Home Fronteiras Com agravamento da situação em Roraima, Temer visita o Estado nesta segunda

Com agravamento da situação em Roraima, Temer visita o Estado nesta segunda

6303
208
fronteira brasil venezuela - uol
Fronteira Brasil-Venezuela

Presidente e a governadora de Roraima, Suely Campos, vão se reunir para buscar soluções para os problemas criados pela imigração em massa de venezuelanos

Brasília – Preocupado com o agravamento da situação em Roraima, por conta do aumento da entrada de venezuelanos no Brasil, com o agravamento da crise no País, e principalmente depois da decisão da última semana da Colômbia, de fechar a sua fronteira com a Venezuela, para impedir a entrada dos vizinhos, o presidente Michel Temer decidiu ir pessoalmente a Boa Vista, para ver a situação “in loco” e verificar que medidas poderão ser tomadas para ajudar na solução dos problemas criados por esta imigração em massa. Nesta segunda-feira, 12, Temer vai se reunir com a governadora de Roraima, Suely Campos.

“Não dá para esperar o carnaval terminar para agir. A situação é dramática. Precisamos entrar com uma forte ação federal para ajudar o estado e os municípios de Roraima”, disse ao Estado o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Sérgio Etchegoyen, que esteve na quinta-feira da semana passada em Boa Vista, ao lado dos ministros da Defesa, Raul Jungmann, e da Justiça, Torquato Jardim, verificando os problemas.“O quadro lá é muito sério”, prosseguiu o ministro, ao informar que a ideia do governo federal é ampliar “ainda mais fortemente” o aparato de apoio ao estado, com mais ações de saúde, como levar mais suprimento para a população, por exemplo, além do reforço das fronteiras com soldados e Polícias Federal e Rodoviária Federal, para ajudar no ordenamento da entrada dos venezuelanos, já que o estado, sozinho, não tem condições de receber tantos imigrantes, atendê-los e abrigá-los.

Segundo Etchegoyen “aliada à situação econômica já deteriorada, isso se agravou com a iniciativa da Colômbia de adotar medidas mais rígidas de entrada pela fronteira com a Venezuela”, o que acabou aumentando, ainda mais o fluxo de venezuelanos para o Brasil. “Fechar fronteira não é política do Brasil”, observou o ministro, acrescentando que a solução é agir para dar apoio federal para aliviar a fronteira e resolver a questão humanitária.

O presidente Temer, que está no Rio de Janeiro com a família passando os feriados de Carnaval, vai sair de lá direto para Boa Vista, nesta segunda-feira, por volta das 11 horas. Temer deve retornar ao Rio depois da visita, para permanecer com a família na Restinga da Marambaia.

Além do GSI, da Defesa e da Justiça, representantes da Saúde, das Relações Exteriores, do Desenvolvimento Social, entre outros órgãos participarão da visita. “Sabemos que o sucesso do apoio vai levar a mais êxodo de venezuelanos para o Brasil. Por isso, precisamos encontrar uma forma criativa que evite isso, mas que nos permita ajudar os venezuelanos que já estão aqui”, comentou.

Uma das medidas a serem adotadas rapidamente, segundo informou o ministro Jungmann ao Estado, ao final da visita da semana passada, é de descentralização de venezuelanos, que serão transferidos, inicialmente para São Paulo, Paraná, Amazonas e Mato Grosso do Sul. Esta operação deverá começar a partir de meados de março, quando o governo federal pretende começar a distribuir a primeira leva de mil venezuelanos que chegaram a Roraima.

Um censo também será realizado para que se tenha ideia do número exato de venezuelanos que entraram e estão entrando no País já que os números são conflitantes, mas giram entre 30 mil e 40 mil. Por dia, passam pela fronteira do Brasil cerca de 700 venezuelanos em busca de melhores condições de vida, depois que o país governado por Nicolás Maduro se aprofundou em grave crise econômica, política e social. Os primeiros dados apontam que 70% desses venezuelanos tem nível médio de escolaridade e 30% têm nível superior e que deixaram seu país em busca de oportunidade por falta de comida, emprego, medicamentos.

Na sexta-feira, o presidente Michel Temer, em entrevista à Rádio Guaíba, disse que o Brasil vive um embate diplomático com a Venezuela e que a ações de seu governo não “diplomáticas” e “contestadoras” em relação ao que acontece no país vizinho. Temer comentou ainda que seu governo “discorda da forma como as coisas caminham lá (na Venezuela), que geram os refugiados” e lembrou que já editou decreto concedendo identidade provisória para estas pessoas que estão entrando no Brasil, como forma de identificá-las.

FONTE: Estadão

208 COMMENTS

    • Somos um país rico em território. Podemos suportar ainda mais gente tranquilamente. O problema são os corruptos. Venezuelanos QUE QUISEREM TRABALHAR E NOS AJUDAR A CONSTRUIR UM PAÍS MELHOR SERÃO BEM VINDOS. Que Deus os abençoe.

  1. Por que Maduro pensa em invadir a Guiana

    Por que conviria ao ditador Nicolás Maduro atacar a Guiana, a fim de anexar a região do Essequibo?
    Obviamente, para tentar desviar a atenção dos venezuelanos do desastre econômico, social e institucional causado por seu desgoverno e, assim, evitar que os movimentos de oposição organizados ganhassem uma dimensão incontrolável.
    Mas também para deslocar unidades militares para longe de Caracas, prevenindo que as Forças Armadas do país possam se voltar contra ele.

    https://www.oantagonista.com/mundo/por-que-maduro-pensa-em-invadir-guiana/

  2. Isso que ferra a visão do Brasil pelo mundo. A Falta de comando e de decisões corretas afim de controlar a situação, e pior ainda, a decisão de “acolhimento” de imgrantes que, muitos deles, não possuem formação técnica, o Brasil terá que gastar dinheiro para recebe-los, ensinar a língua etc. Como os tupniquins dizem, Brasil é terra de ninguém.

  3. A diferença entre um país que leva a sério sua segurança e soberania e uma republiqueta bananeira qualquer que está mais preocupada em fazer pose para o mundo:

    COLÔMBIA:

    “…depois da decisão da última semana da Colômbia, de fechar a sua fronteira com a Venezuela, para impedir a entrada dos vizinhos…”

    Bananal brazilies:

    “Fechar fronteira não é política do Brasil”, observou o ministro…”

    Esplêndido! Se a venezuela inteira decidir emigrar para o brasil, basta atravessarem a fronteira e tudo certo. Palmas… Um viva para a casa da mãe Joana! Viva!

    Se todos os miseráveis do mundo decidirem emigrar para o Brasil, que assim seja e assim será, estamos com as fronteiras escancaradas mesmo, para que entre o quê, quando e ou quem quiser entrar. O tráfico de drogas, o tráfico de armas, contrabandistas e a criminalidade em geral devem estar muito agradecidos a esses políticos de M. que temos.

    A nova lei de imigração e os crápulas que a elaboraram, sendo o principal deles, aloísio nunes, guerrilheiro e motorista do marighella, só faltou explicitar em letras garrafais nessa “lei”… ESTRANGEIROS EM PRIMEIRO LUGAR. A SOBERANIA, OS INTERESSES NACIONAIS E OS BRASILEIROS QUE SE FO%@&!!!

    Com a fronteira colombiana fechada e caso o bananal aqui fechasse também a sua fronteira, os venezuelanos insatisfeitos não teriam saída. Isso contribuiria diretamente para aumentar a pressão da população venezuelana sobre Maduro e desgastaria ainda mais seu governo. Deixar a fronteira aberta, é como criar uma válvula de escape para que os venezuelanos insatisfeitos fujam, sendo assim, nada mudará na venezuela. Quem está satisfeito ficará e quem está insatisfeito fugirá. Será que esse governo brasileiro maldito não enxerga isso?

  4. “…fechar a fronteira não é política. ..” cada uma…não parece preocupado com o colapso dos serviços em Pacaraima ou Boa Vista. ..os Brasileiros de lá? Que se Fodam, estão longe mesmo! Isso é um Ministrinho falando! Parece mais algum burocrata da ONU! Olha ai Temer, a oportunidade para se tornar mais popular como Magg fez em 82!

  5. Se a Colômbia realmente fechou a fronteira a única saída dos Venezuelanos será se jogar no mar do caribe, fugir pela Guiana ou fugir para o Brasil e daqui tomar um rumo para um país que fale espanhol.

    Ou seja, teremos os mesmos 37 mil venezuelanos diários que a Colômbia estava recebendo.

  6. Não tem como aceitar esses venezuelanos em nosso país, O PT vai abraçar esse povo. Na minha opinião isso é um jogo político, aí vem bolsa família, auxilia e muito mais. Esses venezuelanos não tudo treinados, sabe mexer em armas e por aí vai. O pt vai usar eles muito bem.

  7. Zé 11 de Fevereiro de 2018 at 20:30

    __________

    vc esperava oq ? somos governados por políticos contaminados pela esquerdização, que estão mais preocupados em dar seu “show” de socialização e direitos humanos para a ONU

    onde para eles dar migalhas e um pouco de atenção já basta, mas o essencial mesmo para ter uma vida digna, esses políticos querem é mais que se exploda, essa é a verdadeira mentalidade “progressista” bolivariana que levou a Venezuela a esse caos

    agora os simpatizantes aqui no Brasil desse regime estão morrendo de vergonha e se esconderam, a classe dozartistas é uma delas.

  8. Precisamos protestar, nos manifestar contra isso.
    O país não é um curral.
    Porteira aberta.
    Que se resolva o problema na origem.
    Derrubem Maduro.

  9. Incrivel a “mentalidade de defesa” anti-humanitaria. Ainda bem que nao sao tomadores de decisao. Mas nao me surpreenderiam se o fossem, haja vista a retrocessao dos tempos atuais para algo em torno do inicio do seculo passado.

  10. Fora Maduro (adesivos em todo país).
    Realmente é muito cômodo para Maduro.
    O povo passa fome.
    E o povo vem para outros países…
    Se há preocupação humanitária é só tirar maduro e não ficar dando abrigo a estrangeiros.
    Na Índia deve haver uns 600 milhões de pessoas na miséria.
    No Brasil, uns 150 milhões…

  11. Impressiona essa postura desumana de alguns aqui. Esses venezuelanos antes de mais nada são homens e mulheres como nós e não tem mais como viver naquela ditadura não é certo virar-lhes as costas agora.

  12. MadMax 11 de Fevereiro de 2018 at 21:28

    ___________

    desumano é a FORMA como nossos governantes trata os “direitos humanos” das pessoas seja qual for a nacionalidade, não conseguem nem resolver os problemas do brasileiro vai conseguir resolver de refugiados desesperados ? Provavelmente serão espalhados Brasil afora largados a própria sorte, e no máximo serão colocados no bolsa família e ganhar uma MERRECA, e serão “convencidos” (chantageados) na próxima eleição a votar em algum partideco [email protected] para se manterem no país, senão serão escorraçados de volta para a Venezuela.

    só lembrando que tudo isso está acontecendo pq esse mesmo governo que é continuação do antigo, APOIOU e foi CÚMPLICE desse “glorioso” governo do Maduro, e agora tem que disfarçar que é do contra pra se manter no poder.

  13. já temos tão “pouco” problemas sociais no Brasil, chegando esse monte de refugiados a tendência é só PIORAR!

    só lembrando tbm, que muitos desses refugiados VOTARAM no falecido Chavez e acreditaram nas LOROTAS dele e do seu sucessor o Maduro, e agora estão colhendo oq plantaram!!

    Devemos tratar eles mal por causa disso ? Claro que não, são seres humanos merecem o respeito, mas eles criaram o problema lá, isso tem que ficar bem claro, e precisam resolver, não sou contra a entrada deles desde que fiquem aqui TEMPORARIAMENTE até resolver a situação lá.

    Espero que os [email protected] de plantão vejam bem essas cenas lamentáveis desses refugiados, e nunca se ESQUEÇAM disso, olha ae o resultado dos “progresso” bolivariano que seus ídolos tanto queriam instalar no Brasil, vê se olhem bem e aprendam alguma coisa nessa cabecinha oca de vcs, isso poderia estar acontecendo só que ao contrário !!

  14. Marcos 11 de Fevereiro de 2018 at 22:09

    não precisa disso não amigo, oq precisa é RESPONSABILIDADE e VERGONHA na cara das autoridades latinos americanas, senão cenas como essas jamais seriam vistas por essas bandas.

    tem uma grande diferença entre os que tentam atravessar a fronteira dos EUA para oq isso está acontecendo na Venezuela

    os que vão para os EUA é para prosperar, tentar um trabalho melhor e ter uma vida mais digna pq como disse antes, as autoridades latino americanas são irresponsáveis, já o caso dos venezuelanos é totalmente diferente, estão fugindo da FOME e MISÉRIA causada por malucos fanáticos ideológicos, que se escondem atrás de um falso moralismo que nunca tiveram.

  15. Silva 11 de Fevereiro de 2018 at 20:00
    Gostei do seu comentário….MUITO bom!
    Sem falar que temos quase 200 mil haitianos ilegais no Brasil, certamente disputando as mesmas vagas de empregos daqueles 58 milhões de beneficiários do Bolsa Familia.
    Isso não é ser desumano, é ser justo com brasileiros que ajudaram e ajudam a construir esse país DESDE SEMPRE e nunca tiveram uma oportunidade decente na vida. Vamos ajudar o Brasil…o resto que faça o trabalho de casa!
    Nosso país tem problemas graves de violência pobreza…não temos condição alguma para receber imigrantes. Brasil não é Alemanha, Suiça, França (esse está ferrado de favelas de africanos) e EUA.
    Não é nada pessoal, nada contra raça, etnia, povo etc…é uma questão lógica. Tem muito brasileiro precisando de ajuda…

  16. Pois é, mas um Militar …será que quer ser candidato? Já ajudamos recebendo milhares. Chega! Que ri disso é Maduro que se alivia fa pressão. Agora muito bem: haiti, africa , Venezuela, Bolívia, toda a escória pode chegar pra cá, agenciados por coyotes, protegidos por executivo, legislativo e judiciário e bancados pelos impostos dos otários Brasileiros. Saúde, transporte, moradia?? Tudo mil maravilhas funcionando como na Alemsnha, Suécia e França. O problema da Venezuela tem que ser resolvido. Chega de covardia, omissão e bom monismo!

  17. A verdade sobre a ameça da Venezuela de invadir a Guiana, é para distrair os EUA dos preparativos para o ataque contra a Coreia do Norte.
    Russia orquestrou esta encenação, não haverá invasão à Guiana (futuro território brasileiro).
    A invasão de drones iranianos em Israel, também foi jogo de encenação, para que os EUA olhe outras frentes ao invés de unicamente a Coreia do Norte.
    Querem aprender mais alguma coisa????

  18. Não é só conservadorismo que vejo nesses comentários. Vejo falta de sensibilidade e de empatia. Vejo irracionalidade completa, pensamentos hipotéticos que nunca se concretizaram. Que o governo federal siga cada vez mais organizando aquela situação e atendendo os refugiados. Controlando esse fluxo de pessoas para um local específico. É uma crise humanitária, isso choca o mundo e a ONU. É mais pressão pro governo venezuelano cair “de maduro”, de podre que já está.
    E essa xenofobia sem disfarce aí? É fantasia de carnaval? Nós somos historicamente um país de imigrantes. Não sejam hipócritas.

  19. Não sou favoravel a fechar a fronteira e deixar de abrigar refugiados.
    .
    Temos de ter um programa para isto.
    .
    Posso até concordar que os beneficios e acolhimento não sejam iguais ou superiores ao mesmo brasileiro desamparado, pois de fato deve-se conrolar o equilibrio disto.
    .
    Mas estamos muito, muito, muito longe disto. Não dá para ter esta gritaria toda. Se vcs estivessem na europa ai sim saberiam o que é de fato uma verdadeira quantidade migratoria.
    .
    Somos homens, e humanidade é isto. Se luta a vida inteira por isto. Isto é a unica coisa que faz sentido.
    .
    Brasil não tem raça…TEM VALORES! Todos aqui são filhos, netos ou descendentes de parentes que vieram de fora em iguais condições.
    .
    Contrariar isto é desrespeitar a memória de nossos avós.
    .
    Eles encontraram acolhida.
    .
    Nós devemos ar acolhida.
    .
    Ninguem vem porque quer, vem para sobreviver!!

