domingo, dezembro 5, 2021

Saab RBS 70NG

EUA treinam militares paraguaios e presença brasileira aumenta na Tríplice Fronteira

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Soldados paraguaios participam desde o início deste semana dos exercícios militares dirigidos pelo Comando Sul dos Estados Unidos, em manobras de suposta defesa do Canal do Panamá. A participação paraguaia em um movimento de tropas norte-americanas ocorre logo após o golpe de Estado naquele país sul-americano, prontamente apoiado por Washington, contra o ex-presidente Fernando Lugo. O treinamento das tropas seguirá até o dia 17 de agosto e tem cerca de 600 militares.

“Robert Appin, do Comando Sul dos Estados Unidos afirmou que o enfoque dos exercícios é a reação a um hipotético ataque terrorista que pretenda bloquer o trânsito de navios no Canal”, afirma nota do Movimento pela Paz, a Soberania e a Solidariedade entre os Povos (Mopassol, na sigla em espanhol). Segundo a instituição argentina, há no Panamá 12 bases aeronavais controladas pelos EUA. Desde 2003, sob a direção do Comando Sul, realizam-se os exercícios militares conhecidos como Panamax, que contam com a participação de militares do Chile, Panamá e Estados unidos. Atualmente, porém, integram as manobras 17 países ao todo e é considerado um dos maiores movimentos de tropas do mundo.

O Paraguai tem participado das manobras desde 2006, mas se manteve afastado de 2009 a 2012, sendo novamente convidado após o golpe que instituiu o governo de facto do presidente Federico Franco.

Referindo-se ao exercício multinacional que usa a desculpa da luta contra o terrorismo, o jornalista cubano Miguel Lamas afirmou, dois anos atrás, que o verdadeiro projeto dos exercícios militares na América Latina são ensaios de uma invasão.

“O aparato militar dos EUA aponta para a necessidade daquele país de buscar condições militares suficientes para dominar, militarmente, os demais países latino-americanos. Eles trabalham nos setores de inteligência e no treinamento físico para manter uma força capaz de intervir, no futuro, em qualquer país do continente. Este é o verdadeiro objetivo de todas e de cada uma das manobras e dos exercícios militares que fazem, sempre com a cumplicidade aberta de vários países latino-americanos e de forma encoberta por outros”.

Intercâmbio parlamentar

No caso paraguaio e do Cone Sul, vale recordar que o governo dos EUA, há anos, insiste na presença de células terroristas em Ciudad del Este, na zona denominada “tríplice fonteira” (Brasil, Argentina e Paraguai). Um grupo de parlamentares norte-americanos, em visita àquela cidade paraguaia, nesta semana, alegou que o propósito da missão é a de “compreender melhor os desafios do crime transnacional que o Ocidente enfrenta”, segundo porta-voz.

O Paraguai mantém fortes laços de cooperação técnica e militar com os EUA, sempre a serviço daquele país no objetivo de bloquer a presença das repúblicas socialistas da Venezuela e demais integrantes da Unasul e no próprio Mercosul, do qual fazia parte até ser suspenso após o golpe de Estado, renovando sempre seu apoio à ingerência norte-americana na região. O país abriga uma classe política de ultradireita e conservadora que, no dia 22 de junho, perpetrou um ataque à democracia e ao mandato do presidente deposto Fernando Lugo. Essa mesma classe política, formada por partidos tradicionais e dependentes do capital estrangeiro, ampliou os contatos com o Congresso norte-americano nas últimas semanas.

Manobras brasileiras

Ao longo desta semana, o governo brasileiro concluiu o envio de um contingente de cerca de 9 mil militares – equipados com helicópteros de combate, navios-patrulha, aviões de caça e blindados – para a Tríplice Fronteira, na Operação Ágata 5. O movimento de tropas irá durar 30 dias.

“É uma operação de fronteira que tem por objetivo, sobretudo, a repressão à criminalidade”, disse o ministro da Defesa, Celso Amorim. A Marinha enviou aproximadamente 30 embarcações para os rios da Bacia do Prata, entre elas três navios de guerra e um navio-hospital.

A Força Aérea Brasileira (FAB) participa da operação com esquadrões de caças F5 e Super Tucano, além de aviões-radar e veículos aéreos não tripulados. O Exército mobilizou infantaria e blindados Urutu e Cascavel de três divisões. As três Forças usam ainda helicópteros Black Hawk e Pantera, para transporte de tropas e missões de ataque.

A operação terá ainda o apoio de 30 agências governamentais, entre elas a Polícia Federal, que elevarão o efetivo total para cerca de 10 mil homens. O general Carlos Bolivar Goellner, comandante militar do Sul, disse que a área crítica de patrulhamento é entre as cidades de Foz do Iguaçu, no Paraná, e Corumbá, em Mato Grosso do Sul, onde é maior a maior incidência de tráfico de drogas e contrabando.

