quarta-feira, agosto 4, 2021

Saab RBS 70NG

Costa Leste dos EUA é cenário de manobras anfíbias internacionais

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Tropas e equipamentos franceses participam na operação “Bold Alligator”

 

Um desembarque, um assalto aéreo, 25 navios de guerra: os Estados Unidos e outros oito países realizam no litoral leste americano um grande exercício anfíbio, denominado ‘Bold Alligator’ e destinado a contra-atacar uma ameaça que recorda a do Irã.

Estas manobras, pela primeira vez abertas pelos americanos a outros países, constituem o exercício anfíbio mais importante dos últimos dez anos, segundo o almirante John Harvey, encarregado da gestão da frota americana.

Cerca de 20.000 americanos, entre eles uma brigada de marines, 650 soldados franceses, tropas da marinha canadense, holandesa e britânica, assim como oficiais de ligação italianos, espanhois, neozelandeses e australianos, tomam parte do exercício, que começou em 30 de janeiro frente ao litoral da Virgínia e Carolina do Norte e finalizarão em meados de fevereiro.

O chamado “dia J” ocorreu na manhã de segunda-feira, com os marines americanos desembarcando na praia da base de Camp Lejeune, na Carolina do Norte.

Oficialmente, o exercício tem como objetivo “revitalizar, refinar e reforçar as habilidades anfíbias americanas” depois de dez anos de guerra nas areias do Iraque e nas montanhas do Afeganistão, segundo os organizadores.
Indagado, o almirante Harvey reconheceu que este cenário seria aplicável a uma eventual crise no Estreito de Ormuz.

As tensões com o Irã e a ameaça de uma intervenção israelense contra seu polêmico programa nuclear aumentaram desde o início do ano e Teerã tem ameaçado com um eventual bloqueio do Estreito de Ormuz, passagem estratégica para o transporte mundial de petróleo.

FONTE: Yahoo Brasil / FOTOS: US Navy

- Advertisement -

5 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Guilherme Poggio
Editor
9 anos atrás

As temperaturas do ar e da água não devem estar nada convidativas.

Marine
9 anos atrás

Interessante notar que mesmo com a opcao do fuzil bullpup, os Royal Marines preferiram usar a familia M-16.

Agora inedito mesmo, foi a foto do veiculo blindado sobre rodas (frances?) sendo desembarcado na praia.

Exercicios como esse seriam ainda melhores se tivessem a participacao do CFN.

Semper Fidelis!

shipbuildingbr
9 anos atrás

Putz Marine não deu nem tempo.

Estava mesmo para comentar que aparentemente todos os Commandos na foto estão com o nosso querido M-16 🙂

Essa comuflagem ficou muito legal com eles.

Requena
Requena
9 anos atrás

Tem cada coisa que esse pessoal do Facebook escreve que chega a deixar e gente tonto…

Concordo com o Marine.
Faltou o CFN nesse exercício!
Ia ser uma experiência muito importante para nossos fuzileiros.

Últimas Notícias

Assessor de segurança nacional dos EUA viaja ao Brasil

Esta semana, o conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jake Sullivan, viajará para o Brasil e Argentina, acompanhado...
- Advertisement -
- Advertisement -