos. Os cárceres cheios de “inimigos do regime”. As 50.000 execuções desde a ascenção do comunismo. E vai por aí.

    Mas fazer o que neh? Se a “ONG” ONU falou que o IDH de Cuba é elevadíssimo, quem somos nós para discutir neh? Nem se há de falar que possivelmente os números sejam todos forjados pelo “regimen” do Coma Andante. Se o IDH falou, tá falado.

    Pensando bem, não sei como cubano aceita passar perrengue no mar do Caribe, fugindo dos tubarões, do Exército Castrista e da Guarda Costeira, pra chegar aos EUA em balsas improvisadas de tambores de madeira, como os náufragos do séc XVII. ELES FOGEM DO PARAÍSO!!!

    Ah, o espírito humano… O ser humano não sabe o que é bom… Dê-lhe o paraíso, e eles preferem o inferno capitalista da América… coisa ininteligível…

    Sds.

  33. Os chamados terroristas, que segundo o amigo, hoje estão no governo, faziam, era combater como o amigo mesmo dise: Os “Generóides” pela AL que faziam o serviço sujo, dando golpes de estado, torturando estudantes, sumindo com gente que realmente pensava e que preservava a pelegagem que apoiava o regime. Em sintese, faziam o que nós não tivemos a coragem de fazer.
    O Brasil, como a nação mais forte da america do sul, tem o dever, até para sua propria segurança, apoiar no que for preciso, seus visinhos menos favorecidos. O que isto acarreta? Que estes mercados irá se fortalecer, e terminarão comprando aqui no Brasil, gerando emprego e renda aqui!!

  34. Resposta ao Felipe Cps não to aqui pra defender Cuba mas tambem não posso ver um argumento fraquinho destes é obvio que fogem de cuba ja que falta oportunidade de crescer, agora negar a melhoria de vida em comparação a paises CAPITALISTAS da Africa por exemplo ou tu acha que muitos africanos que passam fome não iam adorar ficar na fila para pegar comida gratis, ou ter tratamento de saude gratis ou concluir o ensino superior sem tem que pagar o que falta é oportunidade. Portanto não existe democracia em cuba concordo e não aprovo não, agora dizer que é pior ou melhor que as ditadurazinhas de direita que ainda tem no mundo ( paises da africa exemplo) dai é ser muito inocente sem falar de não ter visão do todo. E so pra ficar claro se não houvesse o bloqueio a Cuba ela teria o mesmo IDH que tu critica ( essa não entendi tu defende o que afinal se diz que a ONU é uma ONG que eu saiba ela é formada pelos maiores paises do mundo inclusive os capitalistas???) sem as filas portanto tu querendo ou não o problema da fuga de cubados para os EUA não é por Cuba ser comunista e sim pelos Capitalistas que isolaram a ilha não permitindo o crescimento. Portando continuo defendendo a liberdade de expressão e que cada um defenda o que quiser ( comunisto, liberalismo e tudo que é ismo que queira) eu defendo a logica e a verdade acredito num governo democratico, social que trabalhe pela maioria do povo e não pelas elites)

  35. Felipe Cps em 12 out, 2009 às 21:25, vc tá perdendo tempo nesse lero lero, tem uma canoa saindo do Guarujá prá Havana daqui a pouco, e oce vai perder a vaga…rsrsrs

  36. Caro RdoCosta,
    Existe uma diferença aos que eram contra o regime e os que nada mais queriam do que estabelecer outro regime, o comunista.
    Lutar pela democracia não significa roubar bancos, sequestrar pessoas ou promover atentados a bomba…
    Hoje justificam muita sacanagem que aí está, incluindo MSTs, FARCs, conluios políticos, malas de dinheiro etc… por conta da finada ditadura..
    Quanto a vizinhos menos favorecidos… me desculpe.. mas estes são os primeiros que na primeira chance que tem sacaneiam o Brasil sempre!! Não se iluda com os castelhanos, não gostam e nunca gostarão do Brasil!!!
    Abraços

  37. Em 1964 eu tinha 17 anos e vi a Marcha com Deus pela Liberdade em marco de 1964 onde mais de UM MILHAO E MEIO de pessoas, junto a Candelaria e Av. Pres, Vargas pediam as Forcas Armadas Brasileiras que nao deixassem o pais cair nas garras do comunismo.
    O periodo dos governos dos generais foi um dos mais felizes deste pais. Somente os comunistas nao gostaram.
    Nunca nos ultimos 20 anos eu vi a Televisao brasileira mostrar a Marcha supracitada. Chama-se isso de patrulhamento ideologico.
    Honduras ha de continuar sendo uma nacao de homens e de mulheres livres.
    De acordo com o Deputado Jugdman que esteve em Honduras, os brasileiros que moram no pais sao favor do Pres. Micheleti.

  38. Meu caro Luiz Alberto procure saber mais sobre a TFP do sr. Plinio Salgado, aproveite e veja tambem a vida pregressa do sr. Raul Jugdman e verá que comunista a frente dos citados são ladrões de pirulito.
    Claro que o citado deputado diria isto, mas não é o que diz a jornalista ex-global Heloisa Vilela que estava lá cobrindo o golpe para a TV Record.
    Porque será que o golpista só tem apoio de alguns aqui no Brasil?

  39. Meu caro Henrique, bom dia pro amigo.

    Vc lembra do chamado caso rio centro?
    Os dois lados cometeram erros grosseiros, mas enquanto uns lutavam na visão deles pela liberdade, outros lutavam na visão deles para obstaculizar o germe do comunismo. Não sei a idade do amigo, mas crescemos com a ideia de que protestar é ruim, perigoso. Não temos coragem para protestar, de protestar contra a superlotação dos onibus, dos onibus meu amigo!. Quando acontece isto (este protesto), somos tachados de baderneiros, comunistas, desocupados. Esta é a realidade que os meios de comunicação (que são dominados por apenas 5 familias) passa para a população.
    Porque hoje o Brasil surfa em maravilhas para o mundo, para o mundo, porque segundo alguns (os mesmos que tiveram sempre no poder desde antes e depois do periodo militar) a coisa está preta, porque muitos dos chamados e tachados de comunistas perderam a vida para que isto acontecesse.
    O interessante é que alguns dos apoiadores deste periodo, como Juscelino, Carlos Lacerda e outros terminaram cassados, alguns presos. Não prenderam D. Helder Camara, pórque tiveram medo da reação da igreja que no primeiro momento os apoiou.
    Conheço amigos, que nada tinham de comunista, mas perderam emprego, foram presos, humilhados, torturados.
    O amigo tem saudade deste tempo? eu não tenho!!
    Indico os livros do Jornalista Hélio Gaspari, tem uma boa ideia do que ocorreu (o bom é que tem arquivos dados ao jornalista pelo ex-presidente Ernesto Geigel).
    RdoCosta

  40. Obrigado Luis Alberto e Henrique, pelas lembranças.

    A verdade nua e crua é que todo esquerdista tem um primo do amigo da tia da mulher que tira unha encravada que foi torturado, mas nenhum deles se lembra da passeata do milhão. E um sujeito como esse RdoCosta, ao invés de reconhecer o fato de que 1,5 milhão de pessoas nas ruas jamais aconteceu (nem nas diretas já) desqualificam todos, dizendo que eram massa de manobra do Plínio Salgado e da TFP (cabe dizer que se a TFP ou o Plínio tivessem tanto poder de mobilização tinham instaurado um “outro” regime no Brasil há muito tempo).

    Noel, de fato, não vou mais perder meu tempo com cidadãos como o tal Pedro, ou RdoCosta. São claramente teleguiados e patrulheiros.

