quinta-feira, agosto 5, 2021

Saab RBS 70NG

No aniversário do golpe, clubes militares atacam Comissão Nacional da Verdade

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

vinheta-clipping-forte1A Comissão Nacional da Verdade foi o alvo escolhido pelos clubes Militar, da Marinha e da Aeronáutica em mensagem “à nação brasileira” pela passagem dos 49 anos do golpe de 1964 – ou “revolução”, como preferem os defensores do movimento. Em nota, as entidades atacam os “democratas arrivistas” e reafirmam que a intervenção de quase cinco décadas atrás ocorreu para preservar a ordem.

Segundo os clubes, as ações das Forças Armadas desde o início da República garantiram sua credibilidade. “Não foi por outro entendimento que o povo brasileiro, no início da década de 1960, em movimento crescente, apelou e levou as Forças Armadas Brasileiras à intervenção, em Março de 1964, num governo que, minado por teorias marxistas-leninistas, instalava e incentivava a desordem administrativa, a quebra da hierarquia e disciplina no meio militar e a cizânia entre os Poderes da República”, diz a nota, divulgada ontem (28), mas com data de 31 de março, assinada pelos presidentes do Clube Militar, general do Exército Renato Cesar Tibau da Costa, do Clube Naval, vice-almirante Ricardo Antonio da Veiga Cabral, e do Clube da Aeronáutica, tenente brigadeiro-do-ar Ivan Moacyr da Frota.

Essa intervenção, afirmam os militares, teria beneficiado o país em várias setores (economia, comunicações, transportes, social, político), “além de outros que a História registra e que somente o passar do tempo poderá refinar ou ampliar, como sempre acontece”. Mas – acrescentam – as “minorias envolvidas na liderança da baderna que pretendiam instalar no Brasil” tentaram se organizar e, financiadas por capital estrangeiro, “iniciaram ações de terrorismo, com atentados à vida de inocentes que, por acaso ou por simples dever de ofício, estivessem no caminho dos atos delituosos que levaram a cabo”.

Nesse trecho da mensagem entram os ataques à Comissão da Verdade. “E que não venham, agora, os democratas arrivistas, arautos da mentira, pretender dar lições de democracia. Disfarçados de democratas, continuam a ser os totalitários de sempre”, afirmam, apontando uma resolução da CNV, de agosto de 2012, que definiu como sua área de investigação as violações de direitos humanos praticadas “por agentes públicos, pessoas a seu serviço, com apoio ou no interesse do Estado”. Para os militares, a comissão alterou a Lei 12.528 (que criou a própria CNV) a fim de “’varrer para debaixo do tapete’ os crimes hediondos praticados pelos militantes de sua própria ideologia”.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, em fevereiro o brigadeiro Ivan Frota procurou o então presidente da comissão, Cláudio Fonteles, para encaminhar em nome da Academia Brasileira de Defesa (ABD), que ele preside, documentos e publicações para que servissem de “subsídios para a apreciação isenta dos fatos”. Em entrevista, o militar disse que a CNV “tem trabalhado em uma direção única”, sem dar direito à defesa ao “outro lado”.

No manifesto referente aos 49 anos do golpe, os representantes militares criticaram o que chamam de terrorismo daqueles que “almejavam empalmar o poder para fins escusos”. Não fazem referência as ações praticadas pelo “outro lado”, representado pelo Estado, exatamente o foco das investigações feitas pela comissão, que em maio completará metade de seu mandato de dois anos.

A nota é divulgada no dia em que se completam 45 anos da morte, pela polícia, do estudante paraense Edson Luís de Lima Souto, de 18 anos, durante protesto no Rio de Janeiro. Em 13 de dezembro daquele ano (1968), o governo baixaria o Ato Institucional número 5 (AI-5), formalizando a fase mais dura do regime iniciado em 1964.

FONTE: Rede Brasil Atual

- Advertisement -

21 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
21 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
aldoghisolfi
aldoghisolfi
8 anos atrás

MAS PORQUÊ, GOLPE?

O QUE HOUVE FOI UM CONTRA-GOLPE CONTRA,

EXATAMENTE!, O GOLPE QUE ESTAVA EM ANDAMENTO,

COM O JANGO E O BRIZOLA. NÃO ESQUEÇAM QUE O

CHE GUEVARA ANDAVA SOLTO POR ESTAS TERRAS E O

NOSSO DESTINO IA SER A RIDÍCULA CUBANIZAÇÃO

QUE AINDA DESEJAM PROMOVER!

