Home Foto IFV Puma

IFV Puma

780
26

Puma IFV - 2

Nas imagens, o veículo de combate de infantaria Puma, que está substituindo o Marder no Exército Alemão (Bundeswehr). A substituição começou em 2010 e está programada para ser completada em 2020.

Puma IFV - 4

Puma IFV - 3

Puma IFV - 6

Puma IFV - 5

Puma IFV - 1

Subscribe
Notify of
guest
26 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Guilherme Poggio
Editor
7 anos atrás

Forte concorrente do sueco CV90 (embora seja mais pesado)

Este é um dos veículos cotados para substituir o M113 no US Army

Vader
7 anos atrás

Um belo blindado, mas com uma guarnição muito pequena.

thomas_dw
thomas_dw
7 anos atrás

tao caro que nao é competitivo no mercado internacional – e nao é a toa, a propria Alemanha comprou um pequeno lote, em 2020 sai de producao. o CV90 vende muito mais que ele e deve ser adotado por varias nacoes.

rsbacchi
rsbacchi
7 anos atrás

thomas_dw escreveu em 26 de abril de 2013 às 9:19: “… a propria Alemanha comprou um pequeno lote …”.

Com esta frase você está afirmando que nem todos os batalhões de infantaria blindada do exército alemão serão mobiliados com este veículo?…

Bacchi

rsbacchi
rsbacchi
7 anos atrás

Alguns dados: o exército alemão atualmente tem 9 BIB (Batalhões de Infantaria Blindados) – de um total de 65 no auge da Guerra Fria.

Com o termo BIB me refiro a batalhão mobiliado com veiculo de combate de infantaria (IFV) sobre lagartas.

Estes batalhões até a introdução total do Puma estão mobiliados com o Marder.

A dotação de veiculos em um BIB alemão é de cerca de 35 veiculos.

Isto dá para os 9 batalhões um total de 315 carros.

Bacchi

Ivan
Ivan
7 anos atrás

Poggio,

O M-113 é um VBTP – Veículo Blindado de Transporte de Tropas, ou em inglês APC – Armoured Personnel Carrier.

O Puma é um VBCI – Veículo Blindado de Combate de Infantaria, ou em inglês IFV – Infantry Fighting Vehicle.

No US Army o blindado equivalente seria o M2 Bradley.

Abç.,
Ivan.

Lyw
Lyw
7 anos atrás

rsbacchi disse:
26 de abril de 2013 às 11:39

Bacchi meu caro,

Qual será o papel do Boxer / APC no exército alemão? Já li em alguns lugares este veículo sendo chamado de VBCI… De início eu achei que o Boxer seria uma VBTP e o Puma a VBCI.

rsbacchi
rsbacchi
7 anos atrás

Tudo indica que o Boxer irá substituir o Fuchs nos batalhões de infantaria mecanizados (VBTP/VBCI(?) sobre rodas) e os M113 que são ainda uitilzados em tarefas subsidiarias.

O exército alemão tem 3 batalhões de infantaria mecanizados e 2 na brigada franco alemã.

Bacchi

Lyw
Lyw
7 anos atrás

Obrigado bacchi…

Acho intessante, o quão opostos são os caminhos que estão sendo adotados pelas infantarias blindadas dos exércitos Alemão e francês!

rsbacchi
rsbacchi
7 anos atrás

A grande diferença é que no exército alemão o companheiro do carro de combate sobre lagartas é um VBCI sobre lagartas e no exército francês é um VBCI sobre rodas.

Sempre achei estranha a decisão do exército francês.

Bacchi

Lyw
Lyw
7 anos atrás

rsbacchi disse:
26 de abril de 2013 às 20:17

Exatamente! Estranha decisão e que poderá ser seguida por outros países…

Enquanto isto, aqui em terras brasilis, ainda não se sabe se os M113 serão substituídos e nem pelo quê.

Ivan
Ivan
7 anos atrás

Galante, Esta sua iniciativa de postar uma matéria sobre o IFV alemão Puma pouco depois de outra sobre o IFV russo BMD ‘Boyevaya Mashina Desanta’ que o Poggio apresentou foi muito interessante, pois aponta para a materialização de 2 (dois) requisitos operacionais quase que opostos para o mesmo tipo de veículo. Alguns dados básicos do PUMA: Peso (sem blindagem adicional) 31,5 ton.; Peso (com blindagem adicional) 43,0 ton.; Comprimento 7,4 metros; Largura 3,7 metros; Tripulação 3 (comandante, motorista e artilheiro); Tropa transportada 6 fuzileiros; Armamento principal 1 (um) canhão automático de 30mm; Armamento secundário 2 (dois) ATGW Spike LR pronto… Read more »

rsbacchi
rsbacchi
7 anos atrás

Ivan, na verdade o oposto do Puma é o BMP-3 (Boievaia Mashina Piekhota).

O BMD-3 é destinado as tropas aero terrestres.

Em todo caso o BMP-3 tambem é leve: 22 toneladas.

Existem conjecturas de que o exercito russo está adotando um novo VCI com cerca de 41 toneladas, baseado no chassi do T-72.

Fontes russas falam também de uma nova familia de veiculos que incluem sobre o mesmo chassi um carro de combate, VCI etc. Esta familia tem o nome de codigo de Armata.

