Home Noticiário Nacional ‘Israel tem armas nucleares e o mundo todo sabe há décadas’

‘Israel tem armas nucleares e o mundo todo sabe há décadas’

932
119

Historiador que revelou prova do arsenal diz que notícia foi a tentativa de vendê-lo

arsenal_nuclear

Marcelo Ninio

vinheta-clipping-forte Toda nova informação sobre o suposto programa nuclear de Israel desperta enorme interesse, dada a ambiguidade que envolve o tema. Não foi diferente com a notícia, divulgada nesta semana, de que em 1975 o ministro da Defesa israelense, Shimon Peres (hoje presidente), teria oferecido armas nucleares ao regime do apartheid sul-africano.

A revelação está num livro que consumiu seis anos de pesquisa do historiador americano Sasha Polakow-Suransky e é considerada uma rara prova do arsenal atômico de Israel -que o país não nega nem admite ter.

Folha – Em que medida os documentos revelados em seu livro comprovam a oferta israelense? Peres negou tudo. Sasha Polakow-Suransky – Peres está sendo evasivo. Ele está certo quando diz que sua assinatura não aparece nas minutas das reuniões, mas ela aparece no documento que garante sigilo para a negociação sobre a venda de mísseis Jericó. Os documentos mostram acima de qualquer dúvida que o tema foi discutido em uma série de encontros em 1975. As frases usadas para descrever as ogivas são vagas, o que é comum nesse tipo de negociação. A confirmação de que o governo sul-africano viu a discussão como uma oferta nuclear explícita está num memorando do chefe do Estado-Maior, R. F. Armstrong, que detalha as vantagens do sistema de mísseis Jericó para a África do Sul, mas só se os mísseis tivessem ogivas nucleares. É a primeira vez que aparece um documento com a discussão sobre mísseis nucleares em termos concretos. O acordo nunca foi fechado, mas a discussão ocorreu, e o alto escalão sul-africano entendeu a proposta israelense como oferta nuclear.

Qual era o objetivo de Israel? Principalmente financeiro. Peres também estava buscando financiamentos conjuntos e precisava oferecer algo em troca à África do Sul. No encontro de 4 de junho, Peres sugeriu a Pieter Botha [então ministro da Defesa] que a África do Sul financiasse entre 10% e 5% de um projeto de um jato leve e 33% de um sistema balístico de cognome “Assaltante”. Israel tinha o know-how, e a África do Sul tinha dinheiro.

Há outras revelações sobre o elo entre Israel e o regime do apartheid em seu livro? Muitas. As principais são a continuação do projeto dos mísseis Jericó na África do Sul nos anos 80, quando especialistas israelenses ajudaram a construir projéteis de segunda geração para carregar ogivas nucleares; e a venda de “yellow cake” [concentrado de urânio] da África do Sul para Israel em 1961.

Os documentos revelados em seu livro são a evidência mais clara até hoje do arsenal nuclear israelense? Não. As fotos de Mordechai Vanunu [técnico nuclear israelense condenado por traição] em 1986 são muito mais definitivas. O significado dos documentos não é provar que Israel tem armas nucleares, o que o mundo todo sabe há décadas. A notícia aqui é que a possível transferência de tecnologia nuclear foi debatida no alto escalão.

FONTE/IMAGEM: Folha de São Paulo, via Resenha/UOL

119
Deixe um comentário

avatar
119 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
36 Comment authors
DavyFillipusgabiBernardo R.Jonas Rafaeldu Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Putz da para destruir o mundo todo umas 3 ou 4 vezes e ainda sobra umas bombas……

Sinceramente, desde que construiram a 1º, já acabou com qualquer possibilidade de guerra mundial, basta 1 dessas explodir para acabar com o mundo que conhecemos hoje.

LAMENTAVEL.

Leandro RQ
Visitante
Leandro RQ

Israel aproveitou a época da Guerra Fria pra construir suas bombas. Naquele tempo o mundo viveu a maior corrida armamentista da história. Ninguém falava nada contra quem conseguia fabricar seu artefato nuclear.

