domingo, novembro 28, 2021

Saab RBS 70NG

Sistema de Proteção de Face BATLSKIN MHPS

Destaques

A Revision Military mostrou seu novo sistema de proteção balístico para capacete, visor e protetor mandibular BATLSKIN Modular Head Protection System (MHPS). O BATLSKIN MHPS vem sendo desenvolvido por três anos após a empresa receber um contrato do US Amry. O MHPS é instalado no capacete e fica parecido com um capacete de motocicleta.

O sistema ainda precisa ser testado em combate, ser integrado com outros sistemas como fones e microfontes, não atrapalhar a visão e nem a posição de tiro com a coronha no ombro. O conforto e o calor podem ser um problema em local quente.

 

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=eS1B3y_4k8k&w=560&h=315]

- Advertisement -

12 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Guilherme Poggio
Guilherme Poggio (@poggio)
Editor
10 anos atrás

Quem acompanha o blog das Forças Terrestres percebe como os equipamentos das “tropas do chão” estão mudando.

Por ser uma força mais “humana” e estar mais em contato com outros semelhantes, em especial as populações de regiões mais simples e remotas, será que transformando o soldado em um “robocop” não estamos afastando mais o militar destas pessoas?

Tecnologia é importante, mas colocar o soldado em contato com estas populações e conquistar corações e mentes deles não seria fundamental?

Bronco
Bronco
10 anos atrás

Poggio, permita pegar carona no seu post antes de me atrever a expressar minha opinião a partir da sua pergunta. O blog do forte tem acertado em cheio nas últimas semanas ao acompanhar e postar com mais frequência a evolução dos equipamentos individuais. Muito se fala em “soldado do futuro” e o que vemos é, na realidade, uma mudança aparentemente lenta no campo de batalha no que se refere ao que o soldado carrega. Entretanto, é nos posts que se chama atenção para o fato de a tecnologia empregada é, na realidade, quase invisível. Ela está no tecido do fardamento,… Read more »

luizcascaldi
luizcascaldi
10 anos atrás

Ótimos comentários pessoal! Não tenho muito o que adicionar, vocês já disseram tudo.

Não pude deixar de lembrar de Crysis 2 ao assistir este vídeo! O lindo trailer da Nanosuit 2!

http://www.youtube.com/watch?v=fgrcMVY4NQk&feature=related

Abraço!

FCGV
FCGV
10 anos atrás

Aquela junta de plastico entre o capacete e a proteçao da mandibula: sou só eu, ou parece meio fragil?! Os britanicos em 2006 quando foram a Helmand, Afeganistao, levavam uma placa de kevlar na região inferior do corpo, entre as pernas (ali mesmo!), justamente pra proteger as “crianças” de estilhaços. Porém como todo armamento se testa de verdade em combate, até o mais fraco IED, quando explodia acionado por pressão (quando o soldado pisava), causava a morte. Algum tempo depois, no livro Task Force Helmand, escrito por Doug Beatie MC, se relatou com precisão o que causava morte quando no… Read more »

Vader
Vader (@fbmenegazzo)
10 anos atrás

Excelente matéria e excelentes comentários.

Mas me pergunto até que ponto uma proteção dessas é imprescindível.

Marine
Marine (@marine)
10 anos atrás

Bronco, Excelente analise mas permita-me discordar em um pequeno ponto. E inviavel criar divisoes, brigadas ou grandes OMs voltadas unicas e exclusivamentes com soldados que realizam apenas operacoes de paz ou manutencao de paz em detrimento das habilidades de combate tradicionais do infante. Vale lembrar que tropas voltadas para e com enfase nessa funcao de certa forma ja existem – Civil Affairs, sendo organizadas em pequenas unidades (algumas centenas) e possuindo especialistas em policiamento comunitario, contrucao civil, agricultura e muitas outras especialidades. A tendencia no futuro e fazer com que todo infante receba treinamento e mairo enfase nessas acoes, da… Read more »

Rodrigo Dias
Rodrigo Dias
10 anos atrás

Assunto interessante, porém esse equipamento me parece mais para defesa do que ataque.
Porque conforme o Marine descreveu esse capacete me dá um noção que não ajuda em uma perseguição a pé através de obstáculos.
Talvez ele seja usado por um soldado que realmente vai ser visto, tipo os que ficam de guarda, barreira etc.

Abraço

Bronco
Bronco
10 anos atrás

Marine, Meu caro, muito importantes suas colocações. Eu, entretanto, enquanto escrevia, não pensei em sugerir que se criasse uma divisão no exército regular atual. Na realidade, e me aprofundando um pouco mais na idéia que na reflexão anterior, o que eu acho que pode funcionar muito bem, desde que o próprio comando se adapte e todo o sistema esteja preparado para a mudança, seria ter unidades especializadas, como hoje é a nossa Polícia do Exército – PE, sendo amplamente utilizadas no campo de batalha no comando de operações de formas de ocupação e manutenção da ordem. Essas forças de ocupação… Read more »

Marine
Marine (@marine)
10 anos atrás

Bronco, Concordo, em teoria seria o ideal e as forcas militares do mundo tem consciencia disso. Entretanto a realidade e que “civilian surges” nao tem atraido o numero de voluntarios necessarios para exercer tais funcoes. O Dept. de Estado americano quase teve um motim quando disse que iria obrigar alguns servidores a servir na embaixada do Iraque a alguns anos atras justamente por nao terem tido voluntarios suficientes. No bem da verdade civis em geral nao querem se arriscar em zonas de conflito em que a seguranca nao esta estabelecida e ai reside o problema. As dificuldades que vimos hoje… Read more »

Marine
Marine (@marine)
10 anos atrás

*objetivos.

Gueorgui Jukov
Gueorgui Jukov
10 anos atrás

Ainda vamos ver soldados usando trajes como dos clones de Stars Wars ou ainda exércitos inteiros de clones.

Observador
Observador
10 anos atrás

Senhores, Pena que não vi esta discussão final de semana. A questão sobre a criação de dois corpos de soldados, uma para a função militar em si e outra para a policial já vem ocorrendo, mas não exatamente pela forma colocada pelos debatedores. Me parece que a função de polícia vem sendo espertamente “terceirizada” para empresas de segurança, mercenários e para policiais e militares do(s) povo(s) do próprio país ocupado. Até mesmo as obras de infraestrutura e logística são repassadas a empresas. É o que ocorre no Iraque e Afeganistão. Há grandes vantagens em se proceder desta forma. A primeira… Read more »

Últimas Notícias

O sistema de defesa aérea turco de curto alcance HİSAR-A

O sistema de defesa aérea de curto alcance HİSAR-A turco é montado em um ACV-30 derivado de M113. Carrega 4...
- Advertisement -
- Advertisement -