Partiu da presidenta Dilma Rousseff a ordem a Amorim para a execução da Operação Ágata 5.

– A ação visa a reforçar a presença do Estado na fronteira com a Bacia do Prata – disse Goellner. Segundo ele, as fronteiras serão fortemente guarnecidas e como consequência o tráfico de drogas e o contrabando devem ser “sufocados”.

Para Samuel Alves Soares, professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e presidente da Associação Brasileira de Estudos de Defesa (Abed), a decisão de ampliar o número de homens armados na região de fronteira pode ser entendida como uma mensagem da disposição de aumentar a força brasileira.

FONTE: Correio do Brasil

- Advertisement -

15 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Daglian
Daglian
9 anos atrás

Mas que noticiazinha mequetrefe esta do Correio do Brasil. Golpe de estado? Necas! Foi perfeitamente democrático, só que os bolivarianos não querem aceitar.

No mais, como disse o Vader, os Estados Unidos não estão dormindo no ponto e já fazem estes exercícios para mostrar que o Paraguai não está sozinho. Chavito deve estar roxo de raiva.

aldoghisolfi
aldoghisolfi
9 anos atrás

Daglian: e, SMJ, da mesma forma nossos líderes bolivarianos, que agora podem começar a falar em invasão do nosso território, ocupação de Itaipú…

PERGUNTO: aumenter a força brasileira? Para ser armada com pandorgas, pipas, bóias de câmara, bodoques e estilingues?

thomas_dw
thomas_dw
9 anos atrás

Manobras das quais o Brasil participa

“O contra-almirante americano, Sinclair Harris, e o contra-almirante brasileiro, Wilson Pereira de Lima Filho, deram as boas-vindas às nações amigas no último dia 6, e deram início oficialmente à operação PANAMAX deste ano.

Read more: http://www.naval.com.br/blog/#ixzz23LaiIUAk

Uitinã
Uitinã
9 anos atrás

Perfeitamente democrático nem tanto, o Ex presidente nem chance de defesa teve, se tivesse ocorrido como aconteceu no brasil no Impeachment do Collor com ampla concordância da população com julgamentos e tudo mais, aí sim ninguém ia dar pitaco, agora em menos de 24 horas o presidente foi deposto sem chance de defesa sem apoio da população que o elegeu que pros tolos de plantão foi a maioria, como não considerar um golpe constitucional, onde assumiu um presidente que sabe que a historia foi mal contada tenta comprar o apoio da população com intrigas com estados vizinhos. Eu fico infeliz… Read more »

Daglian
Daglian
9 anos atrás

Uitinã, Entendo seu ponto, mas Lugo teve sim chance de defesa. Tanto é que o mesmo recorreu da decisão e tentou anular o julgamento, porém a Suprema Corte do Paraguai rejeitou a decisão. Ademais, a constituição do Paraguai foi sim respeitada, pois cabe ao senado daquele país julgar seus presidentes em hipóteses de impeachments, justamente o que ocorreu. É fato que os Paraguaios o elegeram, porém já não é verdade afirmar que a população não apoiou o impeachment. Por fim, o presidente que assumiu o lugar de Lugo era o vice. Não cabe julgar a posição deste novo presidente uma… Read more »

graanbarros
graanbarros
9 anos atrás

“Correm rumores de que o líder do partido Unace (União Nacional de Cidadãos Éticos), o senador e ex-general Lino Oviedo, junto ao ex-presidente Nicanor Duarte Frutos, buscariam destituir Fernando Lugo com um impeachment dentro do Parlamento”. Trecho de um documento revelado pelo Wikileaks. Esse documento foi enviado pela embaixada dos Estados Unidos em Assunção ao Departamento de Estado em Washington. O ano? 2009! Achar que não foi Golpe é surto de direitismo!

Daglian
Daglian
9 anos atrás

graanbarros,

Você então diz que foi um golpe baseado em rumores?

graanbarros
graanbarros
9 anos atrás

Rumores que transformaram-se em realidade! Engraçado que o Wikileaks só é levado a sério quando revela alguns rumores que envolvam a Venezuela, Argentina…

Observador
Observador
9 anos atrás

Senhores, Antes de criticar a forma pela qual o bispo com priaprismo foi defenestrado, é preciso conhecer algumas características do sistema de impeachement do país vizinho. Primeiro, ao contrário daqui, o presidente do não se afasta do cargo (aqui, o Collor ficou afastado até a decisão final) e continua CHEFE das forças armadas paraguaias. Então, o processo lá é feito para ser assim mesmo, RÁPIDO, evitando um desgaste maior das frágeis instituições paraguaias e até mesmo um golpe do presidente que está sendo julgado. Inclusive, foi o que o embaixador venezuelano tentou fazer, convocando uma reunião com os comandantes das… Read more »

