Home Exército Brasileiro Opinião: A luta contra fantasmas

Opinião: A luta contra fantasmas

3427
100

Existem várias comissões para fiscalizar a intervenção e poucas articulações para cooperar com o Exército

Por Fernando Gabeira

Outro dia, chamaram-me de general num desses blogs. Não me importo: são os mesmos de sempre, como diria um personagem de Beckett, depois de apanhar. O ponto de partida é minha visão positiva sobre o papel do Exército no Haiti. O que fazer? Estive lá duas vezes, vi com os meus olhos e ainda assim sempre consulto o maior conhecedor brasileiro do tema, Ricardo Seitenfus.

Não estive com o Exército apenas no Haiti. Visitei postos avançados de fronteira da Venezuela, junto aos yanomamis, em plena selva perto da Colômbia. Vi seu trabalho na Cabeça do Cachorro, no Rio Negro, cobri o sistema de distribuição de água para milhões de pessoas no sertão do Nordeste.

Não tenho o direito de encarar o Exército com os olhos do passado, fixado no espelho retrovisor. Além de seu trabalho, conheci também as pessoas que o realizam.

Nesse momento de intervenção federal, pergunto-me se o Exército para algumas pessoas da esquerda e mesmo alguns liberais na imprensa, ainda não é uma espécie de fantasma que marchou dos anos de chumbo até aqui, como se nada tivesse acontecido no caminho.

Alguns o identificam com o Bolsonaro. Outro engano. Certamente existem eleitores de Bolsonaro nas Forças Armadas como existem na igreja, nos bancos e universidades. Mas Bolsonaro e o Exército não são a mesma coisa.

Existem várias comissões para fiscalizar a intervenção. Ótimo. Isso é democracia. Mas existem poucas articulações para cooperar com o Exército: isso é miopia.

Houve um certo drama porque os pobres foram fotografados por soldados. Quem dramatiza são pessoas da classe média que vivem sendo fotografadas, na portaria de prédios, na entrada de empresas. Por toda a parte alguém nos filma.

Há uma lei especifica sobre identificação. É razoável discutir com base nela. Mas é inegável também que os tempos mudaram. Na Europa e nos EUA por causa do terrorismo, aqui por causa da violência urbana.

Não se trata de dizer sorria, você está sendo filmado. É desagradável e representa uma perda de liberdade em relação ao passado. Mas expressa um novo momento.

O Ministro Raul Jungman tomou posse afirmando que a sociedade do Rio pede segurança durante o dia e à noite consome drogas. É uma frase muito eficaz em debates e artigos. Creio que apareceu até no filme Tropa de Elite.

Na boca de um ministro, que considero competente, merece uma pequena análise.

Parisienses, londrinos, paulistas e nova-iorquinos também consomem droga, suponho. No entanto não existem grupos armados dominando o território urbano.

Se isso é verdade não é propriamente a abstinência que tem um peso decisivo, mas sim a presença do Estado que garante uma relativa paz, apesar do consumo de drogas.

Núcleos de traficantes deslocaram-se para o roubo de cargas porque o acham mais rentável. É impossível culpar os consumidores de geladeiras e eletrodomésticos não só porque é uma prática legal.

As milícias pouco se dedicam ao tráfico de drogas. Vendem segurança, butijões de gás e controlam o transporte alternativo. São forças de ocupação.

Campanhas contra o consumo de drogas, nessa emergência, têm uma eficácia limitada, apesar de suas boas intenções.

Mas assim como há gente que vê um exército fantasma, perdido nas brumas do século passado, pode ser um erro mirar no consumo de droga e perder de vista a ocupação armada do território.

Uma das frases mais interessantes no Terra em Transe de Glauber Rocha é quando o personagem diz que não sabe mais quem é o inimigo.

Há tantos combatendo exércitos fantasmas ou investindo contra moinhos que é sempre bom perguntar: afinal, qual é o foco?

*Fernando Gabeira é jornalista e ex-deputado federal

FONTE: O Globo

100 COMMENTS

  1. Gabeira, há algum tempo ao meu sentir, vem mostrando a lucidez e a maturidade que se esperam das cãs, antes tão negras quanto as ações do passado, ao asseverar com todas as letras em uma sabatina na Folha de São Paulo “que é um erro considerar que a militância dele e da presidenciável Dilma Rousseff (PT) em grupos armados durante a ditadura militar (1964-1985) visasse a redemocratização do país. (…) Todos os ex-guerrilheiros dizem que estavam lutando pela democracia. Mas se você examinar o programa que tínhamos naquele momento, queríamos uma ditadura do proletariado. Esse é um ponto de separação do passado. A luta armada não estava visando a democracia, ao menos não no seu programa”

    Esse texto agora tem o mesmo tom desconcertante, para as esquerdas ideológicas, do reexame da verdade … Parabéns ao autor, mais uma vez.

  2. O próprio Gabeira já revelou a farsa desse pessoal que estava a serviço da união soviética e que hoje se fazem de vítimas e coitados que lutavam pela democracia, nunca vi os soviéticos estabelecendo uma democracia em lugar nenhum e ainda tem ditaduras que eles criaram que dura até hoje.

    https://www.youtube.com/watch?v=OltmSPIcJu0

  3. Seguindo o raciocínio, hoje na Goebbelsnews estavam os “especialistas de coisa nenhuma” (todos cariocas) falando sobre a atuação do EB, como se os militares fossem “marcianos”, e não fossem cidadãos do Rio como eles. Sempre fazendo referência aos anos do regime, como se a intervenção fosse um “perigo à democracia”. Deu nojo…

    • O curioso é que muitos do efetivo do Exercito e da PM sairam das mesmas favelas onde seus conhecidos viraram traficantes. Por que ? Por que pessoas criadas nas mesmas situações tomam rumos diferentes ?

  4. “Parisienses, londrinos, paulistas e nova-iorquinos também consomem droga, suponho. No entanto não existem grupos armados dominando o território urbano.”
    ———
    O texto é bom mas discordo desta colocação. A situação de São Paulo é diferente da do Rio mas mesmo assim essa cidade sofre com o PCC que é financiado pelo tráfico de drogas. Não conheço a situação das cidades estrangeiras mas elas certamente possuem seus problemas derivados do consumo e tráfico de entorpecentes.
    ———-
    Postarei aqui um vídeo do Bernado P. Küster publicado em setembro do ano passado. Sobre a relativização do consumo de drogas.
    https://youtu.be/EFtPLNiyiVg

  5. Bom artigo.
    No fundo do poço que é a política brasileira, Gabeira está acima da média em termos de inteligência e certa coerência de ideias. Mas já fez umas maracutaias com passagens aéreas e verbas indenizatórias, ou seja, está no mesmo patamar ético que uns 99% dos políticos eleitos.
    .
    Gustavo, o Gabeira não disse que essas cidades não tem problemas com criminalidade relacionada ao consumo de drogas. Disse apenas que não existem grupos armados que dominam o território urbano. Você não tem imagens de SP com um bando de criminosos andando livremente com fuzis em favelas sem serem incomodados pela polícia.
    Claro que tem criminosos com fuzis, mas eles não dominam o território.

  6. Gabeira é uma das poucas vozes lúcidas da esquerda brasileira.
    Foi um dos primeiros, ainda nos anos 70, a prever um processo de abertura e foi muito execrado por isto.
    Muitos esquerdistas que defendem a libertinagem sexual ainda se referem à sua sunguinha de crochê com rancor. Ou inveja.

    • Delfim, veja o vídeo do Eduardo Jorge, que explica com seriedade que o que eles queriam mesmo era e que o socialismo já virou religião e que fez até cosias piores que os militares.

  7. Achei a comparação dos consumidores de drogas com os compradores de geladeira a maior cretinice. Independente do meu ponto de vista pessoal – acho que a galera deveria ter liberdade para injetar gasolina na veia, contanto que não venha a usar o SUS depois – o fato é que não tem forma legal deadquirir droga no Brasil. Se você, para atender seu vício, subsidia o crime organizado você é sim parte do problema. Achar que uma pessoa que compra um eletrodoméstico subsidia o crime porque roubam a carga é apenas um sofisma vagabundo.
    O que fica mais claro é a tentativa de igualar os que depreciam o papel do exército com os que vêem o consumo de drogas como um apoio ao crime organizado. Não caio nesse papo demagógico.

  8. Gabeira não está preocupado como esse texto vai repercutir junto ao Exército, os leitores dessa pagina e com a mídia, ele está se dirigindo aos seus co-irmãos da esquerda caviar, que falaram até agora o óbvio.

  9. Texto e opinião impecável do Sr Gabeira. Por sinal, considero esse senhor um dos poucos esquerdistas que evoluiu, amadureceu e finalmente percebeu que o muro caiu e toda uma visão ideológica perdeu sua forma e sua essência.
    Temos hoje o esquerdismo como apenas uma birra adolescente, uma mania infantil de defesa de “causas” e proselitismo de botequim.
    O sr. Gabeira expõe de maneira lúcida o fetiche (ou trauma, como queiram) que muita gente ainda cultiva pelas forças armadas. E o que vemos diariamente na imprensa são sofismas, acusações, ofensas, teses esdrúxulas e discursos pueris de quem vive num mundinho asséptico,insípido e inodoro (nem tanto) de devaneios e delírios.
    Falou em Exército na rua, falou em “golpe”.
    No entanto, essas pessoas esquecem que esses últimos 15 anos curiosamente marcaram a ascensão de facções criminosas alimentadas por omissão, desídia, incompetência, descaso, venalidade e muita conversa fiada. Nasceram e cresceram por inércia e inação dos governos “populares”, vejam só!!!
    Hoje temos cidadãos de todas as classes sendo abatidos, chacinados e executados em plena luz do dia. Temos grupos criminosoes que determinam regras e procedimentos em várias localidades. Quem não obedece, é eliminado.
    Décadas de “justiça social”, “defesa dos pobres” e “igualdade” nos trouxeram a essa barbárie moderna.
    Aí, quando tenta-se enfrentar a situação dramática e insana em que vivemos, esses palermas do bom-mocismo vem com suas teses de boteco e interpretações pueris da realidade!
    Afinal, esse povinho nunca vai largar dessa mania de fumar escondido?

