domingo, março 7, 2021

Saab RBS 70NG

ESPECIAL Aniversário da AvEx: 4° BAvEx – Btl. Cel. Ricardo Pavanello

Destaques

FOTOS: Light Armed Helicopter (LAH) da Coreia do Sul

O helicóptero armado leve (LAH) é baseado no Airbus H155B1 (EC155), que é uma versão modernizada do antigo AS365...

China busca uma força nuclear com maior capacidade de sobrevivência

Segundo a Associated Press, a China parece estar se movendo mais rapidamente em direção à capacidade de lançar seus...

Gastos da China em pesquisa e desenvolvimento atingem um recorde de US$ 378 bilhões

O Escritório Nacional de Estatísticas da China disse que os gastos com P&D, que visam desenvolver novos serviços...
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Desde a sua ativação, em 15 de dezembro de 1993, o 4° Batalhão de Aviação do Exército (4° BAvEx) ocupou provisóriamente as instalaçãoes cedidas pela FAB na Base Aérea de Manaus. Através de um acordo inter-ministerial, foi cedido ao EB um espaço, adjacente à pista já existente na BAMN, onde foram construídas as instalaçãoes definitivas do 4° BAvEx.

Devido a imensa áera onde atua, o 4° BAvEx tem uma rotina operacional intensa, mas com elevado índice de segurança proporcionado pela mentalidade operacional e de manutenção desenvolvida, conquistado nestes anos de operação com aeronaves de alta tecnologia, como os HM-1 Pantera, HM-2 Black Hawk e HM-3 Cougar.

Entre as suas principais missões estão as de suprir as Unidades Apoiadas do Exército e Unidades Aéreas da Marinha e Aeronáutica na Amazônia, evacuação aeromédica (EVAM) e apoio a comunidade, inclusive em campanhas de saúde pública e situaçãoes de calamidade.

Denominação Histórica – Batalhão Cel. Ricardo Pavanello

Entusiasta da Avex na Amazônia, o Coronel Ricardo Felippe Albrecht Pavanello, tornou realidade a viabilização da criação e implantação da OM nas instalações atuais, ao mesmo tempo em que tornou e fortaleceu o espírito de corpo do 4° BAvEx.

O Cel. Pavanello faleceu em decorrência de uma acidente, apenas quinze dias depois da passagem de Comando da Unidade.

Em reconhecimento ao trabalho em prol da AvEx, o Exército Brasileiro designou o então 4° BAvEx a denominação histórica de Batalhão Coronel Ricardo Pavanello, uma justa homenagem ao aviador militar, um dos pioneiros da recriada Aviação do Exército, que serve de exemplo a todos que serviram ou servem no 4° BAvEx.

O helicóptero Sikorsky Black Hawk (HM-2) foi desenvolvido desde o início para ser aeronave militar e as aeronaves da AvEx são da versão de exportação, denominadas S-70, apresentando algumas diferenças em relação ao UH-60 Black Hawk do US Army.

Adquiridos inicialmente para emprego na Misão de Observadores Militares Equador-Peru (MOMEP), ao final da missão, passaram a integrar a frota de helicópteros do 4° BAvEx.

Impulsionado por dois motores GE T700–701C de 1.940 shp cada, a sua missão principal é o transporte de tropa, sendo capaz de conduzir até quatorze soldados totalmente equipados, além da tripulação da aeronave (1P, 2P e MV), podendo ser equipado com diversos tipos de armamento, inclusive mísseis anti-tanques.

A aeronave está equipada para realizar voo IFR (por instrumento) e foi a primeira aeronave configurada a utilizar OVN (óculos de visão noturna), inaugurando uma nova “visão” na AvEx.

Atualmente tanto os 04 HM-2 Black Hawk quanto os 04 HM-3 Cougar estão configurados para o uso do OVN.

O HM-2 Black Hawk foi carinhosamente apelidado por seus tripulantes de Acari-Bodó, ou simplesmente Bodó, por sua semelhança física ao peixe típico da região amazônica, dotado de grande resistência.

Fotos: Aeronaves – Guilherme Wiltgen/ForTe, do Cel. Pavanello – 4° BAvEx.

- Advertisement -

8 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Challenger
Challenger
11 anos atrás

Li a reportagem sobre o 4ºEsqAvEx, na Revista Força Aérea e a entrevista do Cel Pavanello em 1999.

Esquadrão Aguerrido esse!!!

Rodrigo Rauta
Rodrigo Rauta
11 anos atrás

O Black hawk assim, todo equipado, é lindão né???!!!!

Abraços!!!!

Challenger
Challenger
11 anos atrás

Trecho da entrevista do Coronel Aviador do Exército Achilles Furlan, então comandante do 4º BAvEx em 2008. Defesanet – Existe a necessidade de equipar o Batalhão com um helicóptero de ataque? Cel Furlan: Todo exército no mundo deve ter helicópteros de ataque. Eles têm um poder dissuasório muito grande. Mas eu preciso de uma aeronave que se proponha a fazer o que preciso dela aqui na Amazônia, que além de fortemente armada, possua grande autonomia. Defesanet – Existe a necessidade de aumentar o número de aeronaves do Batalhão? Cel Furlan: Sem dúvida! No mínimo o dobro. Falo em ter disponíveis… Read more »

Fritche
Fritche
11 anos atrás

Caros mantedores/colaboradores destes 3 blogs que são fontes de consultas diárias para mim e muitos outros entusiastas Brasil adentro e afora. Recentemente vejo que estão tendo problemas com servidores devido a quantidade enorme de acessos, para tanto gostaria de dar algumas dicas que diminuiriam o tempo do servidor gasto por cliente: Problema: Neste post por exemplo, foram postadas 3 fotos com mais de 2Mb de tamanho, foram mais de 7Mb só para carregar um dos post’s que aparecem na primeira página do blog, ou seja, para carregar apenas este post alguém que possui uma plano Banda Larga de 1 Mbit… Read more »

SÉRGIOCIN
SÉRGIOCIN
11 anos atrás

Só o “adquirido” p/ os HM-2 é q não soa bem. Mas foi o pontapé norte-americano para enquadrar esse excelente meio nas FA brasileiras. Notem q esses aparelhos estão baseados e servem especificamente na região amazonica, e não é atoa, é imposto.

Marcus Piffer
11 anos atrás

Parabéns pela série de reportagens, Wiltgen!

Ficaram muito boas mesmo.

Rafael
Rafael
11 anos atrás

A aquisição de mais Black Hawk foi cancelada devido a compra dos equipamentos franceses?

Bonifacio
10 anos atrás

Exelente materia . fico mais orgulhoso ainda ao saber que ajudei a imprantação desta unidade na epoca em que servia no belog av ex como CABO BONIFACIO um abraço aos amigos que se encontra na caserna

Guerras Modernas

Armênia, Azerbaijão e Rússia fecham um acordo para acabar com o conflito de Nagorno-Karabakh

YEREVAN/BAKU (ARMENIA/AZERBAIJÃO) — Armênia, Azerbaijão e Rússia disseram que assinaram um acordo para encerrar o conflito militar na região...
- Advertisement -
- Advertisement -