Home Estratégia Lula reafirma em reunião do Mercosul diálogo com o Irã

Lula reafirma em reunião do Mercosul diálogo com o Irã

90
11

SAN JUAN, Argentina (Reuters) – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a defender nesta terça-feira, durante a reunião de cúpula do Mercosul, um diálogo com o Irã, e, mais uma vez, manifestou ser contrário à imposição de sanções à República Islâmica por seu programa nuclear.

As relações com o Irã são um tema sensível na Argentina, onde o governo exige a extradição de autoridades iranianas, entre elas o ministro de Defesa, por eventuais vínculos com o atentado, em 1994, que destruiu a sede de uma entidade judaica em Buenos Aires e no qual morreram 85 pessoas.

Nos últimos meses, Lula tem criticado insistentemente as potências do Conselho de Segurança da ONU por terem imposto novas sanções ao Irã, depois de o Ocidente ter rejeitado um acordo que permitia a troca de combustível nuclear com a República Islâmica conduzido pelo presidente brasileiro em conjunto com a Turquia.

“Eu, Cristina, não conhecia o presidente do Irã, até que, uma dia, o encontrei na ONU e decidi conversar com ele”, disse Lula, dirigindo-se à presidente da Argentina, Cristina Fernández Kirchner, que preside a reunião de cúpula do Mercosul na cidade andina de San Juan.

“O que me deixa profundamente chateado é que nenhum dos presidentes, dos poderosos do Conselho de Segurança, conversou com ele”, acrescentou Lula.

Do Mercosul fazem parte Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, além de contar com a Bolívia e Chile como sócios não plenos, além da Venezuela, que se encontra em processo de adesão ao bloco sul-americano.

O Ocidente acredita que o programa nuclear iraniano está voltado para desenvolver bombas nucleares, mas Teerã insiste que seu objetivo é gerar energia elétrica.

Lula disse ainda que as sanções são contraproducentes, já que podem afetar empresas de países como o Brasil e a Argentina, mas não as companhias de nações ricas.

Funcionários dos Estados Unidos tem afirmado que a tentativa de acordo ensaiada pelo Brasil e pela Turquia é uma tática do Irã para ganhar tempo.

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, tem advertido para que países latino-americanos não se aproximem do Irã, afirmando que essa atitude seria uma “má ideia”, com consequencias. (Por Karina Grazina, com reportagem adicional de Juliana Castilla)

FONTE: Reuters / Brasil Online

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Caipira
Caipira
10 anos atrás
ALDO GHISOLFI
ALDO GHISOLFI
10 anos atrás

A mínima coisa que espero é que o nosso líder ouça a ‘recomendação’ da Hillary Clinton, mesmo porque a turma do Irã já deu seu recado direto ao líder nosso de todo o dia, no caso da mulher que foi condenada a morrer apedrejada. Nosso líder está conseguindo o quase-impossível: antipatia de todos os lados. Graças à bizarra diplomacia ideológica amadora do toptop. Aguentamos?

Caipira
Caipira
10 anos atrás

Eu sinto vergonha…

Paulo
Paulo
10 anos atrás

Caipira

Eu já sabia desta notícia desde manhã. O que me intriga é como uma mulher viúva pode ter cometido adultério?

Abraços

Caipira
Caipira
10 anos atrás

Paulo disse:
3 de agosto de 2010 às 18:43

A questão central não é se essa mulher cometeu ou não adultério, a questão são as trapalhadas atrás de trabalhadas da nossa diplomacia, parece um bando de muleques despreparados querendo chamar atenção…só fazem merlim….
No mais esse episódio prova que esse povo só está nos aproximando da escória do mundo, hoje é Chavez, Ahmadinejad, Kadhafi, amanhã vai ser quem?
Kim Jong Il??
Eu me reservo ao meu direito de sentir vergonha dessas burradas…

Vader
Vader
10 anos atrás

Isso Lula, conversa com seu “amigo” Ahmadinejad, conversa. Conversa mais Lula, conversa, enquanto ele te faz de “idiota útil” da vez. O Sr. é um fiasco Sr. Lula. Motivo de piada até mesmo para a Guarda Revolucionária Iraniana. Até mesmo o governo de seu “amigo” diz com todas as letras que o Sr. é, no mínimo um “desinformado”. Até que ponto Vossa Excelência chegará Sr. Lula? até que ponto seu Itamaralívia de CAs e Top-Tops o levará Sr. Lula? A propósito, acabo de ouvir no JN a notícia de que “o presidente Lula volta a afirmar que o Brasil aceitaria… Read more »

Pinochet74
Pinochet74
10 anos atrás

O que a “Secretaria especial para os direitos da mulher” tem a dizer a respeito. estou esperando manifestação de nossas feministas em frente a embaixada do Irã- vou esperar sentado…….

Luiz Paulo
Luiz Paulo
10 anos atrás

Boa Pinochet…. uma boa pedida pra feministas, rs.
Na mosca!

eduardo
eduardo
10 anos atrás

Nosso presidente continua achando que o mundo é um lugar de relações pessoais.
Ele andava nos corredores da ONU viu o presidente do Irã e pensou, “vou lá conversar com esse cara, pode ser que ele seja legal.” Parece um estudante contando como ficou amigo de um colega de escola. Pena que no mundo dos Estados Nacionais a coisa não funcione assim.
Falta de instrução dá nisso, uma baixa capacidade de lidar com situações complexas que ocorrem fora do âmbito de suas experiências cotidianas.

Soldier
Soldier
10 anos atrás

O caso é o seguinte: => Os direitos humanos só valem para os “nossos” ex-terroristas e torturados pelo Regime Militar aqui no Brasil. Aí este governo faz o maior carnaval dando indenizações milhonárias para amigos, correligionários e simpatizantes. O Sr.Vanucci grita para o mundo ouvir que o Estado Brasileiro vem cumprindo fielmente a PDH3, um remendo ideológico idiota criado por este senhor e seus apadrinhados. Ridículo!!! Agora, quando se trata de direitos humanos em Cuba, Coréia do Norte, Venezuela e Irã nosso governo se cala ou quando fala faz declarações ESTAPAFÚRDIAS!!! O maior ASPONE da República o Sr.Marco Aurélio Garcia… Read more »