  10. “Temos hoje o esquerdismo como apenas uma birra adolescente, uma mania infantil de defesa de “causas” e proselitismo de botequim.”

    Se vc chama a luta contra uma sociedade extremamente desigual, a defesa por uma sociedade onde os direitos individuais e coletivos sejam respeitados, o fim dos preconceitos e a defesa do meio ambiente – só pra citar algumas das bandeiras do “esquerdismo” – de “apenas”, sim, é isso. Aliás, mesmo entre parte da direita, a mais liberal em relação as liberdades individuais, algumas dessas bandeiras são comuns (o voto universal já foi visto como radicalismo de esquerda, por exemplo).

    Aqui costuma-se colocar, muitas vezes, as diversas vertentes de esquerda no mesmo “balaio” (fora a galera alucinada que acha que Nazismo é esquerda porque fala em socialismo ou porque o NSDAP falava em trabalhadores). Existem correntes da esquerda que NAO sao comunistas e que propõe um diálogo com a sociedade, sendo, portanto, democratas. O que as difere das correntes de direta mais moderadas é, muitas vezes, o COMO se alcançar essa sociedade mais desenvolvida E MENOS DESIGUAL!

  11. Esse Luciano deve usar fraldas ainda, não é possível que ele não perceba que todas as “bandeiras da esquerda” são meios para justificar o fim, que é a tomada e perpetuação de poder.

  12. Eu não voto no PT há uns 10 anos e nunca votei no psol, PC do b e outros, mas, desculpa, Leonardo, quem está falando bobagem é vc. Toda generalização é burra e injusta.
    Teríamos chance de ser um país mais desenvolvido se debatessemos as propostas independente de qual partido proviessem.
    Nada impede que o psol venha com uma proposta que seja boa.
    Ignorante é o sujeito que diz “se a idéia veio do pt eu sou contra” sem sequer ter visto qual é a idéia.
    O mesmo vale para o esquerdista tacanho que diz “se a idéia vem do DEM eu sou contra” sem ter analisado a ideia.
    Honestamente, eu acho muito mais nocivos os partidos que não tem ideologia alguma. Os partidos q vivem de mamar nas tetas do governo, independente se quem esteja no poder. Exemplo: PTB, que deu origem ao mensalao do PT e agora está envolvido em falcatrua no ministério do trabalho do Temer.

  13. Meu comentário foi retido. Enfim, está no site do PSTU: “À exceção dos dirigentes bolcheviques, para os demais autores no espectro da esquerda a diferença fundamental são os meios para mudar dada realidade social, não os objetivos de longo prazo.”

  14. Parecem ser palavras verdadeiras (sem sarcasmo), mas em ano eleitoral e sabendo como é nossa politica, lobos transvestidos de ovelhas, e principalmente sabendo que o povo em sua maioria apoia as acoes do exercito, me parece oportunismo…como disse pode ser verdade, mas nao me pega mais…

  15. A esquerda nunca lutou e nem nunca lutará para reduzir desigualdade…

    aliás minto…

    A esquerda nivela a todos não membros da casta partidária por baixo, simples assim..

    Defender esquerda, relativizar ou contextualizar é mau caratismo do mesmo jeito.

    Na Venezuela temos o socialismo implantado com sucesso inegável.

    Os irmãos Castro já são parte dos homens mais ricos do mundo, mais hora menos hora o Maduro vai entrar no mesmo ranking.

  16. Luciano 2 de Março de 2018 at 22:57
    Quem falou em o queimar? Quem o chamou de terrorista? Aponte nomes, ou então sou forçado a assumir que essas acusações são fruto da sua imaginação. Não invente um espantalho para depois bater nele, pois quem sabe pensar irá perceber que o senhor inventou tais insultos para se fazer de vítima e produzir a sensação de que você está correto.

    Não há “tilt” algum. O Sr. Gabeira usou sua mente e seu raciocínio para chegar numa conclusão lógica, e por isso os diversos elogios dos colegas ao seu texto. Logo ele, que teria todos os motivos pessoais do mundo para odiar o Exército, de forma justificada ou não. Bastaria você utilizar a sua capacidade lógica e agir de forma condizente, sem esses escândalos contra insultos fantasmagóricos.

    Por fim, você fala que a esquerda propõe “a defesa por uma sociedade onde os direitos individuais e coletivos sejam respeitados”. Você já leu algo sobre a URSS? Sabia que lá, se você criticasse o regime, era morto? Não lê os noticiários sobre Cuba ou a Coréia do Norte? Tudo o que você diz é lindo, mas não é aplicado por governos esquerdistas justamente por eles não fazerem o que o Gabeira fez nesse texto: raciocinar de forma lógica e inteligente, sem deixar se levar por sua ideologia. Talvez você devesse fazer o mesmo.

    Enfim, os “intelectuais e artistas” brasileiros se mostram, mais uma vez, inimigos do povo brasileiro. Não há motivos diretos para ser contra essa intervenção, exceto se for considerada que a presença das FA nessa operação é incompatível com seu propósito, e que isso devesse ser feito pelas polícias. Além desse caso, reclamar de moradores serem fotografados num cenário de guerra é cegueira seletiva e desonestidade intelectual, típico de um grupo que repetidas vezes se mostrou a favor do pior para a população, e contra o melhor.

    Eu só passarei a criticar essa intervenção se ela se mostrar falsa, ou seja, somente para criar uma sensação artificial de segurança. Se as forças federais não entrarem para resolver o problema do RJ (e eu temo que é o caso), então o povo inevitavelmente deixará de respeitá-las como instituições.

  17. Ele não fez elogio algum, muito embora vindo de quem veio nos cause surpresa ele apenas reconheceu o trabalho dos militares já que os lugares que ele cita não há qualquer outra representação do estado brasileiro além o EB.Quem fala mal do exército é certamente um militante lunático de esquerda ou não conhece de perto o trabalho desempenhado pelos militares sobretudo na fronteira, em alguns dos PEFs, as salas destinadas a diversos órgãos e instituições permanecem vazias todo tempo, IBAMA, PF, RECEITA e nem mesmo a FUNAI nao estão presentes, é o exercito o tutor e o guardião dos rincões desde pais, seja pelo Braço Forte, Seja pela Mão amiga….O EB é a única representação e atuação física do estado brasileiro, o único mostrar a garimpeiros, índios, guerrilheiros e desordeiros que há um país chamado Brasil e que ele (Exercito) os representa e o defende, apesar de todo descaso desta nação para com esta instituição.

  18. Tem que moralizar o Rio de janeiro pois bandido não é nem de esquerda e nem de direita,ele é um mercenário do crime,o mau não reconhece direitos.A População das favelas alguns são vitimas e outros coniventes infelizmente,uns por medo outros por simpatia.O EB vai fazer um trabalho bom para a sociedade como um todo,mostrando os valores que devamos cultivar.Por favor esqueçam a Ditadura militar isto é passado.

  19. Daglian 3 de Março de 2018 at 7:16

    Daglian, bom dia. Fui eu que disse, meu nome está lá, nao citei o nome de ninguém. Minha imaginação é muito boa, mas nao sou irresponsável. O x que essa briga de torcida que existe entre “esquerda e direita”(especialmente na internet) rotula tudo e esquece que existem diferenças dentro das ideologias políticas de um lado a outro. Neste sentido é q indico o “tilt”, pois, para muitos aqui, dado o histórico de Gabeira e visao de que quem é de esquerda (ou direita, dependendo de quem olhe) é simplesmente um desmiolado, manipulável ou mesmo “usa fraldas” como o Leonardo colocou, isso só para citar os aspectos mais brandos. Essa onda de ódio polarizado é péssima para uma análise limpa dos fatos e para o progresso da nação. Daí, de um lado a outro, a intervenção ser vista ou como o retorno da Ditadura ou o fim da violência e do crime organizado no RJ, dependendo de quem observe.

    Vc me pergunta se eu já li sobre a URSS, eu devolvo, vc já leu algum dos trabalhos acadêmicos que eu escrevi? É verdade que nesses países houve ditaduras sangrentas e absurdas, mas como te disse, a esquerda tem outras vertentes para além no marxismo, assim como a direita tem outros aspectos para além do fascismo.

    Quanto a intervenção, algo precisava ser feito e dada toda a situação do RJ talvez somente as FFAA tivessem condições de agir com alguma eficiência como insituição. Contudo, nao se pode esquecer qual o cenário político em que as FFAA foram jogadas. É ingenuidade achar que o grupo político que está ai nao fez isso para obter ganhos dentro dessa lógica podre que norteia boa parte da política brasileira. Só que existe uma cadeia de comando e gostando ou nao O EB a obedeceu. Como Gabeira fala, muita coisa mudou (embora continue a existir as permanências e isso é natural na história). O EB está agora com a batata nas mãos…dando tudo certo – e tomara que dê! – o grupo político vai tentar levar os louros, se nao der vão jogar a culpa na instituição.

  20. Infelizmente uma operação política para angariar votos para a eleição presidencial de 2018. O EB sendo usado como bucha de canhão, inclusive com a opinião publica. Que eu esteja errado, e que dê certo, do geito que está não dá mais.

  21. O texto é muito bom.
    Tem algumas comparações equivocadas, opinião pessoal do autor, mas no geral é ótimo.

    Faz tempo que o Gabeira deu uma “endireitada” em suas posições políticas.
    Não que tenha deixado de ser de esquerda. Até pelo seu passado, é impossível “virar a casaca”. Mas hoje ele está muito mais próximo ao “centro” político do que a esquerda propriamente dita.

    E o “centro” nada mais é do que o cara que sabe que a ideias de esquerda são malucas e completamente inexequíveis. Mas também não quer aceitar todo o “pacote” da direita.