  20. Pois é Fred.

    E é de se considerar, que um regime nunca é unanimidade. Nem o regime Norte Coreano, onde 99 % das pessoas simplesmente não possuem condições de saber que existe “outra coisa”, é unanimidade. Essas pessoas, então, segundo a maioria aqui, devem ser mantidas em território venezuelano, sofrendo o pior que o ser humano pode sofrer, mesmo nunca tendo sido favoráveis ao pilantra e sua corja?

    Acho engraçado, que, no caso dos sírios, iraquianos, haitianos, 90 % querem um emprego para dar sustento às suas famílias. Enquanto isso, os brasileiros, em vez de estudar, preferem a cerveja. A entrevista de emprego é feita de ressaca. O ensino médio é a época de “pegar mulher”. Ensino técnico, nem pensar, coisa de nerd. No trabalho, o canal é “ter um esquema para entrar mais tarde e sair mais cedo, sem o chefe perceber”. E passar os outros para trás? É ser esperto.

    Lembro bem que de 05 a 10 anos atrás, por exemplo, era uma saga encontrar um pedreiro descente aqui em Brasília. Copa, Olimpíada, a construção civil tava fervendo. Os preços no céu. Chegou ao ponto de um pedreiro me dizer que se quisesse fazer diferente do que ele estava fazendo, que tentasse a sorte procurando outro pedreiro. E eu pensando…”daqui poucos anos, toda essa arrogância vai acabar”. Pois é, acabou. A maioria está ai, engrossando as filas do desemprego.

    Então, não são os refugiados que tirarão os empregos dos brasileiros que realmente querem trabalhar. Eles assumirão aqueles empregos que os brasileiros fazem pouco caso para assumir. E caso se capacitem, especialmente em relação ao idioma, que disputem os bons empregos também.

    Na minha opinião, que se absorva o que puder absorver de melhor dessa galera, médicos, cientistas, engenheiros, arquitetos etc. Que façam um programa especial para refugiados, que vá desde o controle na entrada, registro, acompanhamento e oferecimento de oportunidades. No caso da Venezuela, faz-se importante um “vida pregressa” o quanto possível e que se evite que essas pessoas sejam atraídas por movimentos de esquerda, sendo jogadas em nossas universidades.

    Muita gente criticando o governo, mas seria melhor deixar do jeito que tá? Galera jogada lá em Boa Vista? Logo logo estarão engrossando as fileiras do mtst e outros movimentos de esquerda.

  21. Declarar as fronteiras abertas dá menos trabalho que vigiá-las.
    .
    Sim, sou filho de imigrante, mas que veio com autorização. Não foi como esta zona que se vê.
    .
    Guianense ateou fogo em famílias venezuelanas em duas ocorrências e foi preso. Esquerdistas já acusando de xenofobia, como se o piromaníaco fosse brasileiro.

  22. Derrubar maduro,é complicado.ele tem 80% dos generais sob seu comando,tem as forças de segurança do deu lado 200mil,tem uma milicia armada de 500mil,a oposição é fraca em todos os niveis.Uma intervenção internacional faria esse povo sofrido os civis sofrerem mais ainda semelhante aõ que está acontecendo na Siria.O Brasil como o grande lider da america latina tem que usar sua diplomacia.Pressionar a ONU,levantar possiveis soluções.Se EUA<Russia envolverem só ira piorá o que já é ruim.Não sou a favor de Temer mas essa demanda tem que se resolver pela inteligencia e logica.

  23. O Brasil tem o dever de abrigar todos os refugiados venezuelanos pelo simples motivo que durante os anos da diplomacia de anão nos demos total apoio e o resultado é o que está acontecendo hoje.

    Se Roraima sozinho como ente federativo não está aguentando o tranco, é dever da União prover a infra-estrutura necessária. E caso continue o fluxo migratório, espalhar os refugiados pelos estados do norte (devido a localização geográfica estar perto da Venezuela).

  24. nigo 12 de Fevereiro de 2018 at 11:30

    Primeiro, por que tu não abriga uma dúzia desses refugiados na tua casa para dar o exemplo? Ah sim, espalhemos os refugiados apenas nos Estados do norte do Brasil, para você não ter o desagrado e a inconveniência de trombar com eles pelas ruas onde você reside, não é mesmo? Muito conveniente pra você e muito “humanitário” da tua parte. Segundo, quem deu apoio aos bolivarianos da venezuela, foi o PT e não o povo brasileiro, que não tem o dever e muito menos a obrigação de pagar por isso!

  25. Os serviços públicos em Roraima vão entrar em colapso, chegando a ter acampamentos de refugiados. O que eu não engulo é militares de altas patentes venezuelanos vindo se tratar nos hospitais públicos de Roraima, o SUS é para o mundo todo ou para os Brasileiros??? Qualquer brasileiro para entrar em países de 1o mundo eles pedem um monte de coisa (seguro saúde/ passagem de volta/ visto/ US$ e cartão de crédito/ hospedagem reservada, etc…. Aqui é uma festa o povo vem se dá azilo, visto, tiram CTPS, usam o SUS tiram os empregos dos brasileiros e quem paga???? Isso está errado, tudo tem que ser revisto !!!!

  26. @silva,

    A maior parte do povo brasileiro deu apoio ao PT. Em certo momento, o PT e o Lulla tinham aprovação de mais de 80% da população brasileira. Parte da culpa da merda venezuelana é brasileira sim, seja por apoio politico, diplomático ou financeiro via BNDES.

    E muitos dos que se dizem oposição hoje em dia, sejam bolsominions ou pseudo-liberais votaram no PT.

    E no bairro onde moro em SP, já está cheio de bolivianos, africanos, sírios, paquistaneses. Acho que a minha cota de abrigar refugiados está com certeza maior que a sua. 😉

  27. Nós temos que fechar a fronteira sim, e acabou. Qualquer ação humanitária deve ser feita dentro do território venezuelano.

    – Querem criar um campo de refugiados? Dentro do território venezuelano.
    – Querem prestar assistência médica? Dentro do território venezuelano, com ajuda de médicos venezuelanos e brasileiros.
    – Querem ajuda para comida? Dentro do território venezuelano e que a comida seja paga de volta com gasolina.

    Não vamos ser hipócritas, o Brasil está em crise. Não conseguiremos sustentar 500 mil pessoas (é a cota que vai chegar caso a Colômbia feche a fronteira).

    Vejo um monte de gente defendendo os venezuelanos pela internet, mas na realidade não mexem 1 palha. É muito simples falar “vamos ajudar, vamos ajudar” agora eu quero ver na prática. Quero ver brasileiro bonzinho doando 400~500 reais por mês para comprar alimentos para chavistas (maioria dos imigrantes).

  28. Tem neguinho aí comparando a imigração no Brasil no século 19 com essa crise imigratória de agora. É muita ignorância. Primeiro porque são épocas e realidades completamente diferentes. No século 19 foi o próprio governo brasileiro quem incentivou e fomentou a imigração para o Brasil, pois naquela época, a proporção entre habitantes versus o tamanho do território brasileiro era muito desproporcional. Tínhamos uma população muito escassa naquela época e grandes áreas completamente desabitadas que eram cobiças por países vizinhos, principalmente na região sul do Brasil. A imigração que o correu no Brasil no século 19 teve duas finalidades, a primeira foi a de povoar áreas desabitadas e a segunda, foi para fomentar atividade econômica no país. Muitos imigrantes que vieram para cá vindos a Europa e Oriente Médio eram comerciantes, operários, pequenos empresários, agricultores, artesãos e etc.

    Já essa crise imigratória de agora é completamente diferente. São pessoas fugindo de um regime ditatorial e da miséria causada e propagada por tal regime. Hoje o Brasil tem inúmeros problemas sociais e uma população gigantesca, com mais de 200 milhões de habitantes e pelo menos um quarto dessa população na miséria absoluta com quase nenhuma assistência por parte de nosso governo e ainda por cima temos que permitir que entre no país sem controle milhares de estrangeiros nas mesmas condições ou até piores do que os muitos milhões de brasileiros que já se encontra nessa situação miserável de abandono e descaso?

    Ah por favor, é muita ignorância, desprezo, alta de amor e zelo pela terra onde moramos e vivemos!

  29. Precisamos de um governo que seja honesto, que faça acontecer, que seja ágil e firme em suas ações, que não seja vaidoso, que não se importe com a imagem de “bonzinho” do Brasil no mundo, que não tenha a pretensão de ter um acento permanente naquela porcaria inútil de conselho de segurança da ONU (só aí a gente já acaba com vários problemas), e acima de tudo, que tenha mãos de ferro para gerenciar esssa bagunça neste projeto de país.

  30. Silva 12 de Fevereiro de 2018 at 12:10
    Exatamente. A imigração do passada teve propósitos bem claros e os grupos vindos para o Brasil foram escolhidos a dedo para ajudar a construir o novo Brasil. O Brasil corria risco de ter seu território roubado pelo estrangeiro…especialmente no sul do Brasil que foi conquistada com inúmeras guerras. Basta ver o Uruguai (era do Brasil no passado).
    Eu não entendo o que esse pessoal tem na cabeça de achar legal um país não defender as suas fronteiras e sua soberania…todos que abriram as portas de forma indiscriminada estão colhendo problemas sérios, basta ver a Europa.
    No passado o território era praticamente VAZIO, hoje já 210 milhões de pessoas e uma população qque cresce acima da média mundial.
    Pessoal, basta ver os políticos bandidos que defendem essa imigração em massa…grandes grupos políticos e mega empresários…claro, certamente como sempre eles não serão as vítimas, isso quando não moram em um palário (palácio do Planalto) no caso do Temer.
    Abraço!

  31. nigo 12 de Fevereiro de 2018 at 12:06

    Aprovar não é o mesmo que apoiar um governo e suas políticas e o que a quadrilha petista fez enquanto governou o país, foi mentir, enganar, ludibriar e iludir o povo brasileiro enquanto dava migalhas a população e roubavam bilhões dos cofres públicos para financiarem seu projeto absolutista de poder perpétuo e totalitário, o mesmo da venezuela, ok? Sobre a imigração, tire dinheiro do próprio bolso para sustentar os imigrantes, lhes dê abrigo, alimentos, roupas limpas e emprego e se responsabilize por todos os seus atos caso cometam crimes em solo brasileiro. Como eu disse antes, dê o exemplo!

  32. Essa tentativa de se passar por bonzinho é de uma cara de pau sem tamanho. Não existe nada de ~humanitário~ em receber esse pessoal. Eles estão colhendo o que plantaram, eles que resolvam o problema do país deles, problema que eles mesmo criaram. Quer ajudar as pessoas? Resolva os problemas do Brasil. Não tem dinheiro para pagar o salário dos policiais mas tem pra receber venezuelano? Essa política de ~direitos humanos~ parece muito com aquela de defender bandido em detrimento do povo. Esse problema não é nosso, essa guerra não é nossa e o que o Trump bem disse sobre os refugiados sírios se aplica à essa situação. Esses venezuelanos são COVARDES, deveriam estar lutado pelo país deles e não exportando problemas para outros países.

  33. @Silva,

    Já sai dinheiro do meu e do seu bolso para tudo isso. Não precisa querer que eu faça mais que você.

    Não precisa ficar puto com minha opinião não, é apenas a minha opinião. 😉

    Muitos dos imigrantes e refugiados são trabalhadores. Até hoje nunca vi um imigrante morador de rua em SP e olha que morador de rua tem um monte por aqui e é são só brasileiros mesmo.

    ======

    E sobre local para esse monte de refugiados, a reserva conhecida como Raposa Serra do Sol pode servir de imenso abrigo de refugiados. Melhor do que servir de reserva para índios de bermuda adidas. 😀

  34. nigo 12 de Fevereiro de 2018 at 12:30
    Então eu acho que sua visão anda muito seletiva. E quem disse que são trabalhadores? Igual aqueles da Europa? Igual os haitianos que tanto diziam serem qualificados?

  35. Mestre silva,
    .
    O Neguinho sou eu.
    .
    Pelo uso do pronome “tu” percebe-se a origem sulista….espero que os demais sulistas não tenham esta mesma abordagem do caso.
    .
    Não sou partidario do cada um por si.
    .
    Se deram apoio ao maduro e Bolivarianismo dentro do Brasil, brasileiro tem responsabilidade tambem. Não foi somente o PT. E se o PT foi eleito para fazer estas besteiras o povo brasileiro tem responsabilidade pelo que de bom e ruim foi realizado.
    .
    Eu não votei neles, mas sou brasileiro e arco com meu acordo societario e de cidadania, contraio o que houver de beneficios e me co-obrigo as responsabilidades contraidas mesmo perdendo na urna…este é o acordo que faz uma nação.
    .
    Eu sou de SP sim e São Paulo não tem raça…
    .
    Pensamento segregador não é bom, principalmente que até hoje não vi um segregador que não tenha escalas de segregação até chegar ao apice de seu proprio umbigo. Primeiro classifica estrangeiros dos melhores aos piores, depois, dos nacionais, ate que sobre somente a si mesmo na ponta da piramide…
    .
    Só existe gente!!!! que tenta viver para não morrer!
    .
    Milhares de Brasileiros já foram viver em outros países e nem este risco corriam….
    .
    Receber refugiado incomoda? Claro!!! mas fechar os olhos é indigno se uma pessoa depender sua vida de você e você deixar acontecer o pior.
    .
    Podemos ter uma diversidade de opiniões, mas duvido que o senso comum do Brasileiro seja de manter-se na canoa e deixar o naufrago se afogar implorando socorro.

  36. ODST 12 de Fevereiro de 2018 at 12:14

    O Brasil necessita urgentemente de um governo conservador como o da Polônia que não cedeu aos mandos e desmandos da União Européia. O governo polonês fechou as fronteiras do país para impedir que imigrantes muçulmanos invadissem e tomassem conta do país, pois sabem que será uma completa desgraça para o futuro do país. Um país que foi invadido, ocupado e pilhado por décadas pelo Nazismo e posteriormente pelo comunismo da União Soviética, sabe melhor do que ninguém, o que significa e a importância da palavra soberania!

  37. Hélio 12 de Fevereiro de 2018 at 12:30
    Acho que devemos aceitar pessoas de culturas e origens diferentes, mas dentro da legalidade, dentro de um processo de filtros, levando em consideração o histórico do indíviduo e a necessidade deste na nossa sociedade…jamais devemos abrir as fronteiras achando que o Brasil é a casa da mãe joana. A Europa fez isso e carrega mais 2 mil atentados de pequeno, médio e grande porte…sem falar níveis absurdos de violência, coisas que não existiam antes dos anos 2000.
    Tenho um amigo que mora na Austrália, é incrível o controle que eles tem em cima dos estrangeiros, frequentemente ligam para ele, a cada 6 meses tem que entregar relatório de vida (mostrando cursos que estão sendo feitos, carteira de trabalho etc…), mesmo o rapaz estando lá desde 2013 e nunca ter feito nada fora das regras…ou seja, isso sim é um país preocupado em saber quem são os novos imigrantes, são pessoas querendo ajudar a Austrália ou pessoas querendo avacalhar com nosso país?
    Talvez o brasileiro não entenda isso justamente porque muitos já ferram com o próprio Brasil, não são capazes de jogar um papel no lixo.

  38. Quando os americanos fazem merda pelo mundo, ninguém sai culpando os democratas ou republicanos por isso. Apenas americanos em geral são culpados. Alemães se culpam até hoje pelo nazismo. Por que não nós?

    O PT é uma quadrilha, ludibriou o povo e bla bla bla, tudo isso correto. Mas foi a nação brasileira que impulsionou a merda toda na Venezuela.

    O Brasil como nação tem culpa sim no que acontece com a Venezuela. É hora de pagar com os nossos erros. E nada melhor do que abrir as fronteiras, com controle e deixar os refugiados se virarem. E aqueles que não conseguirem, ajudar eles.

    Ao menos a diplomacia do Temer já é melhor do que a diplomacia de anão da era PT. Essa mudança tem que ser comemorada.

    Cubanos e venezuelanos do futuro vão cobrar a fatura do que acontece hoje, caso não façamos nada, caso sejamos omissos.

  39. Chaves subiu ao poder na Venezuela antes do PT chegar ao poder no Brasil. É a Venezuela que tem parte da crise brasileira, não o contrário. Quem diz isso é mal intencionado e quer parecer ~moderninho~. Antes de tentar votimar besteiras, ao mesmos procurem saber do que estão falando.

