Home Sistema de Armas Mísseis S-300 que seriam vendidos para o Irã, podem ir parar na...

Mísseis S-300 que seriam vendidos para o Irã, podem ir parar na Venezuela

485
58

Os sistemas de defesa antiaérea S-300, que Moscou se recusou a fornecer ao Irã na sequência de uma nova rodada de sanções da ONU contra a República Islâmica, poderiam ser vendidos à Venezuela, segundo informou um especialista em comércio de armas russas.

A Rússia assinou um acordo para entregar cinco batalhões de sistemas de defesa antiaérea S-300PMU-1 para o Irã em 2007, mas proibiu a venda em setembrode 2010, dizendo que os sistemas, juntamente com uma série de outras armas, foram cobertos pela quarta rodada de sanções impostas pela Conselho de Segurança da ONU contra o Irã, por seu programa nuclear, em junho.

“A Rússia está procurando um comprador para cinco batalhões de sistemas de defesa antiaérea S-300PMU-1 encomendados pelo Irã, que valem US $ 800 milhões, e a Venezuela poderia tornar-se um comprador deste tipo”, disse Igor Korotchenko, chefe de um “think tank” baseado em Moscou, sobre o comércio internacional de armas.

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, que esteve visitando recentemente a Rússia, disse que seu país estava interessado em comprar diferentes tipos de sistemas de defesa de fabricação russa, para criar uma rede de defesa antiaérea de várias camadas.

A Venezuela já comprou 12 sistemas antiaéreos Tor-M1, uma série de canhões ZU-23-2 e mísseis portáteis Igla-S de curto alcance, da Rússia.

O S-300PMU-1 (SA-20 Gárgula) é uma versão alongada do S-300PMU, com uma capacidade limitada conta mísseis  balísticos.

Korotchenko disse que se o negócio do S-300 com a Venezuela for adiante, Caracas deve pagar em dinheiro pelos mísseis, ao invés de tomar outro empréstimo da Rússia.

“O S-300 é um produto muito bom e a Venezuela deve pagar o montante total em dinheiro, pois o orçamento do país tem fundos suficientes para cobrir o negócio”, disse Korotchenko.

Moscou concedeu a Caracas vários empréstimos para comprar armamentos russos, incluindo um empréstimo de US$ 2,2 bilhões para a compra de 92 carros de combate T-72M1M, sistemas de lançamento múltiplo de foguetes Smerch e outros equipamentos militares.

FONTE: RIA Novosti

58
Deixe um comentário

avatar
58 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
41 Comment authors
Chegaram os S300 venezuelanos | Forças Terrestres - ForTe - Estratégia, Tecnologia Militar e SegurançaLUFEmarcos silvaLeandro RQ@wagner Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
MN-QS
Visitante
MN-QS

Essa notícia preocupa…

Danilo
Visitante
Danilo

Venezuela com sistema S-300 e Tor-M1 e o brasil tem o que sistema Astros da avibras, o que passa na cabeça de nossos politicos que não exigem uma defesa de acordo com a importancia do brasil esse tipo de noticia me deixa muito preocupado com o vizinho metido a revolucionario com mania de grandeza.

Onde vamos parar !

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

MN-QS disse:
19 de outubro de 2010 às 19:59

Por que ?

Cláudio
Visitante
Cláudio

Rodrigo disse:
19 de outubro de 2010 às 20:24

Pois bem, um País tem que ter as Forças Armadas de acordo com sua importância econômica para o Continente e para os outros Continentes.

A Venezuela, caso continue nessa política beligerante, irá representar para o Continente mais belicamente do que economicamente, esse excesso de força faz com que “malucos” cometam erros graves. Todavia, o que a Venezuela está fazendo é uma monstruosa troca de equipamento militar sucateado por novos e de boa qualidade, de origem Russa. Preocupa, mas nem tanto.

Vitor
Visitante
Vitor

Um escudo bolivariano bem protegido. Nada bom.

