segunda-feira, outubro 18, 2021

Saab RBS 70NG

Encontrado acampamento do EPP

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

vinheta-clipping-forteA polícia paraguaia encontrou um acampamento abandonado perto da Estância Santa Adélia, do empresário douradense Jorge Luiz Zanetti, onde quatro pessoas foram assassinadas na quarta-feira. No acampamento, que teria sido ocupado pelos guerrilheiros do EPP (Exército do Povo Paraguaio), havia até local para prática de tiro.

Pela distância dos alvos, a polícia acredita que os criminosos estavam treinando para efetuar disparos a 120 metros de distância.

De acordo com o site paraguaio ABC Digital, o acampamento abandonado fica a 4 quilômetros do local onde o policial e os três civis foram mortos e a 1.500 metros da casa mais próxima.

No acampamento foram encontrados comida e produtos de higiene pessoal diversos, inclusive absorvente, o que comprova que havia mulher entre os criminosos.

Para a família do empresário douradense Jorge Luiz Zanetti, os assassinatos podem ter sido motivados por questões fundiárias e preconceito contra brasileiros.

Foram mortos o policial paraguaio Joaquin Aguero, de 25 anos; o capataz da Estância Santa Adélia, Osmar da Silva Souza; e os funcionários da fazenda vizinha Guarani, Francisco Ramirez e o capataz brasileiro Jair Ravelo, de 35 anos.

Após os assassinatos, a polícia paraguaia reforçou a segurança na região.

FONTE: Pantanal News

- Advertisement -

9 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
André Oliveira
André Oliveira
11 anos atrás

Será uma ignorância sem tamanho se um grupo de esquerda tomar o caminho da rebelião armada. O presidente paraguaio é da esquerda e a única alternativa para a manutenção de um regime progressista será a mobilização do povo nas ruas…

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

Bem que o Brasil poderia ajudar o Paraguai agora.

Operando um R99 e alguns Super Tucano armados até o bico na área …..

Vitor
Vitor
11 anos atrás

Nao é esta a hora de testar os novos Sabres? >:)

Alexandre
Alexandre
11 anos atrás

Esse Paraguai só encomoda!!! Hahahah.

Curvo
Curvo
11 anos atrás

Problema ali deve se chamar “Chávez”, no site defesanet.com.br tem tido um acompanhamento interessante destes fatos, fazendo uma análise geopolitica, e como este EPP parce ter muito à haver com as FARC e esta tem muito a haver com “Hugo Chávez”, diria que o Sr. Chávez está querendo ampliar os horizontes bolivarianos para o Sul, não concordam ?
O Brasil acorda !!!
Cadê a renovação de nossos rifles ?
Cadê o dinheiro para fardas, alimentação e gasolina ?
Tá tá estamos em época de eleição, há muita despesa, mas é o momento certo para cobrarmos certas posições, não acham ?

Bernardo R.
Bernardo R.
11 anos atrás

Só uma coisa…. Comé que se daria essa influencia, contato pessoal, e troca de equipamentos da EPP com as FARC??

Vôos passando pelo Brasil? não creio….. se for assim, ST neles já….

Soldado_legionario
Soldado_legionario
11 anos atrás

Uma unidade de infantaria aéromovel e uns A-1 voando baixo por ali faria eles pensarem 2 vezes antes de atacarem nossos fazendeiros que são pacificos, senão me engano na nova END esta escrito que é permitido o uso de força pra defender interesses nacionais ou o povo Brasileiro fora do território nacional caso estes estejam sofrendo ameaças e agressões.

Danilo Brasil
11 anos atrás

Só corrigindo o nome certo do empresário é Jorge Luiz Zenatti,é daqui de Dourados-MS,ele é dono de fazendas do MS,SP e Paraguai e também da Taurus Distribuidora de Petróleo que tem unidades em Dourados e Campo Grande no MS e Paulínia em SP, e este grupo do paraguaio tem até metralhadora antiaérea .50 que inclusive algumas já foram apreendidas em posse do grupo.

Vader
11 anos atrás

Soldado_legionario disse:
27 de abril de 2010 às 16:39

Capaz, meu amigo… Dá na mão do 1o BAC uma missão dessas… A guerrilha iria “sumir” sem deixar vestígios… 🙂

Não iria ter nem com o que investigar (ainda que algum “direituzumanu” quisesse)…

Sds.

Últimas Notícias

Colin Powell, líder militar e primeiro secretário de Estado negro dos EUA, morre após complicações da Covid-19

(CNN) – Colin Powell, o primeiro secretário de estado negro dos EUA cuja liderança em várias administrações republicanas ajudou...
- Advertisement -
- Advertisement -