Home Blindados CFN quer modernizar tanques leves e comprar veículos sobre rodas

CFN quer modernizar tanques leves e comprar veículos sobre rodas

7598
32

CFN - 3

O Jane’s noticiou que o Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) da Marinha do Brasil está considerando upgrades para seus tanques leves SK-105A2S Kürassier, e a compra de veículos blindados 4×4 e 6×6.

Projetos de modernização dos tanques e a obtenção de veículos blindados sobre rodas estão atualmente passando por uma fase de estudo e uma análise do conceito e do orçamento de viabilidade, disse um porta-voz da Marinha.

Estes projetos integram o Programa de Consolidação da Brigada Anfíbia no Rio de Janeiro (PROBANF), que visa aumentar o poder de fogo, a capacidade expedicionária, mobilidade e de proteção dos fuzileiros.

Dezessete tanques e um veículo de recuperação 4KH7FA Greif foram recebidas da Steyr-Daimler-Puch Spezialfahrzeug (agora parte da General Dynamics European Land Systems) em 2001, após a aquisição, em 1998.

32
Deixe um comentário

avatar
32 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
16 Comment authors
DaniloSatyriconLukas DelmondesAlfredo AraujoClaudio Moreno Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Alfredo Araujo
Visitante
Alfredo Araujo

O ex-marine Solomon, é fã do CFN…
Inclusive, ele postou uma matéria elogiando o fato do CFN possuir uma viatura AT dedicada, feito os SK-105

Antonio Carlos Jr Zamith
Visitante

Espero que tenha verba que a meta fiscal deste ano já estourou. as 3 forças devem bilhões aos fornecedores;

Jorge Knoll
Visitante

– Espero que o CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS (CFN) não incorra no mesmo erro do ExB em escolher o GUARANY, que deixa muito a desejar em relação aos seus concorrentes.
S- Que a escolha pelo CFN recaia sobre um 8×8, nada de 4×4 ou 6×6, e que navegue e seja alto do chão.

augusto
Visitante
augusto

Alfredo Araujo o SK-105 não é usado como AT no CFN mas como tanque mesmo, ele ta la pra romper as linhas inimigas. Bom é o que agente pode compra né kkk

Gilson
Visitante
Gilson

Pra mim a marinha do Brasil, teria que ter no mínimo 80 mil fuzileiros navais e tanques leopard 1A5BR.

Reginaldo Jose da Silva Bacchi
Visitante
Reginaldo Jose da Silva Bacchi

Espero que o CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS (CFN) escolha o GUARANI, um excelente carro!

Claudio Moreno
Visitante

Olá Senhores! Triste a realidade do CFN ainda que um time de pronto emprego e um dos melhores do mundo, é triste e vergonhoso que a tropa dependa de dezessete SK-105 como arma de choque. Pior ainda é não ter recursos para modernização mínima. Penso que, já que o almirantado nunca foi muito de atuar em sintonia com as demais forças, no sentido de ser pioneira em muitos aspectos e conceitos, a MB deveria buscar os M-60A3 nos estoques americanos e prover um CC verdadeiro ao CFN. Seguir utilizando o SK-105 como veiculo de reconhecimento e se não for o… Read more »

Tamandaré
Visitante
Tamandaré

Bacchi, não tem jeito: sempre vai aparecer lunático com essa história de “Guarani lixo”. Já dá até canseira de ver isso….. 🙁

Bom dia

Klesson
Visitante

Jorge Knoll 16 de agosto de 2016 at 0:16
– Espero que o CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS (CFN) não incorra no mesmo erro do ExB em escolher o GUARANY, que deixa muito a desejar em relação aos seus concorrentes.

Olá Jorge Knoll,

Bom dia,

Por gentileza, nos aponte os problemas do Guarani pelos quais o CFN não deveria incorrer por sua opção. E os erros estes do EB? Quais foram?

Abraço.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

M60A3 temos nos estoques do EB , precisa que o MD os transfira a MARINHA , e esta os modernize com o KIT israelense desenvolvida para os M60A3 !!

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Sobre o Guarani , espero que o EB pare com a produção do 6X6, e parta para padroniza-lo em 8X8 ,em todos os seus derivados !!

alvaro
Visitante
alvaro

Havia (ou há) um projeto de atualização do SK105A2S sendo conduzido pelo CFN e uma empresa de S. Jose dos Campos. Será que foi adiante?

Claudio Moreno
Visitante

Alvaro boa tarde,

Infelizmente ficou somente em uma única unidade e ainda que esta foi na faixa…oCFN não pós a mão no bolso.

Na dita modernização a empresa GESPI, identificou a necessidade de uma completa modernização do sistema de frenagem e do sistema de refrigeração. Até aonde se sabe, nada foi dito quanto a sistemas de computação de tiro, blindagem adicional (embora não se caracteriza necessário já que o SK-105 é um caça tanques por definição, velocidade no engajamento e saída rápida são seus pontos fortes, a blindagem só o tornaria lento).

