sexta-feira, julho 23, 2021

Saab RBS 70NG

Chávez anuncia compra de mísseis russos

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Presidente venezuelano diz que ‘foguetinhos’ têm alcance de 300 Km e serão usados para defesa.

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou nesta sexta-feira (11) que o país vai receber em breve mísseis de fabricação russa com alcance de 300 km. “Em breve alguns foguetinhos estarão chegando. E eles não falham”, disse Chávez na capital venezuelana, Caracas, após voltar de uma viagem de dez dias por países da África, Ásia e Europa, entre eles a Rússia.

Chávez disse que os mísseis são apenas para uso defensivo. “Não vamos atacar ninguém. Estes são apenas instrumentos de defesa, porque nós vamos defender nosso país de qualquer ameaça, venha de onde vier”, afirmou.

FONTE: G1/BBC

- Advertisement -

21 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
21 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Andre Luiz
Andre Luiz
11 anos atrás

Enquanto isso em Brasilia

ZZZZzzzzzzzZZZZZzzzzz + blá,blá,blá,blá+ZzzzZZZzzzzz+ blá,blá,blá…

max
max
11 anos atrás

putz….e agora aonde estão os rafales??????

Omega
Omega
11 anos atrás

O cara vive falando que pode invervir militarmente aqui e ali, e diz que mísseis são para defesa, dependendo do contexto é sim.

Carlos Ivan
Carlos Ivan
11 anos atrás

O Brasil não tem que se preocupar com estes mísseis, pois são de curto alcance (300 KM). Não tem condições de atingir nem Boa Vista/RR e muito menos Manaus/AM; são apenas pra uso defensivo da Venezuela.
Até porque vão ser instalados na região da Bacia petrolífera do Orinoco, ao Norte da Venezuela.

Igo
Igo
11 anos atrás

Omega,

É para a defesa dos interesses deles….

Sds,

Igo
Igo
11 anos atrás

Carlos Ivan, O Chaveco não é maluco de atacar o Brasil, mas a Colombia e os outros vizinhos já não posso dizer a mesma coisa. O problema é que o Brasil possui um papel de mediador na AS, não se envolveldo em conflitos e apenas apoiando a sua solução. Mas como tomamos a dianteira e nos tornamos líder da região (quando digo líder, falo que maior força e área de influência), como reagiremos caso a Venezuela venha a atacar a Colombia (nossa aliada, o EB que o diga). E se um Equador da vida resolve apoiar o Chaveco?! Sei que… Read more »

Emanuel
Emanuel
11 anos atrás

Mas afinal, serão misseis terra-terra ou terra-ar? Se forem SAM’s a Venezuela vai dar um puta avanço, poucos no mundo são tão potentes

fernando
fernando
11 anos atrás

nao entendo porque no brasil tudo so chega com 3 ou 4 anos, enquanto chaves vai ali na russia e diz que em poucos dias vao chegar alguns foguetinhos,tanques e avioes….pena isso…

Jonas Rafael
Jonas Rafael
11 anos atrás

Se são SAMs isso seria ocndizente com “são para defesa”. Já se são mísseis balísticos (aí teria mais a ver com “foguetinhos”) já é outra história. Vamos ter que esperar pra ver de que tipo de arma especificamente se trata.

bulldog
bulldog
11 anos atrás

Será que venderam S-300 pra eles?????

DaGuerra
DaGuerra
11 anos atrás

“Claro que são para defesa”, principalmente se somados aos FLANKERs ou aos “pacotes energéticos” negociados com Russia e Iran.

Washington
Washington
11 anos atrás

O meu palpite são os Iskander e isso não parece bom. Nossos amigos russos e americanos vão acabar transformando a AL em uma bomba relógio.
Espero, sinceramente, que nossa classe política seja capaz de atentar para o cenário de futuro próximo.

