Home Forças Armadas Temer convida Denis Rosenfield para ser ministro da Defesa

Temer convida Denis Rosenfield para ser ministro da Defesa

6420
154
Denis Rosenfield

O presidente Michel Temer convidou o filósofo gaúcho Denis Lerrer Rosenfield para ser ministro da Defesa. E o convite foi aceito. Só falta comunicar às tropas.

Rosenfield foi indicado pelo ministro Sergio Etchegoyen, do Gabinete de Segurança Institucional. Os dois são amigos. O futuro ministro tem sido um interlocutor importante de Temer. Sempre que possível, os dois se encontram em São Paulo.

O gaúcho Rosenfield tem 67 anos. Ele estudou filosofia na Universidade Nacional Autônoma do México, onde defendeu uma tese sobre a Fenomenologia do Espírito, de Hegel. Depois, estudou na França, onde, em 1982, obteve o título de doutor de Estado em Filosofia pela Universidade Paris I (Panthéon-Sorbonne). Sua tese, denominada “Política e Liberdade em Hegel”, se transformou em livro, publicado em português, espanhol e francês.

O futuro ministro é professor do Departamento de Filosofia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul desde 1982. Suas principais influências em filosofia são Thomas Hobbes, Kant e Hegel.

Hoje, o Ministério da Defesa é comandado pelo general Joaquim Silva e Luna, considerado conciliador, mas firme e pragmático. O general, que é engenheiro, passou boa parte da carreira construindo estradas na Amazônia. Inicialmente, a ideia de Temer era mantê-lo no cargo até o fim de seu mandato. Mas os ventos mudaram e o presidente decidiu substitui-lo por Rosenfield.

O filósofo assumirá a Defesa em um momento delicado, de forte insatisfação nas Forças Armadas, sobretudo no Exército, onde generais da reserva andam pressionando por um posicionamento mais duro do Alto Comando. Tanto que o chefe do Exército, general Eduardo Villas Bôas, foi obrigado a se posicionar nas redes sociais um dia antes de o Supremo Tribunal Federal (STF) votar o habeas corpus de Lula.

As mensagens de Villas Bôas, dizendo que o Exército repudiava a impunidade, casaram muito incômodo no governo e na sociedade, pois ressuscitaram o fantasma do golpe militar de 1964.

FONTE: Blog do Vicente/Correio Braziliense

154 COMMENTS

    • A bem da verdade, as forças armadas brasileiras representa das faces mais explicitas só atraso no Brasil.
      Em pleno 2018 o comandante do exército ainda não entendeu que o lugar dos militares numa democracia moderna passa bem longe de pressão de forma velada em cima dos poderes da república, especialmente num momento tão crítico que estamos passando.
      Ele era pra ter sido destituído e responder criminalmente perante a justiça. O Vilas é um atrasado, representante do atraso no Brasil.
      Quanto a esse sujeito, dado os fatos que se sabe sobre temer, qualquer com ligações com ele é um mal caráter e corrupto em potencial.
      Ademais, aonde estão as vozes desses fanfarrões fantasiados de militares esquento essa quadrilha entrega o país, nossas riquezas, nossos tesouros ao capital estrangeiro.
      Uma amigo de João pessoa falou que o EB está fazendo a segurança da sucursal da rede esgoto de televisão em João Pessoa. Por que o EB tem que proteger prédios provados. É um escárnio isso. Que f o exército levou. Eu havia falado aqui que depois do golpe militar midiático parlamentar, as ffaa não passariam de meros vigilantes do patrimônio estrangeiro aqui no Brasil… Vigilantes
      Vergonha!!!
      Vergonha dessa gente!
      Não importa se de sauwda de direita, importa se honra o país e defende os interesses e a soberania nacional, não os interesses de oligarquias, do capital estrangeiro
      Ninguém nesse país, nem moro o traidor, consegue ser mais capaxo dos americanos do que os comandantes militares.
      Eles destroem as suas respectivas forças.
      Eles tratam as forças armadas como se fossem uma empresa deles
      Se fizer uma auditoria independente e seria, muitos oficiais generais acabariam na cadeia como foi o caso do almirante Othon, o qual eu sou a favor de sanções mas sou contra a prisão dele pelo que ele já fez pelo país… Com tudo ele tem o meu respeito pela dedicação, genialidade e pragmatismo no que se propôs a fazer. Poucos fizeram ou fazem o que o almirante Othon fez… A maioria gosta mesmo é de mamar nas tetas do contribuinte e não fazem nada a não ser bravata

    • Caro Tomcat. O mais intrigante é que ele foi indicado pelo Gal.Etchegoyen. Há uma intrigada disputa política no caso, porque o ministro da defesa é superior ao comandante do exército. Com isso, o Gal.Etchegoyen conquista mais poder dentro do governo. Não duvidaria que a intervenção no RJ tenha sido um pretexto para tirar o Jungmann do MinDef sem criar um grande alarde.

        • Olá Jorge. Eu tenderia a pensar que se estivesse bem, não mudaria. Acho que seria impossível demitir Jungmann sem causar uma crise. Depois da tal intervenção, o Min.Jungmann desapareceu da mídia, além de ficar com o ônus da tal intervenção. Pior, a PF ficou em seu ministério mas o diretor da PF foi indicado por Etchegoyen. Jungmann foi anulado politicamente. O Gel Luna era o interino colocado por JUngmann, mas agora o MinDef passa para a esfera de influência de Etchegoyen. Alguma coisa aconteceu ou acontecerá.

  1. Está tudo dominado: O CLA vai ser transferido para os EUA, a Embraer vai ser dada, disfarçado de venda, para a Boeing e o submarino de propulsão nuclear jamais será construído, talvez somente os a diesel. O cara é provavelmente é sionista, aqueles que determinaram que o Brasil é para fornecer minérios e alimentos, somente.

