Home Defesa Antiaérea ‘Novo’ sistema antiaéreo iraniano

‘Novo’ sistema antiaéreo iraniano

532
46

Iran-Shahin-Missiles1

A mídia do Irã noticiou que o Irã começou a produção de um novo sistema antiaéreo (imagens acima), em meio às especulações de um possível ataque de Israel às instalações nucleares da República Islâmica.

O ministro da Defesa Mostafa Mohammad disse que o sistema tem alcance de 40km e é capaz de atingir helicópteros e aviões em velocidade supersônica.

Na imagem abaixo, o MIM-23 Hawk americano, de 40 anos atrás, que o sistema iraniano teria copiado. Analistas acreditam que os iranianos não estão produzindo um novo míssil, mas sim modernizando mísseis Hawk já existentes e adicionando uma nova pintura.

MIM-23 Hawk

SAIBA MAIS:

46
Deixe um comentário

avatar
46 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
32 Comment authors
Françoiscarl94fnEdinilsonIlya EhrenburgBraziliano Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
@MauroVS
Visitante
@MauroVS

Vão tirar essa arma de ação com as contra-medidas eletrônicas da tecnologia stealth.

fullcrum
Visitante
fullcrum

O problema deles é que o teatro de operações a que estão submetidos é de alta tecnologia e aí eu não sei até que ponto engenharia reversa, cópia ou o que for vai fazer diferença.

Nick
Visitante
Nick

Isso que eu chamo de engenharia reversa… a questão é se a capacidade desse missil é a mesma do original. Na verdade deveria ser até superior.

[]’s

MA
Visitante
MA

Hahahaha, esses iranianos só produzindo coisa “nova”!
Tudo novo deles tem mais de 20 anos, mas copiar o Hawks, foi a gota da água!

PS:. Quando no tópico do Pantsyr eu disse que o Brasil devia comprar logo uns Hawks e acabar com essa enrolação, eu tava brincando ein….rsrsrsrs

MA
Visitante
MA

Correção, Hawk, não HAWKS!
Esse joguinho da Ubi me deixou maluco mesmo…

Rodrigo Cesarini
Visitante
Rodrigo Cesarini

Nick, ou na verdade É o original 😉 Deve ser material adquirido no tempo do Xá.

O regime do Irã é notório maquiador de equipamentos antigos para efeitos de publicidade, vide o F-5 com deriva dupla que virou o “novo” Saegeh-80, ou ainda a corveta Vosper Mk.5 que tornou-se um “destróier” classe Jamaran.

RLeal71
Visitante
RLeal71

E o nosso Brazil? O que temos por aqui? Nos que acompanhamos o Blog deveriamos cobrar de nossas autoridades maior capacidade pra nossas FA. Algumas vezes ouço “viuvas” resmungando que os “milicos” não fazem nada, mas cadê a verba necessária para o adestramento e aquisição de equipamentos compativeis com a situação atual? É isso aí!!!

M1
Visitante
M1

“Nick disse:
12 de abril de 2010 às 13:14
Isso que eu chamo de engenharia reversa… a questão é se a capacidade desse missil é a mesma do original. Na verdade deveria ser até superior.”

Teve uma melhoria, adicionaram um extintor… heheheheh

Alguém me explica uma coisa, pra que serve aquele extintor daquele tamanho?

Barbosa
Visitante
Barbosa

A despeito de engenharias reversas (ou por causa delas…) em matéria de e defesa anti-aérea, o Irã está anos luz na frente do Brasil e seus “poderosos” meia duzia de Iglas….

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

O Irã não passa um mês sem lançar uma super-arma matadora de ocidentais-capitalistas-decadentes-sionistas-cristãos-corruptos e adoradores de satã…

Ainda tem gente que leva isto a sério..

Pegando leve, as defesas do Irã duram 2 semanas contra a OTAN, se for pra arregaçar de vez, não dura uma inteira.

Cor Tau
Visitante
Cor Tau

Enquanto isso no BraZil…………….

http://www.youtube.com/watch?v=JeqYn0Blwtc

MA
Visitante
MA

M1, boa pergunta, à cabeça só me vem a possibilidade de ser ativado remotamente, liberando o fluido em alta-pressão sem necessidade de grande volume do recipiente.