  40. nigo 12 de Fevereiro de 2018 at 12:39
    Mais uma vez à sua visão está sendo seletiva. Ninguém culpa os democratas ou os republicanos? Bush não era o novo Hitler? Obama não foi pintado como super homem pelo mundo? Trump não é o malvadão? Quem votou nos chavistas foram os venezuelanos, não os brasileiros. Quem ajudou o projeto politico do PT foi a Venezuela, não o contrário. Ninguém culpa uma nação pelo o que um governo faz. Quem foi julgado em Gutenberg não foi a Alemanha. Fizeram isso em Versalhes e deu no que deu. Esse seu discurso é patético, digno de liberal marionete da esquerda.

  41. Comerciantes e empresarios europeus que migraram para o Brasil…..faça o favor….pode ter ocorrido uns gatos pintados….meia duzia….a imigração europeia ocorreu pelos motivos de todos os outros, não tinha trabalho, economia quebrada, risco de vida.
    .
    Quem acredita que um comerciante largue seu negocio de vento e poupa, vende tudo e vai para um país estranho????? Vinham somente com uma trocha de roupa nas costa e muita vontade da vida dar uma virada e dar certo.
    .
    Depois reclamam quando os consulados americanos barram Governador Valadares….e quando é o contrario….

  42. @Helio,

    Percebo que minha humilde opinião te incomoda pacas. 😉 Fica assim não. Você vai continuar xingando pelo teclado, mas os refugiados venezuelanos vão continuar chegando, mesmo se “fecharem” a fronteira como você quer. Nada do que você faça, mudará isso.

    @carvalho,

    Sabias palavras.

  43. carvalho2008 12 de Fevereiro de 2018 at 12:34
    ????
    “”O Neguinho sou eu.””
    Grandes coisa se é neguinho ou não….tenho diversos amigos negros que odeiam essa bagunça nas nossas fronteiras, repudiam imigrantes ILEGAIS…um país com orçamento ( UNIÃO ) de mais de 1 trilhão de reais sem o mínimo de controle de fronteiras é uma vergonha! Enquanto isso estão indo para a República Centro Africana…certamente vão trazer mais imigrantes.
    A quem interessa tudo isso??? Você acha que as pessoas que mandam no mundo estão interessados com a qualidade de vida das pessoas??? Os mesmo que gastam CENTENAS de bilhões de dólares anualmente com armas.
    O que sul tem a ver com isso? Acho que quem tem preconceito é você!
    Vai lá no NORTE, lá em Roraima perguntar para a população BRASILEIRA o que eles acham dos 40 mil venezuelanos!!! Já não tinham acesso a saúde decente, agora com mais 40 mil imigrantes você acha que a situação melhorou? A questão de emprego? Violência? Creches e escolas para toda essa gente? Moradia de qualidade? Transporte público?
    Apenas para te lembrar, a formação população de SP é muito semelhante a do sul, ambos com portugueses, alemães, italianos, japoneses, africanos etc…dentro desse contexto, não há diferença alguma na origem do povo…
    Vamos abrir os olhos e deixar de lado as falácias, são milhares de “””””refugiados”””” invadindo diversos países do mundo, problemas muito sérios estão acontecendo desde então…depois não adianta ficar chorando pelos cantos!
    Essa discussão não é de multiculturalismo, mas sim de falta de controle das fronteiras, a mesma fronteira que entra produto pirata, drogas, armas, órgão humano, prostituição infantil etc…

  44. Todo mundo é responsavel pelo que acontece no mundo…perto ou longe…vizinho ou estranho….pelo que apoia ou pelo que deixa de apoiar….pelo arrojo e projeção ou pela introspecção…pelo que o grupo acordou ou desacordou…
    .
    Principios civilizatorios, sem eles, uma nação não é nada, um homem não tem a que vir ao mundo.

  45. carvalho2008 12 de Fevereiro de 2018 at 12:47
    Os árabes de eram sim comerciantes e empresários. Assim como muitos europeus e japoneses ricos vieram pra cá. A massa era de mão de obra, que era o que faltava. Mas TUDO foi planejado, não encheram o Kasato Maru de mendigos e enviaram pra cá. Essa comparação é simplesmente desonesta. A imigração descontrolada é uma guerra híbrida, um ato de sabotagem e ninguém com o mínimo de consciência dou boas intenções defende isso.

  46. Vou apenas deixar um situação para reflexão: Há uns meses a filha de um alto dirigente da ONU teve a filha estuprada, torturada e morta por imigrantes na Alemanha, o pai fazia parte daqueles que defendiam os imigrantes ILEGAIS, achava que a Alemanha seria o paraiso com a vinda de imigrantes, o mundo seria um grande globo cortado por arco-iris e ursinhos carinhosos.
    A realidade do mundo bateu na porta dele! Onde tem ILEGALIDADE, TEM IMORALIDADE!
    Eu sou exatamente o oposto de pai (funcionário da ONU),não quero imigrantes ilegais, queres ser brasileiro? Entre legalmente, demonstre que você ama a NOSSA CULTURA, AMO NOSSOS CIDADÃOS…assim será bem vindo! Caso contrário, CADEIA!

  47. Semanas atrás um brasileiro foi sequestrado pelo regime do Maduro. Provocou uma grande comoção nas redes sociais, em especial nas bolhas de direita. Em certo momento, o pseudo-ator e candidato da deputado federal Alexandre Frota propôs sequestrar e torturar um venezuelano qualquer até soltarem o brasileirinho sequestrado.

    Percebe-se que muita gente pensa igual a esse cara. Que tempo para se viver.

  48. carvalho2008 12 de Fevereiro de 2018 at 12:34

    Eu não sou um supremacista ou segregador racial, se foi isso que pareceu para você. Tão pouco sou contra a imigração, só que esta deve ir de encontro aos interesses e necessidades do país, como foi a imigração do século 19. Tal imigração foi seletiva, controlada e planejada pelo governo brasileiro da época, para atender a um projeto nacional. Imigração não pode ser tratada com descaso para atender momentaneamente a interesses políticos populistas. Governos se vão, a população sempre permanece. Apenas sou um cidadão preocupado e que quer o melhor para o país onde vivo.

  49. carvalho2008 12 de Fevereiro de 2018 at 12:53
    As pessoas são responsáveis pelos seus atos. Esse discurso de ~cidadão do mundo~(coisa bem adolescente por sinal) é o mesmo que dizer que o bandido é vitima da sociedade opressora. O único objetivo dessa narrativa é defender o indefensável e tentar jogar um manto emocional sobre o objeto da discussão. Uma nação não é o mundo (olha o globalismo de novo), uma nação é um povo. O problema venezuelano é do povo, da nação venezuelana, não nosso, nós temos problemas MUITO MAIORES que sempre foram negligenciados pelo mesmo pessoal que usa esse discurso ~inclusivo~. Os venezuelanos tem que resolver os próprios problemas, aprender com os erros para crescerem como nação, assim como o Brasil. É assim que as grandes nações se tornaram o que são. Ninguém teve vida fácil, ninguém limpou a porcaria que fizeram, eles tiveram CORAGEM de enfrentar os próprios problemas.

  50. neguinho foi força de expressão Mestre Ivan e mestre Silva tal qual acredito que usou, sei que não usou no sentido racial…vamos corrigir isto para que não descambe para outro lado….
    .
    Sou branco, casado com mulata e não acredito em raça…só existe gente, meus fundamentos não espiritualistas e portanto para deixar claro, uma hora voce pode vir ruivo, outra oriental, negro, vermelho, homem ou mulher….não muda nada…vc não é a casca…vc é o recheio e a mente é o recheio…neste ou qualquer outro lugar aqui no mundo ou extra mundo…

  51. nigo 12 de Fevereiro de 2018 at 12:51
    Nossa, você fala como uma feminista de 14 anos. Parabéns, só que você não está numa pagina de diva pop, isso aqui é um blog de defesa e o mínimo que se espera é que os debatedores tenham noção e responsabilidade sobre o que falam. Você foi refutado e continua com o mesmo discurso infantil, parabéns, só mostra sua incapacidade.

  52. Ivan BC 12 de Fevereiro de 2018 at 12:52

    kkkkkkkkkkkk não não amigo, quando eu disse “tem neguinho aí”, foi só uma forma de me referir a “indivíduo”. Não tem nada haver com cor de pele ou raça não! É um modo de falar sem citar diretamente uma pessoa, que o pessoal usa muito em Minas Gerais. Por exemplo, tu se atrasa no trabalho e teu chefe vira e diz, sem se referir diretamente a você… “é, tem neguinho aqui chegando depois do horário e nem dá satisfação.” kkkkkkk entendeu? É só uma forma de expressão.

  53. – A fronteira não vai ser fechada (Um ministro já confirmou)
    – A Colômbia e a Guiana fecharão as suas fronteiras
    – Nós receberemos todo o fluxo de imigrantes da Venezuela
    – O SUS de Roraima vai colapsar
    – O abastecimento de comida em Roraima vai diminuir
    – Doenças por causa do acúmulo de lixo (50 mil pessoas a mais gera um stress no serviço público de coleta, agora imagine quando chegar a 500 mil pessoas com o fechamento da fronteira colombiana)
    – O número de homicídios e assaltos em Roraima vai crescer (
    – Vamos gastar milhões com centros de refugiados
    – Roraima vai virar um estado favela

    O Número de refugiados na Europa, segundo a Onu, era de 900 mil em 2016

    A Alemanha gastou 20 bilhões com refugiados em 2016

    http://www.dw.com/pt-br/alemanha-gastou-20-bilh%C3%B5es-de-euros-com-refugiados-em-2016/a-38967096

    http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2016/05/1771390-alemanha-preve-gastar-r-370-bilhoes-com-refugiados-em-cinco-anos.shtml

    Só digo uma coisa: Fechem a fronteira.

  54. Sim mestre Helio, sou um adolescente de 50 anos…
    .
    Sei que pode parecer, mas não é discursos daquele movimento besta dos Direitos Humanos, já fui de convicções esquerdistas e socialistas, ja votei no Lula na 1a eleição ( e só), e hoje com tantos movimentos esquerdistas, vejo-me ao menos no momento, reconhecendo a necessidade de retorno da direita.
    .
    Peço desculpas minha forma incisiva hoje.
    .
    Mas estes rotulos que estamos acostumados prejudicam muito o julgamento e discernimento do que se deseja transmitir de mensagem real.
    .
    Direita não tem nada a ver com autoritarismo, tanto com esquerda que tambem se revelou altamente autoritaria.
    .
    Direita e esquerda são apenas caminhos do como fazer, e o que se espera de cada um dos movimentos, de forma democratica. Autoritarismo por sua vez, é quando pretende-se impor o desejo contra a maioria.
    .
    Então para deixar claro, não sou inclusivo sim, mas critico com a forma politica como estas organizações se se apoderam e auto intitulam de direitos humanos, políticas e que somente obedecem a interesses proprios ou de terceiros.
    .
    Não acredito em coitadinhos, mas acredito que cada um tenha de encontrar seu caminho, mesmo na adversidade. Isto não quer dizer que auxilio tenha de ser negado.
    .
    Hoje ao menos no momento, estou a direita, como forma de disciplinar que o cidadão tem todos os seus direitos, mas esqueceu de suas obrigções. hoje no Brasil existe uma desintegração social e de nação em si mesma, pois somente querem direitos e zero de obrigações.
    .
    E obrigações extrapolam a vida e existencia dentro de seu país.

  55. carvalho2008 12 de Fevereiro de 2018 at 12:47

    Isso é história meu caro. Não é achismo ou invenção da minha parte para justificar meu ponto de vista e opinião. Não dá para comparar a imigração para o Brasil ocorrida no século 19 com a de agora. O Brasil de agora, não e o mesmo do século 19. Épocas diferentes, perfis imigratórios diferentes, razões e motivos gritantes de tão diferentes entre uma época e outra.

  56. @Augusto,

    Obrigado pela reportagem. Colabora com o que eu disse sobre manter eles na região norte (para poder retornar mais facil quando chegar a hora), ao invés de enviarem para SP, PR e MS como quer o governo federal.

    EUA oferecem a Brasil e Colômbia ajuda com venezuelanos

    Subsecretário Palmieri afirma que EUA proporcionam assistência a migrantes e refugiados, mas é melhor “mantê-los perto da fronteira”, para que possam retornar. E lamenta Nicolás Maduro ter rejeitado ajuda humanitária.

    http://amp.dw.com/pt-br/eua-oferecem-a-brasil-e-col%C3%B4mbia-ajuda-com-venezuelanos/a-42533934

  57. Srs
    Quanto a possível invasão da Guiana:
    É improvável que aconteça um grande movimento pelas dificuldades logísticas que o terreno oferece e as dificuldades porque passam os venezuelanos quanto a suprimentos.
    Mesmo se houver, será muito fácil brecá-la pois o ambiente que prevalece é a selva, onde, mesmo que estejam operacionais, pouco servem Sukhois, mísseis e o mais que os russos forneceram.

    Quanto a invasão de venezuelanos em RR, o lógico é se estabelecer campos para atendimento àqueles que chegam e dar um destino a eles, seja como refugiados (maioria), buscando para tanto, o apoio da ONU, seja como imigrantes (minoria), caso em que será melhor que eles passem por um serviço de apoio para não acabarem em favelas ou acampamentos do MST.
    Antes que critiquem esta “benevolência”, lembro que é preferível tratar do problema agora de modo a reduzir encrencas futuras como o engrossamento dos dependentes do bolsa família.
    E, senhores, não é factível se estabelecer barreiras para o êxodo venezuelano, mesmo se esta fosse a vontade do GF. Não há recursos materiais nem pessoal.
    Aliás, aqueles que são contra a imigração, é bom se lembrarem que todos são descendentes de imigrantes; e aos nossos antepassados imigrantes e sua vontade de ter sucesso é que devemos a progresso do país.
    Cabe observar, também, que todos clamam por um país grande e respeitado e esquecem que tal condição só se atinge por sociedade que tem e honra seus valores. Ora, somos parte e produto da civilização ocidental, o que inclui a moral cristã.
    Portanto, temos que parar de reclamar da provável desgraça advinda da invasão de imigrantes venezuelanos e trabalhar para transformar limão em limonada, aplicando procedimentos racionais para tratar e absorver os prováveis imigrantes integrando-os e evitando que eles formem guetos e criem comunidades isoladas, como acontece na Europa.
    Enfim, precisamos aprender a lidar com o problema de forma positiva, até porque a tendência mundial é o aumento da migração (hoje já são milhões) devido a guerras e a piora de condições climáticas.
    Sds

  58. Não estou entendendo mais nada, refugiados agora viraram imigrantes.
    são um bando de refugiados e tem que ser tratados com refugiados. tem que botar eles em campo cercado e vigiados pelo exercito.
    O Brasil ta até querendo criar trabalhos pra essa corja. Meu filho se formou em uma universidade e não consegue trabalho. Agora pra essa corja tão ate querendo arrumar trabalhos pra eles.
    O Brasil não tem jeito mesmo.

  59. Já era

    Raul Jungmann anunciou que o Exército Brasileiro vai abrir um hospital de campanha em Roraima.

    Isso é quase um convite “venham queridos, aqui vocês terão tratamentos grátis e de qualidade, coisa que o miserável do brasileiro pagador de impostos não tem”.

    A Ditadura de Maduro respira mais aliviada, visto que o Brasil agora contribui com os seus dissidentes.

  60. Alguns milhões dos otários pagadores de impostos. E vocês achavam que o Brasil deixaria de contribuir com as republiquetas socialistas após a saída de Dilma.

    Maduro deve estar dando risada. Quanto menos gente na capital venezuelana mais comida e medicamentos vão encher as prateleiras. Enquanto isso, o bobão anão elefante branco putênfia segura a batata quente.

    Precisamos de um Trump no Brasil

  61. Vai ser a mesma coisa dos Haitianos…

    Gente o Brasil não tem competência para fechar suas fronteiras. Não é que não quer, é que não pode mesmo.

    Deve-se fumar umas 10 toneladas de crack todo dia no brasil… dessas nenhuma grama é produzida aqui, tudo passa pela FRONTEIRA

    Gasolina 4,50, quase 60.000 homicídios ano passado, PM apreendendo fuzil todo dia no RJ….