Cláudio
Visitante
Cláudio

Rodrigo disse: 19 de outubro de 2010 às 20:24 Vou um pouco mais longe, aqui na América do Sul coloco boto mais fé no Astros II do que no sistemas de lançamento múltiplo de foguetes Smerch que a Venezuela adquiriu da Russia. Vou explicar: o Astros II é um Sistema 100% Nacional, bem como os Foguetes que ele dispara, a reposição é rápida e em poucos meses o Território Brasileiro fica tomado por Sistemas Astros II, ninguém entra no Brasil sem antes encará-lo. Pergunto, quantos foguetes do Smerch são necessários para causar danos consideráveis ao Território Brasileiro e as Principais… Read more »

Zirium
Visitante
Zirium

Porque preocupa?
Pode ser um incentivo para as FFAA brasileiras a começarem a se coçar com as unhas ao invés de ficar se esfregando na parede….

Mauricio
Visitante
Mauricio

Alguém por favor, poderia me explicar se este sistema S300 e parecido com o tor2 que notíciaram que o Brasil iria comprar? Abraços.

Colt
Visitante

A Venezuela está certíssima em comprar mísseis de defesa aérea, afinal de contas…

1) Em 2008 a Venezuela foi para a lista da OEA, de países que restrigem as liberdades civis de seus cidadãos.

2) Em fevereiro de 2010 Chavez anunciou a saída de seu país da Comissão Interamericana de Direitos Humanos.

Então, eles realmente precisam desses sistemas S-300.

Afinal…
O sentimento de culpa deve ser grande.

Eugênio
Visitante
Eugênio

Eu fico pensando…

O tirano é o Chávez?? Ou é o IANQUE PIRATA ???

O inimigo é o Chávez?? Ou é o IANQUE CRIMINOSO DE GUERRA??

É como diz o Líder Persa: Os IANQUES se preocupam com um país que pode ter o poder de “um dia” produzir armas nucleares, mas os IANQUES defendem e protegem o Regime SIONISTA de ISRAEL.

Dois pesos… DEZ medidas…

claudio alfonso
Visitante
claudio alfonso

Parabéns ao camarada Chavez pela compra. Quem deseja criar um país socialista tem que se preparar para a defesa contra os imperialista e seus capachos (Brasil incluso)

Fabio ASC
Visitante
Fabio ASC

Meu Deus, quanta retórica…

O Chapolin é tão confiável que até o Kremlin exigiu pgto em dinheiro vivo.

5 batalhões seriam 5 sistemas apenas, ou cada batalhão tera mais de 1 sistema?

Marcos Andrey
Visitante
Marcos Andrey

Eeeeee Xavão véio de guerra…. Aproveitando muito bem o tempo das vacas gordas!!!! Mas cuidado o das magras ja esta batendo na porta….

Flavio
Visitante
Flavio

como diz o Vader, nada que osamericanubobucumedordecriancinha não consigam aniquilar em 30 minutos se assim quisessem.

Mas, segue o enterro.

Ah propósito, preocupa tanto porque? alguém em realmente acha que o chapolin pode fazer algo contra o Brasil? e se fizer, acham mesmo que ganhariam?

eles não tem grana para segurar a porrada não. lembrem-se, só existe guerra, se existir grana.

Bruno
Visitante
Bruno

O Brasil está para receber uma delegação da Rússia para a compra de baterias Tor M2E também de fabricação russa, e helicopteros Mil Mi 35 semelhantes aos da FAB, mas para o EB.Além disso, segundo a estratégia de reposicionamento das FA, as fronteiras com paises do Norte receberão significativo aumento.Não acho que o Chavés seja uma ameaça.

MN-QS
Visitante
MN-QS

Rodrigo disse:
19 de outubro de 2010 às 20:24

O Danilo já respondeu. Além do que é “possível” que o Chavito, depois que receber dos Russos repasse aos iranianos.

Yasser
Visitante
Yasser

Não duvido que vá acontecer um repasse desses armamentos por US$ 1 Bilhão de dolares ao Irã.

Pronto… Chavito agora é o mais novo negociante de armas! rsrsrsrs

Se esses armamentos forem parar na Venezuela, nenhum avião das Forças Aéreas Sul Americanas consegue penetrar no espaço aéreo Venezuelano… Su-30MK + S-300 + Tor + Iglas = Fail

Agora só resta eles fortalecerem o poder de ataque e assim mostrarem que podem invadir qualquer pais Sul Americano.

