Home Asas Rotativas Fennec modernizado realiza campanha para a certificação de braço de armamento

Fennec modernizado realiza campanha para a certificação de braço de armamento

5399
25
????????????????????????????????????
João Paulo Moralez

Um helicóptero Fennec da Aviação do Exército (AvEx) realizou com sucesso a campanha para certificação do braço de armamento que está sendo instalado nas aeronaves modernizadas pela Helibras. Confira no vídeo o teste.

O braço possui uma instalação no centro de gravidade da aeronave, que equilibra o peso do equipamento no helicóptero, e é compatível com armamentos no padrão OTAN – Organização do Tratado do Atlântico Norte. A integração do armamento aos demais sistemas da aeronave foi realizada pelos engenheiros da Helibras na fábrica da empresa, em Itajubá (MG).

Para a qualificação, os testes de tiro foram executados no campo de tiro da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ), em voos diurnos, noturnos e no modo NVG (óculos de visão noturna). A campanha durou cerca de uma semana e obteve resultados muito satisfatórios.

Os testes tiveram o apoio de militares do Grupo de Ensaios em Voo da AvEx – GEA, integrantes do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA/IFI) e da equipe da Helibras.

????????????????????????????????????
João Paulo Moralez

FONTE: Convergência Comunicação Estratégica

25 COMMENTS

  1. Mas os fennecs so são armados com canhões e foguetes nao guiados? So isso? Nao deu pra fazer eles ficarem ao menos parecidos com os gazeles que tinham misseis hot? E os panteras nem pra ficar igual ao panteras chineses, armados atem os dentes? Falta um bom heli de esclarecimento e reconhecimento armado ao EB. E de um bom chinook tambem….

  2. Concordo com Gustavo, porem só em ter este equipamento já tá bom aqui não é a China e sim Brasil, daqui uns 20 anos a coisa melhora.

  3. EB ja mostrou interesse de no futuro adquirir helicópteros de ataques reais, mas no momento não há cash, logo so podemos esperar estes ai ja fazem um certo estrago e por hora e oque temos, sobre mais info sobre o plano do EB, para helis de ataque e so pesquisar aqui mesmo no forte

  4. Pessoal, do jeito que a coisa anda, só de voarem já é uma vitória imensa. Houve uma época na FAB que os F-5 decolavam para interceptações completamente “pelados”. E nem munição nos canhões levavam, era só o avião, o tanque ventral e o piloto. Beirando a miséria.

    Fico feliz de ver esse progresso no EB. Infinitamente melhor que nada.

  5. Eu gostei da instrução de tiro fiquei feliz , mas vou concordar com Gustavo sobre a aquisição de chinook , seria algo muito importante para EB pois não temos nada parecido de Heli em capacidade de carga e transporte , ia ajudar muito na doutrina de Força de Ação Rápida Estratégica do EB (A Força de Ação Rápida Estratégica, conhecida como FAR é uma força do Exército Brasileiro formada pelas unidades de elite altamente mobilizáveis e preparadas. Ela existe para atuar em qualquer parte do território nacional, em curto espaço de tempo, na hipótese de agressão externa.) seria uma mão na roda um “bichão” para transporte de carga e pessoal , mas o EB não esta dormindo não eles já estão pensando em comprar algo do tipo já vi algumas matérias sobre isso para preencher essa lacuna .Abraços !!!

  6. Boa noite para todos. O Helicópteros Fenecs fazem parte de uma modernização e aquisição de doutrina. Será uma ótima aquisição caso tenhamos os Chinnooks com certeza poderemos transportar tropas e principalmente armamento de Artilharia adequadas á proteção de nossas fronteiras. O que falta é verba? Sim. Temos governo pensando nas Forças Armadas? Não! Fazemos o que podemos. Abraços.

  7. Esse helicóptero é foto do preparo das nossas forças armadas, quase nenhum! Fico imaginando o Fennec em combate, despencando dos céus, não é nem necessário um fuzil 7,62 ou 5,56 para derrubar essa aeronave, uma pistola 380 já é o suficiente caso ele esteja voando baixo. Ele serve muito bem para instrução de voo, mas para combate é duro hein!