    E o Exército Brasileiro preocupadíssimo… se entra ou não na Reforma da previdência

    HAHAHAHA

  62. As forças armadas deveriam abrir um hospital de campanha em cada estado brasileiro.

    Centenas de brasileiros morrem nas filas dos hospitais, isso é mais grave do que um monte de Venezuelano que não contribuem em nada para a economia (são totalmente diferentes dos Sírios que foram para a Alemanha, 60% dos Sírios foram com os bolsos cheios e encheram os bancos alemães de dinheiro).

    Agora nós vamos gastar milhões com venezuelanos enquanto o nosso povo morre diariamente. É justo? De acordo com os patifes da esquerda, sim, é justo. E se você pensar diferente é pq você é um fascista.

    Enquanto isso, no Brasil putênfia, os pagadores de impostos tem que tomar meia dose da vacina contra febre amarela por falta de doses completas. Que vergonha, que vergonha.

  63. Gente, evitem criar grandes expectativas com o Brasil. Aproveitem o Carnaval e os bloquinhos. Na duvida perguntem se é menina ou menino, hoje em dia eles são mto parecidos.

  64. Que fofo!
    Então a Banãnia vai mesmo abrir as pernas, digo, as fronteiras para que os refugiados que até ontem aplaudiam o grande socialismo bolivariano do Chaves possam entrar a vontade?
    E entre as desculpas além, claro, do governo Bananão ser socialista com muita ¨sensibilidade e empatia¨, é também por ele (o governo bananão) ser humano, solidário, com dívidas históricas, que como não pode mesmo controlar as fronteiras então arreganha tudo e outras pérolas?
    Que bonito!

  65. joshua 12 de Fevereiro de 2018 at 14:43
    Não estou entendendo mais nada, refugiados agora viraram imigrantes.
    são um bando de refugiados e tem que ser tratados com refugiados. tem que botar eles em campo cercado e vigiados pelo exercito.

    São pessoas doentes e mortas de fome, são mulheres, crianças, idosos, concordo que tem que ter um campo para eles ficarem, mas essa sua ideia já está parecendo a SS nazista.

  66. Caro Cbamaral.

    Apesar de serem refugiados de fato, eles podem cruzar a fronteira e permanecer no Brasil até 90 dias apresentando apenas uma carteira de identidade. Não há nenhum amparo legal para impedir a livre circulação deles pelo país.

    É completamente diferente do caso de refugiados que entram ilegalmente. No caso dos venezuelanos, eles estão entrando legalmente no Brasil.

  67. Olá Cbamaral.

    Uma corrção. Visitei a página do Itamaraty e os venezuelanos podem permanecer no Brasil até 60 dias apresentando o passaporte ou uma carteira de identificação como turista.

  68. Eu queria só ver se a tia Dilma, tivesse afundado ainda mais o país e o povo tivesse que dar no pé, se a galera ia defender “campos de concentração” para os brasileiros em países vizinhos, cadeia para quem entrou ilegalmente para comprar comida para os filhos e bala naqueles que tiverem entre 18 a 45 anos de idade pois estão em idade militar e podem ser espiões ou militares disfarçados orquestrando uma invasão…

    Não precisariam necessariamente fechar a fronteira com a Venezuela como um todo, é necessário que preservem o Estado para que ele não entrem em colapso, e como dito acima, vire mais um estado favela, o governo deveria mandar um grande número de tropas para as cidades fronteiriças, impedir a entrada ilegal de refugiados e ao mesmo tempo abrir um corredor humanitário, como comida, banho, atendimento médico etc… Tudo bem próximo a fronteira, seja atendido e volte para o seu lado.
    Quem pagaria por isso ? Nós meros mortais pagadores de impostos, mas prefiro pagar a conta de manter tropas fazendo nossa segurança e ajudando os necessitados do que na mão de políticos de esquerda ou direita.

    Aumento da gasolina, da conta de luz, água, favelização das cidades no rio de janeiro, no norte do país, NÃO são problemas do exército, parem de culpar o exército por tudo que acontece no país.

  69. Olá camargoer

    Eu entendi, e concordo, apenas achei que colocar todo mundo em um campo, cercar com arame farpado e deixar o exercito do lado de fora apontando fuzis para todo mundo que estiver lá dentro um pouco exagerado.

  70. Silva 12 de Fevereiro de 2018 at 13:11
    carvalho2008 12 de Fevereiro de 2018 at 12:34
    …………
    “”O Neguinho sou eu.””
    …………
    P***a kkkkkk vocês ficam com esse papo de “neguinho” e eu pensei que já estavam vindo com esse papo de cor kkkkkkkk
    ………..
    Silva 12 de Fevereiro de 2018 at 13:11
    kkkkk que TREM é esse? Pão de queijo?
    ……….
    carvalho2008 12 de Fevereiro de 2018 at 12:34
    Desculpa aiii…apenas discordo da abordagem dos nossos maravilhosos politicos diante dessa questão, conhecendo esses sujeitos eu sei que eles querem o pior para nós. Não quero matar os venezuelanos, haitianos,libaneses, síros e nenhum outro povo…apenas acredito que o tratamento/abordagem deveria ser exatamente o oposto! Vamos ser sinceiros, FHC, Lula, Dilma e Temer adoram apoiar ditaduras, esse povo adora Cuba, Bolivia e Venezuela!
    BRASIL PARA OS BRASILEIROS…o resto é resto!
    Abraço e chega desse assunto! Quem quer criar imigrante em casa fiquem a vontade, eu não quero nem cruzar com essas pessoas na rua! kkkkkk

  71. Olá Cbamaral.
    Concordo em parte com você. É exagerado e também ilegal. Além do direito de ir e vir (porque uma vez admitidos através da fronteira, eles estão em condição legal ao menos por 60 dias) eles também têm o direito ao SUS, que é universal e gratuito. Também acho que o problema dos venezuelanos que estão entrando no Brasil não deve ser tratado de modo ideológico, mas humanitário.

  72. Agora a culpa do que aconteceu na Venefavela é do Brasil. Parece piada.

    Tenho muita admiração por todos os que tem alguma paciência para manter uma discussão com um ser desses.

  73. Não, não temos culpa do destino daquele povo. E sim temos obrigação como homens de ajudar esses outros homens que tiveram a desgraça de nascer em uma nação que hoje está debaixo do porrete do comunismo.

  74. É uma questão de ética, moral e princípios.
    São nossos princípios que nos separam da barbárie, virar as costas a Venezuela agora equipara-se a lavar as mãos no holocausto nazista contra o judeus simplesmente porque não eram brasileiros.

  75. Estão esquecendo que somos imigrantes de africanos de holandes de francês e espanhóis, lembrando que a grande são paulo foi construida por imigrantes

  76. Que asco eu tenho das autoridades desse pais. Aqui mesmo na minha cidade, eu vejo tantos jovens desempregados, sem nenhuma expectativa, uma verdadeira bagunça, ano apos ano aumento de violência…. insituticoes publicas falidas. Mas querem abrir a porta pros venezuelanos e pagar de bonzinho….

    Ainda vem alguns aqui com esse discurso demagogo e irresponsável de acoes humanitárias. Eu pergunto, vocês ja fizeram alguma ação humanitária por algum brasileiro? Ja não basta os problemas que temos. O pior quem paga a conta eh sempre o pobre coitado explorado do brasileiro que tem um monte de conta pra pagar, fazendo hora extra pra tentar uma vida no minimo digna… Essas coisas sobre acolher refugiados tinham que ser decidido pela população que eh a que paga a conta, tenho certeza que vocês se surpreenderiam com a resposta.

    Primeiro um hospital de campanha, depois gastos com transporte, auxilio, alimentação…

    ta difícil digerir essas perolas desse pessoal moralista. Alias se querem tanto fazer o bem porque não levam alguns pra casa de vocês? Porque eu tenho que ser obrigado a pagar com meus impostos o resultado da escolha de outros povos? eles elegeram maduro e eles elegeram Chavez…. Afinal não eram ele que idolatravam chavez e seu desgoverno quando o preço do petróleo estava nas alturas?

  77. Camargoer,

    SUS direito universal? Oi?

    Aquele General bolivariano que veio ao Brasil fazer uma cirurgia no fêmur quebrado custou aos cofres públicos R$ 8.266,25 (preço da cirurgia).

    Não há remédios para o tratamento do câncer na Venezuela.

    Para você ter uma ideia, o SUS paga entre 49 e 55 mil reais para realizar o estadiamento do câncer de mama em uma mulher. O estadiamento é realizado quando uma pessoa recebe o diagnóstico inicial de câncer,

  78. Joahua. Você tem razão em dizer que o SUS só existe no Brasil e por isso qualquer um que esteja no Brasil (mesmo estrangeiros ilegais) têm direito de usa-lo e o Estado tem obrigação constitucional de oferecer atendimento. A questão do financiamento do SUS altera questão legal. É bem conhecido que os postos de saúde das cidades ao longo da fronteira normalmente atendem estrangeiros que cruzam a fronteira apenas para receber vacinação gratuita. Também é conhecido que em cidades como S,Paulo que possuem uma grande população de imigrantes ilegais, o sistema de saúde os atendem gratuitamente. Portanto, estes venezuelanos que estão buscando refúgio no Brasil tem o direito de serem atendidos pelo SUS e Estado a obrigação de oferecer as condições de atendimento.

  79. Não existe ética quando o assunto é dinheiro.

    Muitos brasileiros estão morrendo nas filas dos hospitais. Muitos estão há mais de 2 anos esperando uma consulta. Será que algum país da América Latina poderia “eticamente” recolher alguns pacientes brasileiros e atender em seus hospitais?

    É muito fácil chegar e utilizar os serviços públicos. Um indivíduo que nunca contribuiu diretamente para a economia.

    Explique isso para um pai que acabou de perder um filho porque o hospital não tinha vaga na UTI. Pai que contribuiu por mais de 30 anos com impostos e todas as mazelas que o governo impõe para tirar o seu suado dinheiro.

    Não há cabimento, cada país que cuide dos seus. Se fossem refugiados fugindo de uma guerra, com risco de vida iminente, ai sim, tudo bem. Vamos acolher até que a situação lá mude. Porém são imigrantes fugindo da crise econômica. Eles deveriam ficar e lutar pelo seus país. As eleições são em Abril, deveriam ficar e lutar para que o ditador não se reeleja.

    Temos tantos miseráveis em nosso país, vivendo abaixo da linha da pobreza, comendo lixo para sobreviver. Será que algum país da América Latina poderia “eticamente” importar alguns dos nossos miseráveis? Eu acho que não. O discurso é muito lindo, é muito elegante, porém a realidade é outra, o buraco é mais em baixo.

  80. – A fronteira não vai ser fechada (Não. Não será fechada. O Brasil é um país humanitário. Tanto que os soldados alemães preferiam se render aos brasileiros do que aos norte-americanos);
    – A Colômbia e a Guiana fecharão as suas fronteiras (Isso é política interna deles que não nos diz respeito);
    – Nós receberemos todo o fluxo de imigrantes da Venezuela (Provavelmente. Mas há espaços para redistribuir todas essas pessoas.)
    – O SUS de Roraima vai colapsar (Não vai colapsar nada. Se fosse assim já teria acontecido há muito tempo. Não precisamos de refugiados para fazer isso. As pessoas falam como se todos os refugiados viessem doentes precisando de atendimento. Menos.)
    – O abastecimento de comida em Roraima vai diminuir (Não vai. O governo federal tem reservas para coisas como essa. Assim como para necessidades internas, como aqueles períodos de seca que abalam a produção. Sobra comida no Brasil. O que estragamos diariamente daria para acabar com a fome na América do Sul. Menos alarde sobre isso.)
    – Doenças por causa do acúmulo de lixo (50 mil pessoas a mais gera um stress no serviço público de coleta, agora imagine quando chegar a 500 mil pessoas com o fechamento da fronteira colombiana) (Essas pessoas não chegarão todas juntas e de uma vez. Virão em levas. Se os garis de São Paulo entrassem em greve, ainda assim, o estado não entraria em colapso. E São Paulo é um país. Quantos mais Roraima.)
    – O número de homicídios e assaltos em Roraima vai crescer (Aqui no Brasil não precisamos de imigrantes para termos aumento na violência. Não são terroristas. São pessoas que passam fome, e que tem escolaridade, mais do que a média nacional. Elas vêm em busca de ajuda, e sabem que um deslize significa a volta para a Venezuela. O venezuelano, por natureza, é um povo bom. Eu teria medo se o movimento migratório fosse o contrário. Não seria uma leva de refugiados, mas um bonde chegando.)
    – Vamos gastar milhões com centros de refugiados (O gasto pode trazer benefícios futuros. Uma mão de obra qualificada que não existe aqui. O aumento de população em estados menos povoados e quiçá, o aumento da renda desses estados no futuro. Todo ano centenas de bolivianos desembarcam em São Paulo para um trabalho quase escravo na produção de roupas. Não vi ninguém comentando sobre isso. Eles ganham o dele. Nós ganhamos o nosso. De forma errada, mas ainda assim, eles preferem estar aqui comprimidos em fabriquetas minúsculas ganhando uma merreca do que na sua terra natal. Aqui, com todas as dificuldades, ainda vivem melhor do que lá.
    – Roraima vai virar um estado favela (O Brasil já é uma favela. Do Rio Grande do Sul ao Amazonas. Do Acre à Paraíba. Eles serão só mais uma meia dúzia no nosso favelão.)

  81. Olá Raul. De fato, todos os transplantes no Brasil são custeados pelo Estado via SUS. Você pode acessar os relatórios completos destes transplantes. É interessante porque o Brasil é o segundo país em transplantes do mundo (apenas os EUA fazem mais transplantes, mas lá quase todos são pagos pelo próprio paciente ou pelos planos de saúde. Por isso tanta gente vai aos EUA para fazer transplantes lá). Quando se diz que o tratamento do SUS é universal, isso significa que ele ele não tem qualquer restrição. Sugiro uma boa consulta na página do Min.Saude.

    http://portalms.saude.gov.br/sistema-unico-de-saude

  82. Olá Emmanuel. Sobre a criminalidade, vou fazer uma contas de padaria para ajudar na discussão. Li que cerca de 30 mil venezuelanos entraram no Brasil neste período. Considerando a que a taxa de encarceramento brasileira seja aplicada nesse grupo (0,34%) isso significa que 100 venezuelanos serão presos, 25 dos quais por tráfico. Aplicando a taxa de homicídios brasileira sobre essa população, isso significará cerca de 10 homicídios por ano (ou menos de 1 por mês).

  83. Para terminar, saúde não é problema de governo federal. Quem controla isso são os estados e municípios. Se tem gente morrendo na fila do hospital, culpe seu prefeito/governador. Eles têm mais a mão suja do que o presidente da república.
    Muito bonito brasileiro falando de ética, ainda mais a maioria aqui do blog que fica se atacando como se estivessem jogando cartinhas de super trunfo.
    Finalizando, a Venezuela não tem dinheiro para comida e água e tem gente que acha que deveríamos nos preocupar com Sukhois.
    Se o Brasil invadisse a Venezuela chegaria em Caracas em menos de uma semana. Não tem tropa e nem povo que suporte tamanha degradação. Acredito que é tudo os que eles querem, uma invasão salvadora, um país que meta o pé na porta. Soldado faminto não luta e a história já cansou de mostrar isso.
    Receber refugiados não é um problema. Invadir e ocupar sim. Teremos uma nação inteira para alimentar. Aí teremos um problema de verdade.
    .
    Abraço.

  84. camargoer 12 de Fevereiro de 2018 at 18:29
    .
    Acredito que será menos do que isso ainda. Não li nada a respeito sobre aumento de criminalidade ou problemas com atendimentos médicos em Roraima.

  85. É por aí Mestre Emmanuel
    .
    O movimento de refugiados está muito abaixo da nossa capacidade de absorção
    .
    As pessoas falam dos refugiados como se fossem ratos e baratas
    .
    A bandeira brasileira por mais menosprezada e subtraida por muitos representa muito mais do que isto.

