segunda-feira, março 1, 2021

Saab RBS 70NG

Comissão ouvirá ministro da Defesa sobre situação das Forças Armadas

Destaques

EUA e aliados constroem cadeia de suprimentos de tecnologia ‘livre da China’

Biden assinará ordem presidencial para reforçar as indústrias de chips, baterias e terras raras WASHINGTON/TAIPEI – O presidente dos EUA,...

Uma Força Terrestre à altura dos desafios atuais

General de Exército José Luiz Dias Freitas A dinâmica das relações internacionais e das interações sociais, neste primeiro quartil do...

Tropa paraquedista retorna ao Brasil após exercício nos EUA

Rio de Janeiro (RJ) – No dia 22 de fevereiro, foi realizada no Campo do 26º Batalhão de Infantaria...
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional realizará nesta quarta-feira (9) audiência pública com o ministro da Defesa, Celso Amorim, para discutir o estágio atual do reequipamento das Forças Armadas, a situação do Centro de Lançamento de Alcântara (MA) e a licitação (que vem sendo adiada desde os governos FHC) para a aquisição de caças pela Força Aérea Brasileira.

Também deverão ser discutidos outros assuntos relativos à atuação do Ministério da Defesa, como a Missão das Nações Unidas para a estabilização do Haiti (Minustah), a exigência do serviço militar obrigatório e o suposto manual de contrainteligência das Forças Armadas, denunciado em recente reportagem da revista Carta Capital.

A audiência foi proposta pelos deputados Ivan Valente (Psol-SP), Eduardo Azeredo (PSDB-MG), Íris de Araújo (PMDB-GO) e Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP).

A reunião será realizada às 11 horas, no Plenário 3.

FONTE: Agência Câmara

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Advertisement -

Guerras Modernas

Armênia, Azerbaijão e Rússia fecham um acordo para acabar com o conflito de Nagorno-Karabakh

YEREVAN/BAKU (ARMENIA/AZERBAIJÃO) — Armênia, Azerbaijão e Rússia disseram que assinaram um acordo para encerrar o conflito militar na região...
- Advertisement -
- Advertisement -