    É normal acontecer isso, os casos de antigos socialistas que hoje são de de direita são famosos.
    Alguns inclusive se tornam ferozes opositores da antiga doutrina.

    Tancredo Neves chegou a justificar seu afastamento da esquerda com a famosa frase “Quem não é socialista aos 20 não tem coração, e quem continua socialista aos 40 não tem cérebro”.

    Sempre tive muito cérebro e pouco coração… 😀

  22. Este é um blog frequentado majoritariamente por pessoas de direita. Todo mundo entra aqui para avacalhar a esquerda.
    Naturalmente, existem blogs e sites frequentados majoritariamente por pessoas de esquerda, que lá entram para avacalhar a direita.
    E sabe quem mais ganha com isso? Justamente as lideranças corruptas e salafrárias dos partidos brasileiros. Essa guerrinha direita x esquerda beneficia esses criminosos.
    O sujeito que é de esquerda bota um capuz na cabeça e não enxerga a roubalheira que se desenrolou no governo do PT, enquanto brada contra a “direita fascista”.
    E o sujeito que é ou virou de direita veste antolhos e, enquanto prega “morte aos comunistas” (coisa meio anos 50), não vê que os políticos da sua direita estão metidos em escândalos semelhantes.
    Por isso, continua havendo apoio fanático para os dois lados.
    Mas tem algo ainda pior. Alguém aqui sabe dizer o que é o PMDB? Ou o PTB, PP, PRB, PSC? São de esquerda ou de direita?
    Como eles não são nada, são apenas governo, passam ilesos por essa guerrinha de criança. E perpetuam seus esquemas sórdidos independente se o governo é de direita ou de esquerda.
    O PP fazia parte da base dos governos Lula e Dilma e teve mais deputados acusados de corrupção do que o próprio PT. Hoje o PP faz parte da base do Temer, e está tudo de boa. Ninguém tem ojeriza ao PP porque ele não é de esquerda ou de direita, apesar de tudo o que já fez.
    Mesma coisa o PTB. Compunha a base dos governos do PT. Quando viu que o barco da Dilma ia naufragar, foi para o lado do PMDB, PSDB e DEM. O deputado Jovair Arantes foi o relator do impeachment. Hoje, é apontado como o líder do esquema de corrupção do ministério do trabalho do Temer.
    Essa é a política brasileira. É necessária uma profunda reforma política.
    Mas já que eu vim aqui e relativizei as coisas, devo ser mau caráter.

  23. Coisas engraçadas que se observa:
    O mesmo sujeito que baba ovo dos equipamentos militares da extinta URSS posa de anticomunista e afirma que a esquerda não é capaz de desenvolver nada de bom.
    Em muitos casos, é o mesmo sujeito que sonha em ver o Brasil sendo uma potência como a CHINA, mas acha que a esquerda só serve para arruinar as nações.
    Já o indivíduo de esquerda fica arengando contra os EUA, mas sonha em ir para a Disney. Chama quem é de direita de fascista, mas quando alguém não apoia sua ideia, age como… fascista.

  24. Daniel Ferreira, as pessoas não têm a mesma ojeriza aos partidos que você citou porque, diferentemente do PT, nenhum deles passou 30 anos posando de paladinos da ética e moralidade.

    Como você mesmo disse, uma reforma política eliminaria esta quantidade enorme de partidos inúteis e concentraria o jogo político em poucos partidos com ideologia clara.

    O problema é quando você aponta a corrupção de outros partidos para tentar pôr o PT no mesmo nível deles. Não acho que isto seja correto, porque nenhum deles ficou 15 anos no poder.

    No segundo post, você novamente compara coisas que não são possíveis de serem comparadas por igual. Uma pessoa pode ser contra o comunismo e a URSS e ao mesmo tempo admirar a capacidade bélica dos russos. Ou não pode? Onde está a incoerência nisso?

  25. A incoerência está em qualquer fanatismo. Se a pessoa tem plena certeza que o esquerdismo leva inabalavelmente ao fracasso, ficar invejando a China não é um pouco incoerente?

    O PMDB está há muito mais tempo no poder do que o PT. Era base do governo do Fernando Henrique, depois do Lula e da Dilma e agora do Temer.
    Assim como ele, diversos outros partidos eram aliados ao PSDB, depois passaram para o lado do PT por conveniência e agora mais uma vez migraram para junto de quem está no poder.
    Se formos analisar bem, esses partidos estão há mais tempo no poder do que o PT, sempre ocupando ministérios e ditando os rumos da política. E da bandalheira.

  26. Veja bem: eu não sou eleitor do PT. Não votei nas últimas eleições e não votarei de novo.
    O que estou querendo dizer é que nas entranhas da política brasileira ocorrem coisas tão ou mais escabrosas do que os escândalos envolvendo o PT.
    Partidos que hoje escapam da guerrinha esquerda x direita são, a meu ver, o principal câncer do país. Passam despercebidos por serem anômalos (não terem ideologia definida), sendo que são justamente eles que, entra e sai governo, estão ocupando cargos e ministérios e dividindo parte do butim.

  27. Luciano 3 de Março de 2018 at 0:53
    “Se vc chama a luta contra uma sociedade extremamente desigual, a defesa por uma sociedade onde os direitos individuais e coletivos sejam respeitados, o fim dos preconceitos e a defesa do meio ambiente”

    1) Não existem seres humanos iguais. A única forma de igualar seres humanos é pela violência. Vc admite usar violência contra pessoas pacíficas, o que é imoral e antiético. 2) O que vcs consideram direito é subjetivo. Mudam o tempo todo com fins políticos. Não existe direito coletivo. 3) Preconceito é uma simplificação da realidade. Ele é vencido quando confrontado com ela. Dizer que irá dar fim ao preconceito é dizer que irá eliminar a humanidade. 4) A esquerda jamais defendeu o meio ambiente. Todas as supostas bandeiras atuais são baseadas em falácias sem comprovação científica. A defesa ao meio ambiente que vcs fazem levará a destruição do planeta.

  28. Daniel Ferreira 3 de Março de 2018 at 13:58
    “Se a pessoa tem plena certeza que o esquerdismo leva inabalavelmente ao fracasso, ficar invejando a China não é um pouco incoerente?”
    O crescimento da China ocorreu com abertura do mercado. O comunismo só trouxe miséria. Ou o país se abria ou acabava.

  29. Leonardo 3 de Março de 2018 at 13:47
    “Em muitos casos, é o mesmo sujeito que sonha em ver o Brasil sendo uma potência como a CHINA, mas acha que a esquerda só serve para arruinar as nações.”
    Chineses eram miseráveis até o fim da década de 90. Milhares de pessoas morriam de fome todos os anos. Abriram o mercado para os próprios chineses e estrangeiros e agora vc argumenta que o comunismo deu certo? Não, é a prova de que ele fracassou.

  30. Daniel Ferreira 3 de Março de 2018 at 13:05
    “E o sujeito que é ou virou de direita veste antolhos e, enquanto prega “morte aos comunistas” (coisa meio anos 50), não vê que os políticos da sua direita estão metidos em escândalos semelhantes.”

    Gentileza me enviar o link do grupo de direita que apoia Temer e cia. Ou que alguém foi perseguido pela polícia. Roubou tem que ser preso. Enquanto isso, o pessoal do PT faz carreata pro Lula.

  31. Opa, na verdade quem disse aquilo foi o Daniel Ferreira, não o Luciano.

    Li errado, sinal de que é hora de parar a cervejinha de sábado. rs

    Zeabelardo, concordo com tudo que você disse.

  32. Perdão.

    Onde se lê Leonardo “3 de Março de 2018 at 13:47”
    é “Daniel Ferreira 3 de Março de 2018 at 13:14”

    A propósito, parabéns pelo seu comentário.

  33. Zé Abelardo citou um ponto interessante, a evolução na China mostrou que o comunismo fracassou….
    Como os EUA devem estar arrependidos disso, devem ter saudades do tempo em que o maior problema da China comunista era conseguir um mínimo de comida para seu povo não passar fome.

  34. As pessoas não entendem que o tráfico de drogas não vai deixar de existir em nenhum lugar do mundo, mesmo na Indonésia que assassinou dois brasileiros e outros traficantes algemados com tiros na cabeça o tráfico acaba, isso só serviu para o Pres. ganhar mais votos dos radicais.
    Agora mesmo apreenderam na Indonésia um barco de Taiwan com bandeira falsa de Singapura com grande quantidade de drogas, a máfia taiwanesa domina o tráfico em algumas regiões da Asia, mesmo com as pesadas penas aplicadas na região.
    Perguntei a um amigo chinês que morava e ainda tem família em Macau se a situação piorou muito para eles depois que a China tomou conta do local, para minha surpresa ele disse que melhorou, pois antes quando ele era jovem as ruas eram controladas por gangues de grupos armados como no Brasil hoje, mas agora isso acabou, o crime dos mafiosos ainda existe por baixo do pano, mas as ruas estão limpas, ninguem mais ousa exibir uma arma.

  35. Walfrido Strobel 3 de Março de 2018 at 16:15

    Capital internacional não liga pra onde o lucro vem. Não estão nem aí pro Trump ou pro Xi Jinping. A era dos estados nacionais acabou. Existem três grandes projetos políticos no mundo e todos eles levam ao fim do estado nacional.

  36. Se a China não é mais comunista porque abriu o mercado, porque estamos preocupados com o PT? O PT então também não é comunista. Jamais pretendeu fechar o mercado (pelo contrário, se mancomunou com grandes empresários).
    É o velho raciocínio ideologicamente contaminado. Se está dando certo, não é mais comunismo. E aqui, o que nunca foi nem de perto comunismo, passa a ser porque está dando errado.

