Home Estratégia Brasil e EUA assinam acordo de cooperação militar

Brasil e EUA assinam acordo de cooperação militar

161
14

Nelson Jobim e Robert Gates assinam acordo às margens da Conferência de Segurança Nuclear

Barra de Cinco Pixels

Plano prevê troca de tecnologia, cooperação e treinamento entre as Forças Armadas dos países

Barra de Cinco Pixels

Patrícia Campos Mello, de O Estado de S. Paulo

vinheta-clipping-forteWASHINGTON- O ministro da Defesa, Nelson Jobim, assinou nesta segunda-feira, 12, um acordo de cooperação militar com o ministro da Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates. O acordo facilita a venda de 100 a 200 Super Tucanos da Embraer para os Estados Unidos, um contrato que pode chegar até a US$ 3 bilhões. Além disso, prevê troca de tecnologia, cooperação e treinamento entre as forças Armadas dos dois países.

O encontro se deu às margens da Conferência de Segurança Nuclear, que terá participação de 47 países, sendo 40 chefes de Estado. O principal tema da cúpula é o terrorismo nuclear e como evitar que materiais nucleares caiam nas mãos de terroristas. Em seu discurso histórico feito em Praga há um ano, o presidente americano, Barack Obama, propôs que todos os materiais nucleares vulneráveis sejam postos em locais seguros em um prazo de 4 anos. E na Revisão da Estratégia Nuclear divulgada na semana passada, o terrorismo nuclear – possibilidade de terroristas roubarem urânio ou plutônio para fazer uma bomba – é descrito como “a maior ameaça contra os EUA”.

Nesta segunda, a Ucrânia anunciou que está abrindo mão de todo seu urânio altamente enriquecido até 2012 e converter suas usinas para operarem com urânio com baixo nível de enriquecimento.A Ucrânia é um dos maiores produtores de urânio enriquecido do mundo.

O presidente Luís Inácio Lula da Silva se reuniu no início da tarde com o primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi e assinou um acordo de cooperação entre os dois países. Depois, reuniu-se com o primeiro-ministro Yukio Hatoyama, do Japão. Na pauta, discussões sobre investimentos japoneses em fábricas de semi-condutores no Brasil – que seriam a contrapartida pela escolha do padrão japonês de TV digital. Também vão discutir a participação na concorrência para o trem bala que vai ligar São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro.

FONTE: Estadão / FOTO: EFE

14
Deixe um comentário

avatar
14 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
13 Comment authors
BandeiraRogerLecoDVEdgar Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
arlei
Visitante
arlei

tá bom mas eu também quero Javelin, hk-406/407, m2 abrams, apache, SH, NAe, m-134 e humvee

ditongo
Visitante
ditongo

Eu quero é vender, vender, e vender os produtos EMBRAER, Super Tucanos ALX o maior sucesso de caça leve do mundoooooooooo.
Comprovado em combate. Na Colômbia, ô, Equador contra as FARC.
Parabéns ministro acordos como esse mostram que o Brasil não está aliado ao Irã ou Venezuelinha como especula a imprensa marrom.

Wartroom
Visitante
Wartroom

hum… vai bombar…

OTV
Visitante
OTV

Hummmm….ST para lá….hummmm….to vendo que devem vir uns SH pra cá…os rafelistas que se cuidem.

Torama
Visitante
Torama

Pois é, OTV! De repente, vem uma surpresa por aí…

(só pra contar, torço pro rafale!)

Miguel
Visitante
Miguel

“tá bom mas eu também quero Javelin, hk-406/407, m2 abrams, apache, SH, NAe, m-134 e humvee”

E fn scar, patriot, f-35, p-8 poseidon, ea-18g, uh-60 e família, escoltas pro NAe, etc…

Antonio M
Visitante
Antonio M

Essa política externa brasileira de “todo mundo é meu amigo, todo mundo é meu irmão” é o retrato da esquizofrenia que tomou conta do Itamaraty e Planalto. começo acredita que o plano de LuLLa por uma vaga no CS da ONU já afundou faz tempo, faz sentido o boato que eLLe quer algum cargo por lá.

Assinar tratado militar com os EUA e apoiar programa nuclear do Irã e Coréia do Norte não é nada coerente……

PilotoVirtual
Visitante
PilotoVirtual

O N.Jobim precisava ficar com aquela cara de “onde que eu assino???” (RsRsRsss)

Edgar
Visitante
Edgar

Coincidência os dois serem canhotos em…

Talvez isso prova que eles vão na contra-mão do Sarkoza…

🙂

DV
Visitante
DV

“arlei disse: 12 de abril de 2010 às 20:25 tá bom mas eu também quero […] e humvee” arlei, Humvee não!! Até os americanos o estão abandonando. Desajeitado demais para o cenário urbano. Beberrão. Pelo custo-benefício, sou muito mais Agrale Marruá. Tecnologia nacional. “Antonio M disse: 13 de abril de 2010 às 8:29 Essa política externa brasileira de “todo mundo é meu amigo, todo mundo é meu irmão” é o retrato da esquizofrenia” Antonio M, Esclarecendo que não vou votar na candidata do Lula, eu acho que essa nova política é um modesto sinal de independência, não esquizofrenia. Significa (até… Read more »

Antonio M
Visitante
Antonio M

Sr. DV

Mas “ovos na cesta” do ahmadinejahd e Kim Jong-il” não né ?!?!?!? rsrsrsrsrsrs!!!

abç.

Leco
Visitante
Leco

Essa do Lula foi para mostrar a justeza da nossa política externa!!!!

Dissemos não ao alinhamento automático com os interesses dos EUA na questão nuclear e, ao mesmo tempo, fizemos um acordo militar com eles e ainda por cima vendemos nossos aviões !!!!!

Me desculpem os críticos… Mas é muito sucesso para um presidente analfabeto !!!!

Hehehehe !!!!!

Roger
Visitante
Roger

Particularmente, acho um pouco estranho que um acordo deste tipo, seja realizado às vésperas do fechamento de um contrato bilionário da compra de caças para o nosso país. Diria que no mínimo foi tendencioso por parte dos americanos. Temos que analisar também que, eles são raposas velhas, ou seja, não dão ponto sem nó. Nós conhecemos inúmeros casos de embargos norte americanos, principalmente em se tratando de equipamentos militares. Meu receio é que, com este acordo, o governo brasileiro feche a compra dos F18 tendo uma contrapartida mínima, que no caso dos supertucanos podem chegar no máximo a 3 bilhoes… Read more »

Bandeira
Visitante

Bem, eu diria que é um autêntico acordo “de esquerda”