    Noel: avisa em caixa alta que tá saindo a tal balsa e a internet brasileira vai ficar bem mais, hummmm, digamos, ideologicamente sã.

    Abs.

  41. Meu caro Felipe Cps… sinceramente, não sei o que sinto pelo amigo, uma hora tenho vontade de esgana-lo, outra, de rir bastante com o amigo.

    Quando o dim-dim era mais farto, conheci um bom par de lugares, dentre eles Havana. Lhe digo meu amigo, que não podemos e não devemos avaliar Cuba em comparação com os EUA, Brasil por ex, e sim com o Haiti porque não? São praticamente vizinhos. Sem a revolução socialista, Cuba hoje seria um Haiti. Ou uma Guiana quem sabe. Não temos que comparar a população de Havana com a classe média alta brasileira, mas com as nossas favelas. A diferença é que a pobreza dos moradores e a decadência das casas e edifícios de “Centro Havana” estão expostos aos olhos do turista – nossas favelas, não. Quem passeia, anda nos onibus lotados (aquilo ali é um suplicio) em São Paulo ou no Rio de Janeiro conhece cidades aparentemente opulentas nas quais os pobres e os mendigos ou ameaçam os ricos, ou atrapalham a paisagem. Os outros estão segregados em cidades-favela que abrigam, provavelmente, mais gente do que a população de Havana.
    Não é exagero dizer que em Havana não há pedintes; muito menos, crianças nas ruas. Os moradores de Centro Havana não estão abandonados à própria sorte. Não acordam todos os dias com medo de seus filhos se tornarem traficantes ou serem mortos por traficantes. O tecido social, lá, não está esgarçado como aqui. As pessoas respeitam as (muitas) filas que têm que fazer para comprar a cesta básica da qual ninguém será excluído. Os motoristas param nas quase apagadas faixas de pedestres, respeitam os ciclistas, não dirigem como se estivessem sempre dispostos a matar alguém. Pais e mães sabem que seus filhos irão estudar e não passarão fome, e que eles próprios não estarão abandonados, na velhice. Isso confere à vida social uma espécie de descontração, um modo desarmado de estar na presença do outro, que nós desconhecemos aqui, na terra do cada um por si e Deus pelo mais forte.
    A auto-estima dos cubanos, e isto deveria ser motivo de admiração de cada um de nós, está calcada na permanência do impacto subjetivo e social da revolução que fizeram, há quase 50 anos, com a cara e a coragem. Quanto tempo este impacto há de durar? Impossível saber. Mas os franceses, por exemplo, até hoje alimentam sua auto-estima e sua identidade nacional apoiados em uma revolução que se passou há mais de dois séculos, desembocou no terror e foi diluída pela restauração. É compreensível que, para os cubanos, ainda esteja muito vivo o orgulho pelo “triunfo da revolução”, ocorrido em um passado recente do qual muitos dos que a presenciaram, ou a fizeram, ainda estão vivos para contar a história. Os pobres, em Cuba – quase a totalidade da população – não gostam da pobreza, mas não se sentem desprezíveis por causa dela. E não se consideram (como nós…) inferiores aos habitantes dos países ricos. Eles têm mais do que se orgulhar.
    A cidade de Havana não tem outdoors. É uma paisagem urbana inacreditável a nossos olhos, acostumados a viver e passear por cidades que gritam o tempo todo, milhares de variações da mesma mensagem – compre: seja mais do que os outros, para conquistar a mulher dos sonhos vc tem que ter carro tal ou beber bebida tal… não é asim? Existe a propaganda socialista, mas esta, afinal de contas, é bem discreta e pontual. Não recobre todas as fachadas da cidade. Achei graça nos amigos que apontaram a lavagem cerebral da publicidade oficial de Cuba, como se a onipresença da Coca Cola, da Nike, das diversas marcas de cerveja, do apelo fálico dos automóveis, a que já nos acostumamos, fosse diferente disso. Nesse caso, vale perguntar: que tipo de mensagens publicitárias você prefere que influencie seus filhos? Fantasia por fantasia, a moção de desejo expressa na propaganda socialista aponta para a possibilidade de uma lógica e uma ética bem melhores do que a lógica da exclusão (“seja especial; tenha o que ninguém mais tem”) e a ética da rivalidade permanente (“passe na frente de todo mundo”) da nossa publicidade. Além disso, nem toda a propaganda do governo cubano é mentirosa. Na frente da faculdade de Medicina: “uma vida humana vale mais do que todas as propriedades privadas do mundo”. Na estrada para Varadero: “Esta noite, 200 milhões de crianças vão dormir nas ruas; nenhuma delas é cubana”. Ou então: “As idéias justas nunca morrem”. Os cubanos acreditam nisso não porque são tontos, mas porque é verdade.

    Um grande dia para o amigo!!

  42. Felipe Cps

    Argumentos nenhum, como sempre.
    Apenas retorica baixa e ignorancia.
    O Jovem me faz rir ao imaginar como pode, nos tempos atuais, existir ainda tanta intolerancia.
    A convivencia entre pessoas de diferentes raças, pensamentos ideologicos, preferencias, é o faz este mundo tão rico.
    Já pensou o pensamento unico?
    É por pensamentos e ideias como do amigo que entendemos o porque do surgimento de tanta intolerancia no mundo.

    Sds cordiais!!

  43. Há um equivoco quando se falam no comicio da TFP na central do Brasil, ele não teve 1,5 milhão de pessoas.
    O que ocorreu foi um contraponto ao comicio feito por jango no dia 13, tambem na central do Brasil. Este comicio segundo relatos mais confiaveis tinha a mesma equivalencia, algo em torno de 500.000 pessoas.
    Um conselho aos amigos… estudar a historia é muito bom, principalmente com isenção. Precisamos olhar com clareza os atos que antecederam o climax de cada acontecimento e tirar nossas proprias conclusões.

  44. A propósito do tema, acabo de ouvir na rádio Bandeirantes de Campinas o jurista Dr. DALMO DE ABREU DALLARI, um notório e histórico aliado do PeTralhismo, DESANCANDO como “DESASTROSA” a atuação da diplomacia brasileira no episódio Honduras, e reafirmando que, excessos à parte (na expulsão de Zelaya daquele país), o processo contra este cidadão foi absolutamente legal, dentro das regras constitucionais, e que quando ele foi retirado do país, JÁ NÃO ERA PRESIDENTE DA REPÚBLICA DE HONDURAS e sim um cidadão comum! Disse ainda que a imprensa erra redondamente ao chamar o governo de “golpista” e, especialmente, “governo de fato”, pois o governo do Exmo. Sr. Presidente Micheletti é, na verdade, o governo “de jure” de Honduras, conquanto seja interino (eis que temporário).

    ACHO QUE O PARECER CENTRADO DO DR. DALLARI, HOMEM QUE NÃO PODE SER DESQUALIFICADO PELO ESQUERDISMO (eis que aliado histórico deste), PÕE FIM À QUESTÃO CERTO?

    Ou seja: aos poucos até os próprios aliados dos petistas vão se convencendo de que o que ocorreu foi, pelo menos até o momento da deposição de Zelaya, algo legítimo, e que o verdadeiro golpista era ele.

    Sds.

  45. RdoCosta em 13 out, 2009 às 9:18:

    Não, Sr. RdoCosta, não sou tolerante com o “câncer social” do socialismo/comunismo, e jamais serei; leia meus comentários anteriores para ver o que acho que tem que acontecer com tal câncro.