  2. Cuidado.
    A fenomenologia já quase devastou a religião mais poderosa do mundo ( e criou outra).
    Se esse sujeito for bom no que faz, ele pode falar duas ou três coisas completamente diferentes e querer que o militar entenda que são a mesma coisa. Fácil.
    Mas está muito bom para esses humanistas da república.
    Merecem, acho é pouco.

    • Olá Sub-urbano. Não se esqueça que o Diretor da PF (Galloro) também foi indicado pelo Gal.Etchegoyen. Não acredito em conspirações mas também não acredito em coincidências.

    • Boa noite Camargoer.

      Eu tbm não acredito em conspirações, mas depois que fui em “abir imagem em nova guia” e vi os olhinhos reptilianos do nosso candidato a Ministro de Def. minhas convicções foram abaladas kkk

  3. As coincidências requerem um cuidadoso planejamento . . .
    Se a influência de Hobbes vai para a Defesa, estaria o Leviatã no GSI? 🤔

  4. Filosofia? Esse senhor tem alguma formação, experiencia ou ate mesmo influencia no congresso pra gerir uma pasta tao importante como essa?

  5. Jesus…nao conheco esse senhor, justamente por isso nao vou tirar conclusoes, mas espero que nao seja de extrema esquerda ou esquerda. Incrível um país de 214 milhoes de pessoas que nao consegue criar mentes pensantes…é sempre a mesma coisa, nao percebem que correm atrás do próprio rabo?
    Se eu nao me engano o sobrenome dele é judeu, judeu de esquerda é o fim do mundo. Ele deve ser inteligente, já deve ter observar o crescimento da perseguicao contra judeus no Brasil, principalmente no RS e SP, além de ataques contra o Estado de Israel, basta ver sites como Brasil247, o vermelho, O comuna, Pragmatismo político, cartacapital, operamundi, Paulo Henrique Amorim, O cafezinho, tijolaco, carta maior, diario do centro do mundo entre diversos outros sites de extrema esquerda que atacam judeus. Sites extremamente racistas.
    Nada contra a formaçao de filósofo, mas qual a qualificaçao dele para o cargo? Vao por um biólogo para ser ministro da fazenda? Em 214 milhoes de habitantes nao tnha ninguém com qualificaçao? Nem mesmo generais da reserva? Nem estudiosos da área militar? Historiador militar?
    Abraço e bom fim de semana!

  6. Para ser ministro da defesa, não teria que possuir conhecimento específico? ahh é, não precisa não, já colocaram Jacques Wagner, Jungmann (que era contra os militares por sua doutrinação política), não sei o porquê, mas me veio n mente o casseta e planeta! st4

  7. As mensagens de Villas Bôas, dizendo que o Exército repudiava a impunidade, casaram muito incômodo no governo e na sociedade, pois ressuscitaram o fantasma do golpe militar de 1964.

    Quando li isso…. a quem causa encomodo? (bandidos,socialistas que sao bandidos também e quem mais?)
    Hoje em dia até um cachorro é ministro de qualquer minsterio….

    • Pessoalmente, achei a declaração despropositada, serviu apenas para legitimar o discurso daqueles contrários a prisão do ex-presidente. Ademais, a declaração do ‘Comandante’ em nada influenciou os Ministros que votaram pela denegação do HC, que estão bem acima do mesmo na estrutura administrativa brasileira.

      Foi algo para ‘consumo interno’ e reverberou negativamente em várias searas que não as useiras em criticar as forças armadas.

      • Olá Rafael. Também fiquei incomodado. Se foi para “consumo externo” foi péssimo, porque as forças armadas não devem atuar politicamente. Agora, se foi para “consumo interno” é pior, poque significa que o cadeia de comando está fragilizada. Pior, contaminou a imagem das forças armadas. Quando alguém precisa dizer que as forças armadas defenderão a democracia é porque já tem gente pensando o contrário.

  8. Senhores….

    1) Cuidado com fakenews…..
    2) Se um filósofo for MD, e for capaz, não há problema.
    3) Ch GSI é um ministro, então não precisa inventar nada pra estar um nível acima dos Cmt das Forças.
    4) pressão dos generais da reserva? A reserva organizada já se posicionou há muito tempo, e o Cmt EB tem mantido sua postura. Não há a minima possibilidade do Cmt EB se dobrar a essas ditas pressões. Lembrem-se Q quem está na ativa é superior a quem está na reserva. E o peso de mais de 200 mil homens e suas famílias está sobre o ombro dele e de mais ninguém.
    O Cmt só disse o óbvio. Se alguém interpretou de forma diferente, como ameaça, é pq entende perfeitamente Q o benefício do HC ao Lula era no mínimo bizarro.
    5) Gen Etchengoyen de minoria religiosa…. arquitetando com outro … viagem esquizofrênica…..
    Todo nome alemao agora vem de minoria religiosa…. Estou cercado dessa minoria em casa e não sabia….

    • O colega acima estava querendo dizer que o futuro ministro é judeu.
      Na internet existem várias entrevistas dele, uma delas inclusive, ele versa sobre a Torá e Talmud.

  9. E incrivel como tem gente que gosta de colocar o a carroça na frente dos bois,e dai se o cara e filososofo, raul jungmam era especialista em defesa? os cara fica louco, quem nao garante que esse cara vai ser bom ministro? entao vamos esperar o cara assumir a pasta, lembro que quando jungmamm assumiu a pasta, rapaz mais foi um martlio, tinha cidadao querendo se jogar da ponte falando que ele ia vender ate as cuecas dos soldados kkkkk, ja tem brasileiro ai falando em alcantara, em embraer, ate em submarino nuclear, vcs acham mesmo que diante da insatisfacao das ffaas esse cara vai mudar algua coisa, vai ser como raul jungmamm sem tirar nem por…

  10. Um filósofo formado no México de Minostro da Defesa…………. Depois alguém como o Bolsonaro está liderando, e acham ruim ainda.

    Bolsonaro: General 5 estrelas no comando do MD. Vejam a diferença de um militar para ratos somente interessados em manter seu plano de saqueamento a pátria.