    Na verdade, o comunismo já morreu há muito tempo. Só na cabeça de quem vive na década de 50 ainda existe esse conflito capitalismo x comunismo. E aqui no Brasil pensar isso é ainda mais ridículo. Não existe rigorosamente nenhum partido de esquerda com 0,1% de chance de assumir o poder que defenda a implantação daquele comunismo dos livros de escola, com economia planificada, coletivização dos meios de produção etc.
    O PT adotou como política (no meu ponto de vista de forma equivocada) privilegiar os campeões nacionais – grandes empresas que tinham potencial de expansão aqui e no exterior. Onde que isso é coletivizar os meios de produção???

    Eu volto a insistir. O problema mais sério do país não é a existência de partidos de esquerda. É a corrupção que contamina TODOS os partidos, é o sistema político que não funciona.
    Não adiantaria eleger um presidente de extrema direita (se isso for solução para alguns daqui), porque para governar ele vai ter que se aliar aos mesmos PMDB, PP, PTB, PRB de agora.
    Mas tem gente aqui tão bitolada, que qualquer coisa que seja dita diferente de “morte ao PT” significa apoio ao PT.
    “Ah, você está falando mal do sistema político ou do presidencialismo de coalizão para acobertar os mal feitos do PT”. “Ah, você criticou os partidos sem ideologia definida, para defender o PT”.

    Outro dia alguém escreveu, não nesse tópico, num outro sobre a intervenção federal, que a Rede Globo era de esquerda, pois fazia matérias contra o racismo (sim, foi exatamente essa a palavra usada). Então quer dizer que quem é de direita precisa ser racista?!
    Esse é o tipo de alucinação que está se espalhando.

  37. Eu volto a insistir. O problema mais sério do país não é a existência de partidos de esquerda. É a corrupção que contamina TODOS os partidos, é o sistema político que não funciona.
    ………………………
    Na minha visão o problema é que todos os partidos brasileiros são de extrema-esquerda ou esquerda (PP, PSDB, PMDB, PT etc…), é quase um corrente totalitária no país, nada anda fora disso, o país está fechado em prol desses grupo polític0-empresariais.Tão verdade que o movimento é tão forte aqui na região que criaram o FORO DE SP, uma organização supranacional com o intuito de impor governos de esquerda em toda a amárica latina.
    Justamente por isso eu tenhouma avaliação de que suas análises são bem simplistas em relação a realidade, não se trata apenas de corrupção, mas sim de uma corrente política com o intuito de degradação nacional, os movimento de direito e consevadores só surgiram na internet em 2013, até o 2013 as pessoas tinham vergonha de dizer que eram de direita ou conservadoras, era quase um palavrão dizer que era de direita. O Brasil chegou em um nível tão ruim socialmente que muitos brasileiros acreditam que grande empresário é contra elevados impostos (grande empresário ama altos impostos…pois mata toda a concorrência, tão verdade que nos EUA os mais ricos do mundo defendem abertamente os aumentos de impostos), juros elevado é culpa de banqueiro (não é culpa do desequilibrio econômico, especialmente dos setores públicos), que o PSDB é de direita (agenda inteira do partido é liberal ou de esquerda), que Hitler era de direita (justamente o Hitler que defendia o exterminio do empresariado, controle da mídia, fim da igreja, fim do conservadorismo, era do partido Socialista Alemão, cheio de bandeiras VERMELHAS, defendendia o fim da sociedade de classes, enfim defendia o controle supremo do estado em cima das pessoas, o Estado era maior que qualquer coisa…esse é o sujeito que em 2018 é chamado de conservador e de direita), pensamento que o Estado deve “proteger” as pessoas (as Constituições nacionais existem exatamente para proteger as pessoas do ESTADO, quem estuda direito constituicional sabe disso, os partidos venderam a ideia exatamente oposta da realidade e dezenas de milhões de brasileiros acreditam nisso)…um conjuntode aberrações.
    O Brasil está sendo vítima de uma corrente totalitária de PENSAR, desde as escolas, passando pelas universidades (TODAS), pela mídia jogando esse “pensar” diariamente, indo pela igreja, pelas grandes empresas, TODOS pregam a mesma linha…é um movimento contínuo.
    A mídia brasileira inteira é de esquerda, a Globo, UOL, Folha de SP, BBC Brasil e todos os blogs sujos de esquerda, não há 1 de direita ou conservadorismo.
    O pais desde os anos 80 não está sendo apenas vítima de CORRUPÇÃO, o problema é muito, mas muito maior, os caras quebraram a economia do país (em termo líquidos, após retirar a inflação do período, a divida pública brasileira foi TRIPLICADA em apenas 14 anos); milhões de empresas fecharam; renda das pessoas caiu; poder de compra caiu; fecharam o mercado; milhões de empresas faliram; milhões perderam o empregos; milhões tem nivel superior ganhando 1000 reais por mês; estão vendendo estatais com total direcionamento de países alinhados politicamente (China comprando o Brasil, semana passada levaram o porto de Paranagua, houve um churrasco em Brasília para executivos chineses, exatamente igual a Dilma fez após os chineses levarem 52 bilhões em contratos com o Governo federal petista); a violência explodiu no país; as pessoas mal-educadas e sem bons valores; as cidades imundas; loteram todos os setores, só faltou lotear as FORÇAS ARMADAS e parte do judiciário e resquiscios de pessoas de direita e conservadores, todo o RESTO das pessoas ou não tem a menor noção do que está acontecendo no país ou são de esquerda.
    Curiosamente no Brasil a agenda cultural da esquerda é maciça, ser contra-cultura em alguns países do mundo é ser “esquerda”, no Brasil, ser contra-cultura é ser conservador.
    Tem um livro mutio bom que sintetiza um pouco a situação do país: Pare De Acreditar No Governo – Por Que Os Brasileiros Não Confiam Nos Políticos E Amam O Estado do Bruno Garschagen.
    Mostra o quanto o brasileiro repete um conjunto de coisas, mas no fim sonha com algo totalmente diferente. Mostra como esse tipo de “pensar” é intencional da classe política para minar o setor público e perpetuar os “””líderes”””
    A mídia bombardeia os setores públicos, destrói a classe política e os valores democráticos, não dá espaço para pensamentos diferentes, ataca pessoas que ameaçam ocupar os cargos públicos, recebem 2 dezenas de bilhões de reais por ano (quase 1/3 do orçamento federal de educação para “publicidade institucional”) para fazer esse trabalho sujo. No últimos anos o problama ficou ainda mais evidente com os sites sujos do PT, sites que receberam mlhões de reais do Governo…é uma máquina estatal em prol das classes políticas.
    A mídia faz o trabalho sujo de afastar a parte boa da sociedade da política, na cabeça de 200 milhões de brasileiros ser políticos no Brasil, participar de foruns coletivos, ser próximo das discussões é sinônimo DE CORRUPÇÃO, você automaticamente é visto como um potencial corrupto, todos os brasileiros sentem isso, TEM ESSE SENTIDOMENTO…ninguém confia nos políticos, o problema é tão grave que milhões de brasileiros ODEIAm servidores públicos (EU MESMO QUANDO DIGO QUE SOU SERVIDOR PÚBLICOS TENHO QUE ESCUTAR: ENTÃO NÃO FAZ NADA NÉ…GANHA BEM E TRABALHA POUCO, DÁ PARA ROUBAR?)…querem um exemplo melhor do que os atores e jornalistas da Globo, Uol e Folha de SP, assim como a mídia inteira de blogs do PT atacando o EXÉRCITO BRASILEIRO dia e noite após essa intervenção? A mídia está fuzilando os militares todos os dias nos jornais, minando a credibilidade do exército Brasileiro…fazem uma salada de frutas na cabeça das pessoas para impor uma forma hegemônica de pensar, a forma deles de pensar. Sabe para que isso?
    Manter o “status quo”, deixar do jeito que está…igual a Globo atacando a corrupção (vai que cola), uma das empresas mais corruptas do país perguntando para as pessoas O QUE VOCÊS ESPERAM DO BRASIL? deixando e mantendo o poder da classe política que jamais deixou de mamar nas tetas e que continua e que continuará com Temer e pós-Temer.
    O Brasil que já vinha mal desde os militares, afundou de vez após 1985.

  38. “Se a China não é mais comunista porque abriu o mercado, porque estamos preocupados com o PT? O PT então também não é comunista. Jamais pretendeu fechar o mercado (pelo contrário, se mancomunou com grandes empresários).”

    A China é um sistema que se reformou para não implodir. Contudo, continua mal como sempre foi. Quando os chineses atingirem um certo padrão de vida, vão querer mais do que um IPhone. Vão querer o direito de ir e vir, de ir a Igreja, de falar o que pensam e ter quantos filhos quiser. Coisas proibidas hoje.

    Grandes Empresários gostam e sempre gostaram de socialismo, pois é a oportunidade de viver nas costas do estado sem ter que arriscar. Em todas as sociedades socialistas se formou uma elite riquíssima que se aproveitava da pobreza a sua volta.

    Os problemas com todas as correntes de esquerda são:
    1) Não dá certo. Mudam, mudam, mudam… mas no final fracassam.

    2) Todas as pessoas são diferentes. A única forma de torná-las iguais é pela violência. Usar violência contra uma pessoa pacífica é antiético e imoral.

  39. Ivan BC 3 de Março de 2018 at 18:22
    Concordo, PT e PSDB são partidos de esquerda. Criaram uma aparente rivalidade para enganar os trouxas. Basta ler algum livro do FHC, Aloysio Nunes era guerrilheiro, José Serra foi fundador da Ação Popular…

  40. Delícias da China que vcs adoram:
    1) Um casal só pode ter um filho (medida relaxada hoje). Isso levou a morte de muitas meninas. Portadores de deficiência são mortos ou abandonados.

    2) Um cidadão não pode se mudar de região sem autorização do governo.

    3) A internet é bloqueada, filtrada e censurada.

    4) Igrejas devem receber autorização do governo para funcionar. A liderança é indicada pelo governo.

  41. Daniel Ferreira 3 de Março de 2018 at 13:05

    Ai que você se engana…

    quem tem corrupto de estimação é a esquerda..

