quarta-feira, julho 28, 2021

Saab RBS 70NG

Lula está construindo um gigante regional único, diz ‘Newsweek’

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O Brasil vem se transformando na última década em uma potência regional única, ao se tornar uma sólida democracia de livre mercado, uma rara ilha de estabilidade em uma região conturbada e governada pelo Estado de direito ao invés dos caprichos dos autocratas. A afirmação é feita em artigo publicado na última edição internacional da revista americana Newsweek.

“Contando com a cobertura da proteção de segurança americana, e um hemisfério sem nenhum inimigo crível, o Brasil tem ficado livre para utilizar sua vasta vantagem econômica de seu tamanho dentro da América do Sul para auxiliar, influenciar ou cooptar vizinhos, ao mesmo tempo conseguindo conter seu rival regional problemático, a Venezuela”, afirma o artigo.

Segundo a revista, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva “preside uma superpotência astuta como nenhum outro gigante emergente”.

O artigo foi publicado menos de um mês após Lula ter aparecido na capa da Newsweek, com uma entrevista exclusiva à revista após seu encontro com o presidente americano, Barack Obama, na Casa Branca.

Poderio militar

A Newsweek observa em seu último artigo que enquanto outros países emergentes e mesmo os Estados Unidos contam com seu poderio militar como forma de afirmação, o Brasil “expressou suas ambições internacionais sem agitar um sabre”.

A revista observa que quando há algum conflito na região, o Brasil envia “diplomatas e advogados para as zonas quentes ao invés de flotilhas ou tanques”.

O artigo também comenta que o Brasil tem se tornado uma voz mais assertiva para os países emergentes nos temas internacionais, contestando por exemplo os subsídios agrícolas dos países ricos.

“Nenhum governo foi tão determinado como o de Lula em estender o alcance internacional do Brasil. Apesar de ter começado sua carreira política na esquerda, Lula surpreendeu os investidores nacionais e estrangeiros ao preservar as políticas amigáveis ao mercado de Fernando Henrique Cardoso internamente, para a frustração dos militantes de seu Partido dos Trabalhadores. Para a esquerda, ele ofereceu uma política externa vitaminada”, diz a Newsweek.

Influência americana

A revista diz que os esforços brasileiros advêm da estratégia “não-declarada” de se contrapor à influência dos Estados Unidos e de dissipar as expectativas de que exerça um papel de representante de Washington”, mas que nem por isso o país embarcou na “revolução bolivariana”.

“Pelo contrário, Lula tem controlado a região ao cooptar os vizinhos com comércio, transformando todo o continente em um mercado cativo para os bens brasileiros”, diz o artigo. “No fim das contas, o poder do Brasil vem não de armas, mas de seu imenso estoque de recursos, incluindo petróleo e gás, metais, soja e carne.”

A revista afirma que isso também tem servido para conter a Venezuela e que a provável aprovação próxima da entrada do país de Hugo Chávez ao Mercosul não é “um endosso aos desejos imperiais de Chávez, mas uma forma de contê-lo por meio das obrigações do bloco comercial, como o respeito à democracia e a proteção à propriedade”.

“Isso pode ser política de risco. Mas as apostas estão nos brasileiros. Sem um manual para se tornar uma potência global, o Brasil de Lula parece estar escrevendo o seu próprio manual”, conclui a Newsweek.

FONTE: BBC Brasil

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Patriota
Patriota
12 anos atrás

So falta aumentarmos o nosso poderio militar e fazer a econômia
crescer para nos tornarmos uma grande potencia

Wilson Johann
Wilson Johann
12 anos atrás

Em algumas coisas temos que concordar. Nossa política externa melhorou muito no governo Lula, e o Brasil já faz sentir o seu peso econômico nas decisões internacionais. Mesmo sem sermos, ainda, uma potência militar, nossa influência já se faz sentir entre os grandes do mundo, e estamos presentes em todos os grandes blocos políticos e econômicos do planeta (mesmo do G8 participamos como convidado). Em um mundo cada vez mais carente de recursos naturais, o Brasil passa a ser visto como um grande “supermercado” para todos os países. Somos, alías, o único pais com abundantes sobras de recursos, e capacidade… Read more »

Carlos Augusto
Carlos Augusto
12 anos atrás

Ao lermos isto, sentimos orgulho de sermos brasileiros.

