Home História Opinião: Revolução de 1917 foi tragédia para os russos

Opinião: Revolução de 1917 foi tragédia para os russos

1870
41
Uma estátua de Lenin na Sibéria

Principal acontecimento do século 20 deixou consequências graves e duradouras em todo mundo e, de forma indireta, ao menos um benefício para o Ocidente, opina o escritor russo Victor Erofeiev

De fato: a Grande Revolução Socialista de Outubro, como os comunistas se referem à sublevação de 1917, foi realmente grande nas consequências. Ela abalou o mundo ou (dependendo do ponto de vista) conduziu a história à beira do precipício. Ela provavelmente foi o principal acontecimento do século 20. Dela resultaram muitas consequências graves.

A história não conhece o subjuntivo, mas pode-se dizer que, se não houvesse a Revolução de Outubro, não haveria Adolf Hitler. Pois, como se sabe, Stálin impediu a união da esquerda na Alemanha – os comunistas e os social-democratas – no início dos anos 1930.

Por outro lado, sem a Revolução de Outubro é difícil imaginar o intenso desenvolvimento das instituições sociais no Ocidente, a transição do capitalismo, como descrito por Karl Marx, para o Estado de bem-estar social de hoje. No fundo, o beneficiário da Revolução de Outubro é justamente o mundo ocidental, que aprendeu como não se deve fazer e soube contrapor ao totalitarismo uma alternativa digna.

Se continuarmos o raciocínio sobre a influência da Revolução de Outubro nos acontecimentos mundiais, fica claro que, sem aquele outubro, não haveria a atual erupção imbuída de ódio do terrorismo internacional. Pois o terrorismo é, também, uma herança da tática comunista impiedosa de não abdicar de nenhum meio para alcançar seus objetivos.

Nesse sentido, um exemplo marcante e infelizmente contagiante é Cuba e seu ilustre ícone terrorista Che Guevara. A veneração desse revolucionário profissional em várias partes do mundo mostra mesmo nos dias de hoje que a semente da violência em nome de ideias utópicas está depositada na própria natureza humana. Essa semente floresce nos homens-bomba, em homenagem aos quais nós, em todos os aeroportos do mundo, tiramos casacos, relógios, sapatos e cintos e oscilamos entre a própria segurança e liberdade de ação e pensamento.

Para a própria Rússia, a Revolução de Outubro de 1917 não trouxe nada de positivo. As revoluções francesa, inglesa e todas as outras grandes revoluções europeias – à parte o derramamento de sangue e a violência terrível – podem ser vistas como motores do progresso social. Já a Revolução de Outubro mostrou ser uma tragédia para o povo russo. As pessoas na União Soviética conseguiram sobreviver e até mesmo alcançaram importantes êxitos na ciência e na cultura – apesar da Revolução de Outubro.

Na União Soviética houve uma terrível “antisseleção” da população, na qual classes sociais inteiras foram aniquiladas, desde os aristocratas até os camponeses independentes. E que nós, os cidadãos da Rússia, até hoje não tenhamos conseguido sair dessa cloaca na qual a Revolução de Outubro nos enfiou, que na Rússia, até hoje, falte uma cultura política, que dirá então sabedoria política, também isso é uma consequência de 1917. Os russos foram enviados ao inferno da Idade da Pedra, com concepções arcaicas de bom e mau, sem qualquer compaixão por “estrangeiros” e “outros”.

Os defensores da Revolução de 1917 dizem: o analfabetismo foi eliminado, houve uma industrialização bem-sucedida, nós saímos vitoriosos da Segunda Guerra Mundial. Mas a luta contra o analfabetismo já havia começado antes de outubro de 1917, a industrialização já estava a todo vapor na Rússia no início do século 20, e a vitória na guerra custou ao país, segundo os dados mais recentes, mais de 40 milhões de vidas.

O mais duro e absurdo é que, na verdade, nunca houve uma Revolução de Outubro. Ela foi um golpe de Estado bem-sucedido. E, como em todo golpe de Estado, os acontecimentos de outubro de 1917 poderiam ter ocorrido ou não, eles poderiam simplesmente não ter dado em nada e caídos no esquecimento em meio à fumaça empesteada da Primeira Guerra Mundial.