    Para mim roubou tem que ir para cadeia..

    Para mim aceitou benefícios imorais mesmo que legais cai no meu conceito, mas não pode ser comparado a criminosos.

    Relativizar crime e igualar as duas situações é coisa de esquerdista.

  42. Zeabelardo 3 de Março de 2018 at 19:58

    Isto é o que vai fazer a China durar um pouco mais do que durou a URSS, mas o resultado final será o mesmo.

  43. Vc é tão inocente ao ponto de achar que o Lula iria na televisão e dizer assim: “Gente, o PT está instaurando uma ditadura no Brasil”.

    Delícias d PT bonzinho não comunista:
    1) Invasões, ameaças e violência contra agricultores produtivos e com documentação em ordem. MST é um braço do PT.
    2) Aumento desenfreado de terras indígenas que já ocupam 13% do território nacional. São cinco estados do tamanho de SP.
    3) Operação de mudança de sexo em crianças sem autorização dos pais (projeto de lei da Deputada Erika Kokay).
    4) Projeto de Lei de Criminalização da Homofobia – Sacerdote estaria impedido de pregar o evangelho e obrigado a realizar casamento homoafetivo (mudaram após gritaria da bancada evangélica).
    5) Omissão no combate ao crime organizado que se tornou nacional. “Vítimas da sociedade e tadinhos”.

  44. Daniel Ferreira 3 de Março de 2018 at 16:54
    ” que a Rede Globo era de esquerda”
    “Esse é o tipo de alucinação que está se espalhando.”

    Pautas defendidas pela rede Globo:
    1) Legalização do Aborto
    2) Legalização das drogas
    3) Falsas causas ambientais
    4) Ideologia de gênero
    5) Estado grande e babá
    6) Bandido vítima da sociedade opressora

  45. Daniel,

    Pauta da Direita:
    1) Poder criar os filhos sem o Estado encher o saco.
    2) Poder trabalhar ou empreender sem o Estado encher o saco.
    3) Poder ir ou não ir a Igreja sem o Estado encher o saco.
    4) Poder falar o que quiser sem ser censurado pelo Estado.
    5) Justiceiros sociais não se meterem na nossa vida.

  46. Vejo que você não gosta que ninguém encha o saco e se meta na vida dos outros.
    Então qual o problema se alguém quer ser gay? Não se mete na vida dele.
    Qual o problema se uma mulher que você não conhece quer fazer um aborto? Não enche o saco dela.

    A Rede Globo não é de esquerda nem de direita. Ela pensa nos próprios interesses econômicos.
    Defende, por exemplo, a reforma da previdência, que os partidos ditos de esquerda são contra. Coloca isso lá na sua lista de pautas da Globo.
    Todo dia no Jornal Nacional aparece alguém do governo ou algum economista defendendo a reforma, mas nunca alguém para fazer o contraponto. Isso só mostra que o jornalismo dito imparcial dessa emissora não é nada disso.

  47. Homossexualidade e aborto são tabus por questões religiosas.
    Se é pauta da direita, como você diz, que as pessoas tenham liberdade de ir ou não na igreja, sem o Estado encher o saco, naturalmente que quem não quiser ir na igreja e não seguir religião alguma pode livremente ser a favor do aborto ou da criminalização da homofobia, correto?

    A menos que o seu liberalismo social, econômico e religioso só seja aplicável para vc e para quem pensa igual a vc. Para os demais o Estado deve continuar forte e impor o modo de agir e pensar. Seria isso?

  48. Daniel Ferreira 3 de Março de 2018 at 21:02
    “Então qual o problema se alguém quer ser gay? Não se mete na vida dele.”

    – Não há problema algum. Existem muitos homossexuais na direita. Ser gay é um exercício de liberdade. Quem conquistou toda liberdade que temos hoje foi a direita.

    “Qual o problema se uma mulher que você não conhece quer fazer um aborto? Não enche o saco dela.”

    – É assassinato. Não te conheço, mas não quero que alguém mate vc. É a mesma coisa.

    “A Rede Globo não é de esquerda nem de direita. Ela pensa nos próprios interesses econômicos.
    Defende, por exemplo, a reforma da previdência, que os partidos ditos de esquerda são contra. Coloca isso lá na sua lista de pautas da Globo.”

    – No PSOL, que é um partidinho, existem uns cinco movimentos que não concordam em nada. A Globo pertence ao socialismo fabiano.

    “Homossexualidade e aborto são tabus por questões religiosas.”

    – Ser gay é uma opção do indivíduo. Aborto é assassinato. Quem inventou o Estado Laico na revolução francesa e na reforma protestante foi a direita.

    “Se é pauta da direita, como você diz, que as pessoas tenham liberdade de ir ou não na igreja, sem o Estado encher o saco, naturalmente que quem não quiser ir na igreja e não seguir religião alguma pode livremente ser a favor do aborto ou da criminalização da homofobia, correto?”

    – Aborto é assassinato. Opinião é um direito. Violência deve ser combatida. O projeto da homofobia criminalizava opinião. Vcs defendem governos genocidas e ninguém quer prendê-los por isso. Se alguém agride homossexual deve ser punido como qualquer outra violência.

    “A menos que o seu liberalismo social, econômico e religioso só seja aplicável para vc e para quem pensa igual a vc. Para os demais o Estado deve continuar forte e impor o modo de agir e pensar. Seria isso?”

    – Muito pelo contrário. Cada um toma conta da sua vida. O Estado mínimo só evita que as pessoas se matem (tipo aborto).

  49. Daniel Ferreira 3 de Março de 2018 at 21:02

    A pessoa pode ser homossexual sem problema algum..

    O problema é quando ela quer impor a sua homossexualidade aos outros.

    Se a Igreja que ela escolheu não aceita gays paciência, ela que procure alguma que aceita e pronto.

  50. A quantidade de gays na direita é bem grande. Eu mesmo conheço vários, inclusive um primo. Elegemos o Fernando Holiday em São Paulo com quase 50.000 votos.

    Todos os governos comunistas matavam homossexuais. Che Guevara se orgulhava disso. Hoje o Jean Wyllis se fantasia de Che Guevara e vcs usam camisas com a fuça dele.

    O adorado Putin mata homossexuais e os muçulmanos que vcs idolatram tb.

    Só naquele capitalismo liberal ocidental opressor homossexual tem cidadania.

  51. Não querem me deixar comer o meu bife, porque o boi tem direito a vida.

    Um feto humano que reage a estímulos e completamente formado, não é vida.

  52. Com certeza em uma coisa concordamos:
    4) Poder falar o que quiser sem ser censurado pelo Estado.

    Sobre o aborto, não pode ser definido de modo universal como assassinato. Simplesmente porque em muitos países ele é permitido. Se é permitido, não é crime. Exemplos de países onde o aborto é permitido: EUA, Canadá (inclusive com assistência médica do Estado), Cuba, Alemanha, Áustria, Dinamarca, Itália, Portugal, Suécia etc.

    Rodrigo, alguém tentou te impor o homossexualismo?
    Como foi? Espero que não tenha doído.
    Brincadeiras a parte, a mim nunca ninguém se dirigiu pedindo que eu virasse gay.

    • Só um detalhe, Daniel: Estados Unidos e Canadá legalizaram o aborto via Suprema Corte, e não pela via normal (Congresso/Parlamento). No Brasil, estão tentando usar do mesmo expediente.

  53. Daniel Ferreira 3 de Março de 2018 at 23:52

    Nunca tentaram me obrigar a virar gay, mas tentam impor que o homossexual tenha mais direitos que o heterossexual.

    Se você não entendeu isto problema seu, mais um esquerdista fantasiado de isentão querendo ser engraçadinho.

    O grande problema da esquerda no Brasil é o cristianismo e principalmente a igreja católica.

    Antes de qualquer coisa, eu sou ateu e tenho minha cota de problemas com todas as igrejas.

    O Papa, por exemplo, não é obrigado a aceitar uma noiva barbada ou um noivo peitudo.

    Porém o Governo tem que aceitar um casamento gay sem qualquer distinção de um hetero.

    O Governo é laico e qualquer igreja obviamente não e tem as suas regras específicas que merecem respeito.

    O aborto é permitido em lugares com nível educacional alto e mesmo assim é controverso. Aborto no Brasil e pelo SUS no Brasil vai ser um problema, fora o aumento de DST que vai disparar.

    O que a esquerda quer é farra..

    Liberdade para se drogar e liberdade para abortar quando fizer merda durante o efeito do entorpecente.

    Os movimentos negro e GLBT no Brasil são apenas joguetes nas mãos da esquerda, pois como já foi dito…Se tem coisa que os grandes ídolos da esquerda eram é homofóbicos e racistas.

  54. Nunca tentaram me obrigar a virar gay, mas tentam impor que o homossexual tenha mais direitos que o heterossexual.
    Cite um exemplo.

  55. O cara não quer que o estado encha o saco dele, mas quer que o estado proíba os outros de usarem drogas e outros de venderem drogas. Hipocrisia é yoda.

  56. Prezados,

    Não se trata de mero “tabu religioso”. Trata-se da defesa da vida desde a sua concepção; o que, no caso do Brasil, é reconhecivel por lei.

    Nascituro/feto é considerado sujeito de direitos no País ( Artigo 2º, do Código Civil ), e é CIENTIFICAMENTE reconhecido como um ser humano em formação; isto é, como uma nova forma de vida humana se formando. E em seu artigo quinto, a Constituição é clara quanto a “inviolabilidade da vida”. Ponto.

    Em verdade, penso que já estamos no máximo “tolerável”, de acordo com nossas leis, permitindo abortos de anencefalos e sob riscos a mãe.

    E eis o que deve ser entendido, antes de tudo isso: a legislação brasileira NÃO OBRIGA a criança a ficar com a mãe… Esta pode dar o filho em adoção.

