Home Geopolítica Jordânia anuncia início de importantes exercícios militares

Jordânia anuncia início de importantes exercícios militares

160
5

606x341_227666_jordania-eua-realizam-exercicio

vinheta-clipping-forte1As Forças Armadas da Jordânia anunciaram neste domingo o início de importantes exercícios militares, dos quais participaram cerca de 8 mil soldados e observadores de 19 países, apesar de insistir que não guardam relação com o conflito na vizinha Síria. Cerca de 4,5 mil soldados americanos e 3 mil jordanos participarão dos exercícios Eager Lion 2013, que incluem operações aéreas, marítimas e terrestres até 20 de junho.

“O Eager Lion deste ano se concentrará na guerra irregular, como o combate contra o terrorismo e a revolta”, disse à imprensa o chefe das operações das Forças Armadas jordanas, o general de divisão Awni el Edwan. O militar jordano participou de uma coletiva de imprensa conjunta com o general de divisão Robert Catalanotti, do comando central do exército americano.

“Os exercícios não têm nada a ver com os eventos regionais nas proximidades da Jordânia”, disse o general Edwan, em referência ao conflito interno na Síria. Contudo, os Estados Unidos informaram que, como parte desses exercícios, instalaria mísseis Patriot e aviões de combate F-16 na Jordânia.

Várias dessas equipes militares podem permanecer em território jordano depois do exercício, mas isso implicaria uma “decisão política” que não cabe ao comando militar, disse o militar jordano sem oferecer maiores detalhes. As manobras foram realizadas no centro e sul da Jordânia e os mísseis seriam instalados “nos lugares adequados”, acrescentou.

No começo deste ano, os Estados Unidos já participaram de uma operação similar na Turquia, quando a Otan instalou mísseis Patriot ao longo da fronteira turca com a Síria. O destacamento militar na Jordânia acontece depois de várias advertências dos Estados Unidos ao governo do presidente sírio, Bashar al-Assad, pela entrega de armas ao movimento xiita libanês Hezbollah.

A Jordânia já recebeu milhares de refugiados sírios.

FONTE: Terra Notícias

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
akhorus
akhorus
7 anos atrás

Mais uma agressiva manobra imperialista yankee feita propositalmente para elevar as tensões e disseminar a guerra e o ódio. Típica técnica espúria provocativa norte-americana.

Mas quando a drecépita CN lança três mísseis de curto alcance ( que nem devem ter mira instalada…), aquele hipócrita do Ba Ki Mongo faz o maior drama.

HIPOCRISIA. Típica hipocrisia e arrogância yankee.

Colombelli
Colombelli
7 anos atrás

O exercício tem evidente ligação com a situação síria e é um contraponto com a Russia. Cada um tentando delinear o limite do outro. Mas a situação é substancialmente diversa da questão coreana. Concordo que há parcialidade no conselho de segurança da ONU, a qual, aliás, é válida para todos os lados, ora pró americanos, ora pró russos, ora pró chineses, pois têm direito de veto. Porém, uma coisa é os EUA, a Russia, a China fazerem exercícios com aliados ou sós, pois são paises que sabem ir até quase a corda estourar e parar. A Coréia do Norte é… Read more »

Vader
7 anos atrás

Ah claro, os imperialistas “malditusamericanu” viraram pros jordanianos e disseram: “olha, ou fazemos um exercício em conjunto ou a gente invade vocês”…

Como se os EUA precisassem de exercícios para varrer do mapa a Síria, e as tropas russas na Síria, se quisessem…

É cada uma…

E o Ban Ki Moon agora é americano, e não sul-coreano (o que por óbvio o coloca como interessado na questão)…

E os hipócritas são os americanos, e não os patéticos antiamericanos de Bananalândia…

akhorus
akhorus
7 anos atrás

Com certeza , os USA são a nação mais hipócrita que existe. Inclusive pq vc nao fala um pouco sobre a Liberdade de comunicação provada, vader,aaah, esqueci, veja que coisa, é exatamente nos USA que o próprio governo está espionando os cidadãos. Quee coisa, vc tinha me feito um discurso glamoroso sobre a ” Liberdade” anos atrás aqui no blog… OOhh é pena saber que a capital da sua ” democracia perfeita” é sede mundial de um escândalo desses… Logo, como defensor do direito de privacidade em minhas comunicações, tenho todos os motivos para ser antiamericano. Claro, falo do governo… Read more »

Vader
7 anos atrás

akhorus disse: 11 de junho de 2013 às 22:03 Informe-se: o monitoramento das comunicações é aprovado pela imensa maioria da população americana. Com efeito, eles estão EM GUERRA contra o terrorismo, e na guerra é necessário restringir liberdades individuais, infelizmente. Um mal necessário. Aliás, praticado amplamente por suas adoradas Rússia e China, diga-se de passagem, sem que putativos “defensores da liberdade” como o sr. digam um “A” (dois pesos e duas medidas né? 😉 ). Você pode ser defensor de sua privacidade de comunicações o quanto quiser; mas então sugiro que você volte a se comunicar por correio (cartinha em… Read more »