Ulisses
Ulisses
12 anos atrás

É o que eu(e a RESISTENCE RSRSRS)digo sempre aqui:

Nós seremos uma das grande potências do mundo e assim será.O FMI disse que nosso crescimento deve ter saldo negativo de 1,80%(mais ou menos isso).Mas a Dilma disse que o FMI está despreparado para fazer qualquer previsão sobre nossa economia,eu também acho isso.

Sinceramente de todos os BRIC o Brasil é o unico país que merece respeito.

Abraços.

Mário Meirelles
Mário Meirelles
12 anos atrás

Sem alarde, com democracia, crescimento econômico e distribuição de renda, o Brasil vai ocupando seu lugar no mundo. Acho que os americanos deveriam aprender com a diplomacia brasileira que desde o Barão do Rio Branco, defende os interesses nacionais com maestria intelectual, sem força bruta.

Com os novos aviões (fx 2), os sub. nucleares e novos meios para o exército, acompanharemos o grupo dos emergentes, o BRIC (Brasil, Rússia, China).

Mário Meirelles
Mário Meirelles
12 anos atrás

Esqueci da Índia no BRIC.

Baschera
Baschera
12 anos atrás

Menos, menos gente……. ainda somos um anão.
Ao ler esta reportagem “muy amiga” até parece que não precisamos de FFAAs. Isto aliás, é o que eles e muitos outros querem.
Parecem elogios a aquele aluno da escola cujo pai acaba de por em dia aquelas 15 mensalidades atrazadas que tinha. Daí são só afagos quando o pai vai buscar o boletim.

Sds.

Hornet
Hornet
12 anos atrás

Falaram em Resistance? Alguém chamou?!!!…hehehe amigo Ulisses, O Brasil está trilhando um caminho muito interessante e consistente de projeção no plano internacional, só não vê isso quem não quer. É um processo, mas temos que entender que só chegaremos aonde queremos se dermos passos seguros (e sem loucuras ou retrocessos) como estamos dando. Por isso que estamos (eu, vc, o Vassili…enfim, toda a Resistance!) sempre “brigando” com as hienas Hard (Ó Dia, Ó Azar!) do blog… Resistance!!! Galante, agora entendi seu pedido de “calma” no post anterior…Mas eu não tenho bola de cristal, né?…hehehe De qualquer modo, o comentário que… Read more »

Ulisses
Ulisses
12 anos atrás

Baschera

Não somos mais um anão sabe porque?

-Porque nós somos a 7° ou 6° maior produtor de automóveis do mundo

-Nós somos o 3° maior fabricante de aeronaves

-Lançamos mais livros do que a Itália

-Somos a maior potência agricola do mundo

e etc etc etc.

Esse negócio de achar que o Brasil é anão já esta ultrapassado meu amigo.

Ulisses
Ulisses
12 anos atrás

Hornet
Tem toda a razão,vamos por pra quebrar hehehehe.

André
André
12 anos atrás

Que sabre podemos agitar????????

Ulisses
Ulisses
12 anos atrás

Amigos

Em 2000,no Brasil a taxa de pessoas abaixo da linha de pobreza era de 36%.Hoje é 23%!

Nós,em quase 9 anos fizemos coisas que poucos países do mundo são capazes.Estabilizamos a economia e abaixamos pobreza e desemprego,a renda aumentou e a indústria também e etc.

Hoje gente que ganha R$1.500 pode comprar um carro ou financiar a casa própria.

Vamos dar mais valor ao nosso país por favor!

Vassili Zaitsev
Vassili Zaitsev
12 anos atrás

Me chamaram e eu atendi.

A Resistance “trupica, trupica”, mas não cai.

O Brasil tb. Mesmo não tendo as FFAA modernas como todos nós queremos, as tem na quantidade e qualidade que pode conseguir.