Ou simplesmente total inutilidade mesmo… Eu também havia pensado na possibilidade de haver somente uma repintura e chamar aquilo de “novo”. Mas acho que nem o governo Iraniano é tão cara-de-pau assim…

Bernardo R.
Visitante
Bernardo R.

hahahahahahahaha

MA, eu acho que é sim!!!

Talvez tenha adicionado um chip equivalente ao chip do “Amiga”…. lembra????
Um video game de uns 25 a 30 anos atras….. hahaha

Galileu
Visitante
Galileu

se é cópia ou não, tá ótimo 40km sem contar que devem ter melhorado sua eficácia.

Enquanto na terra da banana……. só Urubus como defesa ahahahhahaha

MA
Visitante
MA

Bernardo, na época do Amiga eu sequer tinha um PC! Mas realmente deve ser coisa daquele nível… O que ainda assim é mais “novo” que o SAM deles.

Aos que questionam nós não termos feito um desses por aqui, é simples, os EUA nunca nos ofereceram Hawk, nunca tivemos inimigos em potêncial para adquiri-los.
Em todo caso, acho que temos plena capacidade industrial para lixar ferrugem de chapas, repintar e colocar um extintor novo. Só falta os Hawk’s velhos para trabalharmos.

Renato
Visitante
Renato

Acho que vocês estão sendo muito críticos com a pujante indústria de armas iraniana. Va lá… a pintura ficou bonita.

Piadas à parte pelo menos eles alegam ter aumentado o alcance. E convenhamos se o Brasil tentasse comprar SAM´s dos EUA provavelmente viriam Hawks originais de algum cemitério no deserto.

BeyondvisualRange
Visitante
BeyondvisualRange

Faz parte do período de “rosnação recíproca” apresentar material para que o cão que está do outro lado do portão, nem passe pela calçada. Eis aí mais um capítulo da novela. Não acredito que Israel faça um ataque sozinho; mas mesmo se fizesse fico propenso a acreditar que o sistema iraniano poderia dar trabalho (afinal não é um míssil com ogiva de estalinhos). Se houver ataque e ele for um ataque tipo coalisão, aí a coisa fica estranha para o sistema iraniano, e dependendo do quanto, passaria a valer o esquema que o finado “ás de espadas”, implantou na 1ª… Read more »

Paulo Henrique
Visitante
Paulo Henrique

Sistemas de defesa aérea versus forças aéreas…

Israel já deu um xeque-mate em sistemas de defesa aérea na Guerra dos Seis Dias.
Isso quer dizer que, quando houver o ataque ao Irã, os israelenses estaram preparados para sofrerem o meno número possível de perdas…pois a Eficácia da IAF é fenomenal.

Com certeza as principais preocupações para Israel são as rotas de ataque, de reabastecimento e de retorno. Questões logísticas…
O Irã preciso se opor no combate aéreo, com esses sistemas atuando na cobertura…

Sem uma força aérea, o Irã não poderá fazer muita coisa, é apenas questão de tempo.

TADEU
Visitante
TADEU

ESSE POVO É GUERREIRO, QUANDO NÃO TIVER MAIS NADA EM ARMAS, ELES VÃO SAIR NA LUTA COM BAIONETAS.

Skill
Visitante
Skill

Heeeee…

Pelo menos eles estão na “ativa”…copiando…melhorando…sei la mais oque.

Quemnao tem cão caça com gato….alias olha só a Invasão do Afeganistão e Iraque! Guerrilha total.

O Irã seguirá o mesmo caminho e sem contar que os misseis, navios, avioes maquiados é para propaganda INTERNA.

Por que externa é motivo de chacota…pelo blog ja da pra perceber.

Fernando D. Cabral
Visitante
Fernando D. Cabral

Sistema anti-aéreo com alcance de 40 Km por aqui é pura ficção científica.
A verdade é que estamos super desarmados.

Paulo Henrique
Visitante
Paulo Henrique

O interesse de Israel é em destruir as instalações nucleares do Irã….vai me dizer que o Irã vai defender um ataque aéreo com uma guerra irregular??

Olha a chacota…

Vader
Visitante
Member
Vader

Bem, é verdade que quem não tem cão caça com gato… mas que isso é “tunning”, ah isso é… 🙂

MA
Visitante
MA

Eu ainda não sei como Israel vai cruzar todo o Oriente Médio até o Irã.