CM

Bardini
Visitante

Ao meu ver, o ideal seria a Marinha ir as compras na Alemanha e trazer alguns Leopard 2 para o CFN, que como é uma força de característica expedicionária, deveria estar dotada de um MBT respeitável. Não que seja necessária uma centena, afinal, não se tem na esquadra uma grande capacidade de transporte, mas algo na faixa das 30 unidades seria uma importante conquista para a força, ainda mais com a KMW por estas bandas. . De resto, é torcer para que se contrate um bom lote das variantes do Guarani se o futuro permitir, esperar os novos CLAnfs e… Read more »

TTTT
Visitante
TTTT

Bardine acho q vc ta exageirando nao ? Vamos invadir quem com essa forca ? Vejo o CFN como uma divisao de infantaria estritamente profissonal é só.

Bardini
Visitante

TTTT,
.
Não sei se você está sendo irônico mas, o que se tem de equipamento no CFN mal da para operar no Haiti.
.
Temos fuzileiros demais e equipamento e navio de menos.
.
No mais, pergunte lá na MB quem vamos invadir com os quase 20 mil cabeças nessa “divisao de infantaria estritamente profissonal”.

Claudio Moreno
Visitante

Poxa vida até que em fim alguém de visão aberta!

O CFN é uma unidade de choque! Demorou para ter um MBT digno. A fase embrionária ficou lá trás. É mais que passado a hora de fixar o olho no futuro.
Leopard 2 penso que só se for do modelo A4 ou A5.
Será que haveria unidades disponíveis?

CM

augusto
Visitante
augusto

Simpatizo com a visão do TTTT o único corpos de fuzileiros navais do mundo com capacidade de choque é o usmc. Bom os EUA por estarem no mundo todo precisão dele mas sera que o Brasil que nem potencia regional é precisa ? acho que não

alvaro
Visitante
alvaro

Claudio, grato pela resposta. Acho que a situação do país não permite um MBT do nível Leopard 2 para o CFN (a questão é controversa, claro). Por enquanto eu modernizaria os limitados SK105. Para o futuro pensaria em helicópteros de ataque tipo Cobra (ou similar) para os fuzileiros, até antes de investir em MBTs.

Alfredo Araujo
Visitante
Alfredo Araujo

“augusto 17 de agosto de 2016 at 7:21″
Simpatizo com a visão do TTTT o único corpos de fuzileiros navais do mundo com capacidade de choque é o usmc”
.
…e q por sinal, estão colocando seus M1 aos poucos para a reserva.

Claudio Moreno
Visitante

Alfredo boa tarde! Respeito tua opinião até porque é assim que construimos boas democracias. Entretanto é imperativo corrigir o pensamento quando equivocado. E o colega está equivocado. Nossas forças armadas não são constituídas para invadir ou tomar. Antes para prevenir e rechaçar! Unidades de pronto emprego como em questão o CFN necessitam sim de MBT para fazer frente no choque. Mundo afora são exemplos de unidades de pronto emprego que tem seus corpos de CC. O seu erro maior é basear sua “doutrina” na única super potência militar no momento. Qualquer comparação que se fizer usando os EUA como parâmetro,… Read more »

Bardini
Visitante

Os Marines estão colocando M1 na reserva pq viraram uma força de combate ao “terrorismo”. O dia que precisarem voltar a combater um inimigo regular, MBTs não estarão em segundo plano.

Lukas Delmondes
Visitante
Lukas Delmondes

Essa discussão de vcs me lembrou uma conversa que tive a um tempo atrás: Se o Merkava seria um bom MBT expedicionário. Eu disse que ele era perfeito para Israel, mas não servia para outros países. Estou certo ?

Reginaldo Jose da Silva Bacchi
Visitante
Reginaldo Jose da Silva Bacchi

Lucas, eu estou cansado de ler comentarios semelhantes a este, mas até hoje não entendi porque. Uma das muitas respostas era que ele era muito largo, e não dava para transporta-lo.

Satyricon
Visitante
Satyricon

Minha opinião quanto a MBT, tanto para o EB quanto CFN: Sabra (quando se tomar a decisão de se investir em um)
Sobram m60 no mercado, que no EB caminham para a obsolência, mas Israel é favorável a parcerias e seria, de longe, o melhor custo benefício. O difícil será convencer um programa conjunto EB/CFN.

Bardini
Visitante

Mestre Bacchi,
.
Aproveitando a oportunidade de ter alguém do gabarito do senhor por aqui, e o Guarani, já existem conversações para um próximo lote ou esta tudo parado?
.
http://www.janes.com/article/63052/brazilian-army-looks-to-buy-hundreds-of-weapon-mounts
.
Seria este um sinal de melhoras?

Reginaldo Jose da Silva Bacchi
Visitante
Reginaldo Jose da Silva Bacchi

Bardini, muito obrigado por suas palavras, mas estou tão no escuro quanto vocês.

Lukas Delmondes
Visitante
Lukas Delmondes

Eu li isso aqui no blog mesmo. E diziam justamente isso, as dimensões do veiculo impediam que ele se tornasse um MBT expedicionário.

Bardini
Visitante

Imagina o que esse pessoal deve falar do Challenger 2 com Chobham …

Reginaldo Jose da Silva Bacchi
Visitante
Reginaldo Jose da Silva Bacchi

Lucas, aqui no Brasil adora-se procurar pelo em ovo!!!

Bardini
Visitante
Danilo
Visitante
Danilo

Material chinês ou russo seria uma opção?