Home Noticiário Internacional Sanções contra Irã não impedirão venda de mísseis, diz senador russo

Sanções contra Irã não impedirão venda de mísseis, diz senador russo

247
48

S300PM_FIRE01

vinheta-clipping-forteO chefe de uma comissão parlamentar de relações exteriores disse nesta sexta-feira que sanções contra o Irã que estão sendo discutidas pelas potências mundiais não impediriam a Rússia de entregar mísseis S-300 a Teerã.

Israel e os Estados Unidos pediram à Rússia que não cumprisse com o contrato de entregar os mísseis, ato que poderia atrapalhar qualquer ataque aéreo contra instalações iranianas. Diplomatas dizem que Moscou está disposto a manter o pedido de entrega como forma de barganhar com Teerã.

Perguntado se as sanções iriam bloquear a entrega dos S-300s, Mikhail Margelov, chefe da Comissão de Relações Exteriores do Conselho Federal, disse: “O esboço não atingirá os atuais contratos entre Rússia e Irã”, segundo a agência de notícias Interfax.

“Deve ser lembrado que a Rússia é uma vendedora responsável de seus produtos nos mercados estrangeiros e não estamos interessados na militarização do Oriente Médio.”

A Rússia é um dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU que aprovaram o esboço da resolução por uma nova rodada de sanções contra o Irã. O rascunho da resolução foi apresentado por Washington nas Nações Unidas na terça-feira.

Diplomatas nas Nações Unidas disseram nesta semana que as sanções sendo discutidas poderiam impedir a venda dos mísseis S-300.

Washington investiu considerável esforço diplomático para persuadir a Rússia e a China, também membro permanente do Conselho de Segurança, para que apoiassem sanções mais rígidas contra Teerã. Os dois países querem manter as relações comerciais com o Irã, importante produtor de energia.

Autoridades do Ocidente também estão preocupados com um projeto russo-iraniano para construir a primeira usina nuclear no Irã em Bushehr.
Uma autoridade russa disse na terça-feira que o primeiro reator da usina poderia começar operações em agosto.

FONTE: Reuters

Subscribe
Notify of
guest
48 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader
Vader
10 anos atrás

Mas é lógico que a Rússia vai entregar! Ela é uma vendedora responsável de armas! Oras!

Só não disse quando… 🙂

Tito
Tito
10 anos atrás

Vão entregar logo, assim que Israel entregar seus mísseis, os Russos também entregam. hahahaha

Vader
Vader
10 anos atrás

É mesmo Tito, esqueci que israelenses e americanos estão na frente da Rússia na fila para “entregar seus mísseis” ao Irão, hehehehe… 🙂

Alexandre
Alexandre
10 anos atrás

Nada irá acontecer naquelas bandas, tudo vai ficar como antes. Mesma balela de sempre. Se fosse para acontecer algo, já tinha apertado o gatilho.

marcos adriano
marcos adriano
10 anos atrás

a russia vai vender s-300 para irã!!!!por que não vende para o brasil para nossa defesa aerea!!!tor para fab e s-300 para exercito teriamos defesa altura que o pais merece!!!que pena que não veio su35!!estão perdendo á aportunidade do pakt-50!!!comprariamos su35 e fabricariamos pak t-50!!!os americanos gostão de fazer inimigos!!eles procurão se meter em tudo no mundo!!!procurão encrenca!!!vão encontrar inimigos!!naõ tem moral para impor sancões ao irã pois tem armas e israel as tem tambem!!!temos que eliminar de uma vezes por todas essas armas, para que nenhum pais as tenha!!! nao as armas nucleares!!mandarão porta aviões para amedrontar o irã!!!politica… Read more »

Dell72
Dell72
10 anos atrás

Só não apertaram o gatilho porque tem a Coreia na fila, tem o Afeganistão, tem o Iraque, e a lista não pode aumentar mais do que a capacidade de ação. Haja dinheiro pra financiar tudo isto tenho medo é de um dia esta “bomba” estourar e levar todo mundo junto

Mauricio R.
Mauricio R.
10 anos atrás

Vão entregar os misseis??? Entregaram os misseis??? Tem algum russo mto perto deles??? Não??? Ô Israel, bombardeia esses misseis!!! Problema resolvído.

Floresteiro
Floresteiro
10 anos atrás

O Irã agradece.