Eu sempre escrevo verdadeiros “sonhos de consumo” para as FFAA brasileiras, mas não passam de palavras de um patrióta.

A RESISTANCE ainda vive.

Abraços.

Ulisses
Ulisses
12 anos atrás

Eu repito aqui,DE TODOS OS BRIC O BRASIL É O UNICO QUE MERECE RESPEITO! Na Rússia,existe muito mais miséria do que aqui,a população esta diminuindo e o país pode ter séria crise no futuro por esta razão. Na China,eles matam bebes e muitos passam fome(eu não falo de só 23% não).Por que vocês acham que há tantos imigrantes chineses no mundo afora.E não há liberdade no país. Na Índia,onde 92% das pessoas são pobres ou miseráveis(você não leu errado e eu não errei,é isto mesmo,e é relatório da ONU).70% da população vive ruralmente.E a taxa de alfabetização é de só… Read more »

Vassili Zaitsev
Vassili Zaitsev
12 anos atrás

Ulisses,

E quem ganha 700 pilas tendo que pagar o aluguél de 400…………. o que faz??????

O meu speedy ficou para trás neste mes, logo logo algum técnico da Telefonica chega em meu portão e informa que o sinal ficará “indisponível” até que a situação se resolva.

Hoje, o Ilustríssimo sr. Prefeito de SBO informou que os funcionários públicos municipais NÃO receberá aumento algum.

* obs: sou funcionário público municipal.

Abraços amigo.

Ulisses
Ulisses
12 anos atrás

Enquanto isto aqui no Brasil:

-Estamos diminuindo pobreza e miséria e fome e desemprego.

-Somos um país cristão

-Temos liberdade

-Somos solidários com outros países

-E vivemos em paz com outros países

-Aqui esta se gerando empregos(ao contrário de outros lugares)

E ai?

Leandro Mello
Leandro Mello
12 anos atrás

Olha eu tenho que dar parabéns ao Forças Terrestres que colocou essa notícia, demostrando o quão importante, o nosso amado Brasil vem se tornando. O nosso país está indo para um caminho de sucesso e inovação, no que diz respeito a sua atitude no mundo. O brasil é o ÚNICO país no mundo que fez e faz vários acordos de seu interesse sem um único esforço de usar suas forças armadas. O Brasil também resolveu vários conflitos externos sem a nessecidade de usar “suas armas”. Bem e o que eu tenho que dizer de nossa atual economia… Que é uma… Read more »

Vassili Zaitsev
Vassili Zaitsev
12 anos atrás

Mas, tenho que concordar com vc. Não podemos imaginar que os indianos são todos iguais aos atores da novela das 8. São quase todos multimilioñários.

abraços.

Estou indo para o Aéreo, e depois para o Chat.

abraços.

Baschera
Baschera
12 anos atrás

Ulisses, É preciso muito mais do que meia dúzia de palavras para me convencer do contrário. Temos aqui, sim, algumas ilhas, não mais do que isto, de país de segundo mundo. Apenas acho que nos falta muito. Por exemplo, recentemente estive dando uma volta de carro no interior da Itália. Semana passada estive a trabalho rodando os arredores de minha cidade….. putz, a diferença nem dá para comentar. E olha que aqui estamos numa das cidades de maior PIB do Brasil. Aqui faltam empregados qualificados e o salários são muito acima da média nacional. Paro por aqui, para não disvirtuar… Read more »

Ulisses
Ulisses
12 anos atrás

Vassili

Entendo sua situação,afinal conheço pessoas que passam por isso também,mas o que estou dizendo aqui e que estamos melhores do que os outros BRIC.Eu só estou dizendo por alto,eu sei que não somos perfeitos,afinal você não é o unico cidadão desse país,e nem eu.

Abraços e espero que você tenha melhores condições.

Hornet
Hornet
12 anos atrás

O interessante é que a revista destaca a qualidade da política internacional brasileira, e ao mesmo tempo sabemos (todos nós) que estamos reorganizando e reequipando nossas FAs.

Portanto, ao meu ver, estamos agindo corretamente nas duas frentes: na frente da diplomacia internacional e na frente da modernização das FAs.