Bruno
Visitante
Bruno

Não acho que seja bem assim, Yasser: A Força Aérea Venezuelana dispõe de poucos Su-30MK, e não se sabe se estão todos operacionais.O Iglas é um míssel portátil para defesa de ponto, ou seja, tem curto alcance, e desde que o atacante voe alto, eles não são um problema.O Tor e S-300 são problemas, mas o Brasil, por exemplo, possui aeronaves R-35M lotadas no Esquadrão Carcará, e são aeronaves voltadas para a guerra eletrônica. Num eventual teatro de operações, os R-35M poderiam dar cobertura, interferindo no sinal do radar ou atraindo o fogo para si, livrando a caça para fazer… Read more »

Bruno
Visitante
Bruno

Além disso, nós já estamos preparando nossa defesa anti-aérea: Há uma possível compra de um lote de Tor M2 para o Exercito;uma brigada de artilharia antiaerea está sendo instalada na região norte;o Brasil também dispõe de mísseis antiaéreos de curto alcance, como o próprio Igla e o RBS 70 sueco;um esquadrão de caças F-5EM/FM foi transferido para a região e o número de tropas de fronteira vem crescendo.Se é difícil entrar no espaço aéreo deles, também é difícil entrar no nosso.

Paulo Henrique
Visitante
Paulo Henrique

Caros colegas, O fato é que o equilíbrio militar na América do Sul está alterado. Que os americanos aniquilam os principais meios de defesa da Venezuela em menos de um dia eu não tenho dúvida. Que nós venceríamos um conflito contra a Venezuela, também não me restam dúvidas, mas claro que demoraria um longo período, e muitos brasileiros perderiam a vida. Sem analisarmos a economia brasileira e a venezuelana e nem a capacidade das nossas indústrias, o que aconteceria numa escalada militar entre os dois países de imediato? Atualmente o fator tecnológico está do lado de lá da fronteira. Quem… Read more »

Marcos.T
Visitante
Marcos.T

Acho o S-300 mais uma “exelente” arma Russa,nunca provada em combate, que sem a integração com outros sistemas de vigilância aérea e contra medidas eletronicas eficientes, para mim não passa de mais um alvo preferencial.
Para mim essas compras do Chavito só tem um propósito: “Engordar alguma conta na Suiça ou Ilhas Caimas” e garantir a aposentadoria dele.

JOSE T.
Visitante
JOSE T.

gostaria do Brasil adquirir S-300 para o exercito

Bruno
Visitante
Bruno

Com certeza Paulo Henrique.É bom dizer também que a economia da Venezuela é a única do continente que está encolhendo.Chaves e sua revolução arruinaram o pais e transformaram uma economia emergente em dependente da exportação de petróleo.

TooD
Visitante
TooD

Bom…

esse tipo de noticia não me preocupa, venezuela é so um testa de ferro, esse sistema não irá ficar aqui do lado, isso só uma disculpa para o IRÃ não receber diretamente esse sistema da Russia, vamso dizer um intermediario para o mesmo fim do produto!!

Vader
Visitante
Member

Nossa, tomara que seja verdade. Assim quem sabe nossos políticos resolvam levantar a traseira das acolchoadas cadeiras do Planalto Central…

Vader
Visitante
Member

Ops, “resolvem”…

Pedro
Visitante
Pedro

Temos que avaliar que em caso de guerra um sistema de Defesa anti – aerea nao e o fator decisivo ,sera que eles tem submarinos , navios, blindados, elicopteros ,contigente e pessoal especializado ? Nao basta alguns caças e um sistema de defesa .apenas as sucatas que temos seria suficiente para a Venezuela.

RL
Visitante
RL

Rússia não pode fornecer os S-300 diretamente ao Irã.

Ué. Simples assim. A Venezuela “compra”, depois repassa ao Irã nas “escondidas”.

Pronto.

José Bonifácio
Visitante
José Bonifácio

Os S-300 venezuelandos só preocupam no caso de termos alguma pretensão de atacá-los o que não é o caso, pois trata-se de um sistema de defesa. Contudo seria bom nos mirarmos no exemplo venezuelano e reforçar a nossa defesa anti-aérea, que é sem dúvida alguma incompatível com as dimensões do nosso país (tanto física como econômica e estratégica), afinal de contas em bail de cobra calça de perneira é traje obrigatório. Penso que poderíamos aproveitar a oferta dos 5 batalhões (que na nossa terminologia deve corresponder a 5 baterias), e que caso tivermos sorte, não serão todos adquiridos pelos venezuelanos… Read more »

Vinicius
Visitante
Vinicius

Tanta discução e vocês esqueceram o principal o chavito NÃO tem dinheiro em caixa para uma compra dessa.

