terça-feira, agosto 3, 2021

Saab RBS 70NG

Colômbia produzirá fuzil de assalto israelense a partir de 2010

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Galil

O Ministério da Defesa da Colômbia anunciou que o país vai produzir, através do consórcio estatal INDUMIL, uma versão melhorada do fuzil de assalto israelense Galil e foguetes ar-terra.

“Em 2010 entrarão em produção novos foguetes ar-terra para a Força Aérea da Colômbia e o fuzil Galil modelo Ace (7,62mm) para as Forças Armadas e de Segurança Pública. O novo fuzil substituirá uma versão mais antiga, também produzida na Colômbia”, informou o coronel Carlos Villarreal, gerente da INDUMIL.

O coronel acrescentou que está sendo iniciado, também, o desenvolvimento de um lançador de granadas individual para o Galil denominado IMC-40, totalmente projetado pela engenharia colombiana.

A estatal calcula que poderá fabricar cerca de 45 mil unidades da arma por ano, tanto para uso interno quanto para exportação. O Panamá já está negociando uma quantidade do novo fuzil para suas Forças de Segurança e Militares. Segundo fontes locais, a INDUMIL terá direito de exportar metade de sua produção de fuzis Galil.

O Galil é utilizado pela Colômbia há mais de dez anos. Há pouco mais de um ano, o governo do país iniciou negociações com os israelenses para viabilizar uma completa transferência de tecnologia e obtenção de direito para fabricar o fuzil em seu território sob licença, visando o mercado do continente americano. Cada unidade da arma terá um preço de venda de aproximadamente US$ 770.

O comunicado do Ministério da Defesa não tem maiores detalhes sobre os foguetes ar-terra que serão produzidos pela estatal. Porém, em fevereiro deste ano, o ministro Juan Manuel Santos revelou que um tipo de foguete ar-terra de 2,75 polegadas estava sendo desenvolvido, sem citar quais tecnologias seriam empregadas nele.

FONTE:
Tecnologia & Defesa Via: Plano Brasil

- Advertisement -

6 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Colt
Colt
11 anos atrás

Então … bacana.
Podíamos dar uma mão pros colombianos e comprar um lote pra avaliação.
Uns 1500 ta bom rss

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Parece ser um bom fuzil, mas desconheço detalhes. Alguém conhece?

De qualquer maneira, a se confirmar o Imbel MD97 (aquele da foto polêmica, rs) esse estaria uma geração atrás. Correto?

Sds.

cinquini
cinquini
11 anos atrás

Sim, esse Galil estaria uma geração atras do IMbel MD97-A2, o MD97-A2 esta na mesma geração do SCAR ou do Magpul Masada.

Abração

lywistone@gmail.com
lywistone@gmail.com
11 anos atrás

So uma coisa, esse galil não é 7,62 como informa na matéria, ele utiliza a minição 5,56×45 só que com um carregador de 35 munições e não o de 30 (padrão OTAN). E o MD97-A2 está (“ESTARÁ” já que só vai a venda em 2010) uma geração a frente do Galil ace… e ainda tem o também ultramoderno TAVOR a ser fabricado aqui pela TAUROS. Estaremos com modelos mais modernos a nossa disposição, é só dar continuidade a este processo de modernização das FAA (que ainda não chegou ao EB)… com a proibição dos contigenciamentos parece que o sol começa… Read more »

Juliano Lima
Juliano Lima
10 anos atrás

Não precisamos comprar esses ae! Já temos uma nova safra muito boa! Nova A2 da Imbel, parecida com a SCAR, promete! 😀

Gustavo
Gustavo
10 anos atrás

Eu gosto mais dos fuzis americanos o M16 e o M4 mas o Micro Galil também é foda.

Últimas Notícias

Rússia e China realizarão treinamento conjunto no exercício Zapad/Interaction 2021

A Rússia deve se juntar a um exercício militar no noroeste da China em agosto com o tema de...
- Advertisement -
- Advertisement -