  8. Caro Jodreski algumas informações para ti esse helicóptero e blindado contra tiros de fuzil 7,62 e 5,56 é usado pela PM do estado de São Paulo em operações de combate ao crime , e vários casos a aeronave foi alvejada e conseguiu voltar para “casa” , portanto sua afirmação que ele seria derrubado por uma pistola 380 seria uma tremenda heresia , para o combate ele serve sim como apoio a um avanço de tropa de infantaria contra outra tropa inimiga , a missão dele seria de saturação área dando cobertura para os soldados avançar , agora se tu quis dizer que ele seria ineficiente no combate com outro helicóptero , na função de interceptar e destruir ai fico quieto .Esse helicóptero e tão “ruim” que forças armadas como EUA , Reino Unido, França ,usa ele né ? Abraços !!!!

  9. Alexandre Samir, se você blindar um fenec para aguentar tiros de 7,62 ele não sai do chão. Nem o M-113 aguenta tiros de 7,62 na lateral.

  10. Wellington. eu citei o MAS 3.1 acho que eu me confundi acho que esse missil seria o MAS 5.1 acho que seria essa a designação correta. Uma pena não termos noticias e tudo nessa época demora demais no Brasil.

    Abraço

  11. Alex,
    Sequer se fala mais do Piranha 2 que já estava praticamente pronto. Não espere por notícia desse 5.1 porque ele já deve ter sido cancelado e esquecido há muito tempo, se é que passou de um “sonho numa noite de verão”.

  12. Bosco, apesar de ser o mesmo fabricante, a instituição interessada é diferente. Ao EB, o MAS 5.1, é uma das prioridades no plano estratégico 2016-2019. Enquanto a FAB prefere importar armamento inteligente, o EB prefere desenvolver.
    Até mais!!! 😉

  13. Pessoal Bosco e Goes ja pesquisei bastante sobre esse assunto porém nada apenas promessa nosso pais anda capenga de seriedade.

  14. Alex, vamos organizar as coisas?!?!

    Este é o documento do EB intitulado PLANO ESTRATÉGICO DO EXÉRCITO (PEEx) 2016-2019, nas páginas 34 a 36 é citado os projetos de seu interesse.

    http://www.infodefensa.com/archivo/files/bee%2028-14%20-%20plano%20estrat%C3%A9gico%20do%20ex%C3%A9rcito%202016-2019.pdf

    1.15 Míssil Superfície-Superfície 1.2 Anticarro ( MSS 1.2 AC);
    (…..)
    2.16 Sistemas de Mísseis – DAAe¹ de Baixa Altura e Anticarro².

    (…………)

    Obs:
    ¹ – Defesa Anti-Aérea MSA (Míssil Superfície-Ar) 3.1 ;
    ² – Este é o míssil anticarro MAS (Míssil Ar-Superfície) 5.1 – derivado do MSS (Míssil Superfície-Superfície) 1.2

    Até mais!!! 😉

  15. Obrigado Goes pelos esclarecimentos eu não tinha tido acesso ao documento e pelo o que eu tinha visto anteriormente esses misseis MAS 5.1 ja era para estar sendo testado pois o projeto faz anos que divulgaram e a ideia era que eles entravam em operação com os fenecs modernizados, mas ao menos uma coisa é positivo não desistiram do projeto e alem do 1.2 e 5.1 e pra mim o MSA 3.1 eu não me lembrava mas estou feliz da não desistencia agora é cobrar seriedade.

    Alex Tiago

  16. Pelo menos o EB faz o que pode para ter para proteger nossas fronteiras, desrespeito com a Força. Orçamento minguado “propositalmente” . Distúrbios políticos partidários contrários à Democracia ´tudo dando contra. Até quando vamos aguentar incompetência e demagogia? Mas o EB não desistirá!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here