  86. Acho que o Brasil deve sim ajudar os venezuelanos, pois a situação lá passou de dramática;

    Entretanto, deve fazê-lo com parcimônia. Estabelecer quantidade máxima de venezuelanos por período X de tempo, e negociar com Colômbia e França (Guiana Francesa), o destino desse pessoal. Não dá pra abrir a porteira sem planejamento;

  87. Agora pronto…o colapso do SUS é culpa dos Venezuelanos.

    Vocês gostam é de criticar e destilar as frustrações de vocês aqui. O outro vem dizer que o filho concluiu a faculdade e não consegue emprego. E isso é culpa da Venezuela? Vá contar seus problemas na sua prefeitura. Envie um e-mail para o Temer, seus ministros e o legislativo. Entre com uma ação judicial para tentar garantir o direito constitucional ao trabalho. Mas não venha jogar isso no colo de meia dúzia de venezuelano que estão atrás de colocar algum alimento na boca de seus filhos.

    Vocês são uns covardes com nada de empatia. Do alto de suas casas e suas bundas sentadas numa cadeira almofadada, destilam o ódio e não buscam compreender o mínimo a situação. Como bem disse o colega acima, é necessário fazer desse limão uma limonada, mesmo que seja aquela bem azeda.

    Chutando que o GF seja conduzido por pessoas com o mínimo de empatia e vontade de melhorar a diplomacia brasileira, caso em que fechar a fronteira para essas pessoas não é uma opção (como disse o ministro), é melhor fazer algo por essas pessoas (como, por exemplo, montar o tal hospital de campanha, filtrá-las e encaminhá-las para outros estados), ou deixar como estão, largadas nas ruas de Boa Vista?

    O outro vem dizer…”vocês acham que as pessoas poderosas que conduzem as coisas no mundo estão preocupadas com o bem estar das pessoas?”. Rapaz, se eu estivesse preocupado com o que essas pessoas pensam, eu iria atrás delas para cobrar explicações e não de uma cambada de coitados venezuelanos.

  88. Olá Guizmo. Não existe isso de cota para entrada de venezuelanos com os quais o Brasil tem acordo diplomático de livre transito, como Argentina, Paraguai, Colombia, Uruguai, Chile e acho que Peru e Equador e Bolivia também (acho que são 9 países). Tem um custo diplomático imenso denunciar um acordo desses. Por isso a situação é tão complicada.

  89. Pois é Camargo, mas com a Venezuela tem? Eu creio que aplicar um limite, numa situação excepcional dessas, é aplicável, se não pela prorrogativa da lei, mas pela excepcionalidade da situação.

    Entendo que esta regra se aplica no dia a dia, nao podendo impedir entrada limitante por quantidade, de colombianos, peruanos, etc. Mas nesse cenário…

  90. Felipe Morais 12 de Fevereiro de 2018 at 19:25
    Que isso? Até agora o único que destilou ódio aqui foi você!
    Meteu porrada em todos que pensam diferente de você, no entanto, não mostrou solução alguma, não apresentou argumentos, apenas ódio!
    …………….
    Agora pronto…o colapso do SUS é culpa dos Venezuelanos.
    R: Pergunte para os habitantes de Roraima (os brasileiros) para saber se a saúde pública melhorou ou piorou com os 40 mil venezuelanos, se PIOROU eu quero que você envie ajuda para aqueles brasileiros ou cala-se!
    ……………
    O outro vem dizer que o filho concluiu a faculdade e não consegue emprego.
    R: E você está empregado? Espero que sim, pois há 14 milhões sem emprego e você querendo AJUDAR estrangeiros. Belo cidadão que você é…
    Ele usou o exemplo do filho dele para demonstrar como é a nossa classe politica elitista, focado em ajudar estrangeiros enquanto os contribuentes estão FERRADOS! Se você acha isso correto é melhor você rever seus conceitos. Houve em nosso país um sucateamento sem igual, afundaram o país com desvios de DEZENAS de bilhões de reais, agora você vem dizer que a classe política está “””ajudando””” venezuelanos??? Vamos acordar!
    …………….
    Vá contar seus problemas na sua prefeitura. Envie um e-mail para o Temer, seus ministros e o legislativo. Entre com uma ação judicial para tentar garantir o direito constitucional ao trabalho. Mas não venha jogar isso no colo de meia dúzia de venezuelano que estão atrás de colocar algum alimento na boca de seus filhos.
    R: Meia dúzia de venezuelanos? Há 40 mil apenas em RR, há 200 mil haitianos no Brasil e outras dezenas de milhares de libaneses, africanos e sírios…acho melhor você sair do conforto de sua vida para observar a realidade, pois até mesmo seus parâmetros de números estão ERRADOS!
    Mandar reclamações para prefeitura, Temer e Ministros, acionar a justiça?????? Exatamente isso que o nosso amigo ESPERA, espera um Brasil para brasileiros, é exatamente isso que um cidadão pagador de impostos e brasileiro espera! Ou você espera o quê? Espera ver seu dinheiro sendo empregados em obras públicas na venezuela, bolivia, cuba etc…?
    ……………
    O outro vem dizer…”vocês acham que as pessoas poderosas que conduzem as coisas no mundo estão preocupadas com o bem estar das pessoas?”. Rapaz, se eu estivesse preocupado com o que essas pessoas pensam, eu iria atrás delas para cobrar explicações e não de uma cambada de coitados venezuelanos.
    R: E você já fez isso? Ou vai ficar apenas no discurso no alto de sua cadeia ALMOFADA?
    Você disse um monte de belas palavras, tudo muito bonito, porém, já mandou mais dinheiro para o TEMER ajudar os Venezuelanos? Ou vai usar o meu dinheiro para ajudar os outros??? Pois se tiver dinheiro, ajudar quem está proximo de você e que daria a vida para lhe ajudar. O mundo é aqui e agora…bem distante das suas belas palavras!
    Como eu disse anteriormente, a realidade é apenas 1…aquilo que você considera “ajudar” venezuelanos, eu considero como uma BELA ajuda diplomática do Estado brasileiro em prol de uma ditadura que persegue e mata!
    Como eu disse, os homens que mandam no mundo tratam você, eu e os venezuelas como GADO, e você com seu discurso é um GADO defendendo o dono do ABATE. Você está se comportando exatamente como eles querem, se imigrante é bom, peça para esses homens poderosos tirarem dinheiro dos seus bolsos para ajuda-los, mas não faça isso retirando 40% da riqueza nacional (através de impostos) para ajudar uma ditadura na nossa fronteira.
    Por fim, existe uma abismo entre suas belas palavras e a realidade…pergunte para os atingidos diretamente por essa leva de imigrantes o que eles pensam…certamente eles vão te achar um LOUCO! O habitante de roraima sem saúde, sem educação,sem segurança, sem assistência básica vendo a UNIÃO despejar tudo o que tem para ajudar o vizinho. É um governo porco e medíocre que odeia o próprio POVO!
    Seu discurso é idêntico a da GLOBO, UOL, FOLHA e todos os outros grupos de mídia que percebem a bilionários apaixonados por inclusões de imigrantes (defendem isso dia e noite do alto dos seus impérios), defendem dia e noite o uso de dinheiro público em prol de estrangeiros, MAS NÃO DO SEU PODER ECONÕMICOS, ISSO JAMAIS, eles usam o dinheiro do COLETIVO (jamais o deles)…poluíram tanto a mente dos europeus que hoje estão amargando problemas gravíssimos! Todos até meados dos anos 2000 achavam imigrantes LINDOS, hoje apanham dos imigrantes nas ruas. Agora é tarde e é irreversível!
    Viver no conforto de sua casa, com bem-estar, sabendo que há milhões de brasileiros FERRADOS e você preocupado com venezuelanos, demonstra o nível de coesão social que existe entre nós…não é em vão que o brasileiro rico odeia tanto os pobres, ajuda um cachorro mas não ajuda um semelhante. Parece aqueles programas de auditório da Globo e SBT que põem os pobres em situação de ridículos, em situação degradante, para assim ganhar mais dinheiro!

  91. Felipe Morais vc é retardado ou se faz de um. Ninguem disse aqui aqui que não consegue trabalho por culpa dos venezuelanos. Preste atenção no que vc le.

  92. Ivan BC vc é retardado ou se faz de um. Ninguem disse aqui aqui que não consegue trabalho por culpa dos venezuelanos. Preste atenção no que vc le.
    Desculpa ai FELIPE MORAIS

  93. joshua 12 de Fevereiro de 2018 at 14:43
    Não estou entendendo mais nada, refugiados agora viraram imigrantes.
    são um bando de refugiados e tem que ser tratados com refugiados. tem que botar eles em campo cercado e vigiados pelo exercito.
    O Brasil ta até querendo criar trabalhos pra essa corja. Meu filho se formou em uma universidade e não consegue trabalho. Agora pra essa corja tão ate querendo arrumar trabalhos pra eles.
    O Brasil não tem jeito mesmo.
    ………………………………………………………
    “””””””O Brasil ta até querendo criar trabalhos pra essa corja. Meu filho se formou em uma universidade e não consegue trabalho. Agora pra essa corja tão ate querendo arrumar trabalhos pra eles.”””””””
    Você disse que o Brasil está querendo criar empregos para estrangeiros, enquanto seu filho está sem emprego…foi extaamente isso que você escreveu ou você está BIPOLAR? Você não disseque os venezuelas estão roubando as vagas de seu filho, eu também não disse isso, disse apenas que é inacreditável o GOVERNO está querendo gerar empregos para estrangeiros enquanto há brasileiros desempregados, nesse ponto se vê a prioridade do governo: atender estrangeiros!

  94. Caro Guizmo. Você tem razão quando diz que situações excepcionais demandam soluções inteligentes e criativas. Alguns dias atrás, estranhei a ausência do Itamaraty. O Nunão alertou que o Aloísio Nunes está fora do Brasil , contudo eles têm excelente profissionais que poderiam trabalhar na frente diplomática. Provavelmente, o Aloísio iria atrapalhar mais do que ajudar agora. riso.

  95. Ta bom Ivan.

    “não mostrou solução alguma, não apresentou argumentos, apenas ódio!”
    – Deve-se criar um programa dedicado a este caso, com levantamento de vida pregressa, registro, encaminhamento à outros pólos, oferecimento de oportunidades. Está tudo escrito ai pra cima nos meus comentários. Creio eu que estas sugestões sejam melhores do que simplesmente deixar como está ou virar as costas. Eu já escrevi isso acima. Você, pelo contrário, sugere simplesmente virar as costas.

    “Meia dúzia de venezuelanos? Há 40 mil apenas em RR, (…) pois até mesmo seus parâmetros de números estão ERRADOS!”
    – Acho que você compreendeu que eu não quis dizer literalmente a quantidade de refugiados/imigrantes que estão no país nesse momento…deu pra entender que proporcionalmente ao todo, são poucos…você não é tapado a este ponto!

    “Exatamente isso que o nosso amigo ESPERA (…)”.
    – Tudo bem, tudo bem, mas é isso que ele recebe pelos tributos que paga? Não né? E a presença de venezuelanos ou não, vai mudar isso? Não né? Brother…o grosso dessa grana é empregado em custeio de coisa besta…em gasto mal planejado..em outros destinos escusos…no tal “balcão de negócios” com o legislativo…etc etc etc…você sabe disso!

    Enfim, eu ia rebater alguns outros pontos do seu comentário…mas eu acho que não é necessário.

    É lógico que o aumento populacional em Roraima, e no Brasil em geral, seja de venezuelanos, haitianos ou alienígenas, irá prejudicar o já precário SUS. Eu sei que irá aumentar o número de desempregados. Eu sei que mexe com segurança pública, com habitação, com educação. Isso é uma coisa lógica…se aumenta a demanda e a oferta continua a mesma, o resultado é óbvio. Mas com ou sem refugiados/imigrantes, a causa todos sabemos…e continuará sendo, enquanto as medidas certas não forem tomadas.

    E pra essa galera que está passando fome, é razoável lavar as mãos e focar em resoluções que não irão ocorrer nos próximos anos (décadas, creio eu)? Você já passou fome involuntariamente Ivan? Já passou frio sem ninguém nem nada pra te socorrer? Já teve uma doença crônica terminal sem o remédio necessário para minimizar os sintomas? Espero que não. Eu, graças a Deus e aos meus pais, nunca passei por nada disso e espero nunca passar. Mas, caso passe, tenho certeza da minha gratidão à uma mão amiga!

  96. Meu Deus, ver brasileiros defendendo imigração é de morrer kkkkk
    Isso é tão irracional quanto brasileiro defender o BNDES (transferência de dinheiro público para orçamento de grandes empresas nacionais e internacionais), uns acham que serve para fomentar o desenvolvimento, mas quem tem cérebro sabe exatamente o porquê da existência do BNDES.
    Eu sou absolutamente contra qualquer tipo de tratamento aos venezuelas nas proporções que você defende, defendo trata-los como refugiados, forma humanizada, e não IMIGRANTES, jamais faria isso, justamente porque tem brasileiros em situação MUITO pior do que a venezuelana, brasileiro jogandos na miséria total! Basta dar um ROLE nas periferiais desse Brasil.
    Como eu disse antes, fazer um festival de benfeitorias com dinheiro COLETIVO para receber imigrantes vai servir apenas para incentivar ainda mais imigrantes.
    Enfim, eu já sei onde esse tipo de política leva e termina…então eu tenho naturalidade diante dessa questão.
    Meu tratamento para os venezuelanos não é desumano como você tenta insinuar, tampouco é querer agrada-los da forma que você defende, afinal, nem brasileiro tem esse tratamento.
    No fim do ano teremos que dar 150 bilhões para o Temer fechar a conta orçamentário, aumentar as despesas não melhora em nada a nossa vida.
    Tal política imigratório é benéfica apenas para 2 grupos na nossa sociedade: grandes empresários (0,01% dos empresários) e a classe política (enxergam o povo como GADO).
    Abraço e receba os imigrantes na sua casa, com seu dinheiro, de braços abertos, caso contrário verei hipocrisia!

  97. Se alguém quiser levantar um muro que sejam os Comunistas do outro lado.
    E que isso sirva de lição ao nosso povo que não há caminho fácil e futuro sem trabalho.

  98. Esse IvanBC é meio maluquinho rs

    Voltando ao tópico, acabei de ver no jornal que 25% dos venezuelanos em Roraima tem nível superior.

    Eu acho que os políticos estão é fazendo um terrorismo midiático com essa situação toda para ganhar votos, eles adoram um holofote. A situação não parece tão grave.

  99. Olá Ivan. Apenas por curiosidade, o BNDES (originalmente era BNDE) foi criado por Getúlio Vargas em 52 e um dos fundadores foi Roberto Campos, que foi o quinto presidente do banco nomeado por JK.

  100. Olá Suburbano. Eu também li que há um enorme número de profissionais com nível superior. Parece a ideia de fazer um cadastro dos venezuelanos é para facilitar a sua fixação (existe um dado do IBGE que mostra que quanto maior a escolaridade menor é a taxa de desemprego. Mais tarde tentarei localizar este documento). O problema é bem grave, eu não tenho mais dúvidas. Contudo, acho que Temer tentou aproveitar da crise para colocar uma agenda positiva e compensar o fiasco que foi a visista do Secertário de Estado dos EUA em vários países da América do Sul mas não no Brasil, principalmente para aproveitar o carnaval que geralmente não tem noticiário político. Deu azar com o “vampiro neoiliberal”. riso. Os arapongas do governo dormiram no ponto… riso. Quem imaginava?

  101. CESAR FLORIANO 11 de Fevereiro de 2018 at 20:40

    Não tem como aceitar esses venezuelanos em nosso país, O PT vai abraçar esse povo. Na minha opinião isso é um jogo político, aí vem bolsa família, auxilia e muito mais. Esses venezuelanos não tudo treinados, sabe mexer em armas e por aí vai. O pt vai usar eles muito bem.

    —————————————————————————————————–

    Cesar, isso é de fato preocupantes, pois a esquerda mundial, sobretudo europeia, americana e canadense, usou a imigração em massa como bucha de canhão. A população imigrante já chega ao país cuspindo ódio aos nativos, exigindo tudo do bom e do melhor do politicamente correto, destratando locais, cuspindo na cultura do país que os recebeu e, forçando a implantação de sua cultura sobre os demais, e seguindo óbvio resultado, votando massivamente nos partidos socialistas, que criam leis para lhes dar dinheiro de graça e privilégios que nem os nativos tem.

    Posteriormente veremos o que está acontecendo em toda cultura ocidental, os imigrantes tentando destruir o país onde estão, com a sua cultura tribal, anti civilizacional e tribalista.