    Portanto, embora hajam brechas claramente discutíveis quanto a legislação, no mínimo não existem razões legais ou morais para impedir o nascimento de crianças…

    Fora isso, é muito mais que uma mera questão cultural, moral ou filosófica. Trata-se da estabilidade da sociedade e, em última instância, da sobrevivência de um povo ( quiça da própria espécie ).

    As pessoas que nascem, grosso modo, se constituirão em nova força de trabalho. Quanto menos pessoas nascerem, menor a força de trabalho futura, e consequentemente os serviços que mantém a sociedade funcional poderão ver-se comprometidos no longo prazo.

    A manutenção de uma sociedade, de forma geral, depende de um equilíbrio delicado entre jovens e velhos. Resumindo, isso significa, por entrelinhas, que devem haver sempre mais jovens do que velhos, em uma grande proporção. E a pirâmide não pode estreitar-se, sob pena de não haver o sustentáculo para sua parte superior. E a espectativa de vida, graças aos avanços da medicina, tende a subir… Ou seja: haverão cada vez mais pessoas velhas, que irão requerer cada vez mais jovens na base para mantê-los… É inevitável. Por tanto, temos que permitir mais e mais nascimentos. Não é questão de escolha. É a sobrevivência da sociedade como a conhecemos. É isso ou aumentar absurdamente a capacidade de produção, o que considero impossível atualmente…

    Considerando toda a sorte de adversidades, a taxa de nascimento para uma perpetuação segura da raça humana e o equilíbrio fundamental de uma sociedade, foi calculada em pelo menos 2.3 filhos por casal. Poucos países chegam a essa meta hoje…

    Se não houver uma taxa de nascimentos de no mínimo 1.3 crianças por casal, então o povo e sua cultura correm risco de desaparecer no tempo de vida de uma geração. É o problema pelo qual estão passando os diversos países da Europa hoje. Caso da Alemanha, cuja taxa de nascimentos está atualmente nesse patamar. Na Rússia, calcula-se que mais de seis milhões de crianças deixam de nascer todos os anos; e o resultado: uma população que não cresce a duas décadas ( aliás, os russos iniciaram uma campanha anti-aborto ferrenha e já promulgaram legislação proibindo publicidade desse tipo )… Se continuar no atual nível, todos esses povos haverão de se extinguirem até o final desse século…

  57. Eu expressamente digo: sou favorável à total igualdade de direitos entre homens, mulheres, homossexuais, negros, asiáticos, muçulmanos etc. Sou homem e branco e reconheço que ao longo dos séculos prevaleci sobre os demais, mas não tenho medo que os outros tenham os mesmos direitos que eu. Acho justo.

    “Ah, mas querem impor o homossexualismo ou o islamismo ou sei lá o quê”. Falácia. Liberdade de expressão vale para todos. Se o sujeito quer sair por aí dizendo que ser gay é bom, é direito dele. Você segue o exemplo se quiser.

    Por isso, amigos conservadores, vamos parar com esse papo de liberalismo social e religioso. Tenham coragem de escrever o que realmente pensam.
    Não tem essa de “3) Poder ir ou não ir a Igreja sem o Estado encher o saco.” Não é nada disso. É “todo mundo tem que observar os valores e dogmas cristãos, e o Estado deve impor isso”.
    Não tem essa de “4) Poder falar o que quiser sem ser censurado pelo Estado.” É: tem que falar somente o que for de acordo com os valores acima, e o Estado deve censurar quem falar algo diferente”.
    Também não tem essa de “1) Poder criar os filhos sem o Estado encher o saco.” Tem que criar os filhos segundo os valores acima, e o Estado cuidará para que isso aconteça.

    Como eu disse, valorizo a liberdade de expressão. Jamais concordarei, mas aceitarei a manifestação de ideias ultraconservadoras. Reconheço, inclusive, que o conservador é um cara de bem, que deseja o melhor para o país (embora, claro, deve ter aqueles que colocam recibo falso no IR, que fazem vendas sem nota fiscal etc.). Mas reconheço que essa preocupação com os costumes é algo louvável. Só não é de um modo que eu concorde.

    Quanto ao aborto, RR, o fato é que a maioria dos países desenvolvidos o aceita, apesar dos seus argumentos científicos, culturais e filosóficos contrários. Eu poderia ser falso e dizer que todos eles estão errados e você certo, mas não farei isso.
    E os problemas que a Alemanha e outros países enfrentam com baixa taxa de natalidade não ocorrem porque as pessoas estão abortando desenfreadamente. É porque simplesmente não estão tendo filhos, valendo-se de métodos contraceptivos e planejamento.
    Aliás, aqui no Brasil, onde o aborto é proibido, ocorre proporcionalmente mais abortos do que em alguns dos países onde é legal.

  58. Daniel Ferreira 4 de Março de 2018 at 10:13

    Só 2..banheiros trans..

    Se quer ser homem, use banheiro feminino…Se quer ser mulher use banheiro feminino.

    Não existe gaycidio, existe homicídio…

    ——————————–

    Defensor da Liberdade 4 de Março de 2018 at 12:39

    Você pode entupir sua cabeça de drogas sem problema nenhum..

    Pode fumar até pelo c…

    Contanto que:

    1. Eu não sinta o cheiro;
    2. Você não saia dirigindo depois;
    3. O SUS não pague tratamento para curar vício de drogas.

  59. Luciano diz “Se vc chama a luta contra uma sociedade extremamente desigual, a defesa por uma sociedade onde os direitos individuais e coletivos sejam respeitados, o fim dos preconceitos e a defesa do meio ambiente – só pra citar algumas das bandeiras do “esquerdismo” – de “apenas”, sim, é isso”
    CONVERSA FIADA.Isso é retórica de semianalfabeto, manipulador de massas para obtenção de votos e poder político.

  60. Daniel Ferreira 4 de Março de 2018 at 14:40
    Legal, diga tudo isso para um chinês, um árabe e um africano…depois nós conversamos kkkkk
    Lá na Europa eles estão adorante conviver com pessoas como você.
    Não interessa o que nós pensamos ou queremos acreditar…na hora de derrubar um prédio comercial cheio de civis, matando mais de 300 bombeiros, mais de 100 policias; na hora de atropelar com um caminhão diversos idosos na frente de uma igreja católica em Lyon; na hora de estuprar, matar e torturar uma alemã em Berlim; na hora de matar com um fação uma mãe com seu filho recém nascido em uma praça na Alemanha; na hora de agredir uma jornalista com socos e chutes ao vivo na Itália…nossas ideias não tem valor algum.
    Gente mansa vale ouro diante dos covardes.
    Não confunda respeitar o próximo que gosta de você com abrir as fronteiras e achar que o mundo é um conto de fadas…os europeus estão pagando caro todos os dias por acreditar nisso.

  61. ““Então qual o problema se alguém quer ser gay? Não se mete na vida dele.”
    O problema rapazinho, é que os gays NÃO PENSAM ASSIM. Em sua maioria, eles não se restringem, com todas as pessoas normais, a exercitar o seu fetiche dentro de sua intimidade. Eles querem levar sua prática sexual como bandeira política, e atingir e cercear as liberdades individuais e os direitos civis dos outros cidadãos, e isso é inaceitável. O ativismo gay é criminoso e desonesto, tendo sido responsável pro diversas ações contra cristãos não somente na Europa e Estados Undos, como no Brasil também.

    “Qual o problema se uma mulher que você não conhece quer fazer um aborto? Não enche o saco dela.”
    O aborto é a utilização pela mulher do corpo dela, e das regras dela, para prejudicar uma terceira pessoa, o bebê que não é objeto descartável nem prolongamento do corpo da mãe. Dessa forma eu pergunto a você: Qual o problema em legalizar o estupro ? É só não estuprar. Pois o corpo do estuprador também é dele e pelo mesmo sistema de regras dos abortistas, o estuprador decidir usar o corpo dele para prejudicar uma terceira pessoa, então a lógica é a mesma. A diferença é que na maioria dos casos o estuprador deixa a sua vítima viva, , sorte que o bebê vítima de uma maníaca não tem.

  62. Daniel Ferreira 4 de Março de 2018 at 14:40
    “Eu expressamente digo: sou favorável à total igualdade de direitos entre homens, mulheres, homossexuais, negros, asiáticos, muçulmanos etc. Sou homem e branco e reconheço que ao longo dos séculos prevaleci sobre os demais, mas não tenho medo que os outros tenham os mesmos direitos que eu. Acho justo.”
    FALÁCIA PURA , de desconhecedor de História. Antes de o primeiro europeu botar os pés na África, o continente africano já enriquecia vendendo escravos para diversos locais, principalmente para os muçulmanos. Impérios com o Ashanti e Kano enriqueceram vendendo pessoas negras, só para os muçulmanos foram mais de 17 milhões.
    Os piratas africanos ESCRAVIZARAM MAIS DE 1 MILHÃO DE BRANCOS, pegos de surpresa na costa do Mediterrâneo e levados à força para a África. No Brasil , diversos negros ex-escravos forros enriqueceram vendendo escravos.
    E para espanto e assombro dos historiadores, descobriu-se em documentos históricos algo que faria qualquer militante de movimento negrista ter um infarto: ESCRAVOS QUE ERAM DONOS DE SEUS PRÓPRIOS ESCRAVOS.
    Aliás, se você ler sobre a vida de um BARÃO NEGRO DO IMPÉRIO, o Barão de Guaraciaba, verá que ele tinha palácio, 200 escravos, era dono de bancos, de navios.

