Home Artilharia Antiaérea Desembarque dos primeiros 8 Gepard

Desembarque dos primeiros 8 Gepard

160
6

Gepard desembarcando no rio - CCSE

vinheta-clipping-forte1Quatro dos oito tanques de combate antiaéreo do tipo Gepard que serão utilizados para garantir a segurança na Copa das Confederações, em junho, foram transportados, anteontem à noite e na madrugada de ontem, do Porto do Rio para o Parque Regional de Manutenção do Exército, em Deodoro. Um comboio de militares em motos e carros acompanhou o transporte de dois tanques de cada vez, em carretas que seguiram pela Avenida Brasil. Não houve necessidade de alteração no trânsito da via. A previsão era que o restante dos veículos fosse levado para a unidade na madrugada de ontem. Os oito tanques fazem parte de um sistema de artilharia antiaérea alemão, composto por 34 carros de combate, adquiridos pelo Brasil por R$ 80 milhões.

Esse lote de oito veículos chegou antecipadamente para ser utilizado na abertura e no encerramento da Copa das Confederações, em Brasília e no Rio, nos dias 15 e 30 de junho. Um grupo de militares viajou até a Alemanha, onde houve um treinamento para a operação dos veículos.

FONTE: O Globo, via resenha do EB

6
Deixe um comentário

avatar
6 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Colombellijoseboscojrakhorus Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
akhorus
Visitante
Member
akhorus

Wagner aqui

Bom, ao menos temos alguma AA.

Um Guarani chegou em cascavel para testes, ao menos é fabricado no BR e parece ser um bom carro de combate.

Estamos melhorando um pouco…

Bosco Jr
Membro
Noble Member
Bosco Jr

O Gepard por não usar projéteis de explosão aérea (espoleta de proximidade, programável, etc) não o considero ideal para a proteção de cidades.
Tomara que não resolvam testá-lo dentro da cidade que vai chover projéteis explosivos no quintal de alguém.

Colombelli
Visitante
Active Member
Colombelli

Primeira semana de junho tem os testes de tiro na Marambaia. Se desse pra conseguir imagens seria uma boa, até pra se ter uma idéia do desempenho. Bosco, será que mesmo modernizado não usa este tipo de munição? A modernização aparentemente foi so na eletrônica ( digitalização etc…), mas o Oerlikon 35mm autorebocado na última versão, a 06, ja usa este tipo de munição. Seria o caso de ter se adotado esta capacidade já que o canhão é o mesmo. Se não tiver esta capacidade, é uma temerariedade disparar a até uns 09 ou 10 km de qualquer centro habitado,… Read more »

Bosco Jr
Membro
Noble Member
Bosco Jr

Colombelli, Até onde eu sei ele não usa a AHEAD não. E numa verificação rápida no Google também não achei nada a respeito. Sem falar que se usasse teria sido noticiado tendo em vista ser uma munição altamente letal e avançada, que, diga-se de passagem, não deve ser compatível nem com os canhões Oerlikon brasileiros, que não devem ser da versão 06 (??), pra variar. O que se sabe é que a munição do Gepard e do Oerlikon não são compatíveis, o que obrigou o EB a comprar os tais 600 mil cartuchos. Em não podendo mesmo disparar a AHEAD… Read more »

Colombelli
Visitante
Active Member
Colombelli

Bosco, vou dar uma pesquisada, pois tenho a impressão de ter visto um video do Gepard onde aparecia menção à munição alto explosiva com espoleta de proximidade.

Os nossos Oerlikon são dos dois primeiros modelos. O 06 inclusive é operado por um so elemento e tem telêmetro laser acoplado.

A munição do Gepard o nossos Oerlikon disparam mas o inverso não é verdadeiro.

Colombelli
Visitante
Active Member
Colombelli

Bosco, achei. Na verdade a munição com temporizador e carga de fragmentação opera no Skyshield, o sistema fixo recentemente lançado e que usa também canhões 35mm. Ele tem um circuito no quebra chamas que programa a munição na passagem. Logo o Gepard não opera a munição avançada. Mas acredito que possa ser operada munição com temporizador fixo no limite do alcance para evitar danos colaterais. Wagner, de fato agora temos uma AA apresentável ainda que insuficiente. O triste é ver que ela não esta sendo adquirida porque o governo sabe que temos mais de 13000 estruturas sensíveis, mais de 600… Read more »