    No caso específico dos venezuelanos, não será muito diferente. Serão apadrinhados pela esquerda, ganharão bolsa moradia, bolsa família, talvez nem precisam trabalhar. Serão bucha de canhão dos partidos socialistas como já o fizeram na metade do nordeste.

    Não se trata de ser contra ou a favor da imigração, mas de reconhecer que imigração em massa é a ruína e uma arma política ideológica contra a própria população.

    Agora já esperem ser chamados de racistas, nazistas e genocidas por pensar assim.

  102. Vale lembrar que o governo da U.E negou a entrada de todos os imigrantes refugiados cristãos da Síria, mas abrir as pernas para imigração em massa de muçulmanos, a maioria de homens em idades entre 18 e 35 anos.

    Se realmente quisessem ajudar esses venezuelanos já teriam formado uma junta militar internacional com a ONU para invadir esse país e jogar uma bomba na cabeça do Maduro. Mas é óbvio que não é isso que os proselitista da justiça social querem fazer.

  103. Continuam uns babacas a comentar a respeito sobre a participação de outros frequentadores…oh censor? Cadê a advertência para esses vermelhuscos? Ei, corações sensíveis, porque vocês não cobram humanidade ao tirante bolivariano de Caracas que Cómo todo bom comun isla está torturando e assassinando à fome seu próprio povo??

  104. Fred 12 de Fevereiro de 2018 at 7:54

    –Não é só conservadorismo que vejo nesses comentários. —

    Somos conservadores pois queremos preservar nossa cultura da destruição, ainda mais sendo ela intencional.

    — Vejo falta de sensibilidade e de empatia. —

    Que irônico, vindo de quem defende uma ideologia que matou mais de 100 milhões de pessoas em nome de um ideal abstrato de um futuro maravilhoso. Mais de 100 milhões de mortos, isso em tempos de paz. Como Stalin dizia “é a guerra da fome.”

    –Vejo irracionalidade completa, pensamentos hipotéticos que nunca se concretizaram. —

    Toda revolução da história terminou em genocídio e destruição da nação na qual essa aberração é instaurada. Cuba, RUSS, China, Coreia do Norte, é tudo uma invenção social patriarcal inventada pelo capitalismo machista de olhos azuis, não é?

    –Que o governo federal siga cada vez mais organizando aquela situação e atendendo os refugiados. Controlando esse fluxo de pessoas para um local específico. —

    Que o governo cague na boca de toda a população brasileira, que destrua a história desse país, que fomente a criminalidade, tráfico, prostituição, pedofilia, zoofilia, bailes funk, aborto, e toda desgraça que é capaz de sair da cabeça de um revolucionário precisa destruir a civilização para criar o reino encantado.

    –É uma crise humanitária, isso choca o mundo e a ONU. —

    É uma crise criada pelo golpe de estado de uma ideologia socialista-comunista-stalinista, que já vez várias vítimas por toda história moderna. É uma crise criada pelo “avanço” e o “progresso” de um mundo abstrato que só existe na cabeça dos playboyzinhos de humanas.

    — É mais pressão pro governo venezuelano cair “de maduro”, de podre que já está.–

    Quem está caindo de podre é aquele povo. Socialismo mata, por dentro e por fora.

    — E essa xenofobia sem disfarce aí? É fantasia de carnaval? Nós somos historicamente um país de imigrantes. Não sejam hipócritas. —

    Espero que não ouse chamar de nazista quem quer que defenda ideias diferente da sua, meu caro, pois tem sorte de usar um nickname falso, caberia um processo daqueles.

  105. O que falo e escrevo eu assumo:

    Os três patetas voltaram,
    (a) (o) Comandante em Chefe das FA’s, o ministro chefe do GSI e o ministro do MD.

    O CIE deve estar as gargalhadas.

    Vamos somar:

    Narcotráfico, infiltração, desordem incentivada, transferência de miséria e muito, mas muito mais ….

    Não começou ontem, faz anos !

    Intensificou-se ?
    Sim e muito, estava previsto.
    O CIE avisou, o tema vem desde a Dra. pós graduada em saudar a mandioca, ou foi da época do “marolinha” ?

    Simples,
    NÃO existe ouvidos que há de ser dado aos militares e a eles o comando e planejamento.

    O resto retórica.

    Rídicfulo:
    http://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,brasil-dobra-controle-militar-sobre-refugiados-na-fronteira-com-a-venezuela,70002187473

  106. sub-urbano 12 de Fevereiro de 2018 at 21:42
    Esse IvanBC é meio maluquinho rs

    Voltando ao tópico, acabei de ver no jornal que 25% dos venezuelanos em Roraima tem nível superior.
    ……………………
    RESPOSTA: 25% TEM NÍVEL SUPERIOR KKKKK depois eu que sou o maluquinho (ataque pessoal). Claro, diziam o mesmo quando trouxem 200 mil haitianos, disseram o mesmo quando trouxeram sirios, disseram o mesmo quando trouxeram libaneses, agora os venezuelanos são a NATA DA VENEZUELA.
    Nossa eles tem nível superior, agora são bem-vindos, e se não tivessem nível superior? daí não seriam bem-vindos? Argumento sem nexo algum…com nível superior ou não você (sub-urbano) é que vai pagar a conta deles em RR.

  107. camargoer 12 de Fevereiro de 2018 at 21:44
    Olá Ivan. Apenas por curiosidade, o BNDES (originalmente era BNDE) foi criado por Getúlio Vargas em 52 e um dos fundadores foi Roberto Campos, que foi o quinto presidente do banco nomeado por JK.
    …………………
    Sim, eu sempre soube disso! BNDES serve para enriquecer grupos políticos e empresariais, distorce toda a economia e desestimula a poupança nacional, canalizando recursos públicos para instituições privadas com o intuito de “desenvolvimento nacional”, claro, eu uso dinheiro estatal com juros baixo e deixo meu dinheiro no TESOURO DIRETO para render a TAXA SELIC. Enquanto o povo paga juros para mim….ou seja, ganhei MUITO dinheiro sem produzir nada e nem precisei ter dinheiro kkkk

  108. “sou de esquerda”, “sou de direita”, “sou liberal”, “sou conservador”, “sou nacionalista”…alcunhas que o grande público da internet tem utilizado como capa de uma visão/opinião/ideologia que não aceita o contrário…não aceita conviver com o diferente.

    Vejo esse comentário acima desse Bruno, somado à outros que vemos aqui e na maioria das discussões políticas da internet, e me causa preocupação essa nova onda “de direita” e seus candidatos milagreiros.

    Estão para seus candidatos e posicionamentos iguais os de esquerda. Simplesmente não aceitam serem contrariados…é como árabes em relação à israelenses…já iniciam a discussão sem aceitar sequer a existência da outra parte.

    Campeão, deixa eu te explicar de uma forma bem simples…não é porque sou a favor da recepção dessas pessoas, que sou um comunista favorável ao regime de Maduro não. Sou a favor da queda e responsabilização do Maduro e seus “companheiros” por seus atos. A favor de novas eleições na Venezuela. Contra Lula, Dilma, Dirceu, Temer, Aécio, Juca e toda essa corja. A favor do aborto “humanitário”. Contra o aborto indiscriminado. Contra cotas raciais. A favor de cotas sociais. Pró privatização e diminuição do Estado. Mas a favor da valorização e maior autonomia das carreiras de Estado. Enfim…são vários exemplos. Então abra sua cabeça, nem todos ficam nessa mongolice que virou esquerda x direita, sendo que são todos farinha do mesmo saco e vivem de cultuar ídolos!

  109. Olá Ivan. Existe um documento (bem longo) chamado “Livro Verde do BNDES” que traz uma excelente descrição da instituição, sua história e atuação. Por coincidência, baixei ele ontem para entender o que aconteceu com o financiamento do PP-HUC. Ainda não terminei de ler (ainda estou lendo a tese sugerida pelo Carvalho sobre o litígio Venezuela-Guiana. Talvez esse documento possa ajudar na discussão.

    https://web.bndes.gov.br/bib/jspui/bitstream/1408/12697/3/LIVRO%20VERDE_2017_final.pdf

  110. Esperem a marcha dos maconheiros essa semana protestando em favor da imigração massiva de refugiados de um governo ditatorial que eles mesmos defendem.

  111. Sr Felipe, embora o senhor não esteja familiarizado como assunto, eu lhe explico rapidamente:
    A única ideologia que existe é a cultura revolucionária, que abarca idéias estatistas e anarquistas, nacionalistas fanáticas, comunistas, centralistas, socialistas, nacional socialista e até seitas ocultistas.

    Eu não defendo meu posicionamento por “ser de direita”, pois no mundo real, fora do maniqueísmo universitário, ser de direita é exatamente não ser um adepto da mentalidade revolucionária gnóstica que acredita que o mundo está magicamente caminhando em direção a um progresso maravilhoso a ser conquistado pela centralização do poder — essa, aliás, é a definição filosófica das ideologias revolucionários.

    Eu adoro discutir na internet, mas não venho onde fui contrariado. Na verdade vejo colegas como eu que são rotulados de racistas, nazistas, xenofóbicos e daí pra baixo por assumir seu posicionamento não muito coitadista diante de fatos históricos comprovados e repetitivos. Eu não si em que mundo paralelo o senhor habita pra considerar imputação de crime um argumento contrário.

    Que imigração em massa, além de causar danos irreversíveis à cultura onde se aloca, é usada como arma de guerra política pela ideologia socialista/comunista/esquerdista ou qualquer nome fofo que inventem no futuro.

    Sou totalmente a favor a ajuda humanitária aos refugiados, mas saiba que isso passa totalmente longe de receber imigração em massa – veja bem, senhor… IMIGRAÇÃO EM MASSA, imigração essa defendida por adeptos da ideologia que defendem a destruição de valores civilizacionais do ocidente para implantar seu mundo de fantasia.

    Quem está coordenando essa abertura é exatamente essa gente que pretende destruir nossa cultura para fazer do Brasil o que está sendo Venezuela hoje mesmo.

    Você deveria era ficar feliz que finalmente pessoas que pensam diferente finalmente estão tomando coragem para dizer o que pensam na internet, acabando de vez com o monopólio do politicamente correto e da uniformidade ideológica socialista. Felizmente a internet é livre, embora os adeptos do mundo ideal acham que deviam regulá-la para calar vozes opositoras.

    Mostre qualquer relação do que defendemos aqui com racismo, xenofobia, ou nazismo que os “colegas” vermelhos daqui estão nos chamando.
    Estamos revoltados com o que Maduro fez tanto quanto o senhor, queremos jogar bomba na cabeça daquele maluco pelo que ele fez ao seu povo (temos empatia) e a um brasileiro em especial, que mandou matar por praticar ajuda humanitária.

    Se tivessem realmente amor aos refugiados já teriam defendido uma invasão militar conjunta da ONU aquele país, e não pregar proselitismo pseudo-humanitário, ironicamente defendido por políticos que coadunam com aquele governo e ideologia.

    OBS: A polarização incomoda porque a uniformidade já acabou.

  112. Ilustre, não tente explicar coisa alguma aqui nesse Blog, simples ou escrevendo textos quilométricas, não está tratando com pessoas que assistem caldeirão do Huck, nem vem pagar de isentão pois não cola. A matéria trata do agravamento da situação em Roraima. Ninguém quer saber sua orientação política, se a favor do aborto, da maconha ou dar a bunda a questão é o colapso dos serviços naquele Estados tão sofrido com abondono criminoso pelo governo federal e pela ação de ONGS internacionalistas. O fechamento da fronteira nada tem de desumano, é uma medida para resguardar nossos concidadãos que pagam impostos e votam em representantes para que estes lhes representem e protegem a sociedade a que pertencemos. Qualquer governo tem responsabilidade primeiro com seus cidadãos. A América elegeu Trump pra defender seus interesses, o Brexit é defesa de cidadãos britânicos, a crise política alemã decorre da insatisfação com entrada excessiva de refugiados. É lícito, um País deficiente em todos os setores aceitar uma corrente indoscriminada de refugiados para abarrotar em o sistema de saúde, moradia, segurança, trabalho, escola? É lícito o Sr Aluísio Nunes, PSDB, propor que esses refugiados até votem? Você só tem essa posição devido a suas preferências esquerdistas globalistas, mas pergunte a qualquer pessoa do povo Roraimense que acha dessa recepção calorosa e braços abertos de temer, juntan e echetgoyn?? Esses individuos representam Brasileiros não o mundo sem fronteiras ou a bolivariana Venezuela. Sabe o que os africanos que brotaram magicamente em São Leopoldo – RS fazem? Vendem bugigangas nas ruas. Nunca vi emitirem nota fiscal? Qual nome disso? E os lojistas que dão emprego e pagam impostos, que devem achar? Mas o politicamente correto está pronto pra acusar de racista ou nazista qualquer um que ousar levantar a voz contra essas barbaridades. Não fechar a fronteira com a Venezuela só vai agravar a crise, em Roraima, depois em Manaus e daí por diante. Pior , não ajuda em nada aos que permanecem sob jugo do socialismo Sec XXI do forum de São Paulo, pois alivia a pressão sobre o ditador Maduro. Textos quilométricas são a moda agora? Sem problemas, caro ilustre.

  113. Parabéns, DaGuerra 13 de fevereiro de 2018 at 2:36
    Melhor comentário do Post inteiro e finaliza a questão!
    O resto é só conversa-fiada e mimimi de esquerdistas hipócritas/alienados que já que são tão ¨cheios de qualidades humanísticas e estão tão preocupados¨ com os invasores (que até ontem aplaudiam Chaves!) que vão então lá na fronteira ¨ se socializar¨ levando alguns para suas próprias casas.
    Não vai ser lindo?

  114. “textos quilométricas são a moda agora?”
    – Parece que sim, não é mesmo?

    “O resto é só conversa-fiada e mimimi de esquerdistas hipócritas/alienados”
    – Olha ai do que eu to falando. “Se não concorda comigo, é esquerdista hipócrita/alienado”. Faltou o comunista, eletricista e motorista.

    É incrível como o brasileiro é um povo limitado e a internet evidenciou isso. Com toda a questão que envolveu a queda do PT e a companheirada, percebemos o tanto que nossos jovens foram doutrinados em nossos sistemas de ensino (desde o fundamental ao superior, principalmente). É um teste de paciência discutir com alguém de esquerda. Mas, com o fenômeno Bolsonaro, começamos a perceber a postura de seus seguidores. E é exatamente a mesma coisa.

    É preocupante.

  115. “A polarização incomoda porque a uniformidade já acabou.”

    – Não é a polarização que incomoda. É o posicionamento excludente. É a exposição de argumentos fechada à contra-argumentação. O debate agrega, desde que exista espaço para a ponderação dos argumentos emitidos e recebidos. Só a morte é absoluta. Nenhum tipo de conhecimento está fechado à mutação. Sabemos disso com vários exemplos na história do planeta terra. Quem vai contra isso, não pode ser taxado de outra forma se não um completo idiota!

  116. Já que o brasileiro ¨é um povo limitado¨ dê o exemplo e vá la na fronteira pegar o máximo de refugiados venezuelanos que puder e leve para sua casa!
    Aí não, né!?
    Tem que ¨socializar¨ mas com dinheiro dos outros ou do Estado inchado que já presta um serviço horroroso para os pagadores de imposto daqui, não é verdade!?

  117. Olá DaGuerrra. Algumas discussões estão contrárias ao texto constitucional. Para a nossa discussão, gostaria de destacar alguns que talvez nos ajude a manter a discussão dentro de um contexto mais apropriado.

    Art.5 II – ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante;
    Art.5 XV – é livre a locomoção no território nacional em tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele sair com seus bens;
    Art.5 LII – não será concedida extradição de estrangeiro por crime político ou de opinião;
    Art.14 § 2º Não podem alistar-se como eleitores os estrangeiros e, durante o período do serviço militar obrigatório, os conscritos.

    O Art.1 ainda é mais contundente sobre como deve ser conduzida a solução para o problema dos refugiados venezuelanos, mas acredito que estes que citei respondem a várias questões colocadas aqui no blog, como por exemplo a impossibilidade de criar campos de refugiados, direito de voto para estrangeiros com visto de turista, etc. Antes de ser uma discussão ideológica, o que seria uma questão humanitária precisa ser ao menos pautada pela questão legal.