RtadeuR
RtadeuR
10 anos atrás

Com o Irã é fácil gritar, os mísseis nem chegaram, agora com a coréia do Norte que tem ogiva nuclear, todo mundo fica esperto, e olha que já até afundaram navio do sul.

floresteiro
floresteiro
10 anos atrás

RtadeuR,

falou tudo

Invincible
Invincible
10 anos atrás

Como essa agora Obama!!!

Pedro
Pedro
10 anos atrás

Manda um desses contrabandeados do Irã para cá….

Abraços.

lucas
lucas
10 anos atrás

se fosse o irã que tivesse afundado o navio sul coreano ja tinha tomado uma chuva de misseis mas como foi a coreia do norte a historia fica mais feia. armas nucleares o tio sam tem medo

ditongo
ditongo
10 anos atrás

Eita que o míssil é grande pra Caracas!
Será que erra o alvo?

Galileu
Galileu
10 anos atrás

hahahahah se tá no contrato tem que cumprir, oras haha

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Vão entregar os S300 sem problemas, mas se precisar entregam as frequências para os gringos e israelenses.

Os nossos amados aliados franceses, fizeram a mesma coisa com Saddam Hussein na primeira Guerra do Golfo.

Dell72
Dell72
10 anos atrás

mas os Russo ja fizeram isso em favor de israel…

André Oliveira
André Oliveira
10 anos atrás

Aos Russos interessa muito mais que o petróleo iraniano fique nas mãos dos iranianos do que sob o controle das Grande Irmãs norte americanas…Já afirmei que vale muito mais para o Irã ter sistemas de defesa eficazes como este e, eventualmente mísseis Cruise capazes de atingir alvos estratégicos próximos ao estreito de Ormuz do que possuir uma bomba atômica, que é uma arma impossível de ser usada a não ser que se queira promover o apocalipse..Está bem claro que a Russia e China tem total interesse no fracasso americano no Oriente Médio.. A demora na votação de sanções adicionais aos… Read more »

RL
RL
10 anos atrás

SEmpre foi assim, os EUA batendo em bêbado.
SEmpre que cruzaram com material de origem SOviética levavam vantagem pq os paises compradores de produtos soviéticos não tinham fôlego financeiro de modernizar seus aparatos e acabavam caindo em defasagem tecnológica.
Ai vinham os EUA e pum, batiam como Hércules em Bêbados.

Alem dos S-300, queria ver se eles teriam toda essa pompa se enfrentassem SU-35 que o Irã estava interessado em comprar.

Enfim. Mais uma vez, vão bater em um Meio-bêbado, já que os S-300 vão fazer estragos, más não vao fazer a diferença a favor deles próprios.

marlos barcelos
marlos barcelos
10 anos atrás

Não tem nem perigo a russia dizer a frequencia de seu missil mais moderno. quero lembrar que os misseis são excelentes, mas necessitam de treinamento que leva cerca de 1 ano, esse é o tempo que os americanos tem. O maior problema de atacar o Irã é a logistica, os israelenses estão muito longe, precisariam passar pelo espaço aéreo de outros países, inclusive reabastecendo os mesmos. Os EUA tem déficit de mais de 1 trilhão de dolares, e uma guerra a mais (além do iraque e afegenistão) seria catastrofico para a economia americana. A força aérea do irã possui 24… Read more »

Mikhail Aleksandrovitch Bakunin
10 anos atrás

RtadeuR disse:
21 de maio de 2010 às 17:44

Com o Irã é fácil gritar, os mísseis nem chegaram, agora com a coréia do Norte que tem ogiva nuclear, todo mundo fica esperto, e olha que já até afundaram navio do sul.

Tadeu, eles tem um “artefato” nuclear, ainda não é uma “ogiva”. E não adianta nada ter a bomba para ficar sentado em cima, como vão lançar nos inimigos? O kamarada Kim Jong-il vai carregar no lombo até o sul?

Mikhail Aleksandrovitch Bakunin
10 anos atrás

marcos adriano disse:
21 de maio de 2010 às 17:17

a russia vai vender s-300 para irã!!!!por que não vende para o brasil para nossa defesa aerea!!!