Sim, a Rússia precisava de uma revolução, e esta se deu em fevereiro de 1917. Os bolcheviques aproveitaram suas fraquezas e afogaram tudo em sangue, terror e mentiras. Essa panaceia da desgraça é – com novas nuances –perceptível até hoje. Terrorismo e civilização, cultura e violência, demagogia e racionalidade são difíceis de conciliar. As tentativas atuais, por parte dos poderosos russos, de reconciliar tudo e todos também se fundamentam em demagogia e atavismo.

Na Rússia, a vida se fundamenta no princípio esperança. Esta é a pré-condição para a sobrevivência: a eterna esperança de um futuro melhor. Tomara que um dia, sobre o apoio de novas gerações, essa esperança se transforme em realidade, apesar de tudo, e os russos acordem num mundo normal. A cabeça ainda vai doer por muito tempo, mas um dia, apesar de tudo, vamos reencontrar a nós mesmos.

O russo Victor Erofeiev é escritor, nascido em 1947. Em 1979, ele foi excluído da associação de escritores da União Soviética. Tornou-se conhecido internacionalmente em 1990 com o romance A bela de Moscou, traduzido em 27 línguas. Vive em Moscou e é um crítico do presidente Vladimir Putin.

FONTE: Deutsche Welle

41 COMMENTS

  1. Ta certo, o terrorismo foi inventado pelos comunistas, a história da humanidade pelo visto começa no século XX…

  2. “Pois o terrorismo é, também, uma herança da tática comunista impiedosa de não abdicar de nenhum meio para alcançar seus objetivos.”

    É só saber interpretar o que está escrito. Fica bem claro para quem consegue entender.

  3. Uma critica bem contundente à Revolução Soviética de Outubro de 1917. Não é fácil e porque não dizer, normal um russo ter a coragem de criticar o que para a maioria da Russia foi a maior conquista do país a Revolução. Rússia é país lindo que tenho esperanças que ela crescerá como uma democracia e nunca mais terá uma ditadura comunista de novo! Uma verdadeira lição de história de que como as idéias de Karl Marx e Frienderich Engels não funcionam. São uma utopia!

    Carcara_br, o terrorismo não foi inventado pelos comunistas, mas com certeza aperfeiçoado para atingir seus fins!

  4. Luiz Trindade 8 de novembro de 2017 at 13:30

    E como foi aperfeiçoado. Basta lembrar as ligações espúrias entre o Setembro Negro e a KGB.

  5. Revolução?? Em 17 ocorreu o golpe comunista . Os Alemães procurando derrotar a Rússia na I WW introduziram lenin clandestinamente a partir da Suiça, onde essa arma de destruição em massa estava exilada. Com dinheiro dos Alemães patrocinando os terroristas e a desmoralização das tropas Russas foi fácil a consumação dessa tragédia mundial que originou a II WW e os conflitos da guerra fria.

  6. A esquerda insiste em subverter a ordem natural das coisas e não se detém em empurrar goela abaixo da população teorias construídas artificialmente por meia dúzia de “intelectuais”, em detrimento da evolução cultural natural da sociedade.
    Nunca daria certo o golpe comunista colocado em ação pelos bolchevistas em 1917 na Rússia por ser completamente antinatural, por mais justa que possa ter sido sua intenção inicial.
    A “Ideologia do Gênero” é outro exemplo de construção artificial da engenharia social de esquerda. Há em todas as civilizações, em toda a história humana, em todos os pontos geográficos, a clara divisão de homens e mulheres sendo respectivamente machos e fêmeas biológicos. Mas os gênios marxistas querem nos fazer crer que toda a humanidade está errada e só a eles é que foi dada a capacidade de discernimento entre o bem e o mal.

  7. A 1 revolução Comunista foi na verdade a Revolução Francesa a Revolução de 1917 só foi sua continuação que teve como traidores os Americanos e Ingleses que não apoiaram os Russos Brancos.

    Depois do Islã o Comunismo com a morte de + 100 milhões de Russos foi a pior coisa que aconteceu ao mundo e lógico aos próprios Russos.

    Alias ninguém acredita como é que pode os Russos se deixarem matar tão facilmente!!!!!!