O caminho é esse mesmo. Ser respeitado no mundo é muito mais interessante que ser temido. Uma política internacional bem feita vai nesta direção.

Quem alardeia um inimigo inexistente, acaba achando um de verdade…o Brasil, inteligentemente, não está fazendo isso. Show de bola!!! Ponto pra nós!!!

abraços a todos

Ulisses
Ulisses
12 anos atrás

Baschera Eu repito o que eu disse para o Vassili: Não somos nenhuma maravilha. Mas amigo,nós melhoramos muito e somos os melhores dos BRIC nesse ponto. Sobre a Itália,se vc for em Napoles vai ver quanto lixo há na rua.Eu não falo de sacolas,falo de metros e metros de montes de lixo. Na França,qualquer garçom de restaurante é mau educado e só falta eles rirem da sua cara,e se vc for estrangeiro então nem se fala! Existe uma famosa lanchonete em Londres que embrulha batatas fritas em jornal. Os Franceses tomam banho uma vez por semana(a maioria,não todos). Eu sei… Read more »

Ulisses
Ulisses
12 anos atrás

E Baschera

Se somos segundo mundo é fato,mas não somos só isso,e a Índia é o que então?5°mundo?acho que sim.

Ulisses
Ulisses
12 anos atrás

Hornet

Todos sabem,poucos reconhecem.

Sds.

Ulisses
Ulisses
12 anos atrás

Mas Hornet

Um dia terão que reconhecer.

Ulisses
Ulisses
12 anos atrás

E sobre o título da matéria,não é só o Lula que está construindo,é cada cidadão brasileiro que está construindo também.

Leandro Mello
Leandro Mello
12 anos atrás

Baschera vc tem rasão, mas o nosso país investe 50% a mais em sua saúde, educação, estradas, do que todos os países da América do Sul. Mas não se esqueca que a Itália é quase uma “vírgula”, perto de nossa “enorme nação”, se o Brasil tivesse o mesmo tamanho da Itália, tsc, seríamos uma das mais ricas nação do mundo. Não se esqueça que o Brasil tem sua economia praticamente igual a da Rússia, Índia, etc. Todos eles tem quase os mesmos problemas que o nosso país, pois sofreram grandes bacs econômicos ou então sofreram atrasos em seus crescimentos, através… Read more »

Jacubão
12 anos atrás

Fico lembrando que no passado recente, a oposição, imprensa, sociedade, ongs, sem terra, sem teto, governos estsduais e municipais, partidos políticos e muito mais, malhavam o cara quando ele ficava viajando pelo mundo, e hoje vemos o resultado de tudo isto. O Brasil deixou de exportar somente para EUA e UE e as sobras para o mercado interno e países menos expressivos no comércio mundial. Hoje exportamos nossos produtos para o mundo todo, já não somos tão dependentes desses países, podemos exigir deles da mesma forma que exigem de nós, e eles sabem que o Brasil não pode quebrar em… Read more »

Baschera
Baschera
12 anos atrás

Ulisses,

Você está partidarizando a discussão. Não estou dando contra o Lula e seu governo. Até acho que no fator Defesa e Economia foi muito melhor que seus antecessores somados.
Não estou me referindo ao povo brasileiro, que é amável, gentil e na sua imensa maioria honesto e trabalhador.
Apenas não me convenço por que uma publicação estrangeira ou nacional fala que aqui é a terceira maravilha do mundo.
Não é. Falta muito para ser. Gerações.
Sobre a Europa, sei, conheçi vários países, mas convenhamos, não dá para se comparar.

Sds.

Mhenrique
Mhenrique
12 anos atrás

Caro Baschera,

Só o PIB do Interior de SP, veja bem: o interior apenas, é maior que o PIB de Argentina, Bolívia e Paraguai juntos. Pense nisso. Pode-se chamar o nosso país de qqr coisa menos de anão ou pequeno.