Você está perguntando ou afirmando? Use corretamente a pontuação.

amplexos

Mikhail Aleksandrovitch Bakunin
10 anos atrás

marlos barcelos disse:
21 de maio de 2010 às 22:11

A força aérea do irã possui 24 J-10 chineses

Só no planeta Marlos Barcelos

Rodrigo Marques
Rodrigo Marques
10 anos atrás

A verdade é que com ou sem os S-300 o Irã será atacado se nao abdicar de seu programa nuclear secreto. Se assinaram o TNP que cumpram ou aguentem as consequências. Aí o nosso presidente vai a Teerã defendê-los, como uma criança mimada que faz birra para os mais velhos, sem saber da patetice que está representando, por mero interesse pessoal. Pior, coloca o nosso programa nuclear sob suspeita internacional,algo que nao ocorre com por exemplo, Canadá,Alemanha, Japão e outros. Eu sou favorável a que consigamos um modelo computacional que nos permita saber como fazer e testar este artefato, sem… Read more »

arcalado
arcalado
10 anos atrás

marcos adriano disse:

“a russia vai vender s-300 para Irã!!!! por que não vende para o brasil para nossa defesa aerea!!!”
Essa é fácil, porque nós não compramos!

Mas está passando da hora do Brasil montar uma defesa anti-aérea com mísseis terra-ar, é uma forma de negar o espaço aéreo de forma mais barata e de pronto emprego ainda mais para um País gigante como esse e com defesa aérea centrada em Anápolis

Quanto aos Russos, estes sim são espertos conversam com os EUA e vendem armas para o Irã.

marlos barcelos
marlos barcelos
10 anos atrás

mikhail

certeza os iranianos terem 24 j-10, os ultimos 12 foram incorporados ano passado, alémdisso querem os su-27, em grande quantidade, não sei se já adquirirram algum, mas somando-se aos j-10, em f-14, e f-5

marlos barcelos
marlos barcelos
10 anos atrás

correçao os ultimos deveriam ser este ano ai vai um dos links http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2007/10/24/326883345.asp.

Wolfpack
Wolfpack
10 anos atrás

Entregam sim e com um programa bem conhecido para Israelenses e Americanos Jammearem as crianças…
Esses Russos, são a favor de sanções no CS da ONU e por fora ainda tentam vender S300 ao Irã.
E o Brasil ainda acha que pode fazer negócio com estes mafiosos.
[]s

Sukhoi
10 anos atrás

Que bando de ianques chorões.
Não gosto de terrorist… Ops, sionistas.

Mauricio R.
Mauricio R.
10 anos atrás

“A força aérea do irã possui 24 J-10 chineses, que são modernos o suficiente para enfrenar os f-16 israelenses…”

Qndo demoliram o reator Ozirak no Iraque, os israelenses voaram através da Arábia Saudita e nem lgb seus F-16 escoltados por F-15, levavam.
Imagine hoje c/ Soufa e Ra’am, o estrago que não vai ser.
Ah claro, sem contar que os pilotos iranianos por algum misterioso evento, são do mesmo quilate que os israelenses…

Mauricio R.
Mauricio R.
10 anos atrás

Aos apaixonados amantes do S-300 em tdas as suas versões, qndo o “tar” do general russo disse que em matéria de defesa aérea, os russos estão 25-30 anos atrás dos americanos, ele incluiu vosso amado missíl na conta.

marlos barcelos
marlos barcelos
10 anos atrás

MAURICIO R os pilotos iranianos não precisam ser muito bons para se defederem dos israelenses. Se eles usarem o espaço aéreo da arábia saudita, ainda assim ficaria longe do irã, porque as supostas usinas estão na região central. Além disso, se eles fossem detectados, teriam que se livrar dos tanques de combustíveis alijáveis, e os f-16 são caças de curto alcance, em em combate ainda que curto exigiria muito combustível e voltar para abastecer na arábia saudita seria um risco gigantesco. Os israelenses tem no total cerca de 96 caças de combate, esses caças teriam que enfrentar as artilharias anti-aéreas,… Read more »

marlos barcelos
marlos barcelos
10 anos atrás

Se fosse tão fácil atacar o irã, os israelenses hjá teriam feito. Só conseguirão exito se os EUA deixarem usar o espaço aéreo do Iraque, e colocar aviões para reabastecerem os caças israaelenses, sem isso o ataque é improvável

