Home Adestramento Artilharia de Selva e Aviação do Exército fazem Adestramento Aeromóvel

Artilharia de Selva e Aviação do Exército fazem Adestramento Aeromóvel

3045
25

Boa Vista (RR) – Nos dias 21, 23 e 24 de fevereiro, o 10º Grupo de Artilharia de Campanha de Selva (10º GAC Sl), “Grupo General Manoel Theophilo Neto”, participou de Adestramento Aeromóvel de Técnicas Especiais, com apoio do 4º Batalhão de Aviação do Exército, organização militar sediada na cidade de Manaus (AM).

No dia 21, foi realizado o Treinamento das Frações em Técnicas Especiais em Ambiente Controlado, na Torre de Rapel, localizada no Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros de Roraima (CBM/RR), tendo participado o efetivo de duas Seções do 10º GAC Sl, com o objetivo de massificar os procedimentos a serem adotados por ocasião do emprego aeromóvel.

Já nos dias 23 e 24, ocorreu o Adestramento Aeromóvel das Técnicas Especiais – Rapel e Fast Rope – com o emprego de aeronave de asa rotativa e o Transporte de Carga Externa, adestrando o helitransporte do Obuseiro Oto Melara 105 mm M56 AR como carga externa, importante manobra de combate realizada pela Artilharia de Selva.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

25 COMMENTS

  1. @OFF

    General Etchegoyen critica tratado global contra arma nuclear

    http://www.eb.mil.br/web/resenha/display/-/asset_publisher/9B8IpAnDp1we/content/etchegoyen-critica-tratado-global-contra-arma-nuclear

    “Antes de concluir, citou como a questão é tratada pelos EUA. “A nova estratégia nuclear dos Estados Unidos, lançada em 2 de fevereiro, abre a perspectiva de uso de armamento nuclear inclusive contra Estados não nucleares em determinadas circunstâncias. Estados não nucleares em determinadas circunstâncias somos nós”, disse.”

    Pesado

    • EUA como sempre querendo mandar no mundo.
      Eles podem ter armas nucleares e nós não ? Porque isso seria o certo ?
      Foi o que o general disse :Etchegoyen explicou que, da perspectiva militar, o armamento nuclear representa “a única possibilidade que resta a um país ameaçado […] com a concentração de forças […] que possam marchar sobre o seu território”.
      Ou seja, não querem mais um país independente militarmente e com força para responder qualquer agressão.

      • É, porque deixar armas nucleares nas mãos de um Lula ou uma Dilma da vida seria uma EXCELENTE idéia, certo? O Brasil não tem maturidade nem estabilidade política para ter esse tipo de artefato, infelizmente. Tremo nas pernas se tivéssemos algo assim durante a era PT. Imagine se não passariam esse conhecimento e ogivas para os grandes irmãos sul-americanos como Chávez e Kirchner. Seria o maior tiro no pé jamais registrado pela História.

        • Meu caro, não bastaria a Dilma ou Luladrão mandar passar tecnologia não. Esse tipo de tecnologia sensível é bem guardada e tem que ter aprovação do GF como um todo pra sair . Este tipo de pensamento é justamente o que querem de nós os grandes players globais.
          Guilherme Santos 7 de Março de 2018 at 17:22

          A idéia é esta mesmo, manter a coisa fácil, veja como agora o gordinho da CN está sendo respeitado após seus momentos de pressão. Ninguém o atacou pois o risco de levar uma Nuc e perder milhões de vidas é grande.
          Obs. sou totalmente contra o regime da CN e só usei como exemplo por possuirem armamento nuclear.

          • Quem dera fosse simples assim, Tomcat, mas o buraco é bem mais embaixo. Realmente não havia visto o tópico específico sobre o assunto aqui no ForTe, mas já comentei lá em maiores detalhes.

    • Mateus 7 de Março de 2018 at 16:39

      O general falou/fez o que ,com certeza, muitos não tiveram a coragem de fazer/falar mesmo pensando de igual forma. Tem que peitar este povo lesa pátria e nada patrióticos que nos governam e essa mídia medíocre e vendida.

  2. KKK não controla paisecos bananeiros fronteiriços como Venezuela, Bolívia ou Paraguai ou ainda as vielas das favelas e quer criticar a política nuclear Americana…Acho que alguém quer ser candidato agradando os esquerdopatas antiamericanos…

  3. Se fosse de verdade, deveria ter escoltas para realização do exército, mas o EB não os tem. Os fennecs deveria ser melhor armados não acham?

