segunda-feira, dezembro 6, 2021

Saab RBS 70NG

Islamismo – Informações precisas

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Sou muçulmano, natural do Brasil, um cidadão que ama minha nação brasileira e frequentador do site. Estou observando que estão com informações imprecisas sobre a religião islâmica. Primeiro o termo “islâmicos” esta errado, nenhum ser humano pode ser considerado islâmico pois esse termo só pode ser utilizado para coisas.

Associar islamismo de alguma maneira com fundamentalismo religioso ou terrorismo, é a mesma coisa que associar a religião islamica aos árabes. Ou seja, uma coisa não tem nada haver com a outra. A maioria dos muçulmanos não são árabes, existam mais muçulmanos na Ásia e África do que entre os Árabes.

Gostaria de lembrar que o Brasil é um pais laico de acordo com nossa constituição, espero que mais muçulmanos entrem nas forças armadas brasileiras e isso não representa uma ameaça, muito pelo contrario.

A palavra Islam significa Paz, de uma maneira resumida, o muçulmano é aquele que acredita unicamente em Allah (Deus) e que o Profeta Muhammand é e foi o ultimo profeta e mensageiro de Deus. A religião islâmica tem cinco pilares.

Para nós, muçulmanos brasileiros, sempre é um prazer compartilhar informações precisas sobre nossa religiao, obrigado pela atenção! Aconselho a entrarem no Site do Centro de Divulgação do Islam na America Latina – CDIAL (http://www.islambr.com.br/), la existe informações precisas sobre nossa religião. Poderia divulgar essa mensagem no site como uma matéria para fornecer informações mais precisas aos leitores do site?

Bruno Mubarak

- Advertisement -

10 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Wagner
Wagner
10 anos atrás

Bom, eu espero ter sido compreendido quando ressaltei no outro comentario que tenho o maior respeito por arabes, tucos e muçulmanos não radicais. A situação com relação aos muçulmanos é um problema que na verdade atinge a divesos povos do mundo: diferenças culturais, tal como ressaltei no outro post. Eu ressaltei naquele comentario que achava aquele video alarmista demais, alguns discordaram. E ressaltei que na Russia sempre houve grande numero de muçulmanos e isso nuca fez grande diferença lá. Lembrando que povos como , por exemplo, os do Cazaquistão, lutaram FIELMENTE ao lado da Rússia e de Stalin durante a… Read more »

Observador
Observador
10 anos atrás

Caro Bruno: Texto esclarecedor. O problema não é e nunca foi o Islã. Na minha opinião, o melhor exemplo disto é o livro “Mil e uma Noites”, em que a heroína é uma mulher Xerazade (ou Cherazade?), mulher inteligente, corajosa e independente, que consegue vencer um rei violento e tomado pelo ódio, que para não ser traído, casava com uma mulher por dia, tendo as núpcias à noite e mandando-a matar no dia seguinte. A nossa heroína vence o rei de forma pacífica e criativa: casa-se com ele e começa a desfiar um rosário de histórias cujo final sempre deixa… Read more »

Francis Rosário
Francis Rosário
10 anos atrás

Não vou falar exatamente desse assunto, mas algo que é diretamente ligado a ele.

Como nosso amigo falou no seu texto, o Brasil é um estado laico.

Porém nossas forças armadas são cristã? Como pode isso?

Sofri muito na minha época de serviço militar obrigatório por seu ateu, até dei baixa via meios legais devido a preconceito que sofri enquanto estive dentro do 62ºBI.

Enfim, é novamente aquela história de que no Brasil as coisas são de um jeito no papel e de outro na pratica.

Almeida
Almeida
10 anos atrás

Concordo com o Observador, mais ma vez.

Se os palestinos fossem cristãos ou budistas, alguém aqui acha que o Hammas não existiria mesmo assim? O problema não é religioso, é sócio-cultural.

E muito obrigado Bruno Mubarak e os editores do blog pelos esclarecimentos. Realmente aquele post com o vídeo da Igreja Batista me pareceu um bocado tendencioso, para não dizer preconceituoso.

Wagner
Wagner
10 anos atrás

Galante, pq vc então colocou aquele video ??? Sugiro então vc nao colocar essas coisas online… E lamento, minha opinião pessoal não vai mudar. E nao me refiro ao blog, me refiro as condutas isoladas de alguns individuos, e não o Blog ou sua direção, como a um todo. Mas serio não poste esses videos, vindos de uma unica igreja, falando coisas sobre os muçulmanos, alias, muitos deles pode se sentir ofendidos com aquele video… “mas contra certas pretensões de Estados ou ideologias.” Justamente, essas pretensões são mera suposição de alguns blogueiros e não refletem sequer politicas de estado ou… Read more »

Wagner
Wagner
10 anos atrás

Quanto aos manuais tecnicos, são inuteis para formular politicas de estado, logo, aliás não podem entrar nas ciências humanas, dessa maneira, uma discussão que envolva questões de economia, crise alimentar, politica estrategica, NECESSARIAMENTE vai sair dos manuais tecnicos e adentrar em outras ciências. Os editores tem que compreedner que eu nao posso prever a politica chinesa daqui a 30 anos, por exemplo, com base no J 20, exclusivamente. E sinceramente eu discordo totalmente, Militarismo não se prende a parte tecnica, É MUITO MAIS QUE ISSO. “”Nesse sentido, A “Trilogia Blog de Defesa” tem como objetivo tornar os assuntos de defesa… Read more »

Junior (SC)
Junior (SC)
10 anos atrás

Francis Rosário disse: 23 de junho de 2011 “Sofri muito na minha época de serviço militar obrigatório por seu ateu, até dei baixa via meios legais devido a preconceito que sofri enquanto estive dentro do 62ºBI”. Prezado Francis Prestei serviço militar de 1996 a 2004 no 63º BI e na ocasiao da incorporação me declarei ateu, uns meses depois veio a pascoa dos militares (fora da época da pascoa do calendário oficial) onde a 14ª Bda Inf Mtz organizou cultos e outras comemorações, eu vi espiritas, evangelicos e catolicos reunidos reunidos dentros de suas crencas para confraternizar, eu e mais… Read more »

Augusto
Augusto
10 anos atrás

O vídeo e os comentários não deram margem a qualquer entendimento que tenham seguido rumo ao preconceito religioso. Como disse o Galante, a preocupação de todos os participantes deve ser a soberania nacional e, sendo assim, o tema “fundamentalismo” poderia aparecer, mais cedo ou mais tarde. Acredito que todos concordamos que aqueles que praticam atos de violência ou grave ameaça a outros indivíduos em nome de suas crenças particulares são, e sempre serão, uma ameaça verdadeira à soberania nacional e por isso achei válido o vídeo.

Wagner
Wagner
10 anos atrás

O pior também, Augusto, é quando o cara exerce a violência independentemente de qualquer filosofia ou religião, ou motivo mais filosofico: ele simplesmente é violento, odeia o mundo e as pessoas e apenas para satisfazer suas ambições, prejudica o proprio país, por ex: traficantes.

O Traficante sequer está lutando por uma religião: ele mata por pura ambição pessoal. Por sadismo.

Por isso acho o banditismo e narcotrafico uma coisa até mais séria, no Brasil…

E estamos cercados agora de bolivarianos… que maravilha…

Últimas Notícias

23° Esquadrão de Cavalaria de Selva recebe instrução sobre simulador da Viatura Blindada Guarani

Tucuruí (PA) – Entre os dias 23 e 24 de novembro, o 23° Esquadrão de Cavalaria de Selva (23...
- Advertisement -
- Advertisement -