    Só não tenho tempo de ficar rebatendo um por um seus argumentos, pois é muita bobagem para discutir e, “direitistas” como eu tem que trabalhar, porque o ParTidão não sustenta, ok?

    Desejo que o Sr. tenha uma boa vida, de preferência em sua adorada Cuba.

  46. Sr. Felipe Cps… É triste ler alguns “especialistas” tentando legitimar um golpe de Estado. Juridicamente, você pode sustentar qualquer coisa. Qualquer operador do direito sabe disso. Existe fundamento jurídico pra tudo nesse mundo. Agora, democracia é um conceito universal, lógico. Todas as pessoas sabem do que se trata. Ainda que Zelaya tivesse violado algum preceito constitucional, não poderia ter sido expulso do comando do país. Ou será que esses “juristas” nunca ouviram falar em devido processo legal?
    Penso que o Brasil se comportou como um líder mundial nessa crise. Tornou-se protagonista na luta pela democracia. Talvez a mídia golpista não esteja interessada em apoiar Lula e o Brasil porque simplesmente abomina a participação popular. Zelaya propôs a realização de um plebiscito, que é um instrumento de democracia participativa. Para alguns, é preferível um golpe de estado à realização de um plebiscito. Isso porque alguns odeiam quando o povo decide diretamente.
    Como o amigo fez questão de desejar, tenho sim, uma boa vida, independente de estar ou não em Cuba. Posso viajar, conhecer outros lugares, não fui de balsa pra Cuba mas já fui em navio da CVC rsrsrs, posso manter filha estudando em facul em SP (moro noutro estado) pagar facul para os outros dois, ter apt, casa de praia. Ter dinheiro é bom pra caramba!!
    Mas isto não me faz um alienado quer de direita ou esquerda.

  47. Aqui o artigo inteiro do Dr. DALMO DALLARI, o qual respeitosamente peço ao ForTe para publicar, se possível:

    http://www.observatoriodaimprensa.com.br/artigos.asp?cod=557IMQ011

    “CRISE EM HONDURAS
    O fundamento legal omitido

    Por Dalmo de Abreu Dallari em 30/9/2009

    Quando a imprensa afirma que um ato de autoridade foi inconstitucional ou ilegal deve apontar qual o artigo da Constituição ou da lei que foi desrespeitado, para permitir aos destinatários da notícia sua própria avaliação e uma possível reação bem fundamentada. De modo geral a ofensa à Constituição e às leis é sempre grave, num Estado Democrático de Direito. A par disso, toda a cidadania tem o direito de controlar a legalidade dos atos das autoridades públicas e para tanto precisa estar bem informada.

    Um caso atual e patente de imprecisão nas informações está dificultando ou distorcendo a avaliação dos acontecimentos de Honduras. Grande parte da imprensa brasileira apresenta o presidente deposto Manuel Zelaya como vítima inocente de golpistas, mas quase nada tem sido informado sobre os aspectos jurídicos do caso.

    Uma omissão importante, que vem impedindo uma avaliação bem fundamentada dos acontecimentos, é o fato de não ter sido publicada pela imprensa a fundamentação constitucional precisa da deposição de Zelaya, falando-se genericamente em “golpistas” sem informar quem decidiu tirá-lo da presidência, por que motivo e com qual fundamento jurídico. Esses elementos são indispensáveis para a correta avaliação dos fatos.

    Alternância obrigatória

    Com efeito, noticiou a imprensa que a Suprema Corte de Honduras ordenou que o Exército destituísse o presidente da República. É surpreendente e suscita muitas indagações a notícia de que ele foi deposto pelo Exército por ordem da Suprema Corte. Pode parecer estranha a obediência do Exército ao Judiciário para a execução de tarefa que afeta gravemente a ordem política, o que, desde logo, recomenda um exame mais cuidadoso das circunstâncias, para constatar se o que ocorreu em Honduras foi mais um caso de golpe de Estado.

    É necessária uma análise atenta, para saber de onde vem a força da Suprema Corte para ordenar a deposição de um presidente eleito e ser obedecida pelo Exército. A par disso, é importante procurar saber por que motivo e com que base jurídica a Suprema Corte tomou sua decisão e ordenou ao Exército que a executasse.

    Segundo o noticiário dos jornais, o presidente deposto havia organizado um plebiscito, consultando o povo sobre sua pretensão de mudar a Constituição para que fosse possível a reeleição do presidente da República, sendo oportuno observar que este seria o último ano do mandato presidencial de Zelaya.

    Ora, está em vigor em Honduras uma lei, aprovada pelo Congresso Nacional, proibindo consultas populares 180 dias antes e depois das eleições – e estas estão convocadas para o mês de novembro. Foi com base nessa proibição que a consulta montada por Zelaya foi declarada ilegal pelo Poder Judiciário.

    Um dado que deve ser ressaltado é que a Constituição de Honduras estabelece expressamente, no artigo 4º, que a alternância no exercício da Presidência da República é obrigatória. Pelo artigo 237 o mandato presidencial é de quatro anos, dispondo o artigo 239 que o cidadão que tiver desempenhado a titularidade do Poder Executivo não poderá ser presidente ou vice-presidente no período imediato.

    Informações incompletas

    Outro ponto de extrema relevância é que a Constituição hondurenha não se limita a estabelecer a proibição de reeleição, mas vai mais longe. No mesmo artigo 239, que proíbe a reeleição, está expresso que quem contrariar essa disposição ou propuser sua reforma, assim como aqueles que o apóiem direta ou indiretamente, cessarão imediatamente o desempenho de seus respectivos cargos e ficarão inabilitados por dez anos para o exercício de qualquer função pública.

    Reforçando essa proibição, dispõe ainda a Constituição, no artigo 374, que não poderão ser reformados, em caso algum, os artigos constitucionais que se referem à proibição de ser novamente presidente. Essa é uma cláusula pétrea da Constituição.

    Foi com base nesses dispositivos expressos da Constituição que a Suprema Corte considerou inconstitucional a consulta convocada pelo presidente da República e fez aplicação do disposto no artigo 239, afastando-o do cargo.

    Note-se que a Constituição é omissa quanto ao processo formal para esse afastamento, o que deve ter contribuído para um procedimento desastrado na hora da execução. Tendo em conta que o respeito à Constituição é fundamental para a existência do Estado Democrático de Direito, não há dúvida de que Zelaya estava atentando contra a normalidade jurídica e a democracia em Honduras. A falta de informações completas e precisas sobre a configuração jurídica está contribuindo para conclusões apressadas que desfiguram a realidade.”

  48. RdoCosta em 13 out, 2009 às 11:00:

    “É triste ler alguns “especialistas” tentando legitimar um golpe de Estado. Juridicamente, você pode sustentar qualquer coisa. Qualquer operador do direito sabe disso. Existe fundamento jurídico pra tudo nesse mundo”

    Senhor Rdo, apenas relativistas axiológicos acham que se pode sustentar qualquer coisa juridicamente. Sujeitos, normalmente mal-formados, que faltaram às aulas de Filosofia do Direito para cair na gandaia ou fazer política de DCEs, que acham que valores são impostos, normalmente por “entes” de existência tão dúbia ou heterogênea quanto o que eles apregoam ser os valores (a “burguesia”, ou a “mídia”, por exemplo). Infelizmente para os relativistas, os valores tem existência OBJETIVA, valem objetivamente, e não são o resultado de concepções subjetivas, sempre sujeitas às paixões humanas.

    Assim, essa historinha de que se pode sustentar qualquer coisa do ponto de vista jurídico é CONVERSA PRA BOI DORMIR, PAPINHO DE GRAMSCISTA/TROTSKISTA, que acham que os valores devem ser o que eles acham!