Mauricio R.
Mauricio R.
10 anos atrás

“…e voltar para abastecer na arábia saudita seria um risco gigantesco.” O único “risco gigantesco”, seria os sauditas dizerem: -Pera aí, que nós vamos juntos!!! “…nações como a síria, destruíriam israel,…” Os sírios ficaram bem quietinhos qndo da guerra do Líbano de 2006, apesar de tdos os percalços israelenses naquele conflito. “…e além disso o irã possui misseis terra-terra, que podem alcançar o território israelense…” Queria ver o Irã usar, e ser enviado direto e reto de volta p/ o tempo dos 300, por obra de Jericho II; Jericho III e Shavit. E tem uns e outros que ainda acreditam… Read more »

MA
MA
10 anos atrás

S-300 tem capacidade igual, senão superior no mínimo às primeiras versões do Patriot.
O que deixa tudo complicado é que o Paquistão e Árabia Saudita necessitam enormemente dos EUA e apoiam eles sempre que podem, Iraque e Afeganistão estão ocupados pelos estadosunidenses… O que sobrou não é tão forte ou dissuasivo!

Na epóca que podiam, os islâmicos não se organizaram o bastante para combater Israel com máxima eficiência, nunca se organizaram diplomaticamente e militarmente o bastante… São muito tontos, aquela região toda lembra um pouco o mercosul: Interesses comuns mas pessoais!

marlos barcelos
marlos barcelos
10 anos atrás

MAURICIO R

é muito fácil mesmo vencer o irã. é só Israel invadir o espeço aéreo da Arábia saudita que tem f-15, depois usar aviões tanques sobre a arabia saudita para abastecer 96 caças, depois ultrapassar mísseis antiaéreos como os tor, destruir 24 j-10, passar pelos s-300, depois atravessar metade do irã de volta e abastecer novamente 96 caças e voltar pra Israel. Moleza

Mauricio R.
Mauricio R.
10 anos atrás

Mas é fácil mesmo e se bobear os sauditas ainda ajudam.

marcos adriano
marcos adriano
10 anos atrás

mikhail eu disse:que já demorou para o brasil adquirir tanto tor como s-300 pois nos estamos precisado enquanto antes!!! a nossa defesa aerea esta carente de meios esses seriam ideal para nossa superiodade aerea.por que o governo esteve na russia e não comprou de uma vez!!!para que tanta demora é brincadeira o que fazem com nossa forças armadas!!fx2 é novela que não chega ao fim nunca!!!caramba quando é que vão levar a serio nossa defesa que é caso segurança nacional!!não tem mais graça nenhuma!!!quando vão anunciar plano de investimentos da forças?quando vão criar uma lei proibindo o corte na defesa(deveria… Read more »

marlos barcelos
marlos barcelos
10 anos atrás

Mauricio R

quem disse que a arabia saudita irá ajudar Israel? logo israel, eu ficaria muito surpreso, os sauditas se aliarem com os judeus pra combater os mulçumanos. mesmo na guerra de 91 contra o iraque, nenhuma aeronave de israel pode atravessar o espaço aéreo saudita, e olha que eles eram aliados dos EUA que eram aliados de Israel, mas Israel jamais será aliado saudita, mesmo porque até já guerrearam, a terra em que surgiu a religião mulçumana vai apoiar os judeus contra os mulçumanos? de onde vc tirou esse absurdo?

Vader
Vader
10 anos atrás

Marlos: Desculpe me meter, mas se tem uma coisa que é maior que o ódio ENTRE religiões é o ódio DENTRO de uma mesma religião. Sunitas e xiitas se odeiam tanto quanto católicos e protestantes, por exemplo. Já entraram em guerra várias vezes ao longo da história, com ora um lado prevalecendo, ora outro. Foram cometidas inúmeras atrocidades, tanto por um lado quanto por outro. Alguns países são extremamente divididos por conta da guerra sectária, como Líbano e Irak. De maneira que não está tão errado acreditar que, entre Israel e o Irão, a monarquia saudita escolheria Israel ou, pelo… Read more »

MA
MA
10 anos atrás

É bem capaz que seja mesmo, Vader… Isso se eles deslocarem praticamente toda sua frota de ataque, porque o Irã possui F-14, F-5, MiG-29, vários caças até bons, fora algumas parcas baterias de S-200, várias de S-75 e S-125, inúmeras AAA e ainda os S-300.
Se a IAF vacilar, sozinha ela não consegue destruir todas as usinas e centros de enriquecimento do Irã, mas não é nada absurdo dizer que ela consegue fazer isso em algumas horas ou um em dois dias, no máximo.