  8. A diferença fundamental naquilo que ele chama de “revoluções europeias” citando expressamente a revolução francesa e a inglesa da revolução russa é a posição que o indivíduo ocupa nas ideologias em nome das quais estas revoluções ocorreram. As revoluções europeias tinham caráter liberal: a valorização do indivíduo, do cidadão, perante o Estado que era personificado nos monarcas derrubados; e graças a esta valorização do indivíduo, estes países acabaram, mais cedo ou mais tarde e não sem muitas reviravoltas, desenvolvendo instrumentos nos quais os cidadãos participam do processo político – ou seja desenvolveram culturas democráticas. Na revolução russa ocorreu o exato oposto: o indivíduo, que não era valorizado no império russo, continuou a não ser valorizado no totalitarismo que se instalou após a revolução e por isso a Rússia nunca conseguiu desenvolver em sua população a mesma cultura democrática, mesmo após o fim da URSS.

  9. Discordo cabalmente que a revolução Russa refletiu positivamente no Ocidente. Antes as pessoas eram responsáveis por elas mesmas, senhoras de si, não precisavam de estado-babá. O estado de bem estar social, implantado pelos socialistas social democratas, foi o PRINCIPAL FATOR do “amolecimento” dos europeus. Investiu pesadamente no agigantamento do estado, e na incapacitação das pessoas para agir sem serem guiadas por este mesmo estado, que diz o que devem ou não fazer, controla suas vidas, em troco de mais intervenção estatal em todos os aspectos da vida. A social democracia é a materialização do SOCIALISMO FABIANO, que leva a sociedade gradual e indolormente para o totalitarismo. Se você joga o sapo na água fervente, ele pula logo fora, se puder. Mas se o coloca na água fria, e vai muito gradualmente aumentando a temperatura, ele até relaxa, e acabará cozinhado.

  10. Não foi feriado na Rússia, nem facultativo, não houve comemorações ou homenagens do govêrno central.
    já era esse imbecíl embalsamado cuja alma está no inferno fazendo sombra a Stalin.

  11. O articulista está certíssimo! A assim chamada revolução de outubro, ao mergulhar a Rússia em um estado policial e ditatorial, atrasou o país grandemente. E embora a URSS e o regime comunista tenham acabado em 1991 suas consequências duram até hoje, com Putin tentando a todo custo resgatar aquele período embora sem o comunismo.

  12. O problema não são os russos não fazerem questão de comemorar a revolução russa..

    O problema está aqui no Brasil na meia dúzia de idiotas que acham a revolução a última bolacha do pacote e batem palmas para o socialismo e o seu totalitarismo.

  13. Juliano Bitencourt,
    Corretíssimo.
    .
    Textozinho medíocre… os editores do site não são burros mas estão completamente alienados quanto as “Origens das Ideias” e portanto incapazes de avaliar a mediocridade das coisas que vem publicando já há algum tempo.
    .
    Alguns imbecis gritam aos 4 ventos sobre uma suposta participação da CIA em 1964. A única coisa de concreto e provada foram algumas toneladas de combustível “VENDIDA” ao EB com desconto. Pois assim como hoje, em 1964 faltava tudo, inclusive combustível.
    .
    Quem estava em ação de verdade por aqui era a KGB, representada pela StB Tcheca. E isso meus caros tem documentação para dar em doido, ainda mais que tem um grupo de Patriotas Brasileiros, descendentes de Tchecos, traduzindo TODOS esses documentos e uma parte acaba de virar livro.
    .
    Confiram aqui a contribuição desses verdadeiros Patriotas sobre as ações dessa escória no Brasil.
    http://stbnobrasil.com/pt/home

  14. Tiraram o país de uma monarquia truculenta e mergulharam o país numa violenta Guerra-Civil, milhares perderam a vida e como resultado final, outro regime brutal/violento … creio que não valeu a pena..

  15. Lenin como Hitler foram dois loucos que ganharam as massas literalmente com seus gritos de odio e o pior que ate hoje o mundo esta sujeito a esses capitaes da desgraca.

  16. A Rússia pré-revolucionária tinha servidão, pobreza e analfabetismo em níveis elevados. E ainda por cima se rendeu aos alemães na 1WW.
    Não era o país dos sonhos dos comunistas para se fazer uma revolução mas era o que tinha.

