Home Acidente rodoviário Veículo do Exército capota e dois militares morrem na BR-471, perto do...

Veículo do Exército capota e dois militares morrem na BR-471, perto do Taim

648
19

15117361

Outros sete feridos são atendidos na Santa Casa de Rio Grande, sendo três em estado grave

 

vinheta-clipping-forte1Um jipe Marruá do Exército capotou na BR-471, no km 518, entre Rio Grande e a Reserva Ecológica do Taim, por volta das 8h deste domingo. Dois militares morreram no acidente, segundo o tenente-coronel Rubem Mendes da Costa Neto, assessor de Comunicação da Operação Ágata no sul do Brasil.

Além das vítimas fatais, sete pessoas ficaram feridas e são atendidas na Santa Casa do Rio Grande. Três militares estão em estado grave – dois com traumatismo craniano e outro com fraturas – e os outros quatro têm lesões e escoriações. A pedido do Exército, os nomes dos militares mortos não foram divulgados porque as famílias ainda não foram comunicadas.

O comboio, que incluía dois caminhões e a Marruá, espécie de jipe com cabine estendida, ia de Rio Grande para o Chuí. O veículo acidentado, que pertence ao 18º Batalhão de Infantaria Motorizado, com sede em Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana, seguia com nove militares.

No local, há marcas de freagem no asfalto e manchas de óleo deixados pela viatura. O veículo tombou no lado direito da rodovia e capotou por motivo ainda desconhecido.

O grupo trabalha na Operação Ágata 7, que abrange toda a fronteira brasileira com os dez países sul-americanos e inclui 25 mil militares e agentes das polícias federal, rodoviária federal, militar e de agências governamentais. É a maior mobilização já realizada pelo governo brasileiro no combate aos ilícitos entre Oiapoque (AP) e Chuí (RS). Durante a mobilização, militares trabalham para combater os principais crimes transfronteiriços como narcotráfico, contrabando e descaminho, tráfico de armas e munições, crimes ambientais, contrabando de veículos, imigração e garimpo ilegais.

15117367

FONTE: Zero Hora / FOTOS: Lucia Maciel

19
Deixe um comentário

avatar
19 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
16 Comment authors
Alexandre XandeBascheraDrCockroachFarroupilhaLuciano Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
REQUENA
Visitante
REQUENA

Que Deus dê conforto as famílias desses guerreiros. R.I.P.

colombelli
Visitante
colombelli

Morreram cumprindo missão.

Observador
Visitante

É muito azar.

Deve ser uma das rodovias federais com menor trânsito no país (com certeza é de menos movimento do Sul).

Talvez tenham tentado desviar de uma capivara que invadiu a pista, coisa comum na região.

Minhas sinceras condolências às famílias.

Jota B
Visitante
Jota B

Esta rodovia é um retão só, para capotar somente se teve que ser feita uma manobra brusca para desviar de algo ou ocorreu alguma falha mecânica, lamentável…

stadeu
Visitante
stadeu

Perícia , perícia , perícia, e que se divulguem as causas .

Reginaldo Bacchi
Visitante
Reginaldo Bacchi

Alguem sabe de que modelo de Marruá se trata?

Não deve ser o jipe pois levava 9 pessoas.

Bacchi

Clésio Luiz
Visitante
Member
Clésio Luiz

Bacchi, provavelmente foi um desses:

http://www.agrale.com.br/pt/utilitarios-militar/am21vtne-ton

Eu já vi alguns deles rodando dentro da cidade aqui transportando soldados na carroceria, como acontece com os caminhões de grande porte mais usados nesses casos.

Aldo Ghisolfi
Visitante
Aldo Ghisolfi

Lastimável… sinceras condolências às famílias.

O acidente aconteceu, talvez, pela falta de experiência do soldadinho como motorista, coisa que muitas vezes se constata: o praça aprende a dirigir e recebe a direção de um veículo e vai para a estrada sem vivência. Com carga viva, ainda por cima… as marcas de frenagem dizem que, possivelmente, vinha em velocidade incompatível com o local e o deslocamento em comboio. Quem sabe?

Sinto pelos pais e familiares.

L.D.K.
Visitante

Lamentável tragédia que recai sobre lares brasileiros, meus pêsames as famílias!