MA
Visitante
MA

Maldição, em minha postagem louca e frenética eu me esqueci totalmente da possibilidade de uma “escala” no Iraque. Perdão pelos 2 posts seguidos e semi-inúteis.

Para não ficar tão inútil, bem, o Irã tem alguns F-14, F-5, Mirage F1, MiG-29 e F-4. Pode dar algum trabalho a Israel junto com as AAe, se Israel realizar o ataque somente com aeronaves. Não seria “um passeio no parque” não..

Vader
Visitante
Member
Vader

MA:

Tio Jacó fará o ataque via Jordânia (que não tem a menor condição de se opor à IAF) e Iraque.

No mais, o Irã tem F-14 (20 operacionais), MiG-29 (40), Mirage F-1 (24), F-4D/E Phantom II (47), F-5 A/B/E/F (65), que não sabemos que armas contam (provavelmente só os F-14 podem dar um pouquinho mais de trabalho). Tudo velharia pré-aiatolás.

Não darão o menor trabalho pra Israel: F-15 A/B/C/D (43), F-15 Strike Eagle/I (25), F-16A/B/C/D/I (229 – sendo 101 só dos temidos F-16I).

Sds.

Galileu
Visitante
Galileu

Vader, tambem tem os Sauditas, eu sou o bozo se os Sauditas não liberarem seu espaço aéreo caso necessário

rafalle
Visitante

o lula quando assumiu o governo disse que para ele bastaria um estilingue ( bodoque ),e não é muinto distante disso o que temos para nossa defesa terra-ar..é uma poca vergonha com as nossas forças armadas era só os politicos roubarem menos e amar um pouco mais nossa soberania e nosso pais e estariamos em uma outra situação melhor em defesa e tecnologia mas temos que aceitar calados o que nossos politicos decidem.até quando isto é possivel?? porque nossos representantes das fA não abrem a boca.a onde ficou a vergonha e nossa moral?

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Então depois do mto construtivo exemplo iraniano, vamos ao museu do EB e façamos engenharia reversa no missil Roland, mas não deixa os craut saber, que eles são assim mto possecivos, vai que eles embargam o bumba Mercedão da moçada…

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

O “museu do EB” em questão, é o Museu Militar Conde de Linhares no Rio de Janeiro.

Rodrigo Cesarini
Visitante
Rodrigo Cesarini

Mauricio R., mês que vem no Irã, bem que o Lula poderia negociar uma transferência dessa tecnologia.

A tecnologia de pintar e dar novos nomes ao equipamento velho, que fique bem claro.

[]s

EAFAL
Visitante
EAFAL

Interessante é que pelo extintor da 1ª foto consegui ter noção do tamanho do sistema.
Sds

Jmaster
Visitante
Jmaster

Os fanboy do Irsael estão subistimando o Irãn demais. Tão falando como se tudo vai ser tão facil pra Irsael. Acho que as coisas podem ter as piores consquências possíveis. Um ataque de Irsael contra irãn, pode mudar o oriente médio pra sempre.
Os que vangloria irsael , podem saber que isarel só tem essa coragem toda pq é amigos dos EUA, caso contrário, é bem vuneravel, pq é cercado de inimigo.

PilotoVirtual
Visitante
PilotoVirtual

A cabeça das ogicas parece menor, no novo modelo(copiado)… Alguém mais notou, ou foi só impressão minha???

PilotoVirtual
Visitante
PilotoVirtual

A cabeça das OGIVAS parece menor, no novo modelo(copiado)… Alguém mais notou, ou foi só impressão minha???
Perdão pelo erro galera…

Tito
Visitante
Tito

Só faltou farol de milha e teto solar, ou uns adesivos de chamas e um sonzão pra ficar tunadão mesmo.

Mas será que funciona, sei não.