    Posso sustentar juridicamente que matar alguém não é crime? NÃO, POSSO ATÉ SUSTENTAR QUE NÃO DEVE SER APLICADA PENA, MAS MATAR ALGUÉM É CRIME AQUI E EM VÊNUS!

    Posso sustentar juridicamente o nazismo? NÃO, NÃO POSSO: QUASE TODOS OS VALORES DO PROCESSO CIVILIZATÓRIO SÃO CONTRÁRIOS! Então também não posso sustentar o comunismo.

    Portanto, pare com essa tolice de “sustentar qualquer coisa”. O que todo operador do direito sabe é que existem algumas “causas” que são “invencíveis”: por melhor que seja a argumentação ela é tão contrária às normas, ou aos valores implícitos, que são simplesmente insustentáveis.

    No mais, é tanta bobagem que você escreve que honestamente dá até pena:

    1. “Devido processo legal”? LEIA ACIMA.
    2. “Democracia conceito lógico”? DEMOCRACIA É UMA CONSTRUÇÃO HISTÓRICA, NÃO UM VALOR!
    3. “Mídia golpista”? Você decerto nunca ouviu falar de Dalmo Dallari, ALIADO HISTÓRICO DO PETISMO! PESQUISE QUEM É DALMO DALLARI MEU CARO!
    4. “Plebiscito instrumento de democracia participativa”? PROIBIDO PELA CONSTITUIÇÃO HONDURENHA!

    Só para citar alguns exemplos de bobagens que o Sr. escreve. Enfim, você escreve muito bem, parece o próprio Luiz Nassif escrevendo (até melhor, acho), mas baseia seus raciocínios em premissas errôneas, como todo esquerdopata.

    Mas como disse, tenho mais o que fazer do que ficar rebatendo um a um seus despautérios. Eu já fiz meu curso e Direito, e já estudei filosofia, e conheço as mumunhas de gente como você. Vocês não se rendem a argumentos, porque já são rendidos à doutrina.

    Portanto, pense o que quiser. Não mais me dirigirei a V.Sa. neste tema.

    Sds.

  49. Caro RdoCosta,
    Não tenho saudades do Regime militar não, se analisar bem meus comentários verá que não defendo nenhum dos lados pois ambos fizeram muita M.. sem pensar realmente no país.
    Um monte de “filósofos” de plantão tomam Cuba como exemplo da liberdade, é esta a ideologia de MUITOS que “lutaram” contra o Regime Militar e hoje aviltam o país com acordos políticos (com a mesma direita de ontem) concedendo pensões, aposentadorias e indenizações milionárias a gente que nunca foi de fato “exilado”. Como explicar que o Lula receba aposentadoria de “exilado” sem nunca ter sido exilado?? É isto que ilegitima todo o “movimento” de esquerda… na prática são todos iguais, com a diferença única de quem está no poder no momento.
    Militares são para estarem nos quartéis e comunistas devem pegar suas malinhas e partirem para Cuba….
    O Brasil não precisa mais de ideologias compradas, precisa ter gente Honesta e que trabalhe realmente pelo País.
    Grande abraço.

  50. Determinadas pessoas esquecem o contraditório no direito.
    É errado matar? claro que é, mas juridicamente existem fatores que o levam a isto. É isto que vai ser levado em conta. Se o mesmo tiver o bom advogado, vai pra casa. Se não, vai pra cadeia!
    Voltando ao caso em tela, descontam no Hugo Chávez e no Evo Morales o profundo sentimento de inferioridade que nutrem em relação aos genuinamente brancos de olhos azuis. Qualquer idéia original, não sectária, é uma ameaça a essa construção mental e, por isso, precisa ser esmagada, especialmente se não tiver recebido “certificação” superior. Por isso, Lula é a encarnação de tudo o que deu errado com o Brasil. E Chávez, na Venezuela.
    O que nos leva a Zelaya, que é Chávez. E, se Zelaya é Chávez, tem parte com o demônio. Portanto, quem combate Zelaya é divino. Assim, Micheletti é divino. Do que resultou a reportagem da Globo brasileira segundo a qual Micheletti assumiu o poder de forma constitucional.
    É esse pensamento simplista, binário — no popular, de tico e teco — que guia hoje o jornalismo e parte da opinião publica brasileira.
    Horas depois da Globo dizer que Micheletti tinha apenas seguido o artigo 239 da Constituição hondurenha ao assumir o poder, o homem baixou um AI5. Fechou uma rádio e uma emissora de TV.  
    O golpe em Honduras não foi golpe apenas porque o presidente constitucional foi tirado de pijama do país, sem direito a defesa, nem julgamento. O golpe representou repressão a todas as demandas sociais dos eleitores de Zelaya. Ele aconteceu em uma região marcada pela supressão brutal e histórica de demandas sociais, frequentemente promovida e em benefício de um pequeno grupo  e em detrimento da grande maioria. Foi, portanto, uma quartelada clássica, independentemente das filigranas jurídicas que queiram dar.
    Falam em comunismo, mas não sabem o que é isto. Nunca viveram isto de fato. Vivem de achismo. Se a Globo ou qualquer outro meio de camunicação disser que o verde agora é vermelho, acreditarão piamente.
    Vivem tal qual numa redoma e são capazes de entender ou melhor compreender que o mundo está mudando. O cidadão está mais conciente dos seus deveres, obrigações e direitos.
    Ah! a reeleição tambem era proibida por nossa constituição e pelo visto Fernando Henrique deu um golpe e ninguem protestou a respeito pois o mesmo foi reeleito.

  51. RdoCosta em 13 out, 2009 às 14:00:

    Ia até ler seu comentário inteiro, mas depois que V. Sa. disse a seguinte PÉROLA:

    “Se o mesmo tiver o bom advogado, vai pra casa. Se não, vai pra cadeia.”

    DESISTI! Essa assertiva bem da tôsca, bem da “chulé”, bem rastaqüera, reflete bem o seu “ACHISMO JURÍDICO” e o quanto V.Sa. entende de Ciência do Direito!

    Infelizmente num país subdesenvolvido e de gente mal-educada e metida, todo mundo acha que entende de Ciência do Direito, como aliás muita gente bisonha acha que entende de Medicina, de Letras, de Jornalismo, de Economia, de História, e vai por aí. E aí me sai com estas asnices, dignas do “direito achado nas ruas” (=lixo).

    Felizmente a Ciência do Direito não é construída com “achismos” estapafúrdios e ridículos como este mencionado por V.Sa. É parte de um arcabouço cultural que remonta a milênios e que leva uma vida inteira de profundo estudo para ser apreendido.

    Olhe cidadão, como disse, nem ia te responder de novo, mas já que V. Sa. insiste, me sinto compelido a desancar publicamente tanta ignorância, charlatanice e vigarismo moral. Com todo o respeito às tuas (possíveis) cãs, já que você quer falar de coisas que não conhece, te aconselho a estudar. Mas estudar MUUUUUUUUITO. Comece fazendo uma boa Faculdade de Direito, e muito cuidado com umas certas “Federais” da vida, que em geral só formam “Gângsters do Direito” e “Juristas de UJS”.

    Sds.