Hoje os tempos são outros.

Todos querem um mundo livre das “NUKES”. Algo meio utópico, mas que sempre será tentado.

Por isso que quando aparece alguém disposto a fabricar bombas nucleares, acontece o que estamos vendo no caso do Irã.

Rodrigo Marques
Visitante
Rodrigo Marques

Capturando 2 trechos do texto: 1 – India, Israel e Paquistão nunca assinaram o Tratado de Não Proliferação Nuclear. Logo, não são inspecionados pela AIEA, nem precisam dar a menor satisfação a quem quer que seja, a contrapartida são as consequências desses atos. 2 – Sobre Israel ter a bomba e oferece-la à Africa do Sul: “”Os documentos mostram acima de qualquer dúvida que o tema foi discutido em uma série de encontros em 1975.”” Alguém tem dúvidas de que em 1973 Israel já possuia a bomba? 1973 marca a Guerra do Yom Kippur: A Guerra do Yom Kippur (1973)… Read more »

Leandro RQ
Visitante
Leandro RQ

Eu fico imaginando um NUKE na mão do Ahmadinejad…

O cheiro da “caca” atravessa o mundo.

athalyba
Visitante

Duas coisas: 1) Se a entidade sionista já tinha a bomba em 1973, e sabendo que na época era impossível simular explosões através de equações matemáticas, como eles conseguiram fazr sem bombas sem testar mecanismos de detonação ??? Quem conhecer o mínimo da matéria sabe que, mesmo hoje, um teste de detonação é imprescindível. Fica a pergunta: como eles consiguiram ??? Será que algum país amigo ajudou ??? 2) Ignorância é uma m*rda mesmo … Alguns acham que enriquecer urânio a 90% pra fazer bomba é uma coisa trivial … É o que dá participar de discussões complexas com argumentos… Read more »

athalyba
Visitante

Perdão, colegas … O texto acima saiu com alguns erros de digitação … Preciso usar mais o botão “Preview” 🙂

Invincible
Visitante
Invincible

Não sei por que o espanto. A África do Sul fabricou bombas na década de 80. Israel e a África do Sul possuem uma relação muito próxima… Quando os Africanos estavam sob embargo internacional foi Israel que ajudou com o Up Grade dos Mirage que viraram Cheetah que é bam parecido com o Kfir. A África do Sul desenvolveu uma índustria bélica bem forte com Mísseis Helicópteros de Combate (Rooivalk), MBT Oliphant, Ratel Anti Tank, Rooikat Carro de Combate, Obuseiro Auto-Propulsado, Lançador de Foguetes de saturação de 127 mm, além de várias armas de infantaria (fuzil, Metralhadora, RPG, etc…). A… Read more »

Vinicius Modolo
Visitante
Vinicius Modolo

Há quem diga qu a África do Sul testou um aterfato nuclear na década de 80 com a ajuda de Israel. Um amigo ai em cima disse que por que Israel nunca assinou o tratado ela tem o direito de produzir a bomba e o Irã porque assinou não o tem. Pra mim isso é ser cara de Pau, no mínimo. Israel quer que faça com os outros o que não fazem com eles não é? O que dá o direito desse país existir? A Biblía? Dureza não? Imagina uma situação. Você ta na escola e tem um valentão (Israel)… Read more »

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Vai ver esta estreita relação teve um “intercâmbio” além das Nukes… a segregação… interessante como o estado de Israel segrega os palestinos em terras controladas… lembra bem um conhecido “bairro” sul africano… nos anos 80…

Vinicius Modolo
Visitante
Vinicius Modolo

Sobre o explosão do artefato sul africano procurem o caso como Incidente Vela.

http://www.deadlybirds.com.br/deadlybirds_blg/a-corrida-nuclear/israel/7-%E2%80%93-a-cooperacao-com-a-africa-do-sul-incidente-vela/

Seria uma boa matéria para o Blog nesses tempos de bomba.

Vinicius Modolo
Visitante
Vinicius Modolo

AMX.

