sábado, julho 31, 2021

Saab RBS 70NG

DEA (Departamento Antidrogas dos EUA) diz que situação peruana é grave

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

(BBC, 09) 1. Um relatório do departamento Antidrogas dos EUA (DEA) mostrou que o Peru e a Bolívia são países chaves para os cartéis mexicanos em seu processo de expansão, e que operam na América do Sul com perigosas gangues colombianas como Los Rastrojos, Urabeños e Los Paisas. “O Peru está em uma situação crítica em sua luta contra o tráfico de drogas”, diz o relatório da DEA, segundo informou o portal “El Universal” do México, observando que o Peru rivaliza com a Colômbia na produção de cocaína pura.

2. Nesse sentido, afirmam ainda que os traficantes mexicanos envolvidos no tráfico de drogas no Peru estão cada vez mais envolvidos na coordenação de grandes carregamentos de cocaína. Por outro lado, o relatório apresentado ao Senado norte americano, explica que uma das razões para este problema é que o Peru exporta 4% da cocaína consumida nos Estados Unidos, um dos maiores consumidores do mundo, e que os cartéis mexicanos, junto com seus sócios colombianos, têm estrutura operacional e logística para coordenar estas remessas. O relatório indica ainda que a Bolívia é o terceiro maior produtor de cocaína do mundo, e a fronteira com o Peru se transformou em “uma base ideal para as operações do tráfico de drogas”.

FONTE: BBC/Ex-Blog Cesar Maia

- Advertisement -

1 COMMENT

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
socad1978
socad1978
9 anos atrás

Salam Aleikum
A questão da cocaína suscita também o debate fora do contexto das Drogas, por que existe a questão cultural (costume dos nativos) e política ( soberania nacional ) se acertarem nas diferenças do modos operandi talvez seja possível um combate mas efetivo no tráfego e no consumo.
Abraços a todos

Últimas Notícias

Rússia e China realizarão treinamento conjunto no exercício Zapad/Interaction 2021

A Rússia deve se juntar a um exercício militar no noroeste da China em agosto com o tema de...
- Advertisement -
- Advertisement -