  52. Meu caro Henrique,

    Nunca tomei Cuba como exemplo da liberdade, tomo Cuba como exemplo de socialização do serviço publico. Mas fica a pergunta, porque se Cuba é socialmente tão avançada, a ponto de merecer elogios de João Paulo II quando a visitou, em 1998, por que há quem fuja do país?
    Veja, poderia dar o exemplo que o Brasil tem 3 milhões de cidadãos vivendo fora de suas fronteiras. Porque isto aconteceu? O motivo não sei, talvez pelo mesmo motivo de que muitos fogem de Cuba, nova oportunidade de vida. Apesar dos pesares, é a nação mais alfabetizada da América Latina: 96,8% dos adultos. Dispõe de um médico para cada 400 habitantes. A mortalidade infantil atinge 7 em cada mil nascidos vivos – o mesmo índice sueco. E todo o sistema de educação e saúde é inteiramente gratuito. Hoje, há médicos e professores cubanos em mais de 40 países do Terceiro Mundo, inclusive no Brasil, trabalhando em áreas consideradas “desprezíveis” por muitos profissionais formados no capitalismo.
    A questão que vejo não é mais a palavra liberdade, mas dignidade. Posso ir numa concessionária e trocar minha L-200 ano 2006 por uma mais nova, ou então comprar um ROLEX que custa quase 25.000 que vi ontem num shopping, mas que me adianta esta liberdade se posso ser roubado na esquina do meu prédio, ou num semaforo?
    Veja bem, passei minha vida inteira trabalhando, estudando para ter um final de vida tranquilo, mas que adianta se não tenho liberdade para ir e vir tranquilamente?
    O amigo fala na oposentadoria do Lula, ok, mas a quem culpar? a Lula beneficiario de uma lei ou a FHC que fez a lei? Culpa-se nesse caso quem fez a lei ou quem usou-se dela, ou ainda a ambos?

    Um grande abraço!!

  53. Infelizmente jovem Felipe Cps, esta é a realidade. Apesar da deusa Themis símbolo da Justiça, que traz uma balança para equilibrar as coisas e uma espada para defender quem precisa…acontece coisas para nós inexplicável. Como podemos conseguir um HC no STF em poucas horas beneficiando o mesmo autor? Será que isto é explicado pelo teor de conhecimento juridico do adv que impetrou este HC? Será que outro teria o mesmo sucesso?
    Agora, quanto a estudo… confesso que estou enferrujado, afinal de contas terminei minha faculdade há mais de 20 anos, passei em concurso do Banco do Brasil e também no do BC, eu optei pelo BB. Financeiramente me dei muito mal com esta decisão. Trabalhei em muitos lugares, SP lá na agencia da Libero Badaró, Salvador, Belém, Oriximiná, na milésima agencia do BB em Barra do Bugres MT em 1976. Aposentei no BB e eventualmente (se compensar financeiramente) trabalho em Auditoria Financeira.
    Gostaria até para minha segurança, na minha volta a faculdade – de direito, novamente – o amigo nominasse as certas “Federais” da vida, que em geral só formam “Gângsters do Direito” e “Juristas de UJS”. Não é caso de denuncia?

  54. RdoCosta em 13 out, 2009 às 15:42:

    Meu caro, vc quer habeas corpus pra quê? Qual que é teu “artigo”? Quer que eu consiga um pra vc? Me manda seu fone que eu te consigo! Até mesmo do STF, se ninguém te der antes! Pagando bem (e olha que não sou nem careiro, pelo contrário, não sou nem criminalista, rs) e me dando passagem de avião e estadia em Brasília te consigo o hc, SE VC TIVER RAZÃO PARA CONSEGUIR O REMÉDIO CONSTITUCIONAL. Senão, meu amigo, vc ou qualquer outro que cometer crime vai mofar na cana e boa! Existe um sistema, e o sistema FUNCIONA (ainda, e apesar do PeTralhismo).

    No mais companheiro, repito: você está a falar levianamente de coisas que pessoas estudaram décadas e décadas pra entender, de gente que escreveu verdadeiros alfarrábios, tomos e tomos de profunda sabedoria; que, em suma, estudou a vida inteira. E de uma hiper-estrutura social (o arcabouço jurídico) que não foi traçada a 7 anos (quando teve início o país dos PeTralhas), mas que vem desde os assírios, passa pelos gregos e pelos romanos, só pra citar alguns.

    Então lhe repito: seja menos leviano, ou então vá estudar antes de falar bobagens como as que falaste (repito: “Se o mesmo tiver o bom advogado, vai pra casa. Se não, vai pra cadeia”).

    Sds.

  55. “vc ou qualquer outro que cometer crime vai mofar na cana e boa! Existe um sistema, e o sistema FUNCIONA (ainda, e apesar do PeTralhismo).” hahahahahaha

    Porque tenho que te dar passagem de avião para ir pra Brailia? Cara, vai estudar, ganhar dinheiro, trabalhar.
    Vc me parece o sujeito que acorda todo dia pensando na mulher que não conseguiu, no dinheiro que deixou de ganhar.
    Desencana cara!!

  56. Só não respondeu a pergunta: nomine as certas “Federais” da vida, que em geral só formam “Gângsters do Direito” e “Juristas de UJS”. Seja homem e nomine quais são estas faculdades!!
    Pense antes de falar besteira!!

  57. “…Esses bolivarianos são uma canalha infernal mesmo… Além de tudo são inescrupulosos e contraditórios. Quer dizer que agora o “Grande Satã” tem que ajudar a resolver o rolo que a caterva chavista criou?…”

    Concordo plenamente!

    Deve ter um monte de leitor dos blogs usando camiseta do “tchê” guevara…com furinho da estrela do PT no peito….

    É complicado… outro dia chamei o Chavez de palhaço em outro post, apareceu um tipo pra defender o canalha, me recriminou, faltou santificar o “lutador bolivaríano da liberdade”….não bastasse isso tem sempre um ou outro alienado para defender o maravilhoso “Cuba way of life” hahahaha ….

    Caro amigo Felipe Cps, as vezes eu acho sua intervenções meio exageradas, mas nesse post você foi excepcional, parabéns! um abraço!

  58. A política externa brasileira foi desastrosa com a Bolívia e Paraguai justamente por causa desse Marcos Aurelio Garcia. Politica externa tem que ser deixada com o Itamarati ou Celso Amorim.

  59. RdoCosta:

    Rárárá… Desencana cara, achei que vc queria me contratar pra te conseguir um habeas corpus no STF, e eu cobro as passagens do cliente (ordem da OAB), rsrs…

    Quanto a estudar, trabalhar, ganhar dinheiro e etc, te digo o mesmo… Quanto a mim, fiz e faço isso todo dia, inclusive quando brinco de debater com os pobres ignorantes PeTralhas aqui do ForTe…

    No mais, comece pela Faculdade de Direito da UnB, onde há um tal de “Direito Achado nas Ruas” que é o supra-sumo do lixo relativista. Ou melhor, pensando bem, vá estudar lá, vc vai se dar bem com uma certa tchurminha de lá…

    Sds.

  60. Caro RdoCosta,
    Novamente peço que analise o que escrevi, não disse que “VC” toma Cuba por exemplo e sim muitos “Filósofos de Plantão”… a não ser que vc esteja de plantão?? rs
    Brincadeiras a parte, alguma coisa boa há em Cuba como citaste, não sou obtuso em achar que tudo lá não presta e bom seria se houvesse o equilibrio das coisas entre o suporte social (educação, saúde, ciência e tecnologia) aliado á livre escolha popular de seus rumos. Afinal, se o povo é tão educado e socializado assim não precisa que alguém ou algum regime se perpetuar no poder para guiá-los pela eternidade. O Fidel tirou “licença médica” e passou o bastão para o Irmão… legal não? Quem sabe o Lula se perpetua no poder e depois passa o bastão para o Dirceu…
    O que quero dizer é que certas coisas não justificam estarmos importanto ideologias tipo o que é bom para os EUA é bom para o Brasil ou o que é bom pra CUBA é bom pro Brasil. O que precisamos aqui é justiça, educação, seriedade e MUITO trabalho.
    Quanto ao que comentaste da justiça, todos sabemos que a esfera do sistema judiciário brasileiro está sempre de plantão para dar HC para banqueiros e políticos corruptos e o pior que quem indica/nomeia ministros do STF é o presidente da República … o mesmo que muitos defendem.
    Abraços.