          • Junto com os maiores números de rejeição (nunca divulgados pela Folha e pela mídia), na ordem de 55 %;
            Ora, não é só ter votos, porque no Brasil, com segundo turno, a maioria pode se reunir para que aquele que tem mais votos no primeiro turno não seja eleito.
            Nunca aconteceu, mas . . . . .

          • Sim, sim, e o Haddad também ia levar a prefeitura de São Paulo em primeiro turno. Não pera… Aliás, as mesmas pesquisas também diziam que ele possuía a rejeição mais alta de todos os candidatos. A chance de Lula numa eleição era zero, pesquisa de institutos que eram pautados abertamente (e a operação lava-jato provou isso nos áudios que foram liberados) não tem valor nenhum.

          • Caro Cel. Nery. Quando avaliamos as pesquisas de eleições passadas, a maioria delas conseguiu captar as principais tendências eleitorais. Os erros aconteceram quando as intenções era próximas, talvez porque os erros amostrais eram maiores do que as diferenças. Nas pesquisa de opinião recentes, que mostram numeros com 33% para o primeiro colocado, 16% para o segundo e 8% para o terceiro, as diferenças são muito maiores do que os erros amostrais. Portanto, não haveria razão para duvidar. Outro ponto é que pesquisas de diferentes institutos que usam metodologias e técnicas diferentes mostram valores similares.

      • Bolsonaro lidera, é só olhar a internet, petistas são minoria. Aliás, quem apoia um ladrão como presidente, tem mesmo é que viver em um país bosta igual a este, atualmente.

      • É sério que você acredita mesmo que Lula é o líder das intenções de votos? Lula e o PT só ganha uma eleição no Brasil se for fraudada.

        • Olá Alex. Você tem duas opções. 1. confiar que as pesquisas refletem (mesmo com uma margem de erro) a opinião geral (neste caso, o datafolha publicou que Lula tinha cerca de 33% de preferência espontânea). 2. não acreditar nas pesquisas (inclusive aquelas que indicassem sucesso de suas preferências). Considerando que os institutos de pesquisa têm conseguido captar com grande margem de acerto os resultados das várias eleições passadas, para mim parece razoável aceitar (dentro das limitações normais que são feitas) os dados das pesquisas com alguma confiança. Sugiro o livro do Alberto Almeira “como são feitas as pesquisas eleitorais e de opinião”. Isso tudo apenas fazendo um juízo de mérito.

    • Quero dizer que apenas as pesquisas que forem feitas sobre as candidaturas oficiais terão alguma validade. Por enquanto, o que existem são pesquisas de opinião que expressam preferencias. As pesquisas agora servem para avaliar potenciais candidaturas. As pesquisas antes dos registros das candidaturas não podem ser comparadas com aquelas feitas com os candidatos registrados.

      • Camargoer

        A candidatura do Lula será rejeitada de oficio pelo Fux, não tem como ele ganhar aquilo que não poderá disputar, e sem Lula o Bolsonaro aparece em primeiro lugar disparado, sem ninguém para ameaça-lo, com chance até de vencer no primeiro turno! O próprio PSDB se entregou esses dias; Duarte Nogueira (prefeito tucano de Ribeirão Preto) basicamente assumiu que eles não tem como competir com o Bolsonaro, dizendo que “Eleitores que votaram no PSDB nas últimas eleições estão declarando voto no Bolsonaro. Isso está acontecendo no nosso círculo de amigos, pessoas que sempre votaram no PSDB e agora estão dizendo que vão de Bolsonaro.”

        Além disso, não da para confiar no Datafolha, o próprio Lula falou (em áudio) que a folha é a maior puxa-saco dele (não com essas palavras).

        • Olá ODST. As pesquisas mostravam Lula em primeiro e Bolsonaro em segundo. Esse é o dado que a pesquisa mostra que não pode ser negado. O que não é certo seria dizer que retirando Lula das pesquisas, Bolsonaro fica em primeiro. Não há como saber como aqueles que preferiam Lula irão opinar. É preciso uma nova pesquisa no contexto do impedimento de Lula. Em março, Lula tinha 33% da preferência espontânea e Bolsonaro 16% (depois Marina com 8%, Alckimin com 6% e Ciro com 4%). No caso da candidatura de Lula ser indeferida, para quem iria os 33%? Certamente não para Bolsonaro nem Alckimin. Talvez para Marina e Ciro. Portanto, há dois cenários possíveis: Marina ou Ciro ficam em primeiro e Bolsonaro em segundo (se a maioria dos eleitores de Lula escolherem um ou outro preferencialmente), ou Marina e Ciro ficam na frente de Bolsonaro e ele fica em terceiro (isso se os eleitores se dividirem entre Ciro e Marina). Um dado interessante é que a rejeição de Bolsonaro e Marina são maiores do que a de Ciro.

          http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,lula-segue-lider-em-pesquisa-eleitoral-sem-petista-bolsonaro-e-marina-disputariam-2-turno,70002215814

          • Não tenho tanta certeza se os votos herdados do Lula farão uma diferença tão grande assim, pois serão todos muito distribuídos. Boa parte dos eleitores dele vão votar, no geral, em Ciro Gomes, Marina e no plano B do PT (se houver um), mas em menor medida temos ainda Manuela D’avila e Boulos (queridinho do Lula), além daqueles que não votarão em ninguém se Lula não for candidato, ou até mesmo dos poucos, que na dúvida, procurarão um refúgio mais ao centro com o PSDB. O Bolsonaro ainda pode conquistar muitos votos com os indecisos e com aqueles que não acompanham muito a politica, que em sua maioria, no atual cenário em que o país se encontra, estão querendo fugir daqueles que quebraram o país, mas que irão aguardar os debates na TV.