ci_pin_ha
ci_pin_ha
8 anos atrás

Há muito exagero tanto de um lado quanto do outro. Qualquer guerrilha que tentasse se instalar no Brasil com objetivo de assumir o comando do Brasil, não teria apoio do povo, mesmo que fosse o próprio Che (vide Bolívia). O causador desse golpe foi o próprio presidente da Republica, ele que cometeu erros graves na condução do governo, em um momento de muita tensão quanto ao comunismo, trouxe ícones (comunistas) que foram inclusive condecorados, intromissão em questões puramente de disciplina militar. Não que Jango fosse comunista, ele só era um idiota mesmo. Gostaria de saber como seria o Brasil após… Read more »

ivanildotavares
ivanildotavares
8 anos atrás

Quem condecorou o Che Guevara com a Ordem do Cruzeiro do Sul foi o Presidente Jânio Quadros, em 1961, e não o Presidente João Goulart, deposto em 1964, pelos militares.

mbalbi69
mbalbi69
8 anos atrás

Lamentável o site usar justo a Rede Brasil Atual, absolutamente parcial. Sugiro que postem o link
http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2013/03/31-de-marco-de-1964-revolucao-que.html
Acho que seria mais correto.

aldoghisolfi
aldoghisolfi
8 anos atrás

ivanildotavares: correto. Eu disse foi que o Che andava solto por este país, sem restrição de espécie alguma, inclusive aqui no RS onde manteve relacionamento com muitas pessoas, em especial na região das Missões.

ci_pi_nha: o Jango era comunista, sim, Somente um comunista ferrenho e convencido poderia querer fazer o que ele pretendia; quando o Jânio renunciou (esse, sim!, tantam!), deves lembrar, ele estava visitando a China em busca dos modelos comunistas deles.

A Comissão deveria ser dissolvida o mais rapidamente que a ‘ética’ da ideologia permitir, pois nunca vi nada mais parcial e revanchista.

ci_pin_ha
ci_pin_ha
8 anos atrás

aldoghisolfi Diz ai o que Jango queria fazer, Reforma agrária? Estatizações? Reformas de base? As propostas de Jango a época eram interpretada como comunistas, mas atualmente seriam tão básicas e simplórias. O problema era que tudo era visto como comunismo. Jango estava dos meios pro no fim do governo, já começavam as campanhas, se fosse para transformar o Brasil em Cuba ele teria feito isso antes. Ouve uma precipitação, um medo exacerbado do comunismo e uma perca de oportunidades, todos os países que ficaram neutros durante a Guerra Fria, souberam se aproveitar desse momento. Jango estava na China a mando… Read more »

luizblower
luizblower
8 anos atrás

Acho essas declarações dos clubes militares umas provocações bestas e anacrônicas. É esse tipo de postura que dá força à essas “comissões” unilaterais.

64 e o que se seguiu só podem ser descritos como uma série de erros e radicalismos, de ambos os lados. Tivessem os militares a coragem de admitir isso em primeiro lugar, ao invés de tentar justificar tudo e generalizar como se todos estivessem no mesmo saco (não estavam) “defendendo a pátria”; com certeza tornariam as bravatas esquerdóides apenas palavras ao vento.

Marcos
Marcos
8 anos atrás

Enquanto isso Dilma cobra mais ações da Comi$$ão de Verdade. Ela quer mais propaganda, mais mídia. Ela não está satisfeita com andamento.
Querem que a Comi$$ão de Verdade se torne um espécie de Tribunal Popular, com o único objetivo de expor aqueles que eles consideram culpados.

ivanildotavares
ivanildotavares
8 anos atrás

O golpe de 64 foi a consumação do objetivo da direita, UDN a frente, que só não conseguiu muito antes porque o General Henrique Teixeira Lott, nacionalista e a favor da legalidade, do que rezava a Constituição, deu um golpe preventivo, um golpe para evitar um golpe. Admiro muito o General, depois Marechal, Henrique Teixeira Lott. Detesto o Sr. Carlos Lacerda e suas política de baixo grau. De qualquer forma, fico decepcionado com muitos políticos que, na ditadura, vendiam um peixe que eram nacionalistas, só queriam o bem do país, educação para todos, justiça social, desenvolvimento, etc, por isso é… Read more »

Requena
Requena
8 anos atrás

Tão certos os militares. Se eles não defenderem a história deles, quem vai defender? O PSTU?

E concordo que usar a “Rede Brasil Atual” como fonte foi extremamente infeliz.

mbalbi69
mbalbi69
8 anos atrás

Alô Guilherme Poggio! Em homenagem ao Exército de Caxias retire este post do ar ou pelo menos publique outro mais sincero, para dizer o mínimo! Se não quiser, pesquise aí o editorial de qualquer grande jornal brasileiro do dia 1 de abril de 1964 e publique.

Vader
8 anos atrás

Parabéns aos militares que nesta data há exatos 49 anos marcharam com o povo inteiro para derrubar o patético governo Jango e mandar para o abismo a turma que queria instaurar a ditadura comunista no Brasil.