Bacchi

Ivan
Ivan
7 anos atrás

Reginaldo Bacchi, É verdade, por esta razão fiz referência à família BMP, que inclusive antecede aos BMD, sendo este último uma aplicacão do apredizado com os maiores para tropas estrategicamente (aerotransportadas e navais) mais móveis. Minha intenção foi explorar a brecha aberta pelos editores do FORTE para desenvolver um tema interessante, a diferença dos requisitos alemães e russos, duas experientes forças no uso da arma blindada. Quanto a necessidade de uma VBCI, ou VCI, pesadamente blindada, idéia que gosto muito para alguns cenários, há um texto excelente atualizado em 2005 que certamente o senhor conhece, pois colaborou para mesmo: Veículos… Read more »

Ivan
Ivan
7 anos atrás
rsbacchi
rsbacchi
7 anos atrás

Eu não discordo inteiramente do artigo, mas não contribui para o mesmo.

Discordo todavia do que é dito sobre o aproveitamento do chassi do CCL M41.

Bacchi

Ivan
Ivan
7 anos atrás

Também não concordo com o aproveitamento do M-41 para VBCI ou algo parecido.

Mas do Leopard I A1 poderia ser interessante, com já foi discutido aqui no FORTE em maio de 2011.
http://www.forte.jor.br/2011/05/27/heavy-infantry-fighting-vehicle-hifv/

Sds.,
Ivan.

Vader
7 anos atrás

Lyw disse:
26 de abril de 2013 às 20:23

“Enquanto isto, aqui em terras brasilis, ainda não se sabe se os M113 serão substituídos e nem pelo quê.”

Estão sendo reformados e após isso só Deus sabe o que será da Infantaria e da Cavalaria Blindada brasileira. Provavelmente vai acabar.

Sempre lembrando que a última grande modernização ainda das unidades blindadas de transporte de tropas ainda é do acordo Brasil-Estados Unidos da década de 60.

Guilherme Poggio
Editor
7 anos atrás

Ivan disse:

O M-113 é um VBTP – Veículo Blindado de Transporte de Tropas, ou em inglês APC – Armoured Personnel Carrier.

O Puma é um VBCI – Veículo Blindado de Combate de Infantaria, ou em inglês IFV – Infantry Fighting Vehicle.

Ivan, em alguns exércitos, como o US Army, a figura do “taxi de combate”, aquele que só tem a missão de levar gente para a frente de combate (M113 por exemplo), está acabando.

Hoje no USA não se leva apenas gente, mas se combate com o veículo também. Sendo assim, o VBTP tende à extenção.

rsbacchi
rsbacchi
7 anos atrás

Desculpe-me Poggio, mas pelo que eu tenho lido o VBTP tipo M113 continuará existindo.

Hoje nos Estados Unidos da America existem dois grandes programas: um, GCV (Ground Combat Vehicle) para a substituição do Bradley e outro AMPV (Armoured Multi Purpose Vehicle) para a substituição do M113.

Uma das propaostas do AMPV é de uma versão do Bradley somente com uma metralhadora .50¨e outra e o de uma versão do Stryker sobre lagartas.

Por favor de uma verificada nas minhas informações.

Abraço

Bacchi

Lyw
Lyw
7 anos atrás

Vader disse:
28 de abril de 2013 às 12:47

O plano é, substituir a cavalaria blindada composta hoje por Urutus e Cascavéis por veículos da família de blidados Guarani.

Grande parte da infantaria mecanizada se tornará em infantaria blindada (outra parte em infantaria leve) equipada também com o Guarani.

O ridículo pra mim é que um número de 2044 veículo só conclua a entrega da ultima unidade no final da próxima década! Isto é uma vergonha (como diria um certo jornalistazinho)!

Quanto aos blindados dos regimentos de Carros de Combate, é exatamente como você falou!

Lyw
Lyw
7 anos atrás

Obs* Pra que não me entendam mal, a infantaria leve não terá blindados guarani, só coloquei pra constar que nem toda a infantaria mecanizada se tornará infantaria blindada!

rsbacchi
rsbacchi
7 anos atrás

Liw, eu acho ha varios enganos na sua mensagem.

Não é a Cavalaria Blindada que é compoosta por Cascavei e Urutus. É a Cavalaria Mecanizada.

Grande parte da Infantaria Mecanizada NÃO se tornará Infantaria Blindada, porque ainda não existe a Infantaria Mecanizada. Ela será criada pela conversão de Batalhões de Infantaria Motorizados em Mecanizados. Por enquanto só existe um Batalhão de Infantaria Motorizado (o 33º) que recebeu alguns Urutus para testar a organização futura.

Bacchi

Lyw
Lyw
7 anos atrás

Tem razão Bacchi,

Isto é o que dá escrever à meia nonite cochilando em cima do notebook.

Quando me referí à infantaria mecanizada na verdade queria dizer “infantaria motorizada”, assim como quando falei cavalaria blindada me referi à “cavalaria mecanizada”! Fiz uma confusão geral…

Vader
7 anos atrás

Bem lembrado Bacchi, o grosso da Infantaria do EB é motorizada (eufemismo para Infantaria “pé dois”), não mecanizada.

O que, convenhamos, para um país com 8,5 milhões de km2, em pleno século XXI, é um completo despautério.

Sds.

Jorge Eduardo
Jorge Eduardo
3 anos atrás

Senhores soube que o custo para repotenciar os M113 gira em torno de 800 mil reais e que uma VCI PUMA gira em torno de 1.200.000 reais. Não seria mais viável adquirir novas vtr do que ficar gastando recurso com coisa velha?
diminui a frota mas com novos veículos.
sei lá é só uma idéia e não sei se procede.