          • Caro OSDT. Voce tocou no ponto principal do meu argumento. Não podemos tirar conclusões sobre como os eleitores de Lula (33%) irão fazer se comportar. É um erro “anular” os eleitores de Lula. A maioria pode anular os votos (em protesto), podem votar maciçamente em Ciro ou em um outro candidato do PT (Haddad?) ou dispersar os votos em vários candidatos da esquerda (Manuela, Boulos, Ciro, Marina?). Somente as pesquisas de opinião feitas a partir das candidaturas aceitas pelo TSE indicarão a reais chances de cada candidato. Existem uma série de livros do Alberto Almeida (A cabeça do brasileiro, A cabeça do eleitor, Como são feitas pesquisas eleiitorais, Erros nas pesquisas eleitorais) que são ótimos para entender como é a dinâmica de uma eleição presidencial. Vale a pena gastar um tempo com eles.

        • Olá ODST. O meu argumento é exatamente este. Lula tinha 33% da preferência espontânea e não há neste momento como saber quem será beneficiado se ele não puder ser candidato. Não é possível extrapolar os dados das pesquisas feitas até o momento para um futuro onde o cenário de candidaturas será bem diferente. O correto seria esperar as pesquisas que serão feitas sobre as candidaturas registradas.

  11. Sério, me perdoem os bons comentaristas que ainda frequentam este espaço, mas o nível dos debates está caindo bastante por aqui. Uma pena…

    P.S.: Apenas para tranquilizar aqueles que possuem pavor de um eventual domínio mundial sionista, “Etchegoyen” não é um sobrenome judeu, e sim basco.

  12. Os Suecos já presenciaram uns 6 ministros nesse pouco tempo de encomenda do Gripen?
    O Almirantado já teve de explicar o que é o PROSUB pra quantos ministros?

  13. Olha a cara de retardado do cara! Sério, esses políticos não pensam antes de agirem! Como a pessoa coloca um cara desse para “comandar as forças armadas”? Tudo interesse e amizade e nada de trabalho técnico e sério!

  14. Gal. Etchegoyen é cristão.
    .
    Rosenfield, ao contrário de outros filósofos judeus, não faz referência ao judaísmo em sua obra. Me parece laicista, o que combina com sua filosofia liberal.

    • Olá Bavaria. Que alívio retomarmos a discussão política. riso. Talvez a nomeação de Rosenfield para o MinDef não tenha nada de estranho, mas acho curioso que tenham sentido a necessidade de mudar o ministro. Talvez o Gal Luna não tenha um compromisso ideológico com o governo ou esteja ocorrendo uma guerra por espaço político dentro do governo (o que acho mais provável). O fato de Rosenfield ser ligado à Temer é a única coisa que faz sentido até agora.

    • O Ministro do GSI tem sido função de um Of Gen desde o início. Porque é uma função de Estado e por estar ligado à atividade de inteligência e segurança.
      O Gen era o cara indicado para a função.
      Ele não assessora o Temer. Ele assessora o Presidente da República.
      Para quem não está acostumado, pode ser difícil diferenciar, mas pra nós, militares, é bem fácil.
      Sds

  15. Ficha técnica do bicho:
    Antiesquerdista ferrenho;
    Antipetista de longa data;
    Postulante a qualquer coisa no gov. Temer desde sempre;
    Articulista de um assunto só;
    Meio maluco;

    Saudações de um conterrâneo do dito cujo

  16. O cara ser judeu para vocês é problema..

    Se fosse mais um esquerdista, pró-terrorista e pró-islã estava tudo certo..

    Pqp..

    O Brasil acabou mesmo..

    Vão lá pra SBC ficar abraçando o Lularápio, gritando “Lulla Guerreiro do Povo Brasileiro”

    • Que diferença faz para o Brasil um pró-Islã ou pró-Judaismo???
      Ja conheci Oficiais muçulmanos e judeus na FAB e os dois desempenhavam suas funções com dedicação, um deles, o muçulmano foi colega, fazia curso de mergulho para o SAR e morreu afogado em uma piscina treinando mergulho com tempo prolongado sozinho, o que é um erro, pode apagar debaixo d’água como aquele treinador da seleção brasileira de futebol que pescava com arpão mergulhando sozinho e morreu, isto tem que ser feito com supervisão e o Judeu foi meu CMT Brig. Ar. Eliezer Negri.

      • Pra vocês esquerdistas..só presta quem é anti americano e anti israel..

        Se for pro-Palestino, pró Russia e Pro China

        Vocês elegem o cara a categoria de candidato a Deus..

        • Rodrigo Martins Ferreira

          Desde quando ser pró-palestina, anti-americano ou anti-Israel é ser de esquerda??? É o mesmo que dizer que quem é a favor do aborto e/ou ateu não pode ser de direita… Você nem sabe do que fala, apenas age através de um impulso ideológico extremista…

  17. Hummmmmmmmmmmmmmmmm

    sei naoooooooo

    Ele tem visibilidade política??

    Ou, estão desesperados por alguém no Ministério???

    Sinceramente, misturaram aguardente no cafe com leite quente.

  18. Senhores
    Eu acho q o Gen Luna continua.
    Em q pese a observação internacional, da q os militares devem estar sob o comando de um civil, principal motivo da criação do MD e subordinação das Forças a este.

    • Vale destacar que uma das imposições dos americanos é um civil chefiar a pasta da defesa para fortalecer a democracia, sendo que nem mesmo eles com o Trump o seguem, um ótimo motivo para quebrar essa imposição e colocar um general na pasta da defesa do Brasil.

      Dizem que a criação do MD pelo FHC foi um ato de subordinação aos americanos, porém o digníssimo da alma mais honesta do país seguiu outra imposição dos americanos: civil na pasta da defesa.

  19. Estou buscando alguns materiais sobre ele e vejo que ele é contra o desarmamento civil e considera o direito de autodefesa um pilar de uma sociedade livre e democrática, isso nas suas palavras. Também achei estranho a escolha de um filosofo, mas aparentemente ele difere um pouco daquilo que vem sendo posto no cargo nas ultimas décadas, pelo menos no discurso.
    Mas claro que considero um militar a melhor opção para a pasta.

