quarta-feira, agosto 17, 2022

Saab RBS 70NG

Como ser rico, livre e justo?

Destaques

Alexandre Galante
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Carlos Alberto Sardenberg

Os Estados Unidos têm a maior economia do mundo e, em renda per capita, estão entre os dez mais ricos. Considerando apenas os países grandes, os EUA são os mais ricos. Além disso, trata-se de uma democracia. Logo, é esse o modelo a ser copiado, certo?
Mas olhem o momento: uma baita crise financeira e a evidência de que os mais ricos sempre se saem melhor. Na prosperidade, ganham mais, na queda, perdem menos. Além disso, empresas e bancos, na liberdade de mercado, só pensam nos seus lucros, dane-se o povo. Não, esse sistema não serve mais, nem para os americanos.

Passemos, então, para a segunda maior economia do mundo, a China. Crescimento médio anual de 10% ao longo de três décadas! Há empresas privadas, nacionais e estrangeiras, mas as estatais e o governo controlam firmemente os negócios, impondo limites à ganância do mercado. Para os países emergentes, em especial, esse capitalismo de estado seria o modelo ideal para o crescimento rápido e mais equilibrado, certo?

Mas é uma ditadura – e provavelmente o modelo só para de pé nesse ambiente autoritário. O controle do governo gera muitas ineficiências e corrupção, pois os negócios dependem sempre do “apoio” de um governante ou de um dirigente do Partido Comunista. Além disso, além de salários baixos, há muita desigualdade, sim. Em Shangai, o padrão de vida é europeu. No interior, há regiões mais pobres que a África. Não, esse tipo de crescimento não justifica uma ditadura.

Passemos, então, para a Europa, a ocidental, onde se pratica o capitalismo do bem-estar social ou a economia social de mercado. A Alemanha, terceira maior economia do mundo, é o exemplo acabado: democracia, empresas privadas pujantes, mas com forte regulação, e um governo que fornece serviços universais de qualidade. São ricos, livres e têm a proteção do Estado – eis o modelo, certo?

Mas custa muito caro. Isso exige uma carga tributária cada vez mais elevada e, mesmo assim, a dívida dos governos já chegou a níveis insuportáveis. Esse custo e mais o excesso de regulação e de governo retiram competitividade das empresas. Resultado: baixo crescimento, níveis elevados de desemprego, especialmente entre os jovens. As gerações atuais estão protegidas, mas os mais jovens percebem que o futuro não garante a boa vida dos pais. Não, o modelo parece não servir nem para os próprios europeus.

Eis o debate que ocorre mundo afora, inconcluso. Voltaremos ao tema, claro.

FONTE: O Globo

- Advertisement -

6 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marine
10 anos atrás

Mas que analise simploria e tipica da midia brasileira. Como se os desafios desses supostos tres sistemas fossem tao facilmente resumidos…

paulsnows
paulsnows
10 anos atrás

Eu ja ia dar uma sarrafada nessa analise pelo mesmo motivo. Rasa e simploria.
Mas o Marine chegou primeiro.
Nesta mesma semana a The Economist publicou um artigo sobre o mesmo assunto, e bom. Acho que o Sardenberg leu, mas não entendeu direito.

Vader
10 anos atrás

De fato, analisezinha mequetrefe. Dizer que a Alemanha não serve de exemplo? Ah tá…

Antonio M
Antonio M
10 anos atrás

E apenas para citar países orientais, nenhum serve como exemplo também? Um Japão saindo como perdedor da 2ªWW consegue implementar um modelo que possibilitou milhares de estrangeiros a trabalhar em seu país e conseguirem um padrão de vida que aqui levariam uns 20 anos para conseguirem, que recentemente se reergue após um tsunami que provoca um desastre nuclear; A Coréia do Sul que na década de 60 tinha os mesmo índices sócio-econômicos, ou piores, que o Brasil e em duas ou três décadas conseguem nos suplantar talvez em 90% ?! Concordo que economia é um tema complexo mas, se o… Read more »

Luiz Paulo
Luiz Paulo
10 anos atrás

É a lógica no nem isso nem aquilo pra parecer que é isento e justo. Típico de quem tem a consistência de uma geléia.

Vamos passar esse link aqui pra ele entender o que é economia de mercado e como não só os mercados mas um Estado e uma sociedade se regulam na liberdade…

http://www.mises.org.br

Sds.

LuppusFurius
LuppusFurius
10 anos atrás

Antonio M……90% só? Não seja bonzinho, duplique isto rapaz……
Japão,Coréia do Sul…….guerras,tsunamis…..etc……..
Brasil,Coréia do Norte…………..Politicos…………..

Últimas Notícias

O Sistema de Defesa Aérea Israelense ‘Iron Dome’

Por Rodolfo Queiroz Laterza* DESENVOLVIMENTO E CONTEXTO OPERACIONAL Iron Dome é um sistema de mísseis de defesa aérea desenvolvido por duas...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -