Home Forças Especiais El Salvador sedia a Força Comandos 2011

El Salvador sedia a Força Comandos 2011

569
6

Este ano, dezenove países do continente americano participam das competições militares “Fuerzas Comando 2011”, que tiveram início no dia 15 de junho. Uma equipe de militares da Brigada de Operações Especiais, representa o Exército Brasileiro no evento.

Cerca de 138 militares chegaram ao solo salvadorenho com o objetivo de vencer essa competição de tropas de operações especiais, que inclui provas físicas, tiro de fuzil e pistola, pista de obstáculos, marcha forçada de 17 quilômetros com 14 quilos de peso, salto de paraquedas, entre outras atividades.

Participam da disputa os seguintes países: Bahamas, Belize, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Estados Unidos, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai, Jamaica, República Dominicana e Trinidad e Tobago, além de observadores de Antígua, Haiti, Guiana, Canadá e México.

O primeiro evento foi realizado em 2004 e no ano de 2009 a equipe do Exército Brasileiro sagrou-se campeã.

FONTE: EB

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marine
9 anos atrás

Apesar de serem otimas oportunidades para treinar sobre stress e aprender com outros participantes eu nunca fui muito fa de competicoes militares, quer seja “Fuerza Comandos” ou as americanas “Best Ranger” e “Best Sniper”. Boas unidades e militares nao sao definidos apenas por pontos ou estatisticas, sem contar o fator sorte que qualquer competicao possui. Acho que o pior de tudo isso e a nao intencionada tendencia de que o ser humano tem de se esquecer da real razao da competicao e deixar se levar por vaidade ou por desejos de “ganhar medalinhas”. Alias e uma das minhas birras com… Read more »

martins
martins
9 anos atrás

Marine,
Esse ser que vc descreveu eu conheço como árvore de natal, cheio de enfeite brilhando que não serve para nada

ehheheh

cfsharm
cfsharm
9 anos atrás

RSRSRSRS. Lembrei-me do Jô Soares e o “General de Carreira!” – qualquer questionamento e ele apontava a coleção de medalinhas!!!
Mas um amigo paraquedista me contou uma que se adequa bem ao que o Marine falou. Num desses encontros entre profissionais nosso “herói” pergunta ao PQD norte-americano quantos saltos ele havia realizado – resposta: UM. Nosso “herói” não desiste: Só UM?????? Eu imaginava que seriam “centenas”, por aqui saltamos com uma regularidade razoável. A resposta foi certeira: ” Só saltei uma vez… EM COMBATE.”

Carry on!

Marine
9 anos atrás

cfsharm, Pois e, a unica vez em combate e a unica que conta! Bem lembrado! Muito mais importante do que cursos, estagios, medalinhas e pontinhos na competicao e a experiencia real – a pratica ao inves da teoria. Os grandes generais na historia sempre sabiam que so existentes dois tipos de soldados – os veteranos de combate e o resto. Veja bem, nao digo que exercicios conjuntos como esse nao servem pra nada, muito pelo contrario, em muitos paises e para muitas unidades e o melhor contato com novas TTPs que eles podem ter, mas cabe sempre mantermos os pes… Read more »

andre.dadys
andre.dadys
9 anos atrás

Amigos,

Ao contrário do pensamento de alguns, acredito que a competição em questão sirva para aumentar o entrosamento entre os participantes, tomar ciência do emprego de técnicas diferentes, estabelecer novos contatos (lembrem-se de nossa networking).
Como se sabe, a Força tem atingido uma repercussão muito grande no ambiente de FE no nosso continente.
Acredito que seja uma oportunidade de conhecimento (próprio e de terceiros) e não apenas para ganhar medalhas.