Home Artilharia Antiaérea Índia confirma compra do SAM SPYDER

Índia confirma compra do SAM SPYDER

O Ministério da Defesa indiano confirmou que assinou um contrato com a empresa Rafael de Israel para o fornecimento do sistema SPYDER de defesa antiaérea de reação rápida.
Foi informado também que o desenvolvimento do SAM indiano Trishul foi encerrado, devido à sua incapacidade de cumprir determinados requisitos operacionais críticos.
Segundo algumas fontes, serão adquiridos 18 baterias SPYDER por  US$ 260 milhões, com entregas entre 2011 e 2012.
A Rafael e a Elta Radar Division da Israel Aircraft Industries criaram o SPYDER (PYthon 5 e DERby Air Defence Missile System), sistema que emprega caminhões equipados com mísseis ar-ar de última geração adaptados para a função superfície-ar.
Os lançadores empregam mísseis ultra-ágeis Python 5, guiados por calor, e Derby 4, guiador por radar.
Na versão SPYDER-SR, cada unidade móvel leva quatro mísseis para pronto uso, que podem ser lançados em dois modos: lock on before launch (LOBL) e lock on after launch (LOAL). O alcance é de 15km, contra alvos a altitudes de 20m até 9.000m.
Na versão que está em desenvolvimento, a SPYDER-MR, o lançador leva 8 mísseis. O alcance será maior, de  50km a até 16km de altitude, graças ao emprego de boosters nos mísseis.
Uma bateria SPYDER típica consiste de um unidade móvel de comando e controle (CCU) e quatro unidades móveis de disparo (MFU). A CCU móvel está equipada com um radar de vigilância e duas estações de operação, com um link de dados com os quatro MFUs.

NOTA DO BLOG: No Brasil, noticia-se que serão gastos mais de R$ 1 bilhão nos Jogos Mundiais Militares, enquanto não existe por aqui nenhum sistema antiaéreo semelhante a esse da notícia. Nosso país de dimensões continentais e com imensas vulnerabilidades estratégicas, depende ainda de mísseis de curto alcance, lançados de ombro, para sua proteção antiaérea.