Home Asas Rotativas O novo ‘Caveirão do Ar’ da Polícia Militar do Rio de Janeiro...

O novo ‘Caveirão do Ar’ da Polícia Militar do Rio de Janeiro está chegando

694
6

O novo helicóptero do GAM (Grupamento Aeromarítimo) da Polícia Militar do Rio de Janeiro deverá chegar ao Aeroporto do Galeão/RJ na próxima quarta feira (02/02/2011). O helicóptero, modelo Huey II, PR-COE, decolou ontem (25/01) de Fort Woth Alliance Airport no Texas/EUA e fez escala na cidade de Gulfport, Mississippi/EUA.

A programação de traslado da aeronave é chegar hoje (26/01) em Okala na Florida e está sendo realizado por um piloto do fabricante, Bell Helicopter, acompanhado do Cel PM Eduardo Luiz, Comandante do GAM/PMERJ e do Cap PM Leitão. No início de Janeiro pilotos e mecânicos foram ao Texas/EUA realizar os treinamentos na aeronave, a fim de qualificá-los no equipamento.

O PR-COE será o Fênix 05. A nova aeronave tem capacidade para transportar, além do dois pilotos, 11 passageiros e possui diversos equipamentos e já se apresenta como uma das aeronaves de segurança pública do Brasil mais equipada. Segundo informações, por decisão da ANAC, a aeronave não será certificada IFR, muito embora ela tenha essa certificação junto a FAA (Federal Aviation Administration). Dentre outros equipamentos, o helicóptero tem:

  • NVG (Night Vision Goggles);
  • Painel EFIS (Electronic Flight Instrument System);
  • Blindagem;
  • Guincho de 600 lbs (sem limite de ciclos – on condition);
  • Carga externa de 5000 lbs (2.268kg);
  • kit de resgate com 3 macas;
  • Visão sintética do terreno (SVT);
  • Farol de busca,
  • Fast Rope, etc.

A matrícula do helicóptero é uma referência a “Comando de Operações Especiais”, pois, segundo intenção do Governo do Rio de Janeiro será criado o COE, unificando o BOPE, GAM, CANIL e GESAR (Grupamento Especial de Salvamento e Ações de Resgate). Com a chegada dessa aeronave a Segurança Pública do Rio de Janeiro terá mais um reforço.

Bons voos ao Fênix 05 e seja bem-vindo!

FONTE: http://www.pilotopolicial.com.br

COMENTÁRIO DO FORTE: Fantástica máquina para a PM do Rio de Janeiro. Será muito bom ver e ouvir o “Sapão” da PM por aqui.

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ivan
Ivan
9 anos atrás

Sempre gostei do Sapão. Dos filmes de guerra à ‘carona’ que pegamos nos Bell UH-1H do 2º do 8º Grupo de Aviação (Poti), ainda na década de 80. Evidentemente o UH-60 são muito mais capazes hoje em dia, mas os velhos guerreiros, quando modernizados, podem ainda ser muito uteis. Para operações policiais em áreas conflagradas eu não consigo pensar em uma aeronave que tenha melhor custo/benefício. O Lynx do Royal Army, devidamente reformado seria uma aeronave mais ágil, mas o custo seria proibitivo. Acredito apenas que o Rio de Janeiro demorou em adquirir estes aparelhos, bem como o número é… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
9 anos atrás

Aqui a situação é outra e não há a necessidade disto. Tem-se a necessidade aqui de naves maiores que o Esquilo e se fossem partir para algo da Bell, a solução mais lógica seria o 412.

Infelizmente a Helibrás é muito forte com o Gov. estadual, mas com a “fábrica” da AW aqui na Grande SP, as chances do AW139 que já foi demonstrado as forças de segurança do estado sobem mais e o AW119 começa a ser uma boa opção para ir substituindo os Esquilos mais antigos.

asbueno
asbueno
9 anos atrás

Pego carona na sugestão do Ivan: a cessão de alguns “Sapão” para uso das forças policiais.

Abraços,

André Bueno

Groo
Groo
9 anos atrás

Eu sei que é bobagem, mas eu não entendi essa pintura marrom. Um cinza de baixa visibilidade ou uma pintura de alta visibilidade não seria melhor?

Mauricio R.
Mauricio R.
9 anos atrás

Deêm os Sapões da FAB p/ a Força Nacional de Segurança, é importante que se criem alternativas aos trambolhos da Eurocopter.
E nesse sentido AW-139; AW-119 e AW-109 são máquinas extremamente capazes.

Darkman
Darkman
9 anos atrás

Uma boa opção mas ainda precisamos de blindados para subir no morros e ainda mesma para fazer as patrulhas.
ainda precisamos evoluir mas um pouco mas já estamos dando passos largos para uma definição.

Abs.