    Partícula de uma coluna sua publicada na Época.
    “A perversão é total. Note-se que a liberdade de escolha e o direito à autodefesa são pilares de uma sociedade livre e democrática. Não se trata de nenhum direito de matar, mas do direito de conservação da própria vida. Os que advogam pelo desarmamento dos cidadãos almejam que o cidadão fique completamente desguarnecido diante de criminosos que invadem suas residências. Os cidadãos não escolhem seus representantes para que estes suprimam sua liberdade de escolha. Posso perfeitamente pretender não ter nenhuma arma, mas isso não significa que o meu direito deva ser abolido.”

    • Bacana o texto, e juntando com as informações do Carvalho acima, posso ter me precipitado em julgar o cara só por sua formação acadêmica(e torço para estar errado).

    • Parabéns Fernando! Talvez o único que se preocupou em analisar além do sobrenome do pretenso novo ministro.

      Acredito que alguém com essa visão ideológica pudesse fazer algo para combater o monopólio na industria de armas curtas nacional, que em muito se sustenta na atuação do Estada brasileiro, principalmente por meio do Exército… Mas para isso, precisaria de mais que oito meses de administração.

  20. Não tem problema nenhum não, minha gente, basta ser honesto e bem-intencionado, o resto ele aprende, seria ideal que ele entendesse de defesa, mas não é, paciência, um civil e filósofo ministro da defesa é um ótimo cartão de visitas.

  21. sempre elogiei a maneira que o brasil era administrado pelos militares mas a maneira que as forças armadas foram gerenciadas nesse periodo geraram problemas que ate hoje nao tem soluçao e que em boa parte sao responsaveis pelo atual sucateamento de varios sistemas de armas

  22. O ministro da Saúde sabe alguma coisa de medicina?
    O ministro da Educação é formado em pedagogia?
    O ministro dos Transportes é engenheiro?
    Nenhum ocupante de cargo de livre nomeação no Brasil, salvo raras exceções, é escolhido conforme sua capacidade técnica e aptidão na área que vai comandar.

  23. Quanto a ser filósofo…
    Acho excelente
    Filosofia é a ciência de saber pensar metodicamente e com visão crítica, descartando sofismas e arranjos intelectuais de pouca extensão.
    No que me diz respeito, adoraria ouvir as premissas de emprego de nossas FFAA e entender sua lógica de reaparelhamento.
    Sds

  24. O general Etchegoyen é de uma familia tradicional de Cruz Alta, os Westphalen. Seu sobrenome é Westphalen Etchegoyen. Seu pai foi oficial em Cruz Alta onde casou com a mãe do general Sérgio.
    Era oficial da mais alta competencia e profissionalidade. Sério e muto respeitado. A julgar por seu DNA podemos esperar o melhor dos melhores por parte de suas ações. Sou de Cruz Alta e ponho a mão no fogo por esse general Sérgio. Deve ter suas razões para essa indicação.

  25. O que tem a ver ser judeu, muçulmano ou maçom pro exercício de qualquer função? Quanta besteira. A maioria nem sabe o que é maçonaria. Eu sou maçom e tem Loja em Brasília só de militares. Vão se informar.
    E quanto ao filósofo : VTNC! Espero que o Gen Etchegoyen não esteja fazendo merda.

    • Olá Cel, Nery. Exatamente o que coloquei. Não há qualquer relação entre pertencer a uma dada sociedade ou comunidade religiosa com o fato de possuir caráter ou ser competente. Há pessoas cinicamente hipócritas e sem qualquer caráter que são bastante religiosas, enquanto outros ateus são honestos e defendem valores democráticos. Aliás, julgar o caráter ou competência pela formação da pessoa também acho estranho. Um exemplo de uma associação criminosa eu lembraria a loja maçônica P2 na Itália que esteve envolvida em diversos crimes e com a máfia italiana, mas de modo algum posso dizer que outras lojas maçônicas ou maçons sejam criminosos. Essa generalização é absurda como é absurda a generalização em relação aos judeus, ateus, evangélicos ou corinthianos.

        • Olá Agnelo. Incluo minhas criticas e queixas ás generalizações aos amigos palmeirenses (riso). Apenas os fascistas parecem ser suficientemente previsíveis para que eu acredite que as generalizações sobre eles fazem enorme sentido. Né?

          • Quando um grupo “reza” uma cartilha muito frenética e radicalmente, dá nisso. Não só os fascistas.

        • Olá Agnelo. Eu gosto de dizer que a cegueira ideológica não é um privilégio da esquerda, mas até isso parece não ser bem compreendido por alguns. riso. Um abração.

  26. Eu não entendo essa tara que tem pessoas aqui com que o ministro da defesa seja militar. A função do ministro é politica, ele não é o comandante das forças, ele tá ali pra conseguir recursos para os projetos pela pasta tocados, ele tem que entender de politica no congresso e no executivo, entender de questões militares é totalmente secundário. Se for possível juntar os dois ótimo, mas no geral, militares aqui no Brasil costumam ser péssimos políticos, e geralmente não se misturam bem com esses.

    • Exatamente. Disse tudo aquilo que deveria ser óbvio para quem entende um mínimo de defesa e política que é o que se espera de frequentadores de espaço como este.
      Quanto a este novo ministro, é apenas ministro tampão pois, na prática, o governo Temer acabou. Foi obrigado a trocar inúmeros ministros (a Defesa foi só um deles) pois a partir de agora o país inteiro – inclusive o Executivo – estará de com sua atenção voltada para as eleições.
      É um ministro tampão com poucos meses de gestão pela frente aguardando o verdadeiro titular que chegará com o novo presidente da república em 2019.

      • É? É só se lembrar do Nelson Jobim dizendo que as compras militares eram 100% políticas diante dos protestos dos militares frente ao entubamento do Rafale

        • Sim, é. Aqui e em qualquer lugar do mundo. Basta ver na notícia sobre o governo alemão afastando oficiais da Força Aérea Alemã que declararam publicamente que preferia o F35 ao Typhoon para substitutos dos veteranos Tornado.