Uma pena que os governos militares posteriores tenham sido fracos em implementar as mudanças legais que o Brasil precisava então, e continua precisando hoje.

Aliás, pena maior que não tenham os militares de imediato desfeito o erro que fizeram, e restabelecido a monarquia, entregando a chefia de Estado a quem realmente a merecia, a Família Imperial Brasileira.

Saudações.

glaison
glaison
8 anos atrás

Esta demorando para essa comissão da verdade, chamar na responsabilidade, esses militares. Julga-los e puni-los por todos os horrores que causaram a população e ao país.

aldoghisolfi
aldoghisolfi
8 anos atrás

LASTIMO que pessoas como glaison fale desta maneira. Os milicos não foram causa, foram consequência. Vieram porque foram chamados, não esquecer a movimentação fantástica da sociedade civil em Minas, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul. O golpe do Jango e do Brizola estava em andamento e foi abortado em bom momento. Hoje seríamos, uma Cuba, uma Albânia, uma Bulgária, uma baita ditadura militar de esquerda, pobres, atrasados, broncos como todos os países que esse pessoal como -seguramente o glaison- costuma se espelhar. Se os milicos tiveram culpa foi a de terem demorado muito no poder, deixado uma… Read more »

Marcos
Marcos
8 anos atrás

Entrevista de Maria Rita Kehl ao jornal O GLOBO, em 31/03/2013 trechos: “Por enquanto ouvimos só quem se ofereceu para falar. É diferente dos torturadores, que a gente convoca e tem poder de lei para convocar. Não podemos impedir torturadores de mentir, ELES MENTEM MESMO. Mas são obrigados a vir, senão é crime de desobediência. Os torturados são o contrário, querem vir.” “Teve pouca tortura com índio, pelo que eu saiba até hoje. Há fotos horríveis de índio pendurado em pau de arara, de uma índia cortada ao meio. (…) A violação contra os indígenas foi o modo como a… Read more »

aldoghisolfi
aldoghisolfi
8 anos atrás

ACHO terrível nesta Comissão a unilateralidade que busca o revanchismo ideológico.

OU será que a extrema esquerda não torturou?

NÃO assassinou?

aldoghisolfi
aldoghisolfi
8 anos atrás

ACHO terrível nesta Comissão a unilateralidade que busca o revanchismo ideológico.

OU será que a extrema esquerda não torturou?

NÃO assassinou?

mbalbi69
mbalbi69
8 anos atrás

Editorial de “O Globo” do dia 02 de abril de 1964: “Ressurge a Democracia” Vive a Nação dias gloriosos. Porque souberam unir-se todos os patriotas, independentemente de vinculações políticas, simpatias ou opinião sobre problemas isolados, para salvar o que é essencial: a democracia, a lei e a ordem. Graças à decisão e ao heroísmo das Forças Armadas, que obedientes a seus chefes demonstraram a falta de visão dos que tentavam destruir a hierarquia e a disciplina, o Brasil livrou-se do Governo irresponsável, que insistia em arrastá-lo para rumos contrários à sua vocação e tradições. Como dizíamos, no editorial de anteontem,… Read more »

Vader
8 anos atrás

Impressionante como esse editorial é atual…

MAD DOG
MAD DOG
8 anos atrás

… Que bom, hoje podemos viver numa Democracia, ainda engatinhando, mais uma Democracia. … Mesmo com a constituição de 1988, muito falha, garante a Democracia. … Hoje podemos nos degladear em opniões, graças a Democracia. … Graças aos Heróis de 64, vivenciamos hoje uma Democracia. … A maior resposta para a Comissão da Verdade, é o nosso atual Governo, gerido por aqueles revolucionários de 64, coitadinhos perseguidos e açoitados. … É fato, visto pelo mensalão com seu mentor, hoje condenado dentro de um Estado Democrático de Direito, aquele que na época, 64, já chefe de quadrilha de roubo a bancos… Read more »

Marco Antônio
Marco Antônio
8 anos atrás

Este editorial de 02 de março de 64 é realmente atual….sempre foi atual através dos tempos…..é um editorial quase padrão ainda utilizado por qualquer ditadura que tome o poder, de direita ou de esquerda, em Cuba, na China, na Coréia do Norte, na Líbia, na Arábia Saudita, no Egito, no Iraque, etc…apoiados ou não pelos EUA hoje….financiados, na época da Guerra Fria, por um dos dois lados….todos marionetes de um ou de outro, mas com o mesmo discurso, variando apenas entre as esquerdiotices e as direitiotices…..os militares treinados pela CIA contra os terroristas treinados em Cuba….ah, os heróis e os… Read more »

Últimas Notícias

Assessor de segurança nacional dos EUA viaja ao Brasil

Esta semana, o conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jake Sullivan, viajará para o Brasil e Argentina, acompanhado...
- Advertisement -
- Advertisement -