quarta-feira, dezembro 1, 2021

Saab RBS 70NG

Ação do exército tailandês contra manifestantes em Bangcoc

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

vinheta-clipping-forte Soldados e veículos de transporte de tropas foram mobilizados na manhã desta quarta-feira (horário local) em Bangcoc, para enfrentar manifestantes contrários ao governo, os chamados Camisas Vermelhas.

Ao menos doze veículos blindados de transporte de tropas equipados com metralhadoras foram vistos ao redor da entrada sul da zona vermelha, palco de diversos confrontos durante o fim de semana. Vários caminhões de transporte de tropas também foram enviados.

Dois blindados foram colocados em frente às barricadas. Centenas de soldados se espalharam em um dos principais eixos de circulação da cidade.

O porta-voz do Exército, Sunsern Kaewkumnerd, se recusou a confirmar se a operação para dispersar através da força os manifestantes já havia começado. “Não responderei a nenhuma pergunta”.

O governo tailandês rejeitou na terça-feira os repetidos pedidos de um cessar-fogo feitos pelos manifestantes e excluiu todas as formas de negociação até que os “camisas vermelhas” partam de Bangcoc.

“A situação poderá ser solucionada e podemos chegar às negociações quando os manifestantes se dispersarem”, avisou o ministro Satit Wonghnongtaey, excluindo qualquer possibilidade de diálogo.

Os “camisas vermelhas” aceitaram anteriormente uma proposta do presidente do Senado, Prasobsuk Boondej, de servir de mediador em caso de negociações.

“O primeiro-ministro (Abhisit Veijjajiva) apoia o início das negociações mas, por duas vezes, elas fracassaram devido à ingerência das pessoas no exterior”, disse Satit, acusando implicitamente o ex-primeiro-ministro no exílio Thaksin Shinawatra, ícone de númerosos manifestantes e acusado pelo poder de atiçar os protestos.

As negociações estão rompidas desde a última quinta-feira, quando Abhisit Vejjajiva anulou sua proposta de organizar eleições antecipadas no meio de novembro, exasperado pelas exigências cada vez maiores dos “vermelhos”.

Desde que começou a crise, em meados de março, 68 pessoas morreram e 1.700 ficaram feridas.

FONTE/GRÁFICO/FOTO: AFP/EPA

- Advertisement -

20 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
20 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pedro
Pedro
11 anos atrás

Interessante! Quando algo semelhante ocorreu no Irã, os defensores do “mundo livre” correram em apedreja-lo por atirar contra manifestantes, pois isso e aquilo e tal.

E agora, pq na Tailândia ocorre algo semelhante e todo mundo fica quieto? Pq os EUA pedem, que “se sentem a mesa”? Pq não fazem uma sanção contra a Tailandia? Será pq ela é “pro” EUA ela é livre para fazer o que bem entende.

Vetusto Douto
Vetusto Douto
11 anos atrás

Olá!
Alguem saberia me responder porque motivo as tropas têm uma espécie de cartolina retangular rosa colada na parte traseira do capacete?
Vi na TV que todos os combatentes possuiam uma, inclusive na foto é possível perceber no soldado que está com o megafone de costas para a foto.
Achei um tanto curioso…

Vader
Vader
11 anos atrás

Engraçado como o camuflado é parecido com o do EB.

Se são “vermelhos” pau neles! 🙂

Sds.

Leandro RQ
Leandro RQ
11 anos atrás

Gostei do Blindado deles…

MA
MA
11 anos atrás

Isso mesmo… Fosse em qualquer país não alinhado essa atitude do governo estaria aparecendo 24hras na TV, com direito a comentário (negativo) de algum Sociológo ou Diplomata….
Dois pesos e duas medidas. Aliás, é o mesmo peso e medida, mas o Tio Sam dá um desconto para clientes da casa…

Carlos
Carlos
11 anos atrás

Vetusto Douto: deve ser uma forma de organizar as equipe ou algo parecido.

Fernando D. Cabral
Fernando D. Cabral
11 anos atrás

Alguém sabe se o blindado que aparece na foto é o universal taxi de combate M113?

Aldo
Aldo
11 anos atrás

Os vermelhos não estavam defendendo justiça e povo nenhum (pra variar), estavam é defendendo um corrupto mor chamado Takhshin, milionário através de falcatruas e afilhado do grupo financeiro inglês Carlyle, que estava tentando implantar uma democratura ao estilo chavista na Tailândia.Para isso embromou (ao estilo MST) um bando de camponeses semi-analfabetos que foram levados para Bangkok em ônibus patrocinados pelo próprio plutocrata, depois foram mantidos como escudos humanos contra as forças da ordem e no fim foram feitos mesmo é de reféns pelos comunalhas. Só parvos que acreditam na CNN, ou petralhas convictos, para taxarem aquelha escumalha vermelha de democratas.