          • Não, não é, o atual governo alemão não dá a mínima para as forças armadas, por isso esse tipo de atitude é tomada, isso é típico de quem neglicencia o assunto. Onde a defesa é tratada como assunto sério isso não acontece.

    • Concordo em parte. Não diria que o conhecimento de defesa é secundário, dado a certas peculiaridades, mas realmente, não há problema de ser um civil.
      O problema é quando o Ministro não percebe (ou não quer) q são instituições de Estado e não de Governo.
      A entubada dos Sabres na FAB foi dose, pelo Celso Amorim…. coisas desse tipo….

      • O que teria sido essa “entubada”?
        Os helis cumprem adequadamente a missão ou a entubada refere-se apenas a defeito de origem?
        Se a aquisição de caças está intrisecamente ligada ao fator político, quase tanto quanto sua capacidade técnica, porque no caso dos helis deveria ser diferente?

        • Foi obrigada a receber esta aeronave.
          Cumprem?
          Não houve nenhum estudo como o FX. Por mais q haja politica na compra de MEM, estes devem atender o q a (ou as) Força (s) precisa (m).

          • Ainda que imprescindíveis, as forças militares não representam um fim em si mesmas, mas estão inseridas dentro de um contexto político e geopolítico. Se o poder político existisse apenas para chancelar as decisões militares, não haveria necessidade de poder político.

            Concordo que o melhor dos cenários é quando os requisitos militares coincidem com os objetivos políticos. Mas isso raramente acontece nas aquisições militares que são, majoritariamente, afetadas por decisões políticas.

            A lista seria interminável, mas podemos citar a questão dos Mistral vendidos para a Rússia, os atritos sobre o S400 adquirido pela Turquia, nas promessas para Iraque, Sauditas, a venda dos ST para a Venezuela etc. Podemos citar até o radar Artisan na matéria recente no Naval.

            No caso dos Sabres, ainda que não tenha sido o interesse primário da força, resta saber se ele cumpre a missão, dentro da doutrina projetada para extrair o melhor do equipamento.

          • Heli de Atq tem uma função importante na Atq AC e Ap Ae Aprox.
            Se reparar em outras Forças Aéreas, reparará que não fazem parte de seus inventários. Somente naquelas que não há aviação no exército.
            Forças Aéreas realizam a Campanha Aérea Estratégica.
            Aviação do Exército (e Heli Atq) fazem parte de um nível tático.
            A nossa Força Aérea precisa de Heli Atq?
            No nosso caso, que as Forças tem a missão Guerra e a missão Segurança, há missões de “perfil mais baixo”. Para patrulhar fronteira, é preciso um Heli Atq?
            Perceba q o EB não patrulha fronteira com CC, por exemplo.
            A FAB não caça traficantes com F-5.
            Heli Atq estão para os Heli, como os CC estão para as Vtr Bld, como os Caças estão para os A-29 e semelhantes.
            Concluindo
            1) Heli como o Sabre não são para o q estão fazendo aqui.
            2) Como Heli Atq não tem o perfil para o emprego q a nossa doutrina prevê para Heli Atq.

            Em comentários de pilotos de Heli aqui, isso já foi explorado.
            Sds

        • Caro Agnelo,
          Esta questão que vc discute com o Mabeco acho muito proveitosa.
          Por tudo que já foi dito (problema de disponibilidades, falta de padronização, limitação de manobras, etc) entendo qdo vc fala na “entubada”. Não faço nenhuma ressalva a este entendimento.
          Mas se coloque na posição de um cmdt de batalhão na RCA. Não seria ótimo ter 6 dúzia desses aparelhos disponíveis para emprego em uma operação??

          Abraço

          • Camarada
            Querer, eu queria um Heli Atq me dando apoio, mas os pilotos não iriam gostar desse elefante não.
            Heli Atq são como Fórmulas 1. Ágeis.
            O Sabre não é. Não é uma anv pra ficar circulando e se abrigando. Ele ia sobre as formações blindadas aumentando o poder de choque. Podia levar tropas para objetivos imediatamente à frente, garantindo cabeças de pontes de menor valor.
            Um Sabre numa guerra onde manpads são normais, acontece o Q houve no Afeganistão com eles. Caíram aos baldes. O Kamov e Havos vem dessa decepção.
            Abraço

  27. Atenção aos anti-semitas de plantão:
    Existem no mundo 20 milhões de judeus,se dividir a população do mundo pela quantidade de judeus,tem 1 judeu para 300.000 dominados.
    Segundo as estatísticas daqui a um século não haverá mais judeus puros devido a miscegenação.
    Vocês terão infelizmente de eleger alguém para justificar seus fracassos….

    • Eu nem entro nesse tipo de discussão mas esse seu argumento é falacioso. O judaísmo nada tem a ver com raça, tem a ver com Cultura e com pensamento político, historicamente sim, os judeus foram responsáveis por muita coisa, mas isso nada tem a ver com o DNA. Hoje é evidente que não se trata de judeus mas sim de um establishment global que, por coincidência, tem a participação de judeus mas não só de judeus. Israel por exemplo é uma força contra esse establishment, assim como o próprio sionismo é.

      • Olá Helio. Mas é o que estou afirmando. riso. Não é possível caracterizar um grupo étnico geneticamente, porque a variação é muito grande. O argumento da pureza genética está errado. Novamente, recomendo a leitura do artigo da Scientific American.

  28. Olá CWB. Atualmete, acho difícil que alguém encontre um ariano puro.. riso. Há algum tempo, li um artigo que mencionava que a variação genética dentro de um grupo (étnico ou regional) é maior do que a variação genética da espécie humana. Isso quer dizer que o código genético entre dois judeus, ou japoneses ou arianos tem maior probabilidade de ser parecido com um estrangeiro do que com outro pessoa do mesmo grupo étnico.

    • Códigos genéticos de judeus?!!!
      É mesmo?
      Como é que se faz ou como é um “código genético”de um judeu.

      Para o outro lá de cima, o cwb.
      O que é um “judeu puro”?

