Home Divulgação Vant brasileiro pioneiro no mundo será lançado na LAAD 2013

Vant brasileiro pioneiro no mundo será lançado na LAAD 2013

772
9

Orbis 1

A Santos Lab vai apresentar um Vant pioneiro no mundo durante a LAAD Defence & Security – Feira Internacional de Defesa e Segurança –, que ocorre entre os dias 9 e 12 de abril no RioCentro (RJ). O Orbis, como é chamado, é o primeiro vant no mundo a decolar na vertical e transicionar sem sofrer queda.

A aeronave, que é feita de fibra de carbono e pesa cerca de 1,5 kg, foi totalmente desenvolvida por brasileiros e será uma das principais inovações apresentadas durante a LAAD.

Ele pode ser utilizado para o monitoramento de segurança de áreas urbanas, com muita utilidade em grandes eventos, como Copa do Mundo e Olimpíadas, além de poder servir de apoio para operações policiais e militares em áreas de conflito (como na ocupação de favelas, por exemplo). Além disso, o vant também pode ser utilizado em monitoramentos noturnos, já que tem a possibilidade de vir equipado com câmera infravermelha.

“É uma tecnologia pioneira e brasileira. Nós pesquisamos muito, antes do desenvolvimento, e percebemos que nenhuma das empresas globais que atuam no nosso segmento conseguiu até hoje fazer um vant deste tipo”, contou um dos sócios-diretores da Santos Lab, Gilberto Buffara.

De acordo com o outro sócio-diretor da empresa, Gabriel Klabin, que também é responsável pelo desenvolvimento dos vants da Santos Lab, a aeronave tem baixo custo de manutenção, além de utilizar baterias de lítio especiais como fonte de energia. As baterias são produzidas pela própria companhia.

A Santos Lab é a empresa brasileira mais tradicional na fabricação de Veículos Aéreos Não Tripulados, sendo que um de seus projetos, o Carcará, é o único vant brasileiro em atuação à serviço das Forças Armadas Brasileiras (no caso o Pelotão Vant – PelVant – dos fuzileiros navais da Marinha). A Santos Lab tem a Embraer como parceira no projeto Carcará, além de ter a Boeing como parceira em alguns projetos especiais.

O estande da empresa ficará no Pavilhão 2 da LAAD, e todos os interessados em conhecer o Orbis estão convidados.

DIVULGAÇÃO: Santos Lab

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Lyw
Lyw
7 anos atrás

Conquistou meu coração! Quero um 😛

Brincadeiras a parte, que projetinho interessante!

rsbacchi
rsbacchi
7 anos atrás

Não entendi!

Quer dizer que os outros caem?

Bacchi

jacubao
jacubao
7 anos atrás

Se caem ou não, eu não sei, mas quero um desse para ficar brincando nos finais de semana, hehehehehehe….

Observador
Observador
7 anos atrás

Sabem como vão chamar este negócio em Santa Catarina?

“Avião de rosca”.

rsbacchi
rsbacchi
7 anos atrás

Ao longo de visitas a varias exposições de equipamentos de defesa tive a oportunidade de ver varios VANTs de decolagem vertical.

Todos os que vi fizeram transição sem nenhum problema.

Acho portanto estranhissima a afirmação dada nesta noticia.

Bacchi

nunes neto
nunes neto
7 anos atrás

Que revolucionário nada, isso ai é um ventilador de fábrica ou de granja no qual foi colocado um controle remoto,kkkkk

nunes neto
nunes neto
7 anos atrás

Aonde estão os sensores para monitorar áreas urbanas, cade a câmera?Abçs

Adler Medrado
7 anos atrás

“É uma tecnologia pioneira e brasileira. Nós pesquisamos muito, antes do desenvolvimento, e percebemos que nenhuma das empresas globais que atuam no nosso segmento conseguiu até hoje fazer um vant deste tipo”, contou um dos sócios-diretores da Santos Lab, Gilberto Buffara.

Não conseguiram ou não quiseram? Essa afirmação me pareceu um pouco forçada.

trackback
7 anos atrás

[…] Você acha que esse dispositivo é uma invenção do jogo? Esse tipo de robô é utilizado em larga escala na indústria militar. Aqui no Brasil mesmo, existe um projeto que utiliza essa tecnologia para rastrear possíveis invasões, contrabandos e outras ameaças, vigiando de forma eficiente nossas fronteiras. Claro que não é nenhum bichinho voador, mas a ideia é a mesma. Se você quiser saber mais sobre o projeto brasileiro é só clicar aqui. […]