Abc

Leandro Mello
Leandro Mello
12 anos atrás

Baschera…

Vc precisa reaver o conceito de nosso país. Tá certo que ainda falta muito para o nosso país se tornar uma Potência mundial. Mas comparar o Brasil com um país europeu que tem séculos de ivestimentos em sua econômia, e que naum sofreu nehuma espécie de atrazo econômico. Hum, francamente…

Vc deve dar graças a Deus que hoje nós estamos tendo um grande importância nacional.

Leandro Mello
Leandro Mello
12 anos atrás

Corrigindo… Internacional

Ulisses
Ulisses
12 anos atrás

Baschera

Eu não quero fazer comparações,longe disto(só com os outros BRIC).

Eu sei que ainda não estamos lá,e que falta muito,mas há cada dia que se passa é uma vitória.

Não falo isto só por causa desta publicação,já ouvi muitos outros elogios tanto aqui dentro quanto la fora.

Abraços.

Dalton
Dalton
12 anos atrás

jacubao, sem querer inflamar animos por aqui, mas, Fernando Henrique Cardoso, teve seu valor sim! Depois que o Collorido bagunçou tudo, embora ele tenha feito algumas coisas boas tambem, coube ao FHC colocar a casa no lugar com o plano real que foi reconhecido pelo proprio Lula como algo bom. Am privatizaçao das telefonicas por exemplo, permitiram que o telefone fosse de facil acesso a todos, e o espertinho aqui que tinha 3 linhas alugadas…faz uma falta hoje…dançou! Lula há exatos dez anos atras, pregava coisas sem sentido, como mandar o excesso de nossa produçao agricola para o Nordeste! Nao… Read more »

Hornet
Hornet
12 anos atrás

Eu penso assim: ninguém é louco de negar que o Brasil está cheio de problemas e que não podemos nos comparar em termos de qualidade de vida com, por exemplo, os suécos ou dinamarqueses (mas nesta parte, nem os EUA ou o Japão podem…a qualidade de vida nos países nórdicos é infinitamente superior a qualquer outro país no mundo)… O que eu vejo como ponto positivo, não apenas baseado na matéria da Newsweek, é que hoje sabemos que se nossos problemas são grandes, nosso potencial é maior ainda. Parece que, enfim, deixamos de lado a mania boba de se auto-representar… Read more »

Baschera
Baschera
12 anos atrás

L.Mello,

Não fui eu que comparaou, apenas contra argumentei.

Sds.

Leandro Mello
Leandro Mello
12 anos atrás

Baschera…

Tudo bem apenas argumentei… Afinal nos estamos aqui debatendo o interesse de nossa nação.

Hornet
Hornet
12 anos atrás

em tempo: uma correção…

Em Ribeirão Preto temos uma das maiores feiras de livros do Brasil…a segunda maior feira de livros do mundo, e por consequência a maior do Brasil, é em Paraty.

Mas enfim…

abraços a todos

Roberto CR
Roberto CR
12 anos atrás

Vive la résistance!!!

mcv
mcv
12 anos atrás

desculpem a intromissao…muito leio vossos posts por muito tempo!!moro em MASS USA e morei no Brazil tambem e observo muitos comentarios de pessoas q sao cultas realmente!!mas naum pude deixar de observar um comentario sobre os arredores de Italia e Brazil!!!bom pello q entedi vc esta passeando em um quintal de 1o mundo e lembrando de um paiz em desemvolvimento ainda!entao sem comentarios!ja passei por isso tamben!Mas hoje nos USA o Brazil vem fazrndo mais presenca positiva na midia do que 10 anos de volta!!!
sds

joao terba
joao terba
12 anos atrás

Cara não consigo mais sair do blog,muito obrigado pela aula sobre o nosso país,não tenho mais argumento.
Abraço.