  17. Hoje a Rússia está pior que o Brasil. Até o país mais humilde em várias áreas da europa ocidental está melhor.

  18. Pior de tudo é ver a mídia medíocre brasileira elogiando este golpe. A globosta exibiu uma reportagem mostrando os benefícios que os comunistas proporcionaram ao incentivar o esporte como forma de gerar bem estar social, quase vomitei. E cada vez mais vejo como se tem procurado fazer uma verdadeira lavagem cerebral na grande massa no Brasil. Por que então não falaram dos milhões que foram executados a mando de Stalin?

  19. Vamos devagar com o andar da carruagem, na verdade a Revolução Russa é resultado direto da 1° Guerra, não podemos esquecer que alemães mandaram Lenin pra casa e deram grana pra ele se armar e derrubar o inimigo Russo “por dentro”. Portanto, a Revolução é resultado do desastroso início do século passado que o Ocidente criou.

  20. MadMax 9 de novembro de 2017 at 8:24

    Mas peralá!
    O Ocidente ou a Alemanha? Mesmo porque, boa parte do Ocidente (talvez a maior parte) estava contra a Alemanha, na Grande Guerra. E até certo ponto, uma parte da Rússia é Europa e, portanto, Ocidente ou não?

  21. Eita o povo aqui ta precisando viaja, eu tive o prazer de conhece a Russia (tenho um primo que faz medicina lá) e um país lindo e o povo e desconfiado mais depois que te conhecem te tanta como fosse da família, infelizmente o grande problema atual da Rússia e a desigualdade e a corrupção. Tem uma elite milionária e o resto da população na pobreza…não existe classe media. Principalmente entre os jovens principalmente nas maiores cidades existe uma vontade de mais liberdade, e um repudio aos atuais políticos. Só que lá todos tem medo de falarem mau. E um lugar perigoso de vc ir se não tive algum conhecido lá, são inúmeros os causos de roubos e estupros a estrangeiro lá, a própria policia e muito corrupta. Infelizmente a Rússia como no Brasil falta atualmente lideres que representem a vontade da maioria da população. E por mais incrível que pareça a maioria dos jovens não tem aquele espírito anti americano, pelo contrario ele na verdade queriam a mesma liberdade e oportunidades que existe nos EUA.

  22. Plinio Junior – Pior que nem tiraram monarquia nenhuma, o que os bolsheviks tiraram foi o governo provisório que tinha sido eleito por eleições livres, o imperador tinha abdicado e a Rússia estava em plena transição para a democracia e a industrialização, o golpe aconteceu pouco depois de terem proclamado a república.

    Para quem gosta de wikipédia que pelo menos vejam a gringa porque a BR é doutrinação pura.
    https://en.wikipedia.org/wiki/Russian_Provisional_Government
    https://en.wikipedia.org/wiki/Russian_Revolution#Russian_Civil_War

  23. Oganza, este link que você postou é uma das coisas mais importantes já postadas nesta trilogia. É história na fonte primária, na veia. Sugiro fortemente que os colegas comentaristas leiam, pois não há nada no país mais direto e sem manipulações da mídia nacional, que esconde de forma escandalosa esses documentos de fonte primária.

  24. Para quem faz questão de ver algum sucesso na Revolução Russa, basta recorrer novamente àquela lorota de que bom mesmo era o Trotsky, pois o Lenin era conservador demais.

  25. Entendi… Karl Marx se reuniu com o Talibã em 1916 e juntos possibilitaram a ascensão de Hitler o que culminou com o bombardeio nuclear de Hiroshima e Nagasaki… Graças ao totalitarismo de Stalin, então surgiu o estado islâmico, a alcaeda, AQUIM… Karl Marx inclusive é responsável pela globo promover uma campanha pela desestabilização da família e proliferação do homossexualismo…

  26. Não Jorge F, Karl Marx na verdade é o novo Jesus Cristo, e nós devemos contar as Eras em antes e depois de K.M. . Santidade é ser como Marx, pois em suas obras diretas não há referência a holocausto nem a destruição da família, nem a destronar Deus. Muito menos o bondoso Karl era adepto de ocultismo. Sua Santidade Luciferiana, precursor da Nova Era.

  27. Tragédia?
    Tirou uma nação da idade média e a levou até a conquista espacial.
    Menos ideologia e mais sensatez.