marlos barcelos
marlos barcelos
10 anos atrás

Vader cada um acredita no que quiser. Acho que Israel só existe porque tem superioridade aérea sobre as outras nações, que tem também boas forças aéreas, como a síria que possui 12 su-27, migs-31, a jordania 12 f-16, o irã 24 J-10, 3 mig-29, alguns f-14 e f-5. Israel possui 96 caças, pouco, irã possui os tor m2, capacidade de atingir alvos a 12 km, possui 12 baterias, cada uma podendo disparar 4 ao mesmo tempo, além disso terá os s-300, e tem outros mísseis, além disso israel tem que atacar 3 alvos, o que limitaria o uso de seus… Read more »

Rogério
Rogério
10 anos atrás

Marlos,

34 caças pra cada alvo? Pra que?

Em um ataque desses, eles vão usar no máximo 6 F-15i, e olha lá.

Como foi no Iraque em 1.981:

http://tropaselite.t35.com/OPERACOES_OPERA.htm

[]s

Bosco
Bosco
10 anos atrás

Marlos, Acho impossível que o TOR consiga lançar 4 mísseis contra 4 alvos independentes. Isso só seria possível se ele tivesse um sistema de orientação por radar ativo ou um sistema de radar semi-ativo e um radar de varredura eletrônica. Outra opção seria se ele fosse telecomandado, mas também ele teria que ter um radar de varredura eletrônica. Não acho que seja o caso. O míssil que compõe o TOR não é dotado de um radar ativo. O míssil não é dotado de um radar semi-ativo. O radar do TOR não é do tipo “varredura eletrônica’. Ou seja, apesar de… Read more »

Bosco
Bosco
10 anos atrás

Marlos,

Me desculpe. Eu escrevi e olhei na Wiki depois.rsrsr
Pelo jeito o sistema TOR tem uma antena de varredura eletrônica. Não me lembrava. rsrsrsr
Sendo verdade, no setor varrido pela antena (+ ou – 130 graus) ele tem como, teoricamente, controlar 4 mísseis simultaneamente contra 4 alvos independentes.

Um abraço.

Bosco
Bosco
10 anos atrás

Se bem que se o TOR tem um radar de varredura eletrônica e um sistema que consegue orientar simultaneamente 4 mísseis contra 4 alvos, ele pode ser tudo, menos dotado de um sistema de orientação CLOS. Há muitos sistemas antiaéreos no mundo que usam um radar de varredura eletrônica para traquear e guiar vários mísseis contra vários alvos (Ex: Patriot, Aegis, etc) só que todos invariavelmente possuem uma cabeça de busca terminal (radar ativo, semi-ativo, IR, etc) para compensar a imprecisão intrínseca do sistema “comando por rádio”. O Nike Hércules dos anos 50/60 tinha um sistema de “comando por rádio”… Read more »

athalyba
10 anos atrás

EUA ficam com a brocha na mão !!! http://www.haaretz.com/news/international/u-s-to-review-iran-uranium-swap-proposal-1.292026 E mais: o site noticioso chinês english.cri.cn deu a notícia que, em uma declaração oficial sobre uma conversa telefônica entre o primeiro ministro turco Recep Erdogan e o presidente francês Nicolas Sarkozy, o Palais de l’Élysée anunciou que a França “vai dar um tempo ao diálogo” sobre a questão nuclear iraniana. Às cinco da manhã, mais um aliado de peso se somou ao Brasil: o México, que vai presidir o Conselho de Segurança em junho, mês que as sanções *seriam* votadas, se os EUA ainda tiverem a cara-de-pau de as submeter… Read more »

Bruno Rocha
Bruno Rocha
10 anos atrás

Acho que se Israel se arriscasse tanto, seria até interessante ver o tipo de apoio que seria dado pelos EUA, nem que tenham que mandar alguns F-22 para Israel, assim como fizeram no Japão depois do teste nuclear da Coréia do Note. De maneira alguma penso que Israel irá atacar se uma “ajudinha” dos EUA. Mas será que não seria mais fácil utilizar de foguetes de longo alcança ao arriscar dezenas de caças importantíssimoos para Israel? Mas continuo pensando. Ninguém ataca Israel, pois todos sabem que ela é mais um “vassalo” dos EUA e com certeza atacaria com a “permissão”… Read more »