      • Olá Roberto. Cada individuo tem um código genético. É um fato biológico. Estes códigos podem ser sequenciados e comparados. Isso é um fato tecnológico. Se você comparar o código de dois indivíduos que pertençam ao mesmo grupo étnico e depois comparar estes códigos com o de indivíduos de outros grupos étnicos aleatoriamente escolhidos, o resultado mais provável é que existam mais diferenças entre os indivíduos de mesmo grupo do que entre os indivíduos de diferentes etnias. Isso é um fato científico. Portanto, não é possível afirmar que exista um código genético judeu, ariano ou coreano. O artigo da Scientific American que sugeri explica isso com mais detalhes. Recomendo a leitura.

        • Camargoer.
          Você afirmou:
          “Isso quer dizer que o código genético entre dois judeus,…”
          E depois afirma:
          “Portanto, não é possível afirmar que exista um código genético judeu,..”

          Fale claro rapaz.

          • Olá Roberto. Você pode comparar o código genético entre dois judeus do mesmo modo que pode comparar o código genetico entre dois corinthianos. Se você ler o início do meu comentário, eu também menciono que o código genético de (individuos) judeus, japoneses e arianos são mais parecidos com (individuos) de fora destes grupos. A conclusão é a impossibilidade de afirmar a existência de grupos genéticos puros.

  29. Olá Camargoer:
    Concordo com vc em gênero e grau!
    O pessoal aqui coloca opinião sem nenhum embasamento,beira às vezes o ridículo.
    Gosto dos seus comentários,pois demonstram conhecimento de causa.
    Abraço

  30. No atual momento de negociações com Boeing, o melhor é que continue o General Silva e Luna. Muito arriscado deixar isso nas mão de um banana como era o Jungmann, e agora desse filosofo.

    Que se efetive o Silva e Luna como Ministro da Defesa.

  31. Denis Rosenfield sempre se posicional a direita no cenário político.

    É um dos poucos filósofos brasileiros que fizeram isso, remar contra a maré marxista que tomou conta das supostas mentes pensantes de nossa república.

    Teremos um “pensador” de direita ocupando um dos cargos mais importante do país. Pra quem já teve Celso amorim e Aldo Rebelo sentados nessa cadeira, não deixa de ser um grande avanço.

  32. Camargoer.
    Eu não estou falando do Corinthians, não estou falando de japonês, não estou falando de botafoguense.
    Fiz duas perguntas simples e claras:
    Como é o código genético de um judeu?
    Como é que se faz (se chega) ao código genético de um judeu?

    Responde isso e depois eu posso falar sobre o Campeonato Carioca.

    • Olá Roberto. Se você coletar o sangue de um individuo judeu (ou de uma pessoa de outro grupo étnico ou social, ok?) terá a possibilidade de extrair o DNA deste individuo. Em seguida, é feito o sequenciamento deste DNA que resulta em um mapa genético deste individuo (isso tem sido feito rotineiramente para determinação de paternidade, por exemplo). Então, deste modo você consegue chegar ao código genético deste individuo judeu (ou de qualquer pessoa de qualquer grupo, ok?). Vou deixar um link abaixo de uma pagina da NatureEducation com que mostra esquematicamente o processo de sequenciamento genético. É bem legal. Recomendo também que você leia o artigo que sugeri da American Scientist.

      https://www.nature.com/scitable/content/how-to-sequence-dna-4518

  33. Você está tentando escorregar pela corda que você mesmo colocou no pescoço.
    Eu vou fazer o seguinte, vou conduzir a conversa de modo que você possa corrigir a bobagem que você falou e as pessoas que estão lendo vão ter a impressão que você não se saiu tão mal assim. Aliás, não é a primeira vez que se encurrala em conversas comigo.
    Preste atenção:
    Vamos inverter a situação, você que sabe ler códigos genéticos, vamos supor que lhe são apresentadas dois mapas genéticos, um de indivíduo judeu e outro, de um homem não-judeu semelhante fisicamente ao primeiro. Você não sabe quem é quem, estuda profundamente a questão biológica.
    Pergunto:
    Você saberia dizer qual é o judeu?

    De bandeja.

    • Olá Roberto. Com respeito e educação, irei responder pela última vez. Se você comparar o mapa genético de dois indivíduos oriundos do mesmo grupo étnico, as diferenças serão maiores do que se você comparar estes mapas genéticos com indivíduos aleatoriamente escolhidos de outros grupos. Essa é a conclusão do artigo da Scientific American. Paro por aqui antes de ser repreendido pelo editor do blog.

        • Olá Roberto. Nada com um bom debate para uma manhã de domingo. Se tiver um tempinho, leia o artigo. Acho que estávamos falando a mesma coisa. Um grande e mestiço abraço. riso (os pais de minha bisavó eram cristão-novos)

  34. Bom,deixo uma questão para refletir pessoalmente:
    Se somos racistas contra determinado grupo,e um familiar nosso tem uma doença na qual o melhor especialista é desse grupo,então na nossa lógica nosso familiar deve morrer,pois não devemos deixar ele ser tocado por um suposto ser ‘inferior’.
    Fica a reflexão.
    Bom domingo

    • Olá CWD. Se todas as espécias descendem de um ancestral comum, e se todos os seres humanos tem uma origem única (entre 200 e 300 mil anos na África), haveria sentido em diferenciar as pessoas pelos seus grupos de origem? (para não dar confusão, eu já respondo.. riso. A resposta é NÂO)

  35. Partir para a análise de uma futura qualidade de gestão pelo religião do candidato a vaga e de uma besteira horripilante, Israel tem sido a 70 anos a unica democracia naquela vastidão de ditaduras e atraso que é o Oriente Médio e por isso é tão perseguida pela Esquerda mundial, pois é um mal exemplo e se contrapõem a “sociedade do futuro” proposta pela Open Society do também judeu George Soros que é inimigo de Israel.
    Rosenfeld foi por muitos anos uma das poucas vozes de oposição as idéias esquerdistas representadas pelo PT na Universidade brasileira, grande escritor, aconselho a lerem os seus artigos, é só procurar no google, quanto a ser MD, acho que vale a pena esperar e ver, mas não creio, se for a verdade, que o Gen. Etchgoyen indicaria alguém que seria negativo, ainda mais nesse momento.