Diogo
Visitante
Diogo

Acho que no EB nao é bem assim nao, aprende a dirigir e recebe a chave. Um amigo meu que agora é capitao no batalhao de Comandos, quando foi para o Haiti 2010, teve que fazer dias de treinamento de direção de Land Rover Defender, achei ate engraçado, pq aqui em casa ja tivemos varias Land Rovers, achei na verdade um desperdicio de tempo fazer isso, pq nao tem nada d+. Enfim, ele disse que todos que estavam indo fizeram esse curso pq nunca se sabe quem devera assumir a direçao do veiculo. Duvido que o cara que pegou esse… Read more »

Luiz Fernando Persan
Visitante
Luiz Fernando Persan

Lamentamos pelas famílias e pela corporação.

Mas a verdade é exatamente isso, falta de vivência –

Dirigir um veículo militar não é a mesma coisa que dirigir um veículo de passeio – Os nossos bravos soldados, apesar de “bravos” falta experiência em diversos campos e um deles é o de “dirigir viaturas principalmente aquelas em que não é necessário demandar cursos…

Este é um problema que se vê na maioria das FFAA de todo mundo.

Que Deus zele pela família e conforte os seus corações !!!

Luciano
Visitante
Luciano

Onde está o santo antônio da carroceria da marruá, não vi nos destroços.
Poderia ter salvo vidas.
Que Deus os tenha soldados do Brasil.
Sgt Ferreira

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Conheço bem aquela estrada e região… muitas idas aos free shops do Chui, as praias da Barra e Hermenegildo, viagens minhas e de outros milhares de consumidores gaúchos dos free shops de Jaguarão e Chuí, que toda semana e feriado fazem, assim… “com certeza é a de menos movimento do Sul, Observador”… me desculpe Observador, mas vc está completamente enganado (existia até um mega projeto de fazer uma auto estrada toda duplicada de Buenos Aires até Porto Alegre passando justamente por ela, já que recebe boa parte do tráfego Uruguai-Brasil . O que essa estrada pode ser é uma das… Read more »

DrCockroach
Visitante
DrCockroach

Jipe Marrua, materia da Revista aqui do Blog n. 6 que tenho em maos.

Quando dirigi nesta estrada, depois da belissima cidade de Rio Grande em direcao ao Uruguai, achei a estrada monotona e quase vazia (pelo menos no meu tempo, ou dia); recordo que o limite de velocidade era 80km/h e, em alguns trechos, 60km/h por causa da reserva.

Eh uma tristeza o que aconteceu, pesames as familias, e que o motivo do acidente seja descoberto p/ evitar que se repita.

[]s!

Baschera
Visitante
Member
Baschera

Esta estrada é traiçoeira….. voce anda muitos quilometros somente em linha reta…com trechos com um acostamento mínimo… e se estiver cansado vc pode dormir ao volante !

Ainda tiveram “sorte” por estarmos em época de seca na região.

Reparem na foto da matéria…. aquele local onde o Marruá esta caído… era para estar sob a água.

Já dirigi nesta estrada com a água sobrepassando a pista de um lado para outro da lagoa em vários centímetros…um descuido e voce esta afundando…por simplesmente não saber onde esta o asfalto.

Sds.

Observador
Visitante

Farroupilha disse:
3 de junho de 2013 às 22:25

Estive por aí em 2004 e quase fiquei sem gasolina entre Rio Grande e Santa Vitória do Palmar. Só havia um posto de gasolina entre as duas cidades. na ida, se cruzei com vinte veículos foi muito. E na volta, à noite, não vi “vivalma”.

Bom, de lá para cá, o nosso país inteiro virou um congestionamento só. Só pode ter mudado aí também.

Sobre o acidente, acabo de ler que os dois militares tinham 19 e 22 anos. Dois meninos.

É mesmo uma pena.

colombelli
Visitante
colombelli

Aldo, so uma coisa, os motoristas normalmente são escolhidos em quem ja tem experiência. Antes de 1997, os quarteis expediam a documentação para a carteira e inclusive faziam o teste de direção na OM. Eu fiz assim a carteira de motorista. De lá pra cá não mais e opessoal que é motorista ja tem que ter carteira civil. Dificilmente um motorista é EV. Quase todos são NB e normalmente tem boa experiência, principalmente com a viatura que dirigem a qual normalmente é sempre a mesma.

Reginaldo Bacchi
Visitante
Reginaldo Bacchi

Colombelli,. por favor; o que é EV e o que é NB?

Obrigado

Bacchi

Alexandre Xande
Visitante
Alexandre Xande

Exato Colombelli. Servi em 1997 e já possuía CNH. Ainda fiz o curso de adaptação à viatura militar pra poder dirigir, embora não fosse motorista (ficava como “reserva).

E o pessoal costuma escolher os mais “cascudos” pra pegar estrada.

Realmente uma lástima.