Isso lembra bem outros “bairros” na década de 1940 na europa, também chamados guetos ou campos de concentração.

Vader
Visitante
Vader

O Estado de Israel, como única democracia do Oriente Médio, cercado de auto-declarados inimigos que relutam em reconhecer seu direito à existência, e lar do povo que sofreu as maiores injustiças e agruras do séc. XX, tem direito a possuir quantas armas nucleares julgar necessário. Com ou sem TNP (questão aliás pra lá de irrelevante). Aliás, como bem lembrado acima, Israel já possuía armas nucleares no Yom Kippur e não fez uso das mesmas, mesmo tendo sido agredido na surdina por vários inimigos diferentes ao mesmo tempo, o que no mínimo sinaliza o fortíssimo precedente (para não deixar de lembrar… Read more »

Rodrigo Marques
Visitante
Rodrigo Marques

“”Se a entidade sionista já tinha a bomba em 1973, e sabendo que na época era impossível simular explosões através de equações matemáticas, como eles conseguiram fazr sem bombas sem testar mecanismos de detonação ??? “” Ora, é claro que foram os EUA ou a França ou a GB que forneceram a bomba a Israel!!! “”2) Ignorância é uma m*rda mesmo … Alguns acham que enriquecer urânio a 90% pra fazer bomba é uma coisa trivial … É o que dá participar de discussões complexas com argumentos simplórios.”” Concordo, de fato a ignorancia é uma m*… Veja, O Irã está… Read more »

Vader
Visitante
Vader

No meu comentário anterior, onde está “uma garganta” leia-se “uma faca na garganta”. É a pressa. 🙂

Floresteiro
Visitante
Floresteiro

Rodrigo Marques,

“…o ministro da Defesa israelense, Shimon Peres (hoje presidente), teria oferecido armas nucleares ao regime do apartheid sul-africano.”

Se isto for verdade sua conclusão: “Notar obviamente que Israel não usou sua bomba, isso só me faz crer que seus artefatos só serão usados na iminencia de sua destruição.” é furada.

Rodrigo Marques
Visitante
Rodrigo Marques

“”Um amigo ai em cima disse que por que Israel nunca assinou o tratado ela tem o direito de produzir a bomba e o Irã porque assinou não o tem. Pra mim isso é ser cara de Pau, no mínimo. Israel quer que faça com os outros o que não fazem com eles não é? O que dá o direito desse país existir? A Biblía? Dureza não?”” É simples, basta denunciar o Tratado de não proliferação nuclear e partir para a execução do programa da bomba, tranquilo. O que nao pode ser feito é assinar um Tratado e nao cumprir… Read more »

Adler Medrado
Visitante

Israel não precisa usar armas nucleares para encher seus inimigos de bolachas. Isso é um fato e contra fatos não há argumentos.

Rodrigo Marques
Visitante
Rodrigo Marques

“”interessante como o estado de Israel segrega os palestinos em terras controladas…”” Os árabes rejeitaram o plano de partilha da Palestina (Resolução 181 de 29 de novembro de 1947 da Assembleia Geral das Nações Unidas), que propunha o estabelecimento de um estado árabe e outro judaico na região da Palestina. Milícias árabes começaram campanhas com vista ao controle de territórios dentro e fora das fronteiras estabelecidas. Essa foi a causa da primeira guerra árabe-israelense em 1948. As lutas terminaram com a assinatura do Armistício de Rodes, que formalizou o controle israelita das áreas alocadas ao estado de Israel juntamente com… Read more »

Rodrigo Marques
Visitante
Rodrigo Marques

Floresteiro,

Correto! Só falta provar.

E se provado, nada indica que a Africa do Sul usaria seus artefatos contra os inimigos de Israel, concorda?

Vader
Visitante
Vader

Rodrigo Marques, excelente sua historinha. Melhor explicado que isso, só fazendo desenhinho animado.

Abs.

Floresteiro
Visitante
Floresteiro

Com certeza q não usaria contra os inimígos de Israel. Se fosse usar seria, bem provavelmente, contra seus próprios “inimígos”, que no caso eram, naquela época, a maioria negra.