    “Para a própria Rússia, a Revolução de Outubro de 1917 não trouxe nada de positivo. As revoluções francesa, inglesa e todas as outras grandes revoluções europeias – à parte o derramamento de sangue e a violência terrível – podem ser vistas como motores do progresso social. Já a Revolução de Outubro mostrou ser uma tragédia para o povo russo. As pessoas na União Soviética conseguiram sobreviver e até mesmo alcançaram importantes êxitos na ciência e na cultura – apesar da Revolução de Outubro.”

    Quer dizer que as pessoas sobreviveram por si mesmas e alcançaram exitos sem o estado?
    Sem o Estado não fariam absolutamente NADA lá.

    Tinha que ser a fala de sujeito que foi rejeitado na URSS.

  28. “Jesus Baccaro 11 de novembro de 2017 at 9:21
    Tragédia?
    Tirou uma nação da idade média e a levou até a conquista espacial.
    Menos ideologia e mais sensatez.

    “Para a própria Rússia, a Revolução de Outubro de 1917 não trouxe nada de positivo. As revoluções francesa, inglesa e todas as outras grandes revoluções europeias – à parte o derramamento de sangue e a violência terrível – podem ser vistas como motores do progresso social. Já a Revolução de Outubro mostrou ser uma tragédia para o povo russo. As pessoas na União Soviética conseguiram sobreviver e até mesmo alcançaram importantes êxitos na ciência e na cultura – apesar da Revolução de Outubro.”

    Quer dizer que as pessoas sobreviveram por si mesmas e alcançaram exitos sem o estado?
    Sem o Estado não fariam absolutamente NADA lá.

    Tinha que ser a fala de sujeito que foi rejeitado na URSS.”

    De fato, para os Russos, a Revolução Bolchevique (engraçado que em momento algum o texto ou qualquer comentário menciona a Revolução Menchevique) foi um avanço. No século XX, os Romanov controlavam um Estado Feudal. Em 1917, isto acabou. O Império Russo de 1917, era uma nação atrasada, analfabeta, pobre e Feudal. Em !941, às vésperas da Operação Barbarossa, A URSS era uma nação atrasada, analfabeta, pobre, Socialista e à beira do Colapso. A II WW foi excelente para o Comunismo: Deu-lhe uma sobrevida de mais quarenta e poucos anos, unificou o país e lhe permitiu expandir-se Política e tecnologicamente. Stalin, talvez por ter ficado mais tempo no poder, conseguiu ser tão ruim ou pior que Hitler: Nomes como Katyn e Gulag ilustram bem o que quero dizer. Querer ser Juiz em Nuremberg, empurrando o Pacto Molotov-Ribentropp para debaixo do tapete, também é algo a se pensar.
    Em resumo: O Comunismo pode até ter sido um bom negócio para a Rússia… mas a que preço?

  29. Roberto, A Rússia de 1917 não era feudal. pelo contrário. Na década anterior o governo russo tinha empreendido um dos maiores programas de distribuição de terras e financiamento rural, programa esse que foi empreendido pelo seu ministro Pyotr Stolypin (infelizmente assassinado em 1911)

    A Rússia na década de 1910 era um país que apresentava as maiores taxas de crescimento e rapidamente se industrializava, ainda que financiada com capital francês. A guerra não interessava a eles, entraram na mesma por força do tratado franco-russo de 1894 – um erro que custou a coroa e, posteriormente, a vida de Nicolau II.

  30. Só li bobagens no texto.
    Nos comentários, muitos vindos de quem nunca leu nada de Marx e Engels além de algumas linhas, e têm opiniões adquiridas através do “ouvi, do que ouviu, do que ouviu, do que ouviu, do que alguém disse, que não estava lá, mas tinha um primo distante e ficou sabendo.”

    Marx e Engels falam de uma utopia? Muito provavelmente….. Porém nunca saberemos o resultado não-continuado da Revolução de 1917, afinal em janeiro de 1924 (depois da morte de Lenin) começou a disputa que terminou com Stalin líder do partido e país.
    Stalin sim acabou com qualquer chance de um país comunista existir, pois desvirtuou tudo com sua ambição de poder.