Vader
Vader(@fbmenegazzo)
9 anos atrás

Materiazinha podre e enviesada. No mais, depois que o PT jogou o Paraguai no colo dos EUA, isolando-o do Mercosul para colocar no lugar a Venefavela do Chavez, sem dar nenhum direito de defesa ao Paraguai, nada mais natural que este país busque a aproximação de quem pode lhe proteger contra os avanços da bolivarianada. E vem mais por aí. Os paraguaios já disseram que não vão mais vender sua parte da energia de Itaipú para o Brasil. As bases americanas serão instaladas. Possivelmente sairá um acordo de livre comércio com os EUA. Em alguns anos é bem provável que… Read more »

graanbarros
graanbarros
9 anos atrás

Em 24 horas…
O presidente Frederico Franco vai quebrar o contrato celebrado entre Paraguai e Brasil se consequência alguma!
Em 24 horas…
O Paraguai vai pular do PIB medíocre de U$ 18 BI para o U$ 319 BI da Venezuela!
Em 24 horas…
O Paraguai vai arcar com o prejuízo de U$ 360 Mi que recebe do Brasil e jogar pelo ralo o excedente de energia. Algo em torno de 95%. Ou também pode criar uma linha de transmissão Paraguai-EUA
Em 24 horas…
O Paraguai que nem Força Aérea tem, vai se tornar potência militar da região.

Luiz Paulo
Luiz Paulo
9 anos atrás

graanbarros disse: 13 de agosto de 2012 às 10:18 Dá uma lida no artigo abaixo, é sobre os Eua, Wikileaks e Paraguai. Se tiver argumentação melhor, coloque aí… “….Não são apenas os métodos criminosos que Assange estimula ou de que é beneficiário que me incomodam, não! Também a mentalidade que ele estimula, especialmente em jovens jornalistas, é uma das coisas mais perniciosas da imprensa moderna. A apuração rigorosa dos fatos, o pensamento, a análise, a reflexão, tudo isso é substituído por teorias conspiratórias as mais tresloucadas e exóticas. É a morte da inteligência! Não só isso: também o pensamento lógico… Read more »

graanbarros
graanbarros
9 anos atrás

Eu pensei em argumentar sobre o referido artigo, mas Luiz Paulo, o artigo não é seu. Tive que copiar e colar no buscador do Google para saber que é do Reinaldo Azevedo. Só podia ser dele mesmo. O certo mesmo seria contra-argumentar na página dele. Mas já que preferiu dar-me esse trabalhinho… O que o Reinaldo faz é uma tentativa de desacreditar o Wikileaks pelo fato de divulgar documentos sigilosos trocados entre embaixadas. Certamente isso não é legal e nisso, concordo com ele. Mas de forma alguma tira o crédito das informações, coisa que o próprio Reinaldo Azevedo não consegue… Read more »

Requena
Requena
9 anos atrás

Vamos entrar no delírio dos esquerdopatas… Podemos levar uma invertida histórica nessa história do Paraguai. Na hora que os Yankees colocarem uma base dos Boinas Verdes na porta da nossa casa, os vermelhos vão ver a M. que fizeram. Já estão na Colômbia, no Panamá, tem portas abertas no Chile e vão abrir uma base no Paraguai. Ou seja, a fronteira oeste está cercada. E pelo mar nem precisa falar da superioridade deles… Se o medo dos vermelhos é uma invasão da OTAN, acabaram de dar de mão beijada pra eles um base a 1 hora de voo do coração… Read more »

Luiz Paulo
Luiz Paulo
9 anos atrás

graanbarros disse: 13 de agosto de 2012 às 14:53 Em momento algum quiz que parecesse meu, coloquei aspas para enfatizar, e cometi a gafe de não colar o link como sempre faço. Coloquei este artigo porque ele sintetiza bem uma linha de raciocinio lógico. Sua linha de raciocínio: “Ora para ser um rumor o acontecimento deveria ter sido outro.” Errado conforme a lógica do canto do galo, porque: 1- O documento na integra mostra uma narrativa dos acontecimentos (como toda embaixada faz), nada que mostre alguma participação dos americanos, inclusive com duvidas dos americanos sobre os acontecimentos. Segue o link… Read more »

Últimas Notícias

23° Esquadrão de Cavalaria de Selva recebe instrução sobre simulador da Viatura Blindada Guarani

Tucuruí (PA) – Entre os dias 23 e 24 de novembro, o 23° Esquadrão de Cavalaria de Selva (23...
- Advertisement -
- Advertisement -