Baschera
Baschera
11 anos atrás

Não,não serão os S-300. Pelo que li serão os Iskander-E, versão de exportação do Iskander M-9M72, que por sua vez é baseado no SS-21 Tochka/Scarab das F. Armadas Russas, um míssil tático, projetado para disparo terra-terra, desenhado para levar a cabo ataques precisos contra objetivos terrestres com um raio de ação efetivo de 280 Km. Está montado em um caminhão de rodas e pode transportar uma “warhead” de até 480 Kg de explosivos. Requer, pelo fabricante, apenas um minuto entre um disparo e outro. O CEP de cada míssil tem aproximadamente 30 metros de erro. O sistema pesa 3,80 ton… Read more »

Lucas Urbanski
Lucas Urbanski
11 anos atrás

Isso aew Chavez, apoio totalmente você a se ferrar com essas compras, a Venezuela não tem verba pra a manutenção destas novas aquisiçoes e olhem os equipamentos dão da Rússia que da um ótimo pós-venda, apoio profundamente o Chavez afunda a economia venezuelana, parabéns continuie assim, daqui a 2 anos vai gastar o dobro com a manutenção destes equipamentos do que gastou com a compra, então o único pais que Chavez vai poder peitar na AL vai ser o Paraguai.
PARABENS CHAVES, CONTINUE FIRME E FORTE COM SUAS COMPRAS, E AFUNDE CADA VEZ MAIS A VENEZUELA.

Bandeira
11 anos atrás

Será que o Itamarati/Pres. da República, vai pedir explicações a Venezuela, como fez com a Colombia??

bulldog
bulldog
11 anos atrás

Se forem os SS-26 (novos) devem atingir isso mesmo (300km) que é o permitido para exportações, né. Quais bases americanas estariam ao alcance deles, hein???? pelo mapa eu vejo ao menos uma. A Colômbia vai falar um monte…rs

RL
RL
11 anos atrás

Aonde esta o nosso TM Matador da AVIBRÁS que já era pra estar aqui no EB a anos?

O alcance dele tb seria em torno de 300KM e com maior precisão.

Agora acho que o TM vai ter seu desenvolvimento acelerado, pois o Brasil não vai ficar pra trás não e detalhe, o PND preve aquisições na indústria nacional. Isso reforça o desenvolvimento e aquisição do Matador.

Será?

URUTAU
URUTAU
11 anos atrás

Bom Dia Senhores é isto que podemos chamar de total incompetencia irresponsabilidade ato inconsequente retrocesso ou ate mesmo insanidade é um verdadeiro tiro no pé e o pior no nosso pé diante disso pergunto aos senhores o que podemos esperar de homens publicos que pensam e agem dessa forma ? Intervenção vai do pré-sal à mineração e eletricidade 13/09 – 08:04 – Agência Estado ImprimirEnviarCorrigirFale Conosco Depois do pré-sal, o governo se prepara para intervir pesadamente em outro setor: o de mineração. Está pronto o esboço de um novo código mineral, que prevê a criação de uma agência reguladora. Depois… Read more »

Fábio Mayer
Fábio Mayer
11 anos atrás

São mísseis meramente defensivos, dado o alcance de 300 km.

O problema é que eles podem atingir o solo colombiano. E vá que os colombianos resolvam instalar mísseis Patriot?

Omega
Omega
11 anos atrás

Igo,

exatamente!

sds

@MauroVS
11 anos atrás

Chavez é um fanfarrão.

Malandrão trocou o calibre, alcançe e as medidas.

Caliber 300-mm
Maximum firing range 90 km
Minimal firing range 20 km

300-mm Multiple Launch Rocket System
9K58 “Smerch”
http://www.enemyforces.net/artillery/smerch.htm

Últimas Notícias

3ª Brigada de Infantaria Motorizada realiza treinamento por meio de jogos de guerra

Brasília (DF) – A 3ª Brigada de Infantaria Motorizada (3ª Bda Inf Mtz) realizou, no período de 5 a...
- Advertisement -
- Advertisement -