  63. “Ah, mas querem impor o homossexualismo ou o islamismo ou sei lá o quê”. Falácia. Liberdade de expressão vale para todos. Se o sujeito quer sair por aí dizendo que ser gay é bom, é direito dele. Você segue o exemplo se quiser.”
    FALÁCIA DE SUA PARTE. Você é u único a cometer falácias aqui. Existe uma agenda gay, feita desde os anos 60 e que quer impor privilégios sobre pessoas heterossexuais, entre outras coisas através de projetos de lei, ativismo judicial, mídia, novelas, filmes, stablishment acadêmico e etc. VOCÊ É DESPREPARADO para falar sobre esse assunto ou não tem honestidade intelectual para tanto.
    Exigir voluntariedade de muçulmanos que leem a Shaiah , as sunas, os hadits, e esperar que eles respeitem voluntariosamente o seu conceito infantil de liberdade é ignorar o que está acontecendo na França, na Suécia, na Holanda, na Alemanha e na Itália.

  64. “Por isso, amigos conservadores, vamos parar com esse papo de liberalismo social e religioso. Tenham coragem de escrever o que realmente pensam.
    Não tem essa de “3) Poder ir ou não ir a Igreja sem o Estado encher o saco.” Não é nada disso. É “todo mundo tem que observar os valores e dogmas cristãos, e o Estado deve impor isso”.
    Não tem essa de “4) Poder falar o que quiser sem ser censurado pelo Estado.” É: tem que falar somente o que for de acordo com os valores acima, e o Estado deve censurar quem falar algo diferente”.
    Também não tem essa de “1) Poder criar os filhos sem o Estado encher o saco.” Tem que criar os filhos segundo os valores acima, e o Estado cuidará para que isso aconteça.”
    MAIS BABOSEIRA. Com a Revolução Francesa , e a introdução do secularismo, o Estado passou a ser a própria religião e a impor os seus dogmas. Isso é muito bem explicado em A Religião civil do Estado Moderno e em diversas outras obras.
    O Estado deve ser CRISTÃO oficialmente, porém com ampla liberdade de crença para os cidadãos que não sejam cristãos, inclusive os ateus.
    Estado laico é picaretagem de canalha e bandeira de oportunista comteano.
    Defender o Estado laico é até mesmo uma ofensa ao Ethos do povo brasileiro, à sua História, ao processo de formação da sociedade brasileira. Nem os nativos daqui eram laicos. A religião cristã é parte fundamental da essência do próprio povo brasileiro, sendo professada por quase 90% da população. É um patrimônio imaterial, um bem coletivo, compartilhado entre as nossas famílias.
    E esse bem imaterial ,de origem católica, dotado de uma moral civilizadora, é o que faz o país ser pacifista, a um ponto de até mesmo os ateus e viados em paradas gay vilipendiarem o Catolicismo e não serem retaliados violentamente .
    Querer defender Estado Laico é querer arrancar do povo brasileiro sua própria História e seu próprio âmago. Retórica de picareta

  65. “Quanto ao aborto, RR, o fato é que a maioria dos países desenvolvidos o aceita, apesar dos seus argumentos científicos, culturais e filosóficos contrários. Eu poderia ser falso e dizer que todos eles estão errados e você certo, mas não farei isso.
    E os problemas que a Alemanha e outros países enfrentam com baixa taxa de natalidade não ocorrem porque as pessoas estão abortando desenfreadamente. É porque simplesmente não estão tendo filhos, valendo-se de métodos contraceptivos e planejamento.
    Aliás, aqui no Brasil, onde o aborto é proibido, ocorre proporcionalmente mais abortos do que em alguns dos países onde é legal.”
    MAIS PICARETAGEM INTELECTUAL, com o perdão dos colegas e do moderador.
    Trata-se da INSTRUMENTALIZAÇÃO de palavras como “progresso, avanços, modernos” e do uso da língua para induzir pessoas ao engano.
    O QUE DIABOS É PROGRESSO PARA VOCÊ ? É julgar, sentenciar e matar um ser humano indefeso sem lhe dar a mínima oportunidade de se defender, quando até para um criminoso confesso existe o devido processo legal e o contraditório e ampla defesa ?
    Reduzir o debate a critérios puramente cientificistas é outro erro, pois o aborto é uma questão filosófica, científica, moral e ética.
    Eu te garanto que, para uma Alemanha destruída e humilhada pela derrota na 1ª Guerra, com uma hiperinflação, pedintes aos montes nas ruas, um povo sem autoestima, tendo que trabalhar para pagar pesados tributos de guerra, o surgimento do Nazismo foi um imenso PROGRESSO. Para uma Rússia czarista e industrialmente atrasada, a revolução bolchevique também se apresentou.
    Então não me venha com vigarice de falar em país desenvolvido, com parâmetros meramente economicistas e cientificistas, como se o seu “progresso” fosse sinônimo de retirar de um ser indefeso, o direito à vida , porque isso é canalhice.

  66. “Só 2..banheiros trans..” Transgenereidade é transtorno psíquico, que tem tratamento, é um problema semelhante à anorexia. Infelizmente pessoas desavisadas querem tratar um problema de ordem psicológica MUTILANDO o corpo físico.
    O nome disso é Biofobia. O biofóbico tem medo ou não aceitação de sua própria realidade biológica, provocando na pessoa uma fuga para um para compensar suas frustrações. Foge para o encontro de uma figura idealizada, simbólica, e às vezes acaba se suicidando. O número de suicídios entre eles é de 20 vezes mais do que entre outras pessoas. Mas esses dados são evitados.

  67. “O cara não quer que o estado encha o saco dele, mas quer que o estado proíba os outros de usarem drogas e outros de venderem drogas. Hipocrisia é yoda.”

    QUANDO você conseguir formar um tipo de sociedade onde o consumo de drogas se restrinja tão -somente aos indivíduos que forem adeptos, sem que ocorram quaisquer reflexos fortemente negativos desse uso no resto da sociedade, aí sim você pode pleitear a liberação.

  68. “Na verdade, o comunismo já morreu há muito tempo. Só na cabeça de quem vive na década de 50 ainda existe esse conflito capitalismo x comunismo. E aqui no Brasil pensar isso é ainda mais ridículo. Não existe rigorosamente nenhum partido de esquerda com 0,1% de chance de assumir o poder que defenda a implantação daquele comunismo dos livros de escola, com economia planificada, coletivização dos meios de produção etc.”

    O seu erro grosseiro é justamente acreditar que os comunistas iriam se prender e ficarem engessados ao modelo ortodoxo de marxismo de 170 anos atrás, e não pensariam nem agiriam de forma dialética, inclusive usando o capitalismo, como Soros e outras personalidades milionárias, para financiar organizações de esquerda, Você fala de livros, e comete a ironia de ser livresco.

  69. Daniel Ferreira diz: “Sobre o aborto, não pode ser definido de modo universal como assassinato. Simplesmente porque em muitos países ele é permitido. Se é permitido, não é crime. Exemplos de países onde o aborto é permitido: EUA, Canadá (inclusive com assistência médica do Estado), Cuba, Alemanha, Áustria, Dinamarca, Itália, Portugal, Suécia etc.”

    FALÁCIA DO ARGUMENTUM AD POPULUM. Se muitos fazem, deve ser legítimo. Então pelo mesmo raciocínio, se em grande parte dos países muçulmanos o estupro é comum e em certos países é a mulher que é apenada, então não é estupro, logo não é crime.
    Cara, de onde você tira essas pérolas argumentativas ? É impressionante a sua desonestidade, falta de preparo.

  70. Com relação ao que um rapazote (pra ser educado) falou sobre condições carcerárias, só pode estar de brinks, né filhote ! O cara nunca leu na vida um livro de análise econômica do crime ou Teoria dos Jogos aplicada ao crime e vem falar em RESSOCIALIZAÇÃO.
    Ressocialização é uma LOROTA criada pela esquerda. Obviamente o tráfico de drogas , o de armas e outros tipos de tráfico, fazem parte de uma estrutura milionária, capitalista, onde não há SAC nem renegociação de dívida. Deveu e não pagou, morreu. Conheço um professor cujo irmão era do PCC e ganhava mais de 100 mil reais por mês.
    Aqui no Ceará, o pessoal do PCC vivia em mansões de alto luxo em condomínio fechado. Dinheiro sujo, obtido co ma destruição das famílias, com a escravização do trabalhador pelo bandido que nenhum compromisso tem com o bem social ou com o próximo, que se aproveita dos trabalhadores mais pobres, que não tem condição de andar em carro blindado, nem pagar segurança privada, e rouba desse trabalhador o resultado do seu esforço e do seu suor, quando não a própria vida.
    Lei do menor esforço. Lucro fácil, mulheres, carrões, relógio de ouro, respeito e admiração de amigos.
    Aí vem o projeto de sociólogo marxista falar em baboseira de ressocialização, como se bandido fosse preferir trabalhar 30 dias por mês para ganhar mil reais. Tá de brincadeira, é um comediante.
    Cadeia não tem função de ressocializar. o interesse em se recuperar deve partir primeiro do bandido, e se o Estado tiver condições, pode sim ajuda-lo a se reerguer e viver dignamente.

  71. Condição do cidadão comum trabalhador do Brasil: DUPLAMENTE REFÉM. É o que na obra de Gilberto Freyre se chama de “Escravo de Ganho”: O Estado obriga esse cidadão a dar 5 meses por ano de seu salário como dízimo no altar da ineficiência, para sustentar os luxos de juízes, senadores, deputados, prefeitos, que por sua vez criam institutos jurídicos para beneficiar criminosos e punir o cidadão que queira se defender desses criminosos.
    Os criminosos esperam que o cidadão trabalhe um mês inteiro e ganhe seu suado salário, para de uma vez só, em 5 minutos, com uma arma apontada na cara do cidadão e sem dispender o menor esforço, se apropriar do resultado de um supor que ele NÃO DERRAMOU, e de um esforço que ele NÃO DISPENDEU.

  72. Verdadeiras aulas, Lúcio sátiro Pinheiro!
    Parabéns!
    Os donos desse Blog também deviam agradecer comentaristas como vc aparecer de vez em quando para isso aqui não virar uma Carta Capital!
    Acabou com a falácia mentirosa ¨¨cheia de boas intenções¨¨ dos esquerdistas hipócritas e/ou ignorantes!
    Se me permite, vou colar algumas partes dos seus textos.