  61. O comunismo eh muito competente na distribuicao da pobreza. Todo mundo eh pobre (exceto a nomenklatura). Mas, o comunismo eh absolutamente incompetente em gerar riqueza. Nao gera.
    Eleicoes em Cuba – 1500 vagas – 1500 candidatos – todos eleitos por unanimidade. Uma beleza.
    Quantos transplantes cardiacos a medicina cubana (a mais avancada do mundo) jah fez?
    Quantos presos politicos existem nas prisoes cubanas hoje?
    Jah estive em Cuba. Nunca vi um povo tao triste. E olha que conheco mais de 40 paises do mundo.
    Filipe Cps muito bom seus comentarios. Parabens.

  62. Reitero……

    Compreendo a preocupação e a reação de alguns aqui…Mas não podemos condenar um sujeito e um pais apenas porque escolheram trilhar a pratica do socialismo…Não podemos odia-lo apenas porque é socialista…O sujeito não é uma alma sebosa apenas porque é socialista….Por enquanto não vi ele cometendo nenhum absurdo significativo….Temos que respeitar as escolhas dos outros por mais que sejem ruins e absurdas….Cada macaco no seu galho….Não afetando ou desrespeitando os outros e ao povo tudo bem….É só haver respeito mutuo….O povo de la o elegeu…Ganho de forma democratica…..Tem que respeitar….Não foi por meios escusos como Micheletti…….Toda e qualquer forma de governo deve ser respeitada desde que este governo se de forma honesta, justa e democratica…Respeitando e trabalhando soluções para os outros…Do Rio Que Tudo Arrasta Se Diz Violento Mas Não Se Dizem Violentas As Margens Que O Oprimem…Pessoalmente para mim o socialismo não tem futuro assim como todas as outras ideologias…………….O socialismo e o anarquismo são as piores…………….Para mim as ideologias foram umas das maiores desgraças da humanidade…….Ficam em cima do muro e criticando porque apoiam mesmo aquela “crise”…..Apoiam de forma enrustida, mascarada, falsa e hipocrita….O que encobre o ódio tem lábios falsos e o que divulga má fama é um insensato….A justiça do sincero endireitará o seu caminho mas o perverso pela sua falsidade cairá….Na boca do tolo está a punição da soberba mas os sábios se conservam pelos próprios lábios….O homem iracundo suscita contendas mas o longânimo apazigua a luta..Como O Soltar Das Aguas E O Início Da Contenda Assim Antes Que Sejas Envolvido Afasta-te Da Questão…Todo o dia o ímpio cobiça mas o justo dá e não retém…..O rico julga-se sábio mas o pobre inteligente penetra-o a fundo…..Interessante o emprego de peculiares termos…Que eles fazem….Interessante o uso de determinados termos como “crise” nestes “casos especiais”…O propósito da censura é a manutenção do status quo evitando alterações de pensamento num determinado grupo e a consequente vontade de mudanças….Desta forma a censura é usada de forma muito comum entre alguns grupos como certos grupos de interesse e pressão(Governos, ideologias, religiões e multinacionais como forma de manter o poder)……A censura busca evitar que certos conflitos e discussões se estabeleçam…Por isso a serie de abusos aos “Direitos” humanos e a repressão…Ninguem os policiam ou fazem pressão como na venezuela…Sorriam…Amanha sera pior…….Se isto estivesse acontecendo no Panama ou se a situação fosse o inverso a historia talvez estivesse sendo diferente….A diferença entre aquela ditadura e a do hugo chaves é nenhuma meus senhores e vocês sabem disso…O lugar corresponde a um estado sem lei onde a polícia e os militares agem sem nenhum respeito aos direitos humanos……Querem defender algo defendam a “Constituição e a Democracia”…….Murro em ponta de faca….Outros “filhotes” de fidel castro virão…Sempre surgirão…Assim como “filhotes” de Pinochet ou de Joseph McCarthy….Defendam ou lutem para que a “Constituição e a Democracia” sejam “imexiveis e invioláveis”……..”Sob as circunstancias que forem”….Pois não importara a ideologia, lado, politica ou postura que for…..A desgraça e o desgraçado vira do lado que for…..De todos os lados….Eles virão e irão sempre…..Não contendas com um homem sem motivo não te havendo ele feito o mal…..Não declines nem para a direita nem para a esquerda…Retira o teu pé do mal……Da soberba só provém a contenda mas com os que se aconselham se acha a sabedoria….Melhor é ser humilde de espírito com os mansos do que repartir o despojo com os soberbos….O sol nasce e o sol se põe e corre de volta ao seu lugar donde nasce……

    http://www.youtube.com/watch?v=dvphRv64p4k

  63. O que aprendi com a “Democracia” deles…..

    Na Grécia a democracia funcionava muito bem porque os que não estavam
    de acordo se envenenavam….Galinha é só um meio de um ovo fazer um outro ovo…….Todo béquer sem rótulo o que contém é veneno fulminante……….Temos que criar leis legais contra isso…..Convivemos com a merchendagem e a politicagem…..

    Sendo o cômico a intuição do absurdo…Ele afigura-se-me mais desesperante do que o trágico…

  64. Agora o Zelaya vai voltar ao poder… totalmente limitado e apenas como uma figura carismática. Sendo que seu governo acaba no início do ano que vem. Uma bela derrota para os chavistas de plantão.

    Mas o Brasil ainda conseguiu sair por cima da carne morta, ao contrario do sr Chaves, que vai amargar uma bela derrota política na Centro-América.

    Não sou tão radical quanto o Felipe Cps a ponto de rejeitar completamente os comunistas. Eu prefiro que eles existam e continuem a ver todas as derrotas que a realidade impõe a eles. Esse é o bom da Democracia, ela tolera (e maltrata) até aqueles que são contra ela.

    Logo, logo a China ou Cuba caem… não duram 20 anos.

    Abraços.

  65. Acesso a arquivo sobre golpe no Brasil é mais fácil nos EUA

    FABIANO MAISONNAVE
    da Folha de S.Paulo, em Washington

    Enquanto o Brasil discute a liberação de seus documentos sobre a ditadura militar, na internet já é possível ouvir o presidente Lyndon Johnson (1963-69) orientar um assessor “a estar preparado a fazer tudo que precisarmos” para ajudar os golpistas, em pleno dia 31 de março de 1964.

    Esse e outros documentos sobre o envolvimento americano no golpe militar estão disponíveis para qualquer pessoa por dois motivos: a existência de uma sólida lei de 1966 regulamentando o acesso a documentos federais (assinada pelo próprio Johnson) e o trabalho da ONG The National Security Archive (NSA), responsável pela liberação e catalogação de milhões de papéis do governo federal americano.

    Um dos principais analistas do NSA e especialista em América Latina, o pesquisador Peter Kornbluh disse, educadamente, que o Brasil “está um pouco atrasado” no tema em comparação com vizinhos como Argentina e Equador. Para ele, o modelo norte-americano pode servir de exemplo para o Brasil, mas diz que o governo George W. Bush tem dificultado cada vez mais a obtenção de documentos.