Roberto CR
Roberto CR
12 anos atrás

Tem uma frase do artigo que eu gostaria de discutir:
“Contando com a cobertura da proteção de segurança americana…”

Que cobertura é essa? A da 4ª Frota? Isso é que é amizade nénão!!!! rrsrsrs

Abs

Felipe Cps
Felipe Cps
12 anos atrás

Pessoal, um pouquinho de cautela, por favor: O reconhecimento americano da política externa brasileira é bom pra moral e tals, mas nem tudo são flores; nem mesmo em nossa historicamente eficiente diplomacia. Uma coisa da política externa nacional é e sempre foi boa, uma das poucas boas heranças dos tempos do Império e da Primeira República: o PRAGMATISMO e o PREPARO de nossa diplomacia. É realmente de se dar inveja a muito país de primeiro mundo. Quem já se deu ao trabalho de ler o edital do concurso pro Instituto Rio Branco sabe como quem está lá é preparado. Mas… Read more »

Hornet
Hornet
12 anos atrás

Roberto CR,

bem vindo à Résitance!!!…

Depois precisamos providenciar seu crachá…hehehehe

A parte do crachá é brincadeira, é claro!

abração

Leandro Mello
Leandro Mello
12 anos atrás

Felipe Cps…

Comentário muito bom, aliás so vou completar…

Com o que disse lá em cima:

-Podemos ter demorado a chegar onde nós estamos, mas como diz um velho ditado: “Não podemos dar um passo maior que a nossa própria perna”.

É melhor crescermos devagar tanto economicamente quanto militarmente, para que possarmos um dia fazer a diferença no mundo.

Alexandre Marlon
Alexandre Marlon
12 anos atrás

Se a questão da irregularidade de verbas para os projetos de cada uma das forças armadas continuar do jeito que está o que o Lula está fazendo é construindo um Gigante de Papel.

O pior inimigo é aquele que não se enxerga.
Alexandre

Leandro Mello
Leandro Mello
12 anos atrás

Alexandre Marlon,

Espero que não, apesar de que o Governo (Federal), está demostrando um certo interesse em nossas forças armadas. Pq para se conseguir uma cadeira “militar” na ONU é preciso ter poderio militar suficiente para não ser um “enfeite” em épocas de guerra.

Marcelo Bahia
Marcelo Bahia
12 anos atrás

Hornet em 23 abr, 2009 às 21:48 “Eu penso assim: ninguém é louco de negar que o Brasil está cheio de problemas e que não podemos nos comparar em termos de qualidade de vida com, por exemplo, os suécos ou dinamarqueses (mas nesta parte, nem os EUA ou o Japão podem…a qualidade de vida nos países nórdicos é infinitamente superior a qualquer outro país no mundo)… O que eu vejo como ponto positivo, não apenas baseado na matéria da Newsweek, é que hoje sabemos que se nossos problemas são grandes, nosso potencial é maior ainda. Parece que, enfim, deixamos de… Read more »

Halisson
Halisson
12 anos atrás

Me desculpe quem falou que esse Governo investe nas Forças, você é maluco!!!, desde o Governo FHC e até hoje as forças estão jogadas as traças, claro que porque os dois presidentes eram perceguidos pelo EB.

Ahh eu servi na elite do EB, e ano passado estive lá, e conversei com um maj. ele me disse que todos esse planos do reevitalização das forças, é mentira não sai nesse governo,ou em outro…..o que há, é uma reestruturação, tirar a miseria do sudeste e mandar pra fronteira, mas até isso é projeto….

Falow

Roberto CR
Roberto CR
12 anos atrás

Marcelo Bahia Muito oportuna a sua resposta. Apenas acrescentaria, com relação as afirmações do Felipe Cps, a própria incoerência na sua linha de raciocínio (isto não é um insulto). Ele apresenta os atores políticos deste governo como figuras grotescas e despreparadas, utilizando em seguida, vários adjetivos para se referir a alguns Chefes de Estado da América do Sul. E, em tempo, a citação do viés internacional-socialista destes atores. Ora, no momento em que definimos, adjetivamente, um ator/sujeito, estamos adotando, nós mesmos, um viés, uma linha de pensamento contrária à que estamos analisando. Estamos admitindo a idéia criticada como inválida, apesar… Read more »

Últimas Notícias

Taiwan testará mísseis Patriot III nos EUA

TAIPEI (Taiwan News) - Os militares de Taiwan em breve testarão mísseis Patriot III no White Sands Missile Range...
- Advertisement -
- Advertisement -