    Então aos que falam que comunismo na prática é uma merda, falam asneiras e não possuem argumentos empíricos, pois um Estado comunista com verdadeiras inspirações marxistas nunca existiu para ser julgado. O único “Estado”, não moderno por sinal, que pode ser considerado (anacronicamente, pois aconteceu muito antes de qualquer estudo) comunista é o Estado Lacedemônio, que obedecia preceitos comunistas, e inclusive serviu como fonte para os Jacobinos na revolução francesa. Não durou para vermos o que seria, pois foram vencidos em guerra contra os Tebanos e declinaram até acabar.

    De fato, pela natureza humana, acho muito difícil que venha existir um Estado moderno comunista, pois como disse Thomas Hobbes, “o homem é o lobo do homem”. A ganância por poder acaba com qualquer tentativa de um mundo com “liberdade, igualdade e fraternidade”.

    Então, seguimos com a ilusão da meritocracia capitalista até surgir um modelo melhor e que seja aplicável. E acreditem, sou um desses, corro atrás todos os dias para me manter bem empregado e atualizado com que existe de mais atual em conhecimento.

    Não vou nem discutir sobre invenção ou aprimoramento do terrorismo por soviéticos, pois isso é maluquice. Terrorismo sempre existiu, sempre. Quem institucionalizou primeiro foram os franceses. Os primeiros homens bomba eram os pacíficos budistas (pasmém).
    Então pelo amor de Deus…..
    Terrorismo de Estado é coisa velha, parem com asneiras.

    Sugiro estudar um pouco, pois repetir discurso é mole. Leiam obras de ambos os lados, só se sabe falar (bem ou mal) do que se conhece. E é preciso anos de estudo para conhecer algo.

    Esse discurso de taxar a revolução de 1917 como a pior coisa que já aconteceu, e que são uns canalhas, e mimimi, é absurda. Assim como dizer que o golpe de 64 foi para criar uma ditadura também é, quando se sabe que Castelo Branco interviu no poder sem vontade de se perpetuar ele. Porém outros tiveram outras ideias.

    Ah, alguém escreveu acima que a CIA não se meteu em 64, se meteu sim. Tem diversos documentos abertos por ela mesma que mostra participação ativa no golpe, assim como em todo outro lugar em que tiveram sua influência ameaçada. Óbvio, eles não seriam bestas de permitir um risco de ter o Brasil aliado aos soviéticos.

    Podem procurar vocês mesmos no https://www.cia.gov/library/readingroom/

  31. Quer dizer que um intelectual russo, que sentiu na pele os efeitos da ditadura totalitária soviética, só “escreveu besteiras”? Realmente essa esquerda brasileira é muito “çabida”…….

  32. Bernardo,
    Quer dizer que na teoria as ideias de Marx e Engels são perfeitas mas na prática não deram certo por conta da falibilidade humana?
    Ah! Tá!
    Bem! Sinto te dizer mas esse seu argumento serve para qualquer boa intenção que não levou em conta o “ser humano” e degringolou, inclusive a Gênesis, colocada em curso pelo Deus em Pessoa.

  33. Hms tireless, não sou esquerda, mas sei reconhecer asneiras quando são ditas. Não conheço obras acadêmicas ou livros deste senhor, porém este texto, isoladamente, foi uma bela merda. Essa ditadura totalitária foi horrível mesmo, porém nada teve de comunista. Te recomendo estudar e diferenciar comunismo e stalinismo.
    Quer uma leitura fácil, até para maus leitores? Revolução do Bichos. Fica a dica.

    Bosco, não disse hora nenhuma que as ideias deles são perfeitas. Inclusive, discordo de quem assim pense. Eu estava criticando alguns comentários acima que falam deles como se conhecessem a obra, porém deixam claro pela escrita, que nao sabem do que estão falando. São meros repetidores.
    Eu não rebato opiniões simplesmente, eu rebato ignorância.

    Lembrando, Marx estudou muito o capitalismo, era um especialista com gabarito quando resolveu combatê-lo. No mínimo, ele merece que pessoas igualmente especialistas entrem em debate com suas ideias. Como eu disse, nunca vimos e acho que nunca vamos ver suas ideias em prática, Trostky perdeu pra Stalin. A capitalismo venceu o stanilismo. Que bom.

    Abs!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here