  4. O Exercito tem apenas 4 Black hawk, mas a FAB tem outros 16, além disso para transporte temos os Caracal – 50 unidades, mais da metade entregues, 8 Cougar que deverão ser modernizados, 34 Pantera em processo de modernização, 8 UH-1 Huey ativos, 6 Super Puma do FZN, os 12 MI-35M que servem para transporte leve não somente ataque. Não coloco na conta os esquilos e belt ranger III – MB – das 3 forças pois são para instrução ou ataque leve com metralhadoras e foguetes.

    Somando nosso helis de transporte, temos bem mais que a Colombia , se não me engano eles tem uns 60 helis, ainda destaco que a colombia tem uma infantaria e capacidade de asas rotativas de respeito, isso se deve as FARC… mas armamento pesado, tanto aéreo, como terrestre ou naval, pouco se destacam na região, são forças voltadas para combate interno de guerrilhas.

  5. minha opinião; muito interessante bom estes exercícios de adestramento a importância é muito significativa. O EB necessita de mais aeronaves de asas rotativas para estas, por assim dizer manobras. também oferecer os obuseiros 105 Ligt Gun Br seria interessante. Não desprezando os Oto Melara, muito pelo contrário. No cenário atual e principalmente na região de Roraima, são de grande importância. Tinha certa aversão pelo obuseiro, porém mudei de opinião, tendo em vista a facilidade em se produzir em quantidade e transportá-lo. O EB sabe de suas necessidades.

  6. Eu realmente gostaria de ver mais Blackhawks no EB, mesmo sabendo que temos os Caracal e talvez algo mais pesado para transporte logístico e de material mais pesado.

    Mas como dinheiro não dá em árvores…

  7. Mais uns 20 BH e uns 10 Mi-26 ou CH-47 Chinook e já estaria com uma folguinha, junto a uns 12(inicialmente) AH-1W(pra escolta) via FMS e fecha a conta(por enquanto).rs

  8. Amigos: Só de Black Hawks a Colômbia tem mais de 100 aparelhos. Muito em face à ajuda americana às FFAA no combate ao narcotráfico.
    No Brasil, além da ingerência política nas compras militares nos últimos anos, sofremos de uma crônica falta de diálogo entre Marinha, Exército e Aeronáutica. Aí vem o cara daqui a pouco dizer que não pode padronizar por que cada uma desempenha papel diferente… argumento muito fraco… pois equipamentos multipropósito são uma tendência insuperável hoje. As nossas FFAA têm um discurso oficial de cooperação, mas na prática é diferente.
    Isso encarece tudo… uma colcha de retalhos de equipamentos é igual a uma colcha de retalhos de suprimentos, logística, manutenção, up grades, área técnica especializada…. enfim.. uma bagunça…
    Primeira coisa a fazer é afastar decisões políticas nas compras das FFAA, e depois implantar de fato uma padronização de equipamentos… melhor ter 100 black hawks do que 200 tipos de aparelhos. Isso se traduz em eficiência, economicidade, cooperação e prontidão.

  9. Sugestão: Colocar legenda nas fotos. As vezes são coisa obvias mas nem todo mundo entende, como por exemplo a foto do cara pendurado na maca. Aquilo é um resgate, ele está descendo com algo que parece ser uma maca mas é outra coisa ou algo que não faço nem ideia?
    Legendas em fotos ajudam muito a interpretar as mesmas ainda mais se for um leigo que estiver vendo.

  10. Leandro o Brasil não tem maturidade para ter artefatos nucleares,a Coreia do norte tem,Paquistão tem.Os artefatos nucleares não é para ficar na maõs de lula ou Dilma ou temer,ela fica com os militares mas só o governante do Pais pode autorizar o seu emprego.Irsael foi ajudado pela frança no seu desenvolvimento atômico,digam que o EUA não deu seu aval.Para mim foi confiar muito em irsael,cercado de inimigos,e varias vezes atacado com misseis,não revitou com bombas nucleares,e eles tem250.O Brasil tem usinas nucleares vai ter submarino nuclear, é não pode desenvolver armas.Um dia ele rasga esse acordo.

  11. Obrigado Flávio Cardia pelos vídeos sobreo Oto melara no Youtube. Show! Parabéns. Só falta ter aeronaves de asas rotativas

  12. Parabéns Flávio Cardia pelos vídeos sobre obuseiros e morteiros. Como havia dito possuía certa aversão porém obuseiro leve , bom para se desmontar, garante o serviço e ainda pode ser produzido em boa quantidade. Morteiro de 120mm maravilha.. O EB precisa de mais meios seja logística, transporte… “Eu sou a poderosa Artilharia…”

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here