    Kornbluh, 48, é o autor do livro “Pinochet: os Arquivos Secretos”, que acaba de ganhar uma versão espanhol (editora Critica), sobre o apoio do governo do presidente Richard Nixon ao golpe que derrubou o presidente Salvador Allende, em 1973.

    O livro esteve no centro da polêmica que envolveu, no início do ano, o ex-secretário de Estado americano Henry Kissinger e o brasilianista Kenneth Maxwell, que acabou renunciando ao cargo de diretor de estudos sobre a América Latina no Council on Foreign Relations.

    Leia, a seguir, a entrevista de Kornbluh concedida à Folha em seu escritório, em Washington. Os documentos sobre o Brasil estão no endereço http://www2.gwu.edu/~nsarchiv/NSAEBB/NSAEBB118/index.htm

    Folha – O Brasil está atravessando um intenso debate sobre a liberação de documentos da época da ditadura militar. O país está atrasado em relação aos vizinhos?

    Peter Kornbluh – Há um movimento significativo para o acesso à informação na América Latina. Alguns anos atrás, o México aprovou uma consistente lei sobre liberdade de informação. Eles iniciaram agências de monitoramento, há grupos na sociedade civil pressionando o governo para implementar a lei, é realmente um modelo para o restante da América Latina. O Peru e o Equador aprovaram as suas leis; na Argentina, o presidente Néstor Kirchner tem empurrado a liberdade de informação por decretos presidenciais e apresentou uma legislação no Congresso.
    Pela América Latina, é um grande tema não apenas para países como o Brasil, que querem examinar o seu passado, mas também trata-se de combater a corrupção e fortalecer a democracia. O Brasil, que deveria ser um líder para toda a região, com seu tamanho, modernidade e poder econômico, está um pouco atrasado.

    Folha – Os EUA, que têm uma lei sobre o assunto desde 1966, são um modelo para o Brasil?

    Kornbluh – Os Estados Unidos têm um forte conjunto de leis, não apenas a Foia (Lei sobre a Liberdade de Informação). Temos uma lei que obriga o governo e seus funcionários a preservar os documentos. Temos a Foia, que dá o direito a qualquer pessoa de solicitar documentos a agências do governo, forçando-as a revisar esses documentos para ver se podem ser liberados. Essa lei saiu fortalecida após o escândalo do Watergate, em meio à Guerra do Vietnã. A opinião pública americana ficou cansada das mentiras do presidente Richard Nixon. A Foia foi então reescrita em 1974, depois da renúncia de Nixon. As mudanças foram vetadas pelo presidente Gerald Ford, mas o Congresso reverteu o veto. Temos também o sistema das bibliotecas presidenciais, que também preservam documentos.

    Os sistemas que temos para preservar, catalogar e eventualmente liberar documentos são certamente um modelo para um país moderno e grande como o Brasil. Mas na América Latina não há, como aqui, uma cultura sobre o direito de saber.

    A sua organização tem criticado o governo do presidente George W. Bush por aumentar o número de documentos sigilosos. É um problema sério neste momento?

    Kornbluh – O governo Bush é uma administração sigilosa. Eles foram empossados há quatro anos determinados a aumentar o poder do Executivo segurando informações. A primeira coisa que Bush fez foi um decreto no qual os papéis presidenciais seriam protegidos por mais alguns anos. Dessa forma, ele protegeu os documentos de seu pai e de muitos de seus assessores que também haviam trabalhado no governo dele. E, certamente, depois do 11 de Setembro, o governo Bush tem feito muito mais operações secretas.

    O sigilo leva ao abuso de poder. Como disse um famoso juiz, Louis Brandeis: “A luz do sol é o melhor desinfetante”. Hoje [sexta], soubemos pelo “Washington Post” que há um centro de detenção secreto em Guantánamo (Cuba), onde os prisioneiros são mantidos sem ninguém saber nem sequer quem são eles.

    Isso é o equivalente aos “desaparecidos” na América Latina.

    Ao mesmo tempo, devido aos escândalos com relação ao Iraque e ao 11 de Setembro e com as investigações e comissões do Senado, estamos recebendo muito mais informações sobre o que ocorreu dentro do governo e tendo acesso a documentos que nunca teríamos previsto que veríamos tão cedo com relação à Guerra do Iraque e à luta contra o terrorismo.

    Folha – O sr. tem pesquisado os documentos americanos sobre o envolvimento de Washington com as ditaduras sul-americanas. No caso brasileiro, quais são os documentos que ainda não foram liberados?

    Kornbluh – Há dois conjuntos de documentos que estão faltando. A CIA [inteligência americana] estava claramente envolvida no Brasil, em 1964 e no que veio depois. Em alguns casos, sabemos quem eram os agentes da CIA. Eu acredito que a CIA tenha liberado dinheiro para pagar alguns generais brasileiros, esse tipo de coisa. Mas não temos os detalhes sobre isso porque a CIA vem mantendo essa documentação em segredo durante todos esses anos. Quase tudo que sabemos sobre o envolvimento americano vem de documentos do Departamento de Estado.

    Há outra área que continua sigilosa, que é como a CIA e os militares americanos colaboraram com os generais durante a “guerra suja” no Brasil. O Brasil era um país muito importante em meados dos anos 1960, e os EUA queriam assegurar que o poder da esquerda fosse cortado, reprimido. Eu acho que os EUA colaboraram com os militares brasileiros a partir da metade dos anos 1960 em diante.

    Em 1970, quando Salvador Allende foi eleito presidente do Chile, o Brasil foi o primeiro país que Nixon procurou para dizer: “Vocês trabalharão conosco para ajudar a enfraquecer Allende e a apoiar secretamente os militares chilenos?”. Não sabemos muito sobre em que medida o Brasil colaborou com os Estados Unidos nos esforços para enfraquecer a esquerda pela América Latina.

    Folha – O seu livro sobre Pinochet estava no centro da controvérsia entre Maxwell, que escreveu uma resenha favorável a ele, e Kissinger. O que aconteceu?

    Kornbluh – É uma história sobre como antigos formuladores de políticas, como Kissinger, são capazes de tentar distorcer a história mantendo em segredo por muitos anos documentos do governo com eventos dos quais eles participaram. Kissinger manteve muitos documentos com ele, inclusive transcrições de ligações telefônicas, por quase 25 anos, até a minha organização forçá-lo a devolvê-los para o governo. Esses documentos mostram muitas coisas, inclusive o papel do governo americano em enfraquecer o governo Allende. A controvérsia envolvendo Maxwell é, no fundo, uma luta sobre a história, e não sobre uma resenha de livro.

    Folha – Como vocês conseguiram recuperar os documentos levados por Kissinger?

    Kornbluh – Nós preparamos uma ação judicial não contra Kissinger, mas contra o Departamento de Estado por ilegalmente permitir que ele levasse esses documentos do governo. Nós mostramos a ação para os advogados do Departamento de Estado e do Arquivo Nacional e dissemos que entraríamos na Justiça. Eles disseram: “Isso é muito forte, por que vocês não esperam, nós falaremos com Kissinger para dizer que seremos condenados, o que seria muito ruim para ele e para nós”. Eles falaram com o Kissinger, e ele disse: “Bom, eu deixo vocês fazerem cópias”. Eventualmente, conseguimos a liberação desses documentos, que são muito, muito importantes.

  66. Jamais contribuiram ou acrescentaram algo para este pais…………..Assim como para a AL e todas as demais civilizações “Não Ocidentais” do planeta…..

