Home Tecnologia Subsidiária MEDAV da Saab recebe contrato de sistema para o Sisfron

Subsidiária MEDAV da Saab recebe contrato de sistema para o Sisfron

245
1

SDIA - imagem MEDAV do Grupo Saab

O Grupo Saab da Suécia divulgou nesta segunda-feira, 13 de maio, que sua subsidiária MEDAV GmbH recebeu uma encomenda para a parte de sensoreamento de sinais eletromagnéticos do programa brasileiro Sisfron, de segurança de fronteiras. As entregas deverão ocorrer de 2013 a 2016. O Sisfron é um sistema integrado de monitoramento de fronteiras que o Exército Brasileiro está desenvolvendo para sua fronteira oeste, contribuindo para a segurança regionão e o combate a crimes transfronteiriços.

Deverão ser entregues estações de sensores estacionárias e móveis com capacidades de monitoramento e de identificação de direção nas frequências HF, VHF e UHF. Também estão incluídos no contrato um centro regional para monitoramento (ISTAR), um centro de treinamento, assim como transferência de tecnologia, visando ampliar a autonomia da cadeia de suprimento e a criação de empregos em setores de alta tecnologia no Brasil.

Para essa encomenda, a MEDAV é uma subcontratada da Savis Tecnologia e Sistemas S.A., subsidiária da Embraer Defesa & Segurança S.A., pertencente à Embraer S.A., que foi selecionada pelo Exército Brasileiro para implementar a Fase 1 do Programa Sisfron.  se 1

A MEDAV, fundada em 1982 e com mais de 50 clientes globais, faz parte do Grupo Saab desde 2012 e é especialista em processamento de  sinais digitais, reconhecimento de padrões e tecnologia da informação. Segundo a nota, as vantagens especiais do sistema MEDAV são a arquitetura de software SDIA® (Software Defined Intelligence Architecture) e a sua capacidade para fornecer todas as partes do sistema.

FONTE: Saab (tradução e edição do site das Forças Terrestres a partir de original em inglês)

IMAGEM: MEDAV (Software Defined Intelligence Architecture – SDIA® – para saber mais a respeito em pdf  publicado em inglês, clique aqui)

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Corsario137
Corsario137
7 anos atrás

E o valor do contrato, não divulgaram?