segunda-feira, março 1, 2021

Saab RBS 70NG

França confirma entrada em combate contra grupos armados no Mali

Destaques

EUA e aliados constroem cadeia de suprimentos de tecnologia ‘livre da China’

Biden assinará ordem presidencial para reforçar as indústrias de chips, baterias e terras raras WASHINGTON/TAIPEI – O presidente dos EUA,...

Uma Força Terrestre à altura dos desafios atuais

General de Exército José Luiz Dias Freitas A dinâmica das relações internacionais e das interações sociais, neste primeiro quartil do...

Tropa paraquedista retorna ao Brasil após exercício nos EUA

Rio de Janeiro (RJ) – No dia 22 de fevereiro, foi realizada no Campo do 26º Batalhão de Infantaria...
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O presidente François Hollande confirmou a entrada em combate, nesta sexta-feira, das forças francesas no Mali para apoiar o Exército do país e lutar contra os grupos armados islamitas.

 

LocationMali

 

vinheta-clipping-forte1Hollande disse que a decisão, “dentro do marco da legalidade internacional”, foi tomada nesta sexta-feira de manhã após um acordo com o presidente malinense, Dioncounda Traoré.

“O Mali enfrenta uma agressão de elementos terroristas que vêm do norte [do país] e que todo o mundo conhece pela brutalidade e pelo fanatismo. Está em jogo a própria existência deste Estado amigo, a segurança de sua população e a de nossos 6.000 cidadãos que estão lá”, disse o presidente francês.

“Por isso atendi, em nome da França, ao pedido do presidente malinense, apoiado pelos países do oeste da África. Como consequência disso, as forças armadas deram seu apoio nesta sexta-feira à tarde às unidades malinenses para lutar contra esses elementos terroristas”, acrescentou.

“A operação vai durar o tempo necessário”, acrescentou o presidente francês.

Uma hora antes, o chefe de operações militares malinense havia afirmado que soldados franceses, senegaleses e nigerianos tinham dado seu apoio às forças locais na cidade de Sévaré (centro).

O Exército malinense lançou nesta sexta uma contra-ofensiva com o apoio da França e de outros países para retomar uma cidade do centro do Mali conquistada na quinta-feira pelos islamistas, que podem avançar para a capital, Bamaco.

FONTE: UOL/AFP

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Advertisement -

Guerras Modernas

Armênia, Azerbaijão e Rússia fecham um acordo para acabar com o conflito de Nagorno-Karabakh

YEREVAN/BAKU (ARMENIA/AZERBAIJÃO) — Armênia, Azerbaijão e Rússia disseram que assinaram um acordo para encerrar o conflito militar na região...
- Advertisement -
- Advertisement -