Home Defesa Exército e ABIMDE apresentaram estágio atual de principais projetos de defesa

Exército e ABIMDE apresentaram estágio atual de principais projetos de defesa

201
10

No Comando Militar do Sudeste

(Infodefensa.com) R. Caiafa, Sao Paulo

 

vinheta-clipping-forte1Foi realizada no auditório do Comando Militar do Sudeste (CMSE), uma reunião de trabalho com a participação de militares do Escritório de Projetos do Exército (EPEx), que apresentaram para os representantes da indústria nacional de defesa o atual status dos principais Projetos Estratégicos (PEE) da Força Terrestre. O evento contou coom a presença do  comandante da 2ª Divisão de Exército, general de divisão Floriano Peixoto Vieira Neto, do diretor-presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (Abimde), Sami Youssef Hassuani, e presidente do Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa (Simde), Carlos Erane de Aguiar,

Após uma breve introdução, feita pelo coronel Novaes, sobre as atividades do EPEx, seguiram-se as falas do general de divisão José Carlos (Projeto Defesa Cibernética), general de divisão João Roberto de Oliveira (Projeto SISFRON), general de brigada José Fernando Iasbech (Projeto PROTEGER), general de brigada Márcio Roland Heise (Projeto Defesa Antiaérea), general de brigada R/1 José Júlio Dias Barreto (Projeto Astros 2020), coronel José Henrique de Cássio Ruffo (projeto Guarani), coronel Rossi (Projeto RECOP) e novamente o coronel Novaes, que finalizou a apresentação falando sobre as possibilidades do estabelecimento de Parcerias Público Privadas (Projeto Unidade PPP).

Durante a reunião, a Abimde  anunciou a marca alcançada de 200 empresas associadas. O vice-almirante RM/1 Carlos Afonso Pierantoni Gamboa, vice-presidente da associação, informou aos presentes sobre a participação brasileira no 50º Paris Air Show, ressaltando a importância da parceria entre a Abimde e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX Brasil) para viabilizar a presença de 16 empresas nacionais no evento.

Também foram divulgadas ações do setor industrial de defesa para os próximos meses, como a realização do Workshop Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE) da Força Aérea Brasileira; a entrada do Sistema FIERGS no COMDEFESA no próximo dia 24 de julho; a realização de reuniões entre a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado Federal e o Comitê VANT visando debater a urgente necessidade de regulamentação do emprego operacional de veículos aéreos não-tripulados no espaço aéreo brasileiro. Também foi apresentado workshop do Comitê de Simulação e Treinamento no WSTM (Brasília, outubro) e I/ITSEC (Orlando-Flórida, dezembro), e foi divulgado calendário com 12 eventos internacionais que terão presença da parceria APEX-Abimde, e também a comemoração dos 28 anos da associação em agosto.

Foram confirmadas ainda as tratativas iniciais entre a Marinha do Brasil e a Thales Nederland  para a aquisição do sistema I-Mast 100 (Thales Integrated Mast) para instalação nas novas corvetas classe Barroso modificadas, atualmente em fase de especificação de projeto. A previsão é de que sejam construídas cinco unidades em território brasileiro nos próximos anos. O I-Mast é um  conceito de mastro integrado dotado de sensores no estado da arte e talhados para missões de vigilância costeira, patrulha marítima e combate a ameaças assimétricas.

FONTE: Infodefensa via Resenha do Exército (adaptação do Forças Terrestres. Título original: “Exército e ABIMDE apresentaram para indústria nacional de defesa o atual status dos principais Projetos Estratégicos“)

10
Deixe um comentário

avatar
8 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
rsbacchiColombellieduardo.pereira1EdgarGuilherme Poggio Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
fsneto
Visitante
fsneto

“O vice-almirante RM/1 Carlos Afonso Pierantoni Gamboa” o que significa o RM/1?

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

RM1 – Reserva Remunerada 1ª classe

Ou seja, não é mais oficial da ativa.

roberto bozzo
Visitante
roberto bozzo

Sei que este não é o local, mas como esta na reportagem do ForTe… não seriam apenas 4 unidades novas da Barroso Modificada ? No texto cita 5 unidades… alguém confirma ?

Edgar
Admin

Bozzo, acho que 5 só contando com a própria Barroso:

http://www.naval.com.br/blog/2013/05/24/visita-ao-npaoc-apa-na-chegada-a-cidade-do-rio-de-janeiro/

“Com relação à construção de mais corvetas da classe “Barroso” aperfeiçoadas, o Comandante da Marinha disse que o projeto está sendo atualizado e que em 2014 poderá ser iniciada a construção da primeira unidade, de um total de quatro navios planejados. A ideia é construir as corvetas em estaleiros privados, mas o Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro também poderia ser usado para a tarefa.”

eduardo.pereira1
Visitante
Member
eduardo.pereira1

Edgar , no texto fala-se de 5 unidades, pode ser que houve mudança de plano e tenha sido aumentado em mais uma unidade a ser construida também, quem sabe nao é??

eduardo.pereira1
Visitante
Member
eduardo.pereira1

Sera que este ano ainda teremos a visao do projeto,modelo de como serao as novas corvetas class Barroso e o Guarani com torre com canhao(6×6 ou 8×8) ?

Colombelli
Visitante
Active Member
Colombelli

Eduardo, o Guarani 8×8 é pra 2015. Mas já circula no youtube uma versão em 6×6 com canhão. É mais baixo que os VBTP e VBCI, tendo menor distância da roda ao teto na lateral.A versão não é real ainda, é so um esboço e não sei se é oficiai.

rsbacchi
Membro
Member
rsbacchi

Colombelli, na LAAD 2011 a IVECO distribuiu um folheto do VBR 6X6 com o canhão Cockerill Mk 8 de 90 mm.

Ele era indicado como mais baixo do que o VBTP-MR 6X6 (exatamente como você escreve).

Eu acredito que a questão de menor altura será mantida no VBR 8X8.

Bacchi

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Bacchi

Nesta última LAAD (a de 2013) já falava-se em um canhão de 105mm para o Guarani. Tanto que o estande da Cockerill exibia não mais o de 90mm de 2011, mas o de XC-8 de 105mm.

eduardo.pereira1
Visitante
Member
eduardo.pereira1

Valeu Colombelli !!