  36. kakakak, quando a gente imagina que nada pode piorar mais, aí que piora mesmo. Um iluminado, socialista fabiano, discípulo do desarmamento e do mundo “ideal”.
    Não adianta, não aprendem.

    PS Não estou preocupado coma origem judaica dele, até porque eu também tenho a mesma origem ,mas sim com seu preparo para o cargo.

    • Juarez, o Rosenfield é a favor do armamento da população.
      Aliás, o Luna é que é a favor do desarmamento – algo meio natural no EB com seu R-105 cheio de estrovengas que limitam o cidadão, e também as polícias, de se armarem adequadamente.
      Tirando isso, também acho que um filósofo não deveria assumir o MD, salvo se tivesse se especializado no assunto (o Nunão é historiador é especialista na área, então seria um ótimo MD), o que não é o caso.

      • Caro Rafael. A nomeação de um ministro é prerrogativa do presidente. No fim, o que importa é apenas que seja da confiança de quem o nomeou. O MinDef teve mais sorte que o MEC (Chego a ter inveja dos militares por terem o Rosenfield quando penso no Mendoncinha) e o MCT (que foi formalmente extinto, passando para o MinComunicações do Kassab).

        • Camargoer, se levarmos em conta que é uma prerrogativa do presidente, não precisa nem ser da sua confiança (aliás, muitos, indicados pela base aliada, não são de confiança nem do presidente nem de ninguém rsrs).
          Estava falando em termos ideais, com a nomeação de alguém competente na área, a Defesa estaria em melhores mãos do que de um filósofo que, até onde sei, não é da área.
          .
          Agora teremos aquele famoso “ForçasTur” em que ele irá conhecer as bases mais importantes, assistir breves exposições sobre os programas da Forças Armadas, ganhar umas medalinhas e etc. Se fosse alguém preparado, não precisar fazer esse tour e poderia, de imediato, agir em proveito da Defesa.

          • Olá Rafael. De fato, o presidente não precisa mesmo confiar no nomeado. Lembro de uma história de Vargas que nomeou para o Banco do Brasil e para a Fazenda pessoas que eram inimigas e que durante todo o governo Vargas ficaram a se fiscalizar mutuamente. Aliás, Maquiavel sugere que o colaborador mais fiel será um inimigo tratado com dignidade.

  37. ATENÇÃO senhores leitores e jornalistas do Blog do Vicente/Correio Braziliense:

    “(…) causaram muito incômodo no governo e na sociedade …”
    .
    Qual sociedade????????????????? A de Marte????? Pois o que se nota abertamente em todo o Brasil é justamente o contrário! Vocês são vesgos ou levianos mesmo??????
    .
    “(…)pois ressuscitaram o fantasma do golpe militar de 1964.”
    .
    Hahahahahaha Quer dizer então que basta um único “tuíte” para o tal fantasma jogar por baixo a tal da confiança da população na instituição militar?????? Leiam isto Blog do Vicente/Correio Braziliense:
    .
    http://www.forte.jor.br/2010/09/30/forcas-armadas-e-a-instituicao-mais-digna-de-confianca/
    .
    http://www.forte.jor.br/2010/11/21/forcas-armadas-lideram-preferencia-como-instituicao-mais-confiavel/
    .
    http://www.forte.jor.br/2014/11/20/fgv-forcas-armadas-no-topo-do-nivel-de-confianca/
    .
    http://www.forte.jor.br/2017/02/07/nas-redes-sociais-chegada-de-forcas-armadas-vitoria-e-ovacionada/
    .
    —-> Este comentário conta com a boa fé e a concretude presencial de Gasparzinho, o fantasminha camarada!

  38. Capanema esta conversa de democracia de Israel , não a libera para fazer o que faz na Palestina . Os EUA com apoio de Israel destruíram uma Nação modelo a Síria e quase o Líbano , e agora o que dizes ? A pouco mais de cem anos não haviam Judeus na Palestina ., foram comendo pelas bordas , conseguiram parte e agora a querem toda , é Lógico e Decente isto ? Não venhas com aquela desculpa da Bíblia , uma criação Judaica , onde se colocam como escolhidos de Deus ! Os Romanos já o conheciam bem e resolveram o seu problema , apenas o jogaram a frente dois mil anos !

  39. Curioso ver uma galera aqui rejeitando o sujeito por ele ser professor de filosofia. Pensava que ser professor em alguma área fosse uma qualidade.

  40. João Augusto 9 de Abril de 2018 at 9:42

    Curioso ver uma galera aqui rejeitando o sujeito por ele ser professor de filosofia. Pensava que ser professor em alguma área fosse uma qualidade.
    João, independente de ele ser professor de filosofia de , de medicina ou de umbandismo e ocultismo, o problema é que vão ter que passar seis meses explicando para ele a diferença entre um MK 46 e um cacho de banana.
    O fato de ele ter um diploma em Harvard ou na Suazilândia não o qualifica para o cargo, simples assim.
    A propósito, tivemos vários “doutores” durante o período dos 13 anos de trevas no Mindef e deu no que deu.

  41. Convidar um filosofo para o ministério da defesa está totalmente errado.Não é a pessoa mais indicada,teria sim convidar um general,brigadeiro,almirante reformado,mas como não gostam de militares comandando algo que eles entendem,estão convidem o jornalista goddoi especializado em assuntos militares,convidem o gallant.No Brasil convidam para ministério da agricultura pessoas que não entendem nada de agricultura, é porque é amigo de fulano amigo de beltrano, é de tão partido que é da base é temos que agrada-los.Se alguém aqui for governante vai convidar para um setor uma pasta alguém que não sabe nada sobre ele.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here