Galileu
Visitante
Galileu

Até onde eu sei, os S-300 irão mesmo para a Venezuela. Vi alguns comentários aqui e gostaria de comentar: Estava lendo um artigo, de um especialista militar do Pentágono, e nesse artigo ele dizia que está preocupado com o sucateamento das forças brasileiras. Veja bem o pentágono ou seu funcionário, estão preocupados com o nosso sucateamento!! Como o Paulo Henrique disse, eu concordo, deveríamos ter a maior força da América Latina, pois o Brasil sempre foi o Lider latino americano, hoje nem tanto ahah. O Brasil tem força pra vencer um combate contra qualquer país da A. Latina, isso também… Read more »

Athos
Visitante
Athos

Bom pro Chaves. Excelente compra. Parabéns!

Cristiano GR
Visitante
Cristiano GR

No Poder Naval o poessoal esta empolgadíssimo querendo que a MB compre os meios que a Royal Navy está se disfazendo.

Sempre defendi que o Brasil tenha um amplo arsenal de misseis e agora digo que esses aí são ideais.

Cristiano GR
Visitante
Cristiano GR

Considero um erro a MB comprar tais meios da Inglaterra, lógico que tratam-se de equipamentos por uma força da Otan, acontece que eles estão se desfazendo de meios que já notaram serem custosos de manutenção, dispendiosos de aquisição e custosos em pessoal. Os mísseis embora tenham um valor alto para desenvolver e adquirir, requerem pouquíssima manutenção e pouco pessoal. Com esses mísseis, não haveria tanta necessidade do FX e embora em armas distintas, os céus estariam bem protegidos. Sou a favor de uns 30 lançadores desses no exército com ótimo estoque de mísseis e um número pequeno de caças de… Read more »

Darkman
Visitante
Darkman

Chaves fazendo mas um excelente negócio.
Ele pode ser maluco, Ditador o que for mas não é idiota, sabe muito bem escolher e fazer suas compras.
Vai na boa e nos melhores equipamentos.
Aqui eles tem problemas com so Russos.
Fala sério, uma tremenda falta de vontade e respeito.

Abs.

Alberto
Visitante
Alberto

Ter sistemas de foguetes anti-aereos modernos e em grande quantidade nao implica que devemos cancelar o FX-2, como li em um post anterior. Isso é uma ideia pos segunda guerra mundial e fez com que o ritmo de desenvolvimento de cacas, no Reino Unido, fosse diminuido em comparacao com o de outras nacoes.

Esse papo de IANQUE “malzinho”, que li antes, é coisa de algum bolivariano deslumbrado com o chapolim- colorado-eleito-democraticamente-pelo-povo-da-venezuela, que ainda esta atrelado com essa polarizacao arcaica, ridicula e hipocrita do mundo entre “socialismo” e “capitalismo”?

Fabio ASC
Visitante
Fabio ASC

Deem uma lida aqui:

http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI4745158-EI306,00-Programa+nuclear+da+Venezuela+nao+preocupa+Brasil+diz+Jobim.html

Aff, o Gf através de seu porta-voz, boneco de olinda só fala merla.

Fabio ASC
Visitante
Fabio ASC

Com certeza irão para o Irã, é por isso que Israel treina a vários anos com a Grécia, quetem vários S 300 em seu território.

PS: em 2008 pude observar estes treinamentos em loco.. + ou –

DaGuerra
Visitante
DaGuerra

De onde tiramos que venceríamos fácilmente Chavez em um conflito? Para começar, que tipo de conflito? Qual seria a motivação política, repressão às FARC em auxílio à Colombia? Proliferação nuclear ? Poderíam os Pel Fronteira rechaçar assaltos aeromóvel? Evitaríamos danos “colaterais” às reservas indígenas? Conseguiríamos superioridade aérea sobre RR e na “cabeça do cachorro”? E os restos das FARC, possuem força ainda para incursões em território nacional? A FAB, hoje ou n’um futuro próximo, teria condições de penetrar no espaço aéreo e atacar alvos estratégicos? Chavez está embriagado com o poder ditatorial, um futuro governante Brasileiro, não sendo Petista, claro,… Read more »