  118. Estou só observando a galera de que se diz de “direita” defendendo um estado totalitário.

    O problema não são os imigrantes venezuelanos, apesar das diferenças eles tem um cultura relativamente parecida com a nossa, ao contrario de muçulmanos, sírios, libaneses cujo modo operante já é conhecido por todos aqui, e estes sim deveriam ser barrados do Brasil. Nosso país tem buracos em seu território, o Brasil é populoso, mas não é devidamente povoado, tem áreas do Mato grosso e MT do sul que não tem absolutamente ninguém morando, na Amazônia e Pará idem, daqui 40 anos nossa população vai começar a diminuir e ficará velha, então se Venezuelanos com bom nível educacional, sem antecedentes criminais, querem vir para cá, por que não permitirem que se tornem “brasileiros” e ocupem essas áreas se mesclando com a população local ? Esqueceram que foi assim que nosso país foi formado ? Com as devidas ressalvas como: voto somente para brasileiros natos e de pais brasileiros, alistamento militar e concursos idem, atendimento preferencial para brasileiros, ajuda financeira apenas para quem nasceu aqui.

    Impostos a rodo, falta de segurança, problemas de saúde, favelização da cidades, tráfico de drogas é problema dos 30 anos de governos de esquerda que uma boa parte dos aqui presentes ajudaram a eleger, 2x Dilma 2x Lula 2X FHC, foram os brasileiros que votaram neles, e não vejo NINGUÉM saindo na rua a favor do livre mercado, NINGUÉM defendendo investimento nas forças armadas nas ruas, nenhuma alma viva que condena os impostos abusivos vai no congresso e reclama da situação, nenhuma manifestação a favor do direito de portar uma arma de fogo, mas claro a culpa é dos imigrantes.

  119. Olá Cbamaral. Dias desses, um colega lembrou da teoria da ferradura. Este conceito sugere que a extrema esquerda e a extrema direita são similares porque ambas representariam estados totalitários e fascistas. Eu tenho pensado que a discussão esquerda x direita só faz sentido em um regime democrático, já que um estado totalitário não admite crítica ou debate. Sobre a questão dos refugiados estrangeiros (qualquer um), a constituição não admite qualquer distinção étnica ou religiosa. O problema sobre os refugiados venezuelanos é o impacto na infraestrutura das cidades ali na fronteira e em Boa Vista, uma cidade de 300 mil habitantes. Considerando que o MinD estimou que entraram no Brasil entre 30 e 40 mil venezuelanos, Rondônia realmente precisa reforçar sua infraestrutura de emergência, por isso a instalação de um hospital de campanha (mais uma vez a logistica vindo ao socorro, riso).

  120. Os comentários nesta reportagem foram um dos piores Brainstorms da Trilogia desde que eu acompanho.

    Se for aplicar as soluções propostas por Paulo, Bruno Rocha e DaGuerra teremos uma Auschwitz mantida e habitada por pessoas morenas.

  121. camargoer 13 de Fevereiro de 2018 at 10:10

    Yep, eu concordo, por isso defendo um corredor humanitário “bem em cima da linha” da fronteira, se alimentou, recebeu atendimento médico, volte pro seu lado da linha. Quer imigrar ? Apresente os documentos necessários e passe por uma triagem se atender a todos os requisitos, não vejo o por que de proibi-los de entrar.

    Interessante essa teoria da fechadura, irei pesquisar mais sobre.

  122. Olá Cbamaral. Bem, um venezuelano que solicite entrar no Brasil como turista, apresentando apenas sua carteira de identidade, poderá permanecer no Brasil legalmente por até 60 dias. Já o visto de trabalho ou residência, é mais complicado e demanda mais tempo, mas no fim todo mundo consegue. O número de imigrantes que entram no Brasil é bem pequeno. Encontrei um link de uma noticia do G1 com uma tabela bem legal.

    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/06/em-10-anos-numero-de-imigrantes-aumenta-160-no-brasil-diz-pf.html

  123. Não sei em que momento o Art V da CF foi arranhado. Campo de refugiados é degradação desde quando? Adotado em vários continentes em situações como essa. Lógico que a CF88 .não abarca a entrada desse fluxo de refugiados. Tal citação não passa de leguleio de Individuos que acham a população idiota. De onde tirou extradição? Alguém está sendo acusado ou cometeu algum crime? Argumentos nada jurídicos, só interpretação distorcida da lei, não passando de globalismo.

  124. Ninguém falou em preconceito, O problema é logístico e politico. Sim, Venezuelanos são irmãos. Contrário à bolivarianos e índios. Os que tiverem ligação com o regime e alegarem ser índios devem ser proibidos de entrar no Brasil.

  125. Se aplicarmos sua ideologia e leniencia teremos desastres permanentes como bolivarianismo da Venezuela, ditadura comunista de Cuba e o desgoverno PeTista do Brasil. Logo gulas como na URSS.

  126. Dificilmente as posições extremadas são as melhores.
    Os venezuelanos são um povo amigo e merecem ser acolhidos num momento de dificuldade. Mas com critérios e com ordem. Acho sim que deve ser dada acolhida aos refugiados, porém com os limites que forem possíveis de se estabelecer em conformidade com a lei.
    Ou seja, não precisa ser uma anarquia total, mas também não precisamos – justamente nós, um povo formado por imigrantes e que também imigra muito para outros países em busca de melhores condições – virar um exemplo de xenofobia radical e intolerância.
    Quem defende o total fechamento das fronteiras está sendo movido por um sentimento de nacionalismo. Esse sentimento tem suas virtudes, mas quando exacerbado é perigoso. Perigoso porque ele traz consigo muitas vezes um egoísmo cruel. Queremos preservar nossas condições ainda que isso custe a vida de muitas outras pessoas que nunca nos fizeram mal.
    E se formos ver bem, há versões em escala menor desse pensamento, sempre para proteger o nicho do qual a pessoa faz parte, mesmo que isso gere a desgraça para os demais.
    Muitos dos que estão aqui defendendo o fechamento total da fronteira em nome do bem estar de Roraima são paulistas, cariocas, gaúchos que sempre consideraram Roraima um estado de segundo escalão que só atrapalha o Brasil. Que se São Paulo ou Rio Grande do Sul fossem independentes, sem esse povo de Roraima e do Norte, seria melhor (leia-se, seria melhor para mim).
    Como o cara que mora no Leblon e acha que se jogar uma bomba na Rocinha seria bom para o Rio de Janeiro.

  127. Então dá uma passadinha pela região de fronteira e veja que maravilha de serviços são prestados naquelas áreas. Teu argumento serve melhor pra ti. Quem defende esse desastre é gente de São Bernardo, São Caetano e Diadema

  128. Com base em que você afirma isso Daniel Ferreira? Sabia que boa parte do população de RR é de migrantes gaúchos? Quando quiser destilar seus preconceitos fale por você apenas.

  129. sub-urbano 13 de Fevereiro de 2018 at 10:15

    Os comentários nesta reportagem foram um dos piores Brainstorms da Trilogia desde que eu acompanho.

    Se for aplicar as soluções propostas por Paulo, Bruno Rocha e DaGuerra teremos uma Auschwitz mantida e habitada por pessoas morenas.

    ———————————————————————————————————

    Estão vendo?

    Nós estamos sendo chamados de nazistas e racistas na cara dura e eles sequer aceitam debater racionalmente sem nos imputar crimes de genocídio. Isso sim é uma discussão racional, não é mesmo?

    Suburbano e demais socialistas aqui. Vocês não são gente, são psicóticos que fazem de uma ideologia o centro da realidade. Eu ia discutir, mas não há discussão com quem não se importa com os mais de 100 milhões de pessoas assassinadas pela sua crença no fantástico mundo de Marx. Não há o que discutir com doentes mentais.

    Vocês são a escória da espécie humana. É um desprazer e nojo ver gente como vocês num site de defesa se passando por patriotas, se passando por gente que se importa como Brasil, pois sabemos bem de qual pátria vocês realmente gostam.

    Deixo para vocês um texto bem feito sobre essa gente revolucionária que se faz de nacionalista.

    ———————————————————————————————

    O nacionalismo de esquerda é uma fraude

    Os apóstolos do Estado nacional, que espumam de indignação patriótica à simples idéia de privatizar alguma empresa estatal, tornam-se de repente globalistas assanhados quando um poder supranacional vem defender os interesses deles contra os interesses da pátria.

    Essa conduta é tão repetida e uniforme que só um perfeito idiota não perceberia nela um padrão, e por trás do padrão uma estratégia. Desde logo, “a pátria” que eles celebram se constitui exclusivamente de estatais, onde têm sua base de operações e de onde dominam não somente uma boa fatia do Estado, mas também os sindicatos de funcionários públicos e seus monumentais fundos de pensão.

    Defendendo sua toca com a ferocidade de javalis acuados, desprezam tudo o mais que compõe a noção de “pátria” e não se inibem de colocar-se a serviço de ONGs e governos estrangeiros quando atacam as instituições nacionais, desmoralizam as Forças Armadas, desmembram o território brasileiro em “nações indígenas” independentes, impõem normas à educação de nossas crianças, fomentam conflitos raciais para destruir o senso de unidade nacional e, em suma, arrebentam com tudo o que constitui e define a essência mesma da nacionalidade. Da pátria, só uma coisa lhes interessa: o dinheiro e o poder que lhes vêm das estatais.

    Em segundo lugar, o nacionalismo que ostentam é de um tipo peculiar, desde o ponto de vista ideológico. É um nacionalismo seletivo e negativo, que enfatiza menos o apego aos valores nacionais do que a ojeriza ao estrangeiro – e mesmo assim não ao estrangeiro em geral, como seria próprio da xenofobia ordinária, mas a um estrangeiro em particular: o americano.

    Assim, por exemplo, não sentem a menor dor na consciência quando, sob o pretexto imbecil de que toda norma gramatical é imposição ideológica das classes dominantes, demolem a língua portuguesa e acabam suprimindo do idioma duas pessoas verbais (mutilação inédita na história lingüística do Ocidente); mas, ante o simples ingresso de palavras inglesas no vocabulário – um processo normal de assimilação que jamais prejudicou idioma nenhum, e que aliás é mais intenso no inglês do que no português –, saltam ao palanque, com os olhos vidrados de cólera, para denunciar o “imperialismo cultural”.

    Ser nacionalista, para essa gente, não é amar o que é brasileiro: é apenas odiar o americano um pouco mais do que se odeia o nacional. Mas, para cúmulo de hipocrisia, seu alegado antiamericanismo não os impede de celebrar o intervencionismo ianque quando lhes convém, por exemplo quando ajudam alegremente a desmoralizar a cultura miscigenada que constitui o cerne mesmo do estilo brasileiro de viver e lutam para impor entre nós a política americana das quotas raciais, em consonância com as campanhas milionárias subsidiadas pelas fundações Ford e Rockefeller.

    Do mesmo modo, seu antiamericanismo fecha os olhos à entrada de novos códigos morais – feministas e abortistas, por exemplo – improvisados em laboratórios americanos de engenharia social com a finalidade precisa de destruir os obstáculos culturais ao advento da nova civilização globalista.

    Redução do nacionalismo à defesa das estatais, substituição do antiamericanismo ao patriotismo positivo, adesão oportunista ao que é americano quando favorece a esquerda: desafio qualquer um a provar que a conduta constante e sistemática da chamada “esquerda nacionalista” não tem sido exatamente essa que aqui descrevo, definida por esses três pontos.

    Nunca, na História, houve patriotas a quem se aplicasse tão exatamente, tão literalmente e com tanta justiça a observação de Samuel Johnson, de que o patriotismo é o último refúgio dos canalhas.

    2001 – Olavo de Carvalho

  130. Filho feio não tem pai, a esquerda que pariu e apoiou esse estado das coisas na Venezuela não assume sua responsabilidade e ainda quer imputar a pecha de fascistas nos que não concordam com a baderna. No Brasil existem leis, quer vocês gostem ou não, que regulam tanto a imigração quanto a solicitação de Refúgio. Os venezuelanos devem seguir os trâmites como qualquer um, e começam muito mal quando burlam a legislação, com muitos deles atravessando a fronteira sem nem mesmo portar documentos.

  131. Daniel Ferreira

    “”Quem defende o total fechamento das fronteiras está sendo movido por um sentimento de nacionalismo. Esse sentimento tem suas virtudes, mas quando exacerbado é perigoso. Perigoso porque ele traz consigo muitas vezes um egoísmo cruel. Queremos preservar nossas condições ainda que isso custe a vida de muitas outras pessoas que nunca nos fizeram mal.
    E se formos ver bem, há versões em escala menor desse pensamento, sempre para proteger o nicho do qual a pessoa faz parte, mesmo que isso gere a desgraça para os demais.””

    Não sei onde vocês estão tirando essa aberração de extremismo maniqueísta.

    Já somos chamados de nazistas por pseudo-patriótas da pátria soviética e o senhor também já imputa psicose a uma idéias contrária.

    Não estamos falando de imigração propriamente dita, nem mesmo de uma mera visita cordial estipulada pela Unasul, mas sim uma onda migratória criada pelo desastre de um país cuja prática socialista — ironicamente defendida por quem defende essa onda migratória — que está sendo usada justamente por partidários dessa mesma ideologia para arrecadar uma tática usada na Europa: trazer imigrantes para votarem exclusivamente nas políticas socialistas, como fez a União Europeia e os Estados Unidos, além de Canadá.

    Se realmente houvesse empatia dos políticos a causa dos venezuelanos já haveria qualquer intervenção mundial encabeçada pela ONU, mas não há.

    Você realmente o que está sendo discutir aqui?

  132. Zé 13 de Fevereiro de 2018 at 12:16
    A Gleisi não é de São Bernardo do Campo, a Vanessa não é de São Caetano do Sul, o Lindberg não é de Diadema e o Humberto também não é de nenhum destes lugares.

    O caso dos Venezuelanos, que chegam ao Brasil principalmente por Boa Vista – RR, parece-me que seja bom observar os processos que a Europa realizou recentemente em caso parecido e buscar uma adequação, para não virar uma bagunça descontrolada. Pois as consequências, a Europa já mostrou quais podem ser.

  133. DaGuerra 13 de Fevereiro de 2018 at 2:36
    questão é o colapso dos serviços naquele Estados tão sofrido com abondono criminoso pelo governo federal e pela ação de ONGS internacionalistas. O fechamento da fronteira nada tem de desumano, é uma medida para resguardar nossos concidadãos que pagam impostos e votam em representantes para que estes lhes representem e protegem a sociedade a que pertencemos. Qualquer governo tem responsabilidade primeiro com seus cidadãos.
    …………………………………
    Excelente comentário! Eu penso exatamente igual!
    ………………………………..
    O que muitos aqui não percebem é que Aloisio Nunes e muitos antes dele, dentro do governo brasileiro, vem querendo criar mecanismo para trazer refugiados para o Brasil.
    Muitos acham isso bonitinho, soa muito romântico, mas esquecem que os homens que tomam essas decisões são riquíssimos, viverão longe dos problemas sociais decorrente do choque migratórios e das mazelas envolvidas. Muitos desses, no caso do Temer, vive em um PALÁCIO (palácio do planalto). Para esses homens essa discussão de problemas sociais é inexistente, é como o Silvio Santos (bilionários) e o Temer (aposentado há décadas e milionário), discutirem APOSENTADORIA SOCIAL para os pobres.
    A relação Estado X sociedade não deve ser da forma que muitos aqui pensam, o Estado deve existir para defender os interesses internos, somente isso! Vocês dedicam 5 dos 12 meses do ano para financiar, através da riqueza nacional, a estrutura estatal. Devemos exigir o mínimo de respeito!
    A relação Estado X sociedade sempre foi algo covarde, sem o mínimo de preocupação com as pessoas na base da sociedade. Quem gosta de história já deve ter lido sobre a Guerra do Contestado, quem já leu acerca dessa guerra nunca vai esquecer o quanto o Estado pode ser desgraçado!
    Tem muitos aqui que estão caindo exatamente na conversa vendida pela mídia e pelos grupos políticos…vamos acordar! Desde quando esses elementos defendem interesses sociais? Em 99% das situações os políticos e a mídia agem exatamente na contramão da sociedade…
    Tem gente orgulhosa de saber que 25% dos venezuelanos no Brasil tem nível superior, deve ser os mesmos que ficam felizes por ser atendidos por médicos cubanos. Um país com 212 milhões de habitantes (pessoas como nós, com as mesmas dificuldades), com 14 milhões de desempregados (muitos universitários), outros milhões sem qualificação profissional, ou seja, milhões de pessoas ociosas. Em vez da sociedade defender a ampliação dos cursos superiores de medicina, linhas de financiamento nessas áreas, desregulamentação para a criação de cursos, que é o sonho de diversos jovens; mas NÃO, preferem aceitar de cabeça baixa os 12 mil cubanos (salário enorme) com a desculpa esfarrapada de que o o Conselho Federal de Medicina não aceita criar novos cursos de medicina (tem gente que acredita nisso até hoje).
    Os que aceitam isso são os mesmos que dizem que o Temer é entreguista das nossas riquezas. Como se não soubessem que a maior riqueza de um país são as pessoas!