Leandro RQ
Visitante
Leandro RQ

O dia que o USA for atacar o Irã eles vão mandar uns 50 Tomahawks pra lá. Destroem as usinas nucleares e fim de papo. Dessa vez não vão nem mandar aviões. Nenhuma perda militar e poucas vidas de civis(somente os trabalhadores das usinas). E qual vai ser a resposta do Irã? Vão mandar uma duzia de foguetes em Israel, que já está “forrada” de Patriots para se defender. Dai os americanos “garantem na grana” o não envolvimento de Israel no conflito, assim com fizeram nas 2 guerras do Iraque. Como contrapartida, ainda deixam eles roubar mais um pedaço da… Read more »

Braziliano
Visitante
Braziliano

O que deve dar segurança à Israel de efetuar o ataque, além da parte tecnológica, devem ser as informações obtidas dos inúmeros iranianos descontentes com o governo teocrático dos imãs.

Nada como um serviçal de ouvido atento ou um funcionário descontente.

Vader
Visitante
Member
Vader

Leandro RQ disse:
13 de abril de 2010 às 15:48

Disse tudo. Seria o melhor caminho mesmo. Mas com Obama no poder vai ter de acontecer antes alguma desgraça que justifique a ação americana. Senão, Israel só pode contar consigo mesmo. E já é o suficiente.

Sds.

Ilya Ehrenburg
Visitante
Ilya Ehrenburg

Corrigindo o que foi postado acima, na coluna de comentários. Na Guerra dos Seis Dias, Israel não enfrentou uma defesa aérea bem dimensionada, esta era na maioria, composta por canhões anti – aéreos de calibre médio e rápida cadência. Em 1973, Guerra do Yom Kippur, Israel enfrentou uma defesa aérea escalonada, bem dimensionada e dirigida. Sofreram revezes consideráveis. Em 1982, no conflito não declarado do Vale do Bekaa, aplicou as doutrinas desenvolvidas para dar combate contra as defesas aéreas, existentes na região. Doutrinas estas, desenvolvidas justamente devido as inclementes perdas havidas em 1973. Para isto, contaram os judeus com a… Read more »

Edinilson
Visitante
Edinilson

Ma, a muito tempo lí que os AIM-54 do Irã não tem capacidade operacional, que os radares dos F-14 tãopouco, por falta de peças e manutenção e que os proprios F-14 restantes muito provavelmente tambem não servem pra nada.

Leandro RQ
Visitante
Leandro RQ

Uma pergunta para o pessoal do blog.

Israel possui Tomahawks?

carl94fn
Visitante

Apesar de toda a propaganda indiota deles, temos que admiti que eles tem coragem e um sistema anti-aério é sim pra se respeitado digamos que é só uma copia melhorada ok. Mas a que nível de melhoramento esse sistema chegou, pode sim dependendo do número representar um grande problema a Israel e os EUA claro que esses países não perderiam uma eventual guerra devido a esse ou aquele sistema, mas pode da muita do de cabeça $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ sem falar no numero de soldados mortos e feridos. Concordo que sua força aérea seja mesmo decadente, mas os aviões deles podem ainda… Read more »

MA
Visitante
MA

Vader, não somos estrategistas nem temos imagens e relatórios apurados da situação iraniana, mas se suas anti-aereas estiverem melhor posicionadas que as baterias egípicias e sírias (estavam extremamente proximas a relevo acidentado voltado para a rota de aproximação da frota israelense) e eles colocarem 70% de sua aviação para funcionar, a, vai dar trabalho sim amigo. Mesmo porque, Israel não faria a loucura de retirar 100% de sua Força Aerea para atacar o Irã, com sua força segmentada, seria outro empecilho. Repito, sem dúvida chegariam no objetivo final, mas não seria um “passeio no parque” como foi com os F-15… Read more »

Paulo Henrique
Visitante
Paulo Henrique

Ilya Ehrenburg, muito obrigado por corrigir o meu comentário.

François
Visitante
François

Tem certeza de que aqui é para falar sobre defesa terrestre militar e seus congêneres?????? Quantas peças destas ditas copiadas e remodeladas estão em atividades???? Como atravessar a Jordânia e Iraque??? A Arábia Saudita jamais se atreverá deixando uma força militar judia atravessar seu território para atacar um filho do Islã, isto decretará o fim de sua monarquia!!! Terminando a delonga, se querem detonar o Irã, porque ainda não o fizeram?? Sabem eles muito bem que são especialista em relação a vocês, meros palpiteiros, que não será uma passeio para fazer pic nic, pois da última vez que pensaram assim,… Read more »