Infa
Visitante
Infa

DaGuerra, ótimas indagações vc fez..
Realmente, quem garante que o combate seria fácil? acredito q isso nem os altos coturnos sabem dizer…
Os PEF’s da região, hj mal conseguem fazer seus ReFrons e suas ACISOS, estão sucateados a muito tempo, quem poderia rechaçar alguma coisa seriam os Btl, Bgda q estão a retaguarda dos PEF’s, pq esses mesmo ó…uma penuria só.
O Brasil se gaba de ter a melhor tropa de selva..so se for em pessoal, pq o nosso combatente é bom, mas em questão de material…

João Paulo Caruso
Visitante
João Paulo Caruso

Não necessariamente o Brasil venceria um conflito com a Venezuela. Olhem os americanos, guerra é questão de objetivo e não exatamente de capacidade.

Muitas vezes a nação mais poderosa é obrigada a desistir porque o custo da guerra simplesmente não vale o objetivo.
foi o que aconteceu com os russos no afeganistão na década de 80!

Cor Tau
Visitante
Cor Tau

O destino não manda sinais….Ele é muito sábio ou muito cruel para fazer uma coisa dessas….

Cor Tau
Visitante
Cor Tau

“DaGuerra disse:
20 de outubro de 2010 às 18:48

De onde tiramos que venceríamos fácilmente Chavez em um conflito?”

Quem acredita é feliz…Quem dúvida é sábio……

fn
Visitante
fn

Bom para as Forças Venezuelanas,como já falaram aqui o Chaves esta fazendo o que aqui já tinha que ter sido feito (reaparelhamento das FAs),pra min não interesa se é Russo,canadense,Frances etc… desde que o material supra a necessidade com qualidade. Aqui não se consegue trocar o fuzil do EB(não que o fal seja ruim mas ta velinho).No CFN faz uns 10 anos que tão tentando trocar rsrsrsrs. Não sou fâ de Chaves mas tenho que aceitar que ele esta fazendo o certo pelas FaV. Outra coisa que eu acho é que quem tem que se preocupar com o chaves é… Read more »

defourt
Visitante
defourt

Cor Tau disse:
21 de outubro de 2010 às 0:05

“DaGuerra disse:
20 de outubro de 2010 às 18:48

De onde tiramos que venceríamos fácilmente Chavez em um conflito?”

Quem acredita é feliz…Quem dúvida é sábio……

E eu acrescento: quem sabe fazer as escolhas certas é Príncipe dos príncipes-sábios.

Sabre
Visitante
Sabre

Não sei por que tanta preocupação com a compra dos S300, são só para defesa, do mais o mais preocupante são a compra de caças, aviões de tranportes, esses sim chegariam em qualquer lugar de nosso território!Agora a venezuela invadir por terra o Brasil, tá F…a, eles podem comprar 500 tanques, 200 Smerch que fico rindo,só olhar no mapa ! Agora se comprar meios de aerotransporta-los ai já fico com medinho!

Sabre
Visitante
Sabre

Creio que o sistemas de lançamento múltiplo de foguetes Smerch não alcança nem Boa Vista, a verdade é que Hugo Chavez está comprando armas para substituir os sistemas antigos,podendo com isso proteger-se de uma possível invasão por parte do “grande Satã”(EUA), fora isso não tem porque a Venezuela querer invadir o Brasil, primeiro eles tem região amazônica com toda a biodiversidade e com reservas hidricas, são o maior produtor de petroleo das américas, qual motivos teriam para invadir o Brasil, quero um motivo só!

Sabre
Visitante
Sabre

A galera viaja muito na maionese!

Paulo
Visitante
Paulo

Só para lembrar. No governo FHC o Chávez se dizia grande admirador do nosso presidente e se aconselhava com ele. E isso o manteve calminho. Agora que deram trela pra ele, já está se achando.
Mas vamos analisar por outro aspecto. Uma Venezuela forte é um sossego para nós quanto à fronteira norte. Por ali ninguém irá entrar na nossa Amazônia. Além disso, temos nele um aliado para impedir que alienígenas insuflem os índios a pedirem separação do Brasil (e mesmo da Venezuela) e constituam um outro país.
Devemos procurar oportunidades onde outros só enxergam problemas.

@wagner
Visitante
@wagner

Ta certo o Chaves ! O Brasil que esta atrasado…