O que não deixa de ser um uso pra lá de torto da tecnologia.

Teria a África do Sul, maior ameaça aquela época??

Rodrigo Marques
Visitante
Rodrigo Marques

Desculpe Floresteiro, mas não entendi! ( Juro)

O Governo de minoria branca lançaria uma bomba atômica em Soweto? Dentro de seu próprio território?

Acho que se a Africa do Sul quisesse uma arma,seria por motivos mais ou menos parecidos ao de qualquer ditadura sem vergonha terceiro mundista. Distração dos problemas internos…

Tito
Visitante
Tito

Floresteiro disse:
28 de maio de 2010 às 14:51

Não entendi o raciocino do colega.
Usariam em seu próprio território?

Abs

Thomas
Visitante

O motivo foi o conflito entre a Africa do Sul e a Uniao Sovietica, em Angola, quando havia o temor de que houvesse uma escalada, na epoca, os Cubanos estavam combatendo la, e seria possível que ate tropas da URSS fossem para la.

Vader
Visitante
Vader

Floresteiro, vá ler algum livro sobre as bombas de Hiroshima e Nagasáki, pra descobrir o que uma detonação atômica faz no terreno, antes de falar que a África do Sul iria usar sua bomba atômica contra a…

África do Sul!

Ou então fica bonzinho, que é pra gente gostar de você… 🙂

Floresteiro
Visitante
Floresteiro

Caro personagem de gibi, Como eu disse:(SE fosse usar). Tito, Considerando a situação em que o rigime sul africano se encontrava, não me assustaria se usassem em seu próprio território, desde que em pontos estratégicos, claro, como locais relativamente distantes aos brancos ou montanhosos, que dificultam o espalhamento da radiação. Nunca em um bairro próximo a uma cidade de brancos. Já imagnou os negros tomando o poder pelas armas?? Seria o mesmo que perder uma guerra ou pior. Convenhamos q radicais é o que mais tinha naquele regime. Bom, é minha opinião, e entendo perfeitamente que “truquem” o uso no… Read more »

A7X
Visitante
A7X

Israel, como dito acima, estando cercado de inimigos governados por fanáticos e tendo passado por tudo que passou no século passado, tem sim o direito de possuir artefatos nucleares. O que não concordo é com o fato do programa nuclear israelense ter sido desenvolvido de forma secreta (não tão secreta). Deveriam ter exposto que seu programa era para fins bélicos e enfrentado as possíveis conseqüências. Até porquê, por mais que Israel seja um Estado sério, outros países que se sentissem ameaçados teriam todo direito de ser contra e propor sanções. Agir do modo que Israel agiu, faz com que outros… Read more »

Floresteiro
Visitante
Floresteiro

Rodrigo Marques,

concordo com vc, mas a minha teoria não deixa de ser válida, embora extremista.

athalyba
Visitante

A noção de democracia de alguns é um tanto estranha … É possível chamar de democracia um país que não tem uma constituição, cuja imprensa é em última análise subordinada à censura de um Exército que não está nem aí para a Suprema Corte do país (vide caso Anat Kam) nem pra leis internacionais (vide o caso do fósforo branco), que não permite que pessoas que pensam diferente entrem no país ou nas áreas que eles ocupam (vide caso do palhaço espanhol), que não permite que 25% de seus habitantes sejam altos funcionários públicos, que destina, em alguns casos, 60%… Read more »

Galileu
Visitante
Galileu

Qual a novidade?

“…em 1975 o ministro da Defesa israelense, Shimon Peres (hoje presidente), teria oferecido armas nucleares ao regime do apartheid sul-africano.”

Olha só os Judeus fazendo acordos com os aquele tipo de gente….