  134. Ok, que discurso fantástico. A maioria aqui, inclusive eu, concordamos com ele. Mas no mundo dos fatos, na prática, você está fazendo o quê pra.mudar isso? Pq ficar comentando aqui, achando que barrar a entrada de alguma venezuelanos irá mudar tudo isso, não adianta de nada. O caso dos cubanos, foi política da esquerda brasileira, que tem a ver com a esquerda Venezuelana…ok. mas é aqueles que não concordam com isso? Pq amigão, nosso Estado financiou a maioria dessas republiquetas esquerdistas e nos estavamos aqui, sendo brasileiros, mesmo sem concordar com essa palhaçada toda. Faça um exercício aí…suponha que fosse o Brasil, na maior crise de abastecimento de sua história….e, na Venezuela, enquanto a esquerda caia, movimentos de centro e de direita iam ganhando força…será que eu e você, que nunca votamos nessa corja, que nunca fomos favoráveis a essas políticas porcas, teríamos, tbm, responsabilidade pelo colapso do país? Exercite um pouco isso…chama-se empatia. Do outro lado, há pessoas se carne e osso, como nós, crianças que choram e tudo mais.

  135. Felipe Morais 13 de Fevereiro de 2018 at 14:37
    Eu não entendo o porquê de você achar o meu discurso apático ou desumano. Não vejo você dizer o mesmo para os brasileiros de Roraima, o pessoal que está tendo que engolir esse problema não é visto como humanos? Em nenhum momento você pensou neles, apenas nos coitadinhos venezuelanos.
    Em nenhum momento eu defendo qualquer tratamento nesse sentido. Você está dando a entender que eu não quero venezuelanos aqui, sendo que eu não quero uma ONDA de venezuelanos aqui (algo descontrolado), muito menos quero um governo que incentive imigração em massa para o Brasil (pois sei que é isso que o Aloisio Nunes deseja, esse homem tem apoio muito forte fora do Brasil e trabalha nesse sentido), são coisas bem distintas. Uma coisa é receber refugiados, coloca-los em locais definidos e controlados, outra coisa bem distinta é abrir as portas, incentivar imigração em massa, é dar uma estrutura para os venezuelanos que nem os brasileiros tem (é isso que o governo brasileiro deseja, basta ver os discursos do Aloisio Nunes), inclusive já estão falando em pagar ALUGUEL e criar leis para incentivar a contratação de venezuelanos, além de inclui-los no Bolsa Familia.
    Eu não entendo seu raciocínio, não deseja ser desumano com venezuelano, no entanto, as ações em prol dos venezuelanos são totalmente ruins para os brasileiros de Roraima e o Brasil em geral (pelo menos nos moldes que vem sendo feitos pelo Brasil).
    ………….
    Mas no mundo dos fatos, na prática, você está fazendo o quê pra.mudar isso?
    Reposta: Minha pergunta é exatamente a mesma…o que você acha que está fazendo para ajudar os brasileiros?Já vi que há solução para os venezuelanos, mas para o pessoal de Roraima e outros brasileiros sem assistência? Entende o que eu quero dizer? Há uma cultura de preocupação com estrangeiros, enquanto milhões vivem de extrema miséria. Isso não é apenas negligência estatal, é algo pensado!
    Você ainda não entendeu o que eu quero dizer: há uma campanha política, certamente com apoio internacional, para trazer refugiados para o Brasil e isso é péssimo para um país extremamente pobre como o Brasil. Nosso país tem PIB grande, mas é miserável, coisa que muitos não percebem! Nosso país já tem historicamente grave problema de coesão social, união populacional…brasileiro repudia brasileiro desde sempre, tal fomento migratório é terrível para o país!

  136. Então…esqueceram que o Brasil é na melhor das hipóteses classificado como pais de terceiro mundo…não atende nem os requisitos mais básicos de sua sofrida população…aos que estão comovidos com a situação lembro que tem milhares de casos idênticos com os seus compatriotas brasileiros…não trata-se de discriminar os pobres venezuelanos, mas o maior ato de compaixão que podemos ter é agir para evitar essa entrada descontrolada deles, pois serão mais pessoas vivendo na clandestinidade, na pobreza, de esmolas ou da prostituição… já os gerentes do interesse internacional, governantes brasileiros, principalmente neste caso o Sr. Ministro de relações exteriores e presidência da republica, estão preocupados mesmo em atender todas as ordenanças da ONU e ficar bem na foto com eles, o bem estar da população é secundário…apenas um detalhe, o caos favorece ao sistema, quanto pior melhor…e quem precisava entrar para favorecer ao sistema já entrou…agora é recolher os cacos…

  137. Com o enfraquecimento do conceito de Estados Nacionais, este mundo está ficando muito complexo.
    Fronteiras são cada vez mais reclamadas, evidenciando sua perda de importância (acho um belo paradoxo).
    As FFAA devem se preparar para atuar como elementos de estabilização, onde outras habilidades serão necessárias (não somente imposição da força e não somente contra outras formações convencionais)

  138. A população da Venezuela que está passando fome deveria se revoltar com seu próprio governo.
    E não vir morar nas ruas do Brasil.
    E o governo brasileiro não tem mostrado pulso.
    Se querem ajudar o povo venezuelano, derrubem Maduro.
    Inclusive mandar essa população de volta treinada para derrubar o governo.

  139. Camargoer.
    Receber leva de fugitivos não tem nada a ver.
    Só estão vindo porque a porteira está aberta.
    Em qualquer país civilizado, pessoas não entram e saem de um país estrangeiro na hora que querem.
    Para ir para os EUA, temos que pedir visto.
    Para ir para a Europa, passamos por triagem.
    Não estamos recebendo turistas, mas fugitivos.
    Problemas lá há.
    Mas o Brasil não tem obrigação de receber ninguém.
    Tem obrigação de derrubar o ditador Maduro.

  140. camargoer 12 de Fevereiro de 2018 at 15:57

    Você vive no mundo da fantasia..

    Aqui no Brasil funciona assim.

    O “refugiado” chega..

    Recebe uma permissão de 90 dias..

    Depois “perde” esta notificação..

    Vai em delegacia faz o BO..Normalmente eles tb não tem documentação e fica o dito pelo não dito, jogam o papo que não sabem a duração e recebe outra de mais 90.

    Isto eu escutei de amigo da PC que já fez muitos destes BOs e se tem lugar que tem “refugiados” é aqui em SP. Onde cada vez mais o nro de bolivianos, haitianos e africanos ilegais está aumentando em ritmo bem acelerado.

    Agora virão os venefavelanos, porque o Governo brasileiro é frouxo.

    O sistema público brasileiro é uma grande b….. e agora ter que atender tb estrangeiros ilegais só é bonitinho na cabeça da esquerdinha lacradora..

  141. Senhores
    Estamos num dilema:
    Temos de recebê-los? Temos, trata-se de um gesto humanitário.
    Podemos recebê-los? Não. O desserviço público custa mais do que arrecadamos em impostos. Logo, estamos falidos.
    O que o governo federal poderia fazer?
    Primeiro passo: estabelecer um limite de entrada. Atingido determinado número, fecha-se a fronteira.
    Segundo passo: Dividir a responsabilidade com ONU, EUA, UE, Japão, China e quem mais queira ajudar. Dizer que só abriríamos novamente a fronteira caso outros países ou entidades nos ajudassem.
    A propósito, onde estão as ONGs que vivem pela Amazônia criticando e fomentando discórdia?
    O passo mais importante seria convencer os EUA a parar totalmente de importar petróleo da Venezuela. Assim eles provariam que estão saindo da retórica e partindo para uma solução definitiva. Um embargo via ONU não seria possível, porque Rússia e China usariam seu poder de veto.
    Numa tacada só resolve-se o problema dos refugiados e apressa-se a queda daquele que, de tão maduro, já deveria ter caído.
    Fora isso, é enxugar gelo.

  142. Rezo todos os dias, para o Brasil derrubar o maduro e criar vergonha na cara e criar uma politica externa contra regimes autoritários na América latina e populistas tbm, pq o populismo é o ultimo passo ao autoritarismo.

  143. ://worldview.stratfor.com/article/would-venezuela-invade-guyana.
    Review da agencia de inteligência privada stratfor sobre a Venezuela e a crise com a Guiana.

  144. Tá chovendo notícias de 2015 e afins por toda parte,lol. Gente vamos filtrar e dar uma olhadinha na data não doi. Se conforme a notícia postada acima realmente a Colômbia já está buscando reserva financeira pra um pós Maduro então as chances de uma porretada bélica com apoio do titio Sam são bem grandes.

  145. camargoer 13 de Fevereiro de 2018 at 9:49

    Legal, você menciona direitos, mas os estrangeiros será que têm alguns deveres? Por exemplo: ser pessoa de bem, que não represente perigo à ordem pública; não ter condenações ou processos em outros países; não ter doenças contagiosas ou coisas assim?

    Saudações

  146. Edson, me explica porque direitos excluem deveres? Em termo de lei, gente com doença pode ser enviada de volta e isso nunca foi novidade. Isso pode acontecer em Roraima com um venezuelano ou em Guarulhos com um americano, basta ambos terem uma doença contagiosa. Criminosos fugindo por fronteiras tem em todo o lugar. É para isso que existe Interpol e comunicação entre as polícias.

    Fechar a fronteira soa bonito, mas seria apenas uma canetada sem efeito. Gostaria de saber que país do mundo consegue realmente fechar uma fronteira terrestre. Os EUA tem o melhor exército do mundo, uma fronteira com deserto e as drogas e imigrantes continuam entrando. Até o muro de Berlim vazava fugitivos de vez em quando.

    Identificar, controlar e distribuir essa galera pelo país se for caso são as medidas plausíveis. Colocar para trabalhar tão logo quanto possível é uma forma reduzir os custos e fazer a economia girar. Fluxos de refugiados não são uma maravilha, mas é gerenciável. Seria ridículo um país mestiço com tantos imigrantes e emigrantes ter um arroubo xenofóbico.

  147. Olá Edson.
    Sua questão sobre os deveres de um estrangeiro no Brasil é pertinente.
    A Constituição é bem claro em relação às obrigações
    Art.5 I – homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição;
    Arti.5 II – ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei;
    Portanto, tanto os direitos quanto as obrigações estarão definidos em lei. O dever de qualquer pessoa que esteja no Brasil legalmente é o de obedecer a lei e serão elas que definirão as obrigações. O Estatudo do Estrangeiro (lei 6815/1980) é a lei que define as obrigações do estrangeiro. Acho que vale a pena ler este documento para organizar nossa discussão. Aproveito para deixar o link.
    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L6815.htm

  148. Que nojo de boa parte dos comentaristas neste blog, queria ver se fosse com eles, estar sofrendo numa ditadura e ter as portas fechadas na sua cara e na da sua família. Mas ainda bem que ainda tem gente sensata por aqui.

  149. Renato B. 15 de Fevereiro de 2018 at 11:10

    Espero que entendam que socialismo não combina com o pseudo patriotismo de vocês.

    Quase todos que defendem a imigração em massa são partidários da mesma ideologia que destruiu esse país, agora vem dar faniquitos de ajuda humanitária. É muita fofura da parte de vocês, hein?

    Agora além de racistas, e nazistas somos xenofóbicos? Que legal. Você tem mais alguma palavra agressiva para nos imputar?

  150. Muito bem, Presidente Temer. Depois de lançar a ofensiva no Rio de Janeiro, agora é hora da segunda pinça : fechar a fronteira com a venezuela, encerrar a horda num campo de refugiados e com auxilio da América formar de ma colisão pata derrubar o ditador Maduro.

  151. Ah Bruno e eu pensando que o problema era a polarização ideológica. Obrigado por mostrar que a questão é interpretação de texto. (risos). Mas ok, para eu ser mais exato, por fechar a fronteira me refiro a fechar completamente e tentar fazer uma versão tupiniquim do muro de Berlim do qual ninguém passa. Aos controles e triagens que identificam quem entra e pegam criminosos, terroristas e doentes eu sou 100% a favor. Por fim, de boa, me mostra qual foi a palavra agressiva que te imputei que tanto te magoou. 🙂

    Agora vamos ao resto. Alguém faz idéia de quanto custaria fechar aquela fronteira e esses campos cercados como estão querendo? Num país que está saindo de recessão a duras penas e tem um sério problema de segurança interna. E quando a imensa galera que for mandada de volta simplesmente der a volta se infiltrar no mato e continuar entrando o que vão fazer? Imaginem o novo mercado de tráfico humano para coyotes que vai ser criado por essa nova cortina de ferro. Entre soldados armados, resolução estatal por canetada e gente desesperada mais mercado ilegal lucrativo eu apostaria no segundo. Não porque eu goste dele, mas apenas porque acho tem mais chance de ganhar. Inclusive, essas soluções policiais me soam para lá de comunistas.

    Sobre uma coalizão com apoio americano. Vocês acham que os americanos estão se importando com a Venezuela? Eu ouço eles falarem muito em oriente médio e oceano pacífico. Acordem, eles nem sequer pararam de comprar o petróleo venezuelano. Se o regime Maduro cair rápido e um governo estável liberal assumir, sem violência, seria lindo. Só gostaria de saber, no mundo real, onde isso aconteceu nos últimos tempos. Iraque, Egito, Líbia e Síria foram um tanto diferentes. Eu acho que é isso que vamos ter aqui do lado. E mais, se começarmos a atirar e prender gente em condições gente em condições degradantes na fronteira os países desenvolvidos vão descer o malho no Brasil. E aí esqueçam investimento estrangeiro por mais um bom tempo.

    Leio gente aqui falando em soluções bombásticas e discordo por me soarem ingênuas e irreais. Eu não vejo solução. Só estou pensando em controle de dano. E não se iludam, vai sair do bolso do contribuinte sim (eu, vocês e todo mundo). Ninguém vai dar dinheiro de graça para o Brasil limpar a sujeira e ela vai entrar pela nossa porta sim.

    Enfim, não me daria ao trabalho de responder aos adjetivos sobre minha torcida preferida mas, como disse acima, agradeço se me indicarem onde estou errado.

    Droga, saiu textão 🙂

  152. A intervenção militar,ou apoio militar e ridícula vai colocar mais 100 homens,e o que li,isto é muito pouco,já que a colombia fechou sua fronteira e natural que aumente o fluxo imigratório.Um hospital de campanha também é pouco.Tem que abrir um canal diplomático com a Venezuela sim para discutir a situação destes refugiados.Por exemplo trocar Petróleo ou gasolina é diesel por alimentos.

  153. Algo é ser cristão, solidário e humano, preocupar com pessoas sem condições como doentes, crianças, idosos…..eu torço pra qualquer povo e ser humano, torço para os irmãos venezuelanos.

    Outra é ser racional e ver seu país invadido por pessoas sem condições, agravando ainda serviços sociais que já são muito precários para os brasileiros comuns.

    Muito fácil um sujeito morar 2000 km de distância e falar em receber esses imigrantes, maioria deles são indígenas que mal falam espanhol e que já estavam na pitimba lá antes do Chapolin e estão aproveitando da situação de “exilados”, outra situação bem diferente é morar na fronteira.

    Nossa califado árabe Temer vem fazendo pior que os anos PT abrindo as portas para os haitianos, sendo que a França que os explorou até os bagos.

    Rio de Janeiro é maior exemplo de como o brasileiro pensa errado no futuro, pessoas com 10 filhos por cabeça, um gado eleitoral………algo semelhante acontecerá em Boa Vista no futuro

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here