terça-feira, dezembro 7, 2021

Saab RBS 70NG

Assad tem armas de destruição em massa, diz Patriota

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Daniela Loreto Rogério Ortega

O ministro brasileiro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, 58, disse nessa quinta-feira que Bashar al Assad possui armas de destruição em massa e defendeu o diálogo com o ditador sírio, além de afirmar que o Brasil monitora de perto a situação no país.

“Algum tipo de diálogo com o Assad é fundamental. Assad tem armas de destruição em massa na Síria. Então, como é que você faz (…)?”, declarou o ministro durante sabatina patrocinada pela Folha em parceria com o UOL.

“(…) Você tem que ver com quem é que ficam essas armas, como é que isso aí evolui. Você imagina se uma evolução inteiramente caótica na Síria, o potencial desestabilizador que isso pode ter”, afirmou ainda o ministro.

Durante o evento, Patriota defendeu ainda o diálogo com Assad, e disse que o Brasil acompanha a crise de perto.

“Em situações como essa, temos que analisar alternativas. Nos últimos meses, a posição da comunidade internacional evoluiu bastante”, afirmou ele. “Há um enviado da Liga Árabe e o Conselho de Segurança da ONU aprovou o programa de seis pontos de Kofi Annan, que vem sendo implementado agora, e visa garantir acesso humanitário, libertação de presos, entre outros pontos. Trabalhamos em cima desse acordo”, disse ainda o ministro.

No entanto, Patriota admitiu que a situação ainda não é satisfatória. “Há extremismo, violência, mas consideramos que o diálogo é fundamental. Muitos líderes que pediram a saída imediata de Assad, hoje, de maneira mais realista, acham que um governo democrático exigem uma transição”, acrescentou.

Patriota disse ainda que o Brasil é contra o envio de armas à oposição síria, pois “militarizaria [ainda] mais o conflito”.

“Como Annan disse, a ultima coisa que se espera é militarizar o conflito. O que queremos é interromper o ciclo de violência, dar espaço ao diálogo. A melhor aposta é a do plano de Annan. Esperamos que, com os cerca de 300 observadores militares, a situação possa se estabilizar”.

Para o ministro, “compete ao Conselho de Segurança da ONU, que autorizou o envio de 300 observadores, [verificar] se o plano funciona ou se alguma outra medida deve ser tomada”.

“Acho que o plano é uma aposta na qual ainda vale a pena acreditar, por enquanto. Não somos membros permanentes mas continuaremos monitorando de perto”, disse ele.

Patrocinado pela Folha, o evento ocorreu nesta quinta-feira no Teatro Folha, que fica no shopping Higienópolis.

Por uma hora e meia, Patriota respondeu a questões de quatro entrevistadores –Fábio Zanini, editor de Mundo, Claudia Antunes, repórter especial, Eliane Cantanhêde, colunista da Folha, e Irineu Machado, gerente de notícias do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha.

FONTE/FOTO: UOL /M. Justo-Folhapress

- Advertisement -

10 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
rsbacchi
rsbacchi(@rsbacchi)
9 anos atrás

Sim, são as mesmas armas que o Sadam tinha!!!

Quanta besteira.

E pensar que o Barão do Rio Branco foi Ministro do Exterior!!!

Bacchi

fabioCrescenti
fabioCrescenti
9 anos atrás

Estou ficando paranóico ou o Brasil está fazendo o papel que a Inglaterra fez na guerra do Iraque? Se sim, seria este o preço par o tão sonhado lugar na ONU?

Marcos
Marcos
9 anos atrás

Falta agora o “Patritota” dizer que o Irã também tem armas de destruição em massa; que as FARC são um grupo terrorista; que Cuba é uma ditadura que deve ser derrubada; que os grupos de esquerda da década de 60 e 70 eram na verdade grupos terroristas; e que o Brasil apoia incondicionalmente a volta do cumpanhero Bush.

giordani1974
giordani1974
9 anos atrás

Hahahaahahahaha…pérola do dia! Não pelas tais armas sírias, mas pelo papel totalmente o oposto da visão de mundo do itamaravilha!!!! Quero ver a PeTralhada ideoPaTa correr para desmentir o ministro!!! Hahahahahaahhaaha…e agora? O basharzinho, amigo do brazil…
A coisa é simples, o ministro não fazia a menor ideia do que estava falando, algum assessor escreveu isso e ele foi…
Tio Sam e a OTAN agradecem…

O Itamaravilha nunca esteve tão mal servido como nestes últimos 15 anos! É mico em cima de mico!

rsbacchi
rsbacchi(@rsbacchi)
9 anos atrás

giordani1974 escreveu: “… A coisa é simples, o ministro não fazia a menor ideia do que estava falando, algum assessor escreveu isso e ele foi… “.

Porque isto não saiu da cabeça do ministro? Ele não é capaz de ter ideias idiotas?

“… Tio Sam e a OTAN agradecem… “.

Por que? Não entendi!

Bacchi

carvalhomtts
carvalhomtts
9 anos atrás

informação,contrainformação,propaganda,interesses economicos,é sr patriota quem foi que contou este segredo para o sr,esse pessoal do itamarati.
abraços a todos

Requena
Requena
9 anos atrás

Mais um despreparado ocupando um dos cargos mais importantes da nação.

Seu grande mérito profissional é ter sido um grande puxa saco de cardeais petistas.

Por isso, e só por isso, virou chanceler. Tinha gente muito melhor do que ele “na fila2, mas como é um grande puxa saco, virou ministro.

Esse país tá condenado…

Marine
Marine(@marine)
9 anos atrás

Provavelmente a analise mais ignorante que ja li da situacao na Siria. Ate o mode de falar do Sr. Ministro e mais pobre do que muito universitario de geopolitica. Ninguem, seja OTAN, EUA ou Liga Arabe afirma que Bashar tenha WMDs. Ele mesmo nao deve saber de onde tirou essa! Mostra bem o nivel intelectual e conhecimento do mundo dos que habitam o governo brasileiro. A completa falta de sintonia do que ocorre na Siria e obvia para alguem que prega “dialogo” e acha que meros 300 capacetes azuis sem qualquer real poder vao resolver esse problema. Bashar bate palmas… Read more »

rsbacchi
rsbacchi(@rsbacchi)
9 anos atrás

Requena escreveu: “… Mais um despreparado ocupando um dos cargos mais importantes da nação. …”.

De jeito nenhum.

Ele é preparadissimo. Diplomata de carreira.

O problema é que Patriota representa um pais cujo governo é “progressista” e o ditador da Siria Bashar Al Assad também é “progressista”.

O partido Baat que domina a Siria (dominava também o Iraque) é partido irmão do PT.

O governo do PT jamais vai fazer algo contra Bashar Al Assad.

Repito, não é problema do Patriota, é problema do governo brasileiro.

Bacchi

Vader
Vader(@fbmenegazzo)
9 anos atrás

Meu Deus, que lixo…

Últimas Notícias

Saab apresenta soluções inovadoras em defesa e segurança na 6ª Mostra BID

Entre os dias 7 e 9 de dezembro, a Saab participa da 6ª Mostra BID, no Centro de Convenções...
- Advertisement -
- Advertisement -