Home Ministério da Defesa Interessada em blindado, Argentina assiste exibição brasileira

Interessada em blindado, Argentina assiste exibição brasileira

266
4

O ministro da Defesa, Celso Amorim, visitou nesta terça-feira o Centro de Avaliações do Exército, em Restinga de Marambaia (RJ). Ele conheceu uma viatura blindada, radar e fuzis que serão usados pela Forças Armadas do País. Os equipamentos são a viatura de transporte de pessoal Guarani, o radar Saber 60 e a família de fuzis Imbel. Segundo o Ministério da Defesa, o blindado atraiu o interesse da Argentina, que enviou um grupo de oficiais para assistir a demonstração.

Os produtos são de tecnologia nacional, desenvolvidos com apoio do Centro Tecnológico do Exército (CTEx) e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), empresa ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Informação.

O ministro parabenizou o Exército, dono da patente do projeto do blindado. “O Guarani foi desenvolvido com tecnologia brasileira. Representa a retomada da trajetória positiva de produção industrial nacional de blindados”, afirmou. O veículo de seis rodas pode realizar ações de reconhecimento e apoio de fogo, além de ser transportado por aviões Lockheed-Martin C-130 Hercules ou Embraer KC-390. O Guarani, desenvolvido pelo CTEx e pelo consórcio Fiat-Iveco, realizou tiros contra alvos móveis e fixos, com 100% de acertos. Está prevista uma encomenda de 2.044 unidades para o Exército.

No início de setembro, Celso Amorim visitou a Argentina. Na ocasião, analisou com o ministro da Defesa do país vizinho, Arturo Puricelli, alguns projetos que poderiam ser realizados em conjunto. Uma das possibilidades estudadas no encontro foi o Guarani.

Radares e fuzis

Durante a visita, a empresa Orbisat entregou as duas primeiras unidades de série do radar Saber M-60. Com capacidade de detectar alvos aéreos a baixa altitude, com alcance máximo de 75 km, o novo sistema será empregado pelos cinco grupos de artilharia antiaérea do Exército. “É o primeiro desse nível, com alta tecnologia, desenvolvido e produzido no Brasil. Será importante para proteção de nossas fronteiras e para segurança de grandes eventos”, disse o ministro.

As unidades serão entregues à Escola de Artilharia de Costa e Antiaérea, sediada na Vila Militar (RJ) e ao 2º Grupo de Artilharia Antiaérea, em Praia Grande (SP). Elas integram um lote de nove equipamentos adquiridos pelo Exército.

Por último, o ministro Amorim conheceu os modelos de fuzis desenvolvidos pela Imbel, que serão fabricados nos calibres 7,62 mm e 5,56 mm. Segundo o minitro, o fuzil “tem também uma característica relevante para a Defesa porque deverá ser padronizado e utilizado pelas três Forças”.

FONTE: Terra

4
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Mauricio R.M-8 Greyhound::O avô do Cascavel:: « Causa::jacubaoshipbuildingbr Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
shipbuildingbr
Membro
Member

O anão esta atrasado.

Faz tempo que os “uruguaios do sul” estão acompanhando de perto com o olho bem aberto esse projeto.

Outra padronizar esse fuzil da Imbel…ah…tá bom

Tão loucos para f@#$r os fuzileiros navais. Se essa “coisa” nao passar nos testes e exigencias deles, esquece.

jacubao
Membro
jacubao

2044 Guaranis para o EB? Se realmente chegar a esse nº será muito bom para o Exército e para o Brasil, agora só falta adquirir uns 500 ASTROS para serem divididos pelas diversas unidadedes do EB nesse “pequeno país”, sem falar da defesa aérea, artilharia, carros de combate médio/pesado modernos (uns 100 médios e 500 pesados), helis e combate e etc, etc, etc…

trackback

[…] começar a ser distribuído às unidades de infantaria e cavalaria blidada do EB – o “Guarani“. O CTEx desenvolveu o projeto e a empresa IVECO, filial da FIAT, o colocará em […]

Mauricio R.
Visitante
Member
Mauricio R.

“Gáucho” rides again…