  67. Eis o câncer deste planeta…..O “ocidente”…..Ocidental…Ocidentalidade….Ocidentalismo….Ocidentalista….Ocidentalizar…Que destruiu e destrói de todas as maneiras e formas possiveis as civilizações deste planeta desde a antiguidade….Nunca seja um escravo dos padrões que plantaram em você……Ninguém é mais escravo do que aquele que se considera livre sem o ser………………Quanto maior a força tanto mais perigoso o abuso……….Não andes entre aqueles de quem ainda podes tornar-te escravo……………….Eu Perdou Meus Inimigos Mas Nao Esqueço Quem Eles São……………

    http://www.youtube.com/watch?v=UN_K3z7HmLE

  68. Preferia que o câncer fosse o signo
    e viver não perdesse todo o nexo,
    meu espelho dissesse que sou digno,
    nem que fosse forjando seu reflexo…

    Pelo menos perdesse este complexo,
    como tento mas nunca me resigno,
    maldizendo meu côncavo e convexo
    consagrei o que chamo de maligno…

    Ariano com cãncer é caótico,
    mas o tempo me fez ficar robótico
    e fingir que não passa dum eclipse…

    Casamento que fere a minha ética,
    mas permito a minh´alma crua e cética
    dar um beijo no próprio apocalipse…

  69. Cor Tau:

    1. Podemos e DEVEMOS condenar o comunismo sim. O que os ingênuos não entendem é que eles (os comunistas) não respeitam NADA! Eles não tem o menor respeito pelo alheio ou pelo Direito, como demonstram as recentes invasões de terra do MST, de modo que temos que condená-los, e temos que extirpá-los da face da terra. Aliás, repito, em alguns países do leste europeu (que sofreram com essa hecatombe) é CRIME ser comunista e fazer apologia do comunismo.

    2. Quanto ao seu off-topic, sugiro que leia “A ditadura envergonhada” do Jornalista Hélio Gaspari. Estão lá todos os documentos relativos à revolução de 1964, inclusive transcrições das conversas do Department of State com o presidente Johnson.

    3. Cara, sinceramente acho um barato esse negócio de orientalismo. Respeito e coisa e tal. Mas não acho que o colega deveria se referir ao “Ocidente” como se se tratasse de uma guerra de civilizações, pois isso é uma bobagem na medida em que ocidente e oriente se alimentaram de fontes comuns (os povos ariano-caucasianos do “Planalto de Pamir”) e ambas se influenciaram mutuamente ao longo dos milênios. Basta ver que a religião dravido-brahmanista guarda sensíveis semelhanças com as religiões pagãs greco-romana da antiguidade.

    No mais, nunca é bom olvidar que se o misticismo oriental redundou numa cultura extremamente rica em termos de auto-conhecimento gnoseológico, a filosofia ocidental nos deu entre outras a lógica, instrumento sem o qual a ciência estaria engatinhando até hoje, e nós ao invés de estarmos a debater isso na internet possivelmente estaríamos agora arando a terra, ou fazendo guerra tribal.

    Sds.

  70. Eu não sou orientalista………..

    “No mais, nunca é bom olvidar que se o misticismo oriental redundou numa cultura extremamente rica em termos de auto-conhecimento gnoseológico, a filosofia ocidental nos deu entre outras a lógica, instrumento sem o qual a ciência estaria engatinhando até hoje, e nós ao invés de estarmos a debater isso na internet possivelmente estaríamos agora arando a terra, ou fazendo guerra tribal”

    “Cara, sinceramente acho um barato esse negócio de orientalismo. Respeito e coisa e tal. Mas não acho que o colega deveria se referir ao “Ocidente” como se se tratasse de uma guerra de civilizações”

    A minha finalidade aqui esta longe disto…Não refere-se a incitar mas a refletir…Desrespeitando mais a nós do que a eles…Desrespeitando a contextos mais amplos e profundos do que simples conflitos etnicos ou ideologicos……As vezes as minhas palavras são intencionalmente provocativas por isso….

    “Podemos e DEVEMOS condenar o comunismo sim. O que os ingênuos não entendem é que eles (os comunistas) não respeitam NADA! Eles não tem o menor respeito pelo alheio ou pelo Direito, como demonstram as recentes invasões de terra do MST, de modo que temos que condená-los, e temos que extirpá-los da face da terra. Aliás, repito, em alguns países do leste europeu (que sofreram com essa hecatombe) é CRIME ser comunista e fazer apologia do comunismo”

    Querem defender algo defendam a “Constituição e a Democracia”…….Murro em ponta de faca….Outros “filhotes” de fidel castro virão…Sempre surgirão…Assim como “filhotes” de Pinochet ou de Joseph McCarthy….Defendam ou lutem para que a “Constituição e a Democracia” sejam “imexiveis e invioláveis”……..”Sob as circunstancias que forem”….Pois não importara a ideologia, lado, politica ou postura que for…..A desgraça e o desgraçado vira do lado que for…..De todos os lados….Eles virão e irão sempre…..Não existe nada absoluto…..Tudo é relativo….Por isso devemos julgar de acordo com as circunstâncias…..A historia a seguir se aplica bem a ambos os lados:

    Em dada ocasião, Nasrudin chegou em uma casa de banhos, mas como estava com uma roupa velha e a barba cheia de falhas, o atendente o tomou como um vagabundo qualquer. Por isso, tudo que forneceu ao Mullá, foi uma tina de água fria e uma toalha velha.
    Antes de ir embora, Nasrudin se dirigiu ao atendente afim de pagá-lo. O Mullá pagou com uma grande e brilhante moeda de ouro, que fez com que o queixo do homem caísse.
    Dali uma semana Nasrudin voltou a casa de banhos, e embora ainda usasse andrajos, o atendente o recepcionou incrivelmente bem e lhe ofereceu seus melhores serviços. Antes de ir embora, o Mullá foi pagar o homem, mas desta vez lhe deu uma diminuta e opaca moeda de cobre:
    -Mas o que é isso? – perguntou o atendente.
    -Essa moeda de cobre é pelo atendimento da semana passada, e aquela moeda de ouro foi pelo atendimento de hoje.

    “Quanto ao seu off-topic, sugiro que leia “A ditadura envergonhada” do Jornalista Hélio Gaspari. Estão lá todos os documentos relativos à revolução de 1964, inclusive transcrições das conversas do Department of State com o presidente Johnson”

    Não é off-topic e o artigo é auto explicativo…Eu vou ler….

    Reitero……

    Que “justiça e liberdade” é essa que condena e oprime as pessoas porque são socialistas???…Não tenhas inveja do homem violento nem escolhas nenhum dos seus caminhos…Quem fizer 1 cova caira nela e quem romper 1 muro 1 cobra o mordera….

    O Sábio De Coração Será Chamado Prudente E A Doçura Dos Lábios Aumenta A Sabedoria….Ganhamos a vida através do que recebemos….Fazemos uma vida através do que damos…Para Se Conhecer A Sabedoria E A Instrução Para Se Entenderem As Palavras Da Prudência Para Se Instruir Em Sábio Procedimento Em Retidão Justiça E Eqüidade….

    Fazer ao próximo aquilo que desejais que o próximo faça a ti….Não Declares Que As Estrelas Estão Mortas Só Porque O Céu Está Nublado….Não declines nem para a direita nem para a esquerda; retira o teu pé do mal…..Coroa De Honra São As Cãs A Qual Se Obtém No Caminho Da Justiça….O Que Segue A Justiça E A Beneficência Achará A Vida A Justiça E A Honra……………………………….

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here