  73. Rafael Oliveira 4 de Março de 2018 at 18:55:

    Garanto que, se fosse algum israelense fazendo isso a terroristas islâmicos, ele seria vítima de um assassinato político via Mossad ou raptado em qualquer parte do mundo e condenado como traidor.

    Se o Brasil seguisse a linha de Israel, depois da primeira dúzia “punida”, isso nunca mais aconteceria.

    Paulo 5 de Março de 2018 at 6:39:

    Assino embaixo. Lúcio Sátiro precisa ser promovido de comentarista para articulista colaborador do site antes que isto aqui seja infestado de socialistas e vire PlanoBarril, Piauí, Carta Capital, Pravda, Sputnik, etc.

  74. Bandido brasileiro é burro mesmo e só prospera devido à cumplicidade de políticos (políticas lesa-pátria), legisladores (legislação lesa-pátria) e MP/judiciário (jurisprudências e doutrinas lesa-pátria) desonestos e estúpidos.

    O bandido brasileiro, com seu sadismo e sua estupidez, aterroriza sua vizinhança (obviamente suscitando o ódio e a denúncia dos seus vizinhos, com a eventual intervenção de tropas de choque – e alto grau de aprisionamentos e mortes – principalmente durante e depois das guerrinhas privadas estúpidas entre quadrilhas rivais, gananciosos que não respeitam nem outros psicopatas como eles), vende fiado (e mata seus devedores, o que não lhes trará o dinheiro de volta), ostenta armas e ouro (atraindo a investigação), usa uniforme de bandido (pedindo uma busca pessoal policial), etc. Os pilantras contam como certo que o crime compensa e que ninguém lhes dará um tiro nas fuças para encerrar sua carreira no CC – cadeia ou cemitério – graças aos direitos dos manos e do desarmamento civil (os ideólogos ainda não desistiram do desarmamento policial e militar – querem proibir as forças de segurança de utilizar armamento de uso privativo de traficantes, segundo Millôr Fernandes, e com o aval do EB, que teme algum levante popular ou policial que os humilhe, como o cerco ao quartel do 12º RI em MG: http://www.ahimtb.org.br/ogaucho/O%20Ga%C3%BAcho%2057.pdf).

    O bandido brasileiro acabou virando guerrilha e terrorismo urbano, já que é mais fácil convencer o povo a virar bandido do que guerrilheiro/terrorista ideológico. Povo canalha e sem convicções se move assim – pela grana, promessas de luxo e ostentação, poder, mulheres, prestígio entre malandros. Ninguém ali pratica crimes por necessidade ou por crises famélicas, ao contrário do que os noticiários e novelas da globolixo pregam.

    O efeito subversivo político-social é um dano colateral derivado da bandidagem e desejado pela classe política. A imprensa e políticos demagógicos (aliados do crime e traidores da pátria) discursam por eles.

    O judiciário /MP implantam a coisa na prática com contradições jurídicas, inclusive contrárias à lei, ou apesar dela.

    Enquanto isso, o traficante europeu age na moita para não ser detectado e pego por um sistema repressivo bem mais sério do que o nosso. Por isso é que nossos traficantes são diferentes dos deles.

  75. Lúcio Sátiro,

    Mas adivinha por que os vários tipos de tráfico rendem altos lucros? Por que são proibidos pelo seu estado babá guardião da moral e dos bons costumes, a proibição acarreta a elevação dos custos de operação, logo o retorno será maior para os operadores. Será que a Lei seca nos EUA e a guerra estatal contra as drogas ao redor do mundo ainda não ensinaram nada a vocês? O sujeito não pode vender nem o próprio rim, quem precisa acaba tendo que esperar por anos na fila de um hospital que uma alma caridosa possa lhe doar um rim, sofrendo as dores da doença. Quem tem grana vai no mercado negro e compra um rim a 500 mil reais. E é óbvio que os traficantes querem que tais comércios continuem ilegais, pois só assim terão seus altíssimos rendimentos e poderão espalhar seu poder bélico e financeiro pelo mundo.

  76. O Gabeira entrou no terrorismo urbano de gaiato. Acho-o mais ingênuo do que mau.

    Ele não caiu en si em ano eleitoral. Já há um tempo em que seus textos revelam um desencanto com o esquerdismo, embora ele não pareça se ter tornado um conservador.

    Diferenças entre o tráfico de drogas europeu e o brasileiro: na Europa, traficantes trabalham na surdina, não têm crises de identidade masculina por falta de bom exemplo paterno e, consequentemente, não saem exibindo armas e ouro, nem aterrorizando a população do seu bairro com atos de sadismo gratuito (atraindo o ódio e as denúncias dos seus vizinhos), nem vendendo drogas fiado (e matando devedores – sem receber pelo seu prejuízo), nem massacrando seus concorrentes em guerras privadas (atraindo tropas de choque para seus feudos).

    Resumindo: bandido burro, descarado e incompetente como o brasileiro só se dá bem não devido à sua pretensa competência ou uma pseudo-invencibilidade difundida pela mídia, nem devido aos parcos recursos pessoais ou materiais da polícia (que fazem muito com o pouco que têm), mas devido a políticos traidores, políticas espúrias (com leis e jurisprudência favorecendo a bandidagem), além de ideologias nefastas propagadas via imprensa e ONGs a soldo de globalistas. E, claro, graças aos “zés droguinhas” e “descolados ‘cool’ ” que abundam por todos os lugares, incentivados pela cultura de vida bandida (MCs, funkeiros, etc) propagada pela Rede Goebbels e outros.

  77. Infeliz do país que tem OAB. Rede Globo, o resto da nossa imprensa. Esta esquerda mulambenta feita de ratos magros demagogos e ladrões. Desta classe política formada de entreguistas e ladrões. E Principalmente por uma classe média consumidora de drogas e de moral relativa. Esta passando da hora em que as lideranças militares deste país se pronunciarem e soltarem os cachorros. Combater milicias de bandidos e traficantes armados como guerrilheiros e terroristas, em seus territórios tomados e libertados, em cumplicidade com do poder público local, é sim, uma operação de guerra e como tal deve ser tratada.

  78. Defensor da Liberdade (parece nome de comissão da OAB ou ONG de direito dos manos), a legalização de qualquer comércio não impede a venda dos mesmos produtos contrabandeados, falsificados, com sonegação fiscal, ilegalmente por ambulantes ou sem CNPJ (produção caseira).

    A repressão continuará contra os ilegais e a concorrência desleal, que apareceria aos montes.

    Se o preço das drogas estiver alto, problema de quem compra.

    Os “legais” pagarão tributos e o preço ficará alto. O traficante de beco não deixará de vender por isso – continuará tendo lucro nas costas dos trouxas dos “zés droguinhas”.

    Segunda e terceira maiores causas de acidentes, segundo a
    Associação Brasileira de Psiquiatria, são a maconha e a cocaína.

    Não basta o álcool?

  79. Posição pessoal: A FAVOR DA LEGALIZAÇÃO. Começando pela maconha e estendendo posteriormente à cocaína, que juntas respondem por 83% do faturamento do tráfico, de acordo com estudo da SEFAZ-RJ de 2007.

    Álcool é droga legalizada e possui os mesmos efeitos entorpecentes que os dois primeiros. Quem já ficou de pileque sabe o que digo.

    A legalização deve prever uma estrutura tributária específica com recursos sendo destinados à segurança pública, além do estabelecimento de normas para produção, comercialização e uso.

    Porém, tenho ressalvas. Um problema pode ser resolvido e outro pode ser criado.

    Explico: há um efetivo estimado de 10 a 15.000 traficantes armados com fuzis. À partir do momento em que essa fonte de renda for perdida, eles buscarão outras atividades. Podem esperar aumento nos roubos de carga, assaltos a banco, assaltos a pedestres, sequestros, roubos a residências, sobrecarregando as forças de segurança.

    Então, antes de qualquer passo no sentido de legalizar, deve-se enfraquecer toda a cadeia logística do tráfico que permite que o mesmo se abasteça de drogas e armamentos, dessa forma minimizando o efeito colateral da legalização.

    Sem isso, troca-se um problema por outro.

  80. Caro M. Silva,

    Meu pseudônimo é por que eu sou um minarquista convicto, e acho que temos muito pouca liberdade neste país, quer seja na economia, politica ou mesmo nas nossa vidas pessoais. Por favor não misture tráfico com contrabando, contrabando é descaminho para não pagar impostos. Você já ouviu falar de contrabandistas armados com fuzis invadindo morros, trocando tiros com a polícia ou matando usuários devedores? É claro que não, pode ter acontecido um ou outros casos isolados, mas não chegam nem aos pés dos números da violência que o tráfico de drogas causa, e que vemos diariamente nos jornais. A proibição aumenta exageradamente os custos de produção e distribuição, vide no estado do Colorado nos EUA, onde o preço de 10 dólares por grama de maconha despencou para 3 dólares após a descriminalização, e continua a cair segundo pesquisas mais recentes. É uma queda e tanto nos rendimentos dos traficantes, sem grandes somas de dinheiro o sujeito não poderá disputar mercado na bala ou subornando autoridades, vai ter que jogar limpo ou ficar igual venda de CD pirata na rua mesmo, quem quiser produto inferior e barato vai no pirata, além de que farmácias e tabacarias poderiam vender tais produtos livremente, inclusive sendo fabricados por laboratórios industriais especializados (como era feito nos EUA no início do século 20). Não tem como o zé da favela competir em preço e em qualidade contra a produção em larga escala de um laboratório industrial, com selo de qualidade e higiene, isso se for um genuíno livre mercado, com o governo apenas fornecendo a segurança jurídica e organizações privadas de proteção aos consumidores atentas para punir as prováveis arbitrariedades. A concorrência desleal iria existir? Obviamente que sim, como ocorre até em padaria, mas pelo menos haverá segurança jurídica para a resolução dessas pendências num tribunal, não vão estar disputando na bala como acontece agora.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here