Aew o Brasil poderia fazer alguma parceria com Israel né, afinal nem eles nem o Brasil tem ogivas!! lol

Tito
Visitante
Tito

Floresteiro, sei o que acontecia na África quando os Brancos perdiam o controle de um País, tenho amigos Angolanos que dizem que o negocio foi sério, ou fugiam ou…

Mas por mais louco, injusto, cruel etc, etc e etc, fosse o regime do pais naquela época, não seriam loucos o suficiente para inutilizar uma área do país uma área bem grande por sinal), lembrando que as ogivas naquela época eram muito mais potentes que as de Hiroshima e Nagasáki.

Abs

Rodrigo Marques
Visitante
Rodrigo Marques

Um de cada vez…

“”O que não concordo é com o fato do programa nuclear israelense ter sido desenvolvido de forma secreta (não tão secreta).””

Não tem programa secreto, todos sabem que Israel tem a bomba por intermédio de EUA ou França ou GB.

“”Deveriam ter exposto que seu programa era para fins bélicos e enfrentado as possíveis conseqüências”

Eles expuseram na medida em que nao assinaram o TNP

Rodrigo Marques
Visitante
Rodrigo Marques

“”A noção de democracia de alguns é um tanto estranha …”” É possível chamar de democracia um país que não tem uma constituição, cuja imprensa é em última análise subordinada à censura de um Exército que não está nem aí para a Suprema Corte do país (vide caso Anat Kam) nem pra leis internacionais (vide o caso do fósforo branco)…”” Ok, compare então a Democracia Israelense às ditaduras iranianas, cubanas, norte coreanas…. Ou pior, não precisa ir tão longe, compare à “Democracia Venezuelana” Quem sabe em Darfur também ache algo melhor que o regime que vigora em Israel… E te… Read more »

Leandro RQ
Visitante
Leandro RQ

Finalmente os “monitoradores vermelhos” que tem frequentado o blog nos últimos tempos me trouxeram um novo conhecimento.

Não sabia que o ódio dos “companheiros” contra o estado de Israel era tão grande.

Sempre soube que tinham afinidade com a causa palestina. Mas confesso que não imaginava que o ódio aos judeus fazia parte da doutrina vermelha nacional.

Confesso que fiquei surpreso.

Só que tem um problema nessa história.

Acho que o termo “entidade sionista” deve ter sido proferido por Himmler, Eichmann, Goebbels ou alguém do mesmo quilate.

É um termo anti-semita.

Não acho correto que seu uso seja permitido aqui na trologia.

Gibbabr
Visitante
Gibbabr

Hipocrisia !! Francamente, olhando esse mapa, a única coisa que me veio à mente foi isso, os U.S.A., que apóiam TUDO o que Israel faz, criticam os países árabes que tem programas nucleares (não comprovadamente para fins bélicos) mas fecha os olhos para o fato de países como Israel terem armas nucleares, Coréia, Paquistão…; é no mínimo falta de noção apoiar atrocidades cometidas pelo exercito israelense contra civis (alegando que haviam terroristas entre eles) e criticar o Brasil por tentar resolver o problema da atual “crise nuclear” com o Irã. Claramente acho que o governo americano (alguns setores, não todo… Read more »

Vinicius Modolo
Visitante
Vinicius Modolo

Athalyba Vc ainda tem saco, eu já não. É duro demais a cabeça de alguns. Deve ser o capacete… Estado teocrático por teocrático Israel tbm o é, ou o que explica a sua existência se não aquele livro grande chamado Biblia. Não foi lá que os povos judeus encontraram o manah e etc e tal. Blz…e dai? sairam de lá a 2000 anos e depois querem voltar. Os Ciganos e Homosexuais sofreram tanto como eles durante o regime nazista e onde está o território deles? Na época de criação do Estado de Israel a população palestina era 3 vezes maior… Read more »

athalyba
Visitante

Tá sem argumentos, hein Rodrigo ???

Minha mão está aqui para ouvi-lo, pode falar …

(rs)

Vinicius Modolo
Visitante
Vinicius Modolo

Estado moderno de Israel???? teve outro Estado de Israel? Estado mesmo???

Vc já leu nações e nacionalismo? Alias é de um Judeu, um bom Judeu. Eric J. Hobsbawm.

