domingo, dezembro 5, 2021

Saab RBS 70NG

Cabo e soldado do Exército morrem durante exercício militar no Pantanal

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

vinheta-clipping-forteCAMPO GRANDE – Dois militares do Exército morreram nesta quinta-feira durante um treinamento em uma fazenda no Pantanal usada como base do 6º Distrito Naval de Ladário, no Mato Grosso do Sul. Eles passaram mal quando retornavam de uma patrulha. O treinamento, de estágio básico de combatente, começou no domingo e terminaria nesta sexta-feira.

Segundo o 17º Batalhão de Fronteira ao final de uma patrulha a pé, que faz parte do exercício de treinamento, o cabo Diego Augusto de Lima Leite e o soldado Antônio José dos Santos Neto, ambos de 21 anos, apresentaram sinais de fadiga e desmaiaram. Eles foram atendidos pelos médicos no acampamento militar, mas o estado de saúde de ambos era grave.

O cabo foi levado ao Hospital Geral da Marinha de helicóptero acompanhado por um médico do Distrito Naval, e o soldado seguiu de barco pelo rio Paraguai na companhia de um médico do Exército. Os dois militares teriam morrido antes de dar entrada ao hospital. Foi aberto Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar os fatos. Cerca de 100 militares participavam dos exercícios.

De acordo com 17º Batalhão de Fronteira, o cabo Lima Leite estava no Exército há dois anos e o soldado Antônio José foi incorporado em março deste ano. Outros dois militares que participavam do treinamento também tiveram que ser atendidos e estão em observação médica.

FONTE: TV Morena / O Globo

- Advertisement -

4 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Felipe Cps
Felipe Cps
12 anos atrás

Pombas, como é que pode um negócio desses? Por acaso os caras ficaram 30 dias em acampamento? Morrer de canseira depois de uma patrulha? Essa história tá mal contada, arrêgo viu…

Ivan
Ivan
12 anos atrás

Realmente muito estranho.

Soldado com 21 anos não deve ser recruta, muito menos o Cabo, também com 21 anos. Um dos dois poderia ter problemas cardiológicos não diagnosticados anteriormente, mas os dois, pouco provável.

Além do mais, uma patrulha, por mais pesada, não é tão mortal assim, caso contrário no CIGS morria gente todo mês. Bem vamos aguardar mais notícias.

No momento o mais importante é amparar as famílias, que perderam dois jovens no começo da vida.
As famílias e aos companheiros de caserna dos dois jovens militares, meus sinceros sentimentos de pesar.

Ivan.

cabo pessoa
11 anos atrás

lamentavel o fato ocrorrido mas como vcs dizem essa historia realmente estar mal contada……só nos resta deseja aos familiares os mais sinceros sentimentos.

sd joel
sd joel
6 anos atrás

Eu sd joel participei da boina em 2008 p mim foi muito grato pq nos aprede o q e ser homemde verdade

Últimas Notícias

23° Esquadrão de Cavalaria de Selva recebe instrução sobre simulador da Viatura Blindada Guarani

Tucuruí (PA) – Entre os dias 23 e 24 de novembro, o 23° Esquadrão de Cavalaria de Selva (23...
- Advertisement -
- Advertisement -