Aldo
Aldo
11 anos atrás

Ademais, a vasta maioria da população tailandesa apoiou a ação do exército, e a moral das forças armadas e do parlamento real saíram ainda mais fortalecidas pelo fato dos vermelhos, após presentitem a derrota iminente tocaram fogo em todo centro comercial de Bangkok, cusando prejuizos na casa dos milhões de dólares. Para melhores informações recomendo um ótimo blogue português- o “Combustões”, cujo dono reside em Bangkok e presenciou, com fotografias e tudo o mais , o desenrolar dos acontecimentos. É lógico que vai ter gente que vai preferir acreditar na “Hora do Povo”, mas quem gosta de se locomover sobre… Read more »

tairusiano
tairusiano
11 anos atrás

Alguém sabe se o blindado que aparece na foto é o universal taxi de combate M113?

Não fernando esse é um veículo Type 85 AFV de fabricação chinesa

abraço

José Maria Bravo
José Maria Bravo
11 anos atrás

Algumas questões sobre os nobres valores aqui veiculados: 1 – O fato de que o dirigente apoiado pelos camisas vermelhas, acusado de corrupção, foi afastado num golpe de estado em 2006 não significa nada? 2 – O fato de que o dito movimento seja na verdade uma frente multipartidária, que se intitula Frente Unida pela Democracia e contra a Ditadura não significa nada? 3 – Se os manifestantes são de determinada posição política, ou estão errados em suas reivindicações, passa a ser legítimo e justificável o uso da força? 4 – Se é permitido que o Estado trate a “eles”,… Read more »

Fonseca
Fonseca
11 anos atrás

José Maria Bravo, fica quietinho para agente gostar de você.

Vader
Vader
11 anos atrás

Aldo disse:
21 de maio de 2010 às 10:22

“É lógico que vai ter gente que vai preferir acreditar na “Hora do Povo”, mas quem gosta de se locomover sobre 4 patas também tem seus apetites particulares.”

AHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUA!!! 🙂

Sds.

Tito
Tito
11 anos atrás

Pau nos “vermelhuxos”, tão dando problema, pau neles. 🙂
“Frente Unida pela Democracia”, os “vemelhuchos”, tá de brincadeira né?

Abs

Aldo
Aldo
11 anos atrás

O dirigente apoiado pelos camisas vermelhas estava aprontando um golpe ao estilo chavista/zelaysta, com o apoio de grupos estrangeiros interessados em derrubar o regime parlamentar monarquico da Tailândia, entre eles o exemplos de democracia que são a China e o Vietnã. O movimento vermelho tinha sua inspiração ideológica em nada mais nada menos que o Khmer Rouge. Tal como em Honduras e no Brasil de 64 optou-se por uma saída de força que evitou o pior, com mínimo de mortes possíveis. Que um bando de bandidos de um nome pomposo e romântico ao seu movimento sanguinário, não o torna menos… Read more »

MA
MA
11 anos atrás

Certo Aldo… Mas se os neonazistas canibais não chegaram a agredir ninguém, então não há motivos para força..
Se eles tomaram de assalto prédios públicos, bateram em transeuntes e tacaram tiro na polícia, desconsidere o comentário meu, por favor…
É pura ignorância minha!

Aldo
Aldo
11 anos atrás

MA, os vermelhos ralmente começaram os conflitos, primeiramente tentando invadir o parlamento, onde três policiais foram mortos com disparos de armas automáticas. Durante a ocupação do centro da cidade, membros dos vermelhos atiraram granadas em uma manifestação do partido monárquico amarelo, matando mais cinco pessoas. e atiradores vermelhos se postaram em prédios e passaram a fazer disparos contra qualquer um que tentasse avançar por algumas das avenidas centrais da cidade. Um amigo meu, um sino-brasileiro cuja família tem um pequeno negócio de exportação/importação está lá na Tailandia e há dois dias atrás conversamos pelo telefone. Ele me contou que o… Read more »

Aldo
Aldo
11 anos atrás

Ah, sim! Só para constar, não nos esqueçamos da maneira pacífica e cordial que os generais chineses conduziram as manifestaçãoe na praça da paz celestial na década de 90.

Carlos Velasco
11 anos atrás

Só quero dizer que as mentiras da imprensa internacional sobre o que se passa na Tailândia parecem enganar grande parte dos comentadores por aqui.
Aconselho este blogue, que é escrito por um investigador acadêmico português que reside lá (ele já foi militar e esteve no meio dos tiroteios, ao contrário dos jornalistas internacionais, isolados nos hotéis com muito champanhe), para os que desejam saber mais sobre o país:

http://combustoes.blogspot.com/

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
11 anos atrás

Então esse blindado ai na foto é uma cópia chinesa do BMP-1 ???
Hmmm,interessante,parece até que tá armado com um Mg-3…
T+++

Últimas Notícias

EDEX 2021: GIDS do Paquistão revela o SHAHPAR-II, drone armado de média altitude e longa duração

O conglomerado de defesa do Paquistão, Global Defense and Industrial Solutions (GIDS), revelou uma versão armada de seu drone...
- Advertisement -
- Advertisement -