Alias onde estão as fontes academicas do povo daqui?

A fonte academica do Vader é a Veja de domingão.

Vader
Visitante
Vader

Leandrão, eles não são pró-palestinos coisa nenhuma! Eles são antiamericanos. Se os EUA passassem a apoiar a causa palestina contra Israel, eles apoiariam Israel contra os palestinos da noite para o dia! Cara, essa gente não acredita em valores como sendo um norte para seus posicionamentos: logo, eles mudam de “causa” conforme esta se adapta a sua “missão” de promover a (para usar o termo antigo) “revolução bolchevique” (hoje deve ter outro nome, aquelas coisas estrambólicas tipo: “vitória do socialismo mundial”). No fundo no fundo, tudo que eles querem é a destruição do capitalismo, e seu grande símbolo, os Estados… Read more »

athalyba
Visitante

Poizé, Vinicius … Eu mesmo não tenho saco mas acho divertido ver os argumentos fracos, as tegiversações, os devios e os contorcionismos dialéticos … O que me deixa tranquilo é tem muito mais gente que lê e não comenta. Eu escrevo pra essas pessoas, não para esses coitados … Sei que minhas postagens podem não gradar a todos, mas me esforço em embutir informações que poderiam ser mais bem aprofundadas. Vc percebeu que nesse e em outros posts os caram evitam entrar nas minhas informações ??? É essa a minha mais valiosa recompensa: saber que eles as evitam por saber… Read more »

Tito
Visitante
Tito

Na visão de alguns, se você não é “vermelhucho”, não vale nada.

Pobres mentes pequenas…

Rodrigo Marques
Visitante
Rodrigo Marques

Athalyba,

Cara, eu já escrevi uma penca, até historinha contei…:)

Estou no aguardo dos seus argumentos…

Ou respostas a algumas perguntas:

1 – Você acha que o programa nuclear do Irã é pacífico? Ou seja, não tem fins bélicos?

2- O que há de positivo para o Brasil com a intermediação de Lula no conflito de interesse de EUA x Irã?

3- Onde preferiria viver se só tivesse estas opções: Israel ou Irã?

Não adianta chamar de obtuso, dizer que se diverte com os comentários…

Quanto ao Modolo, dispenso quem me pergunta a respeito do Estado Moderno de Israel, aquele que foi criado em 1948…

Vinicius Modolo
Visitante
Vinicius Modolo

Rodrigo.

EXISTIU OUTRO ESTADO OU NÃO???

Vinicius Modolo
Visitante
Vinicius Modolo

Existiu outro estado de israel para haver um moderno?

Estado nacional não….

Rodrigo Marques
Visitante
Rodrigo Marques

E outra, apesar de ter chamado a Hillary Clinton de Falcão da Direita?!?!?!, vou aguardar as suas respostas.

Tito
Visitante
Tito

Vader, você tá procurando emprego???

Abraço bro

Rodrigo Marques
Visitante
Rodrigo Marques

Modolo, Eu raramente posto aqui, prefiro ler o que o pessoal posta, porém alguns assuntos me chamam a atenção e quando eu tenho algum tempo como nos ultimos dias, eu acabo escrevendo alguma coisa, e repare, por mais asneiras que me questionem eu nao ofendo ninguém e tento na medida do possível ser indireto, ou seja, não me dirigir diretamente a ninguém. Pinço trechos e coloco o que eu penso. Agora se você nao entende o sentido do que quis dizer de um país que é uma republica parlamentarista ( em nada semelhante a sua história de ter sido governada… Read more »

Vader
Visitante
Vader

Tito disse:
28 de maio de 2010 às 17:30

Acho que é Tito, vai ver que o funesto cidadão quer me contratar, rsrsrs… 🙂

Abs bro.

Vinicius Modolo
Visitante
Vinicius Modolo

Não me escondo atras de fake…

Vader
Visitante
Vader

Vinicius Modolo disse:
28